ANAIS | Suplemento

41º CBO - Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial

ABORL-CCF

Busca Avançada


  • A pesquisa de alguns termos pode levar alguns segundos para exibir os resultados. Entre 10 e 20 segundos.
  • Caso nenhum artigo seja encontrado através da busca tente trocar o 'local de pesquisa' selecionando um outro item na caixa de seleção.

Foram encontrados 145 artigos.

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-01

TÍTULO: Rinossinusite fúngica invasiva: neutropenia como fator preditivo e prognóstico

TÍTULO EM INGLÊS: Invasive fungal rhinosinusitis: NEUTROPENIA as a predictive and prognostic feature

AUTOR(ES): Erica Ortiz, Éder Barbosa Muranaka, Eulália Sakano

INSTITUIÇÃO: Disciplina de Otorrinolaringologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas


RESUMO

INTRODUÇAO : A rinossinusite fungica invasiva apresenta uma rápida e desastrosa evolução clínica com altos índices de mortalidade (60-90%), principalmente em pacientes imunossuprimidos. Segundo a literatura, a gravidade e extensão da neutropenia é o principal fator de risco para a infecção fúngica invasiva (contagem < 500/dl). OBJETIVO: Verificar o valor preditivo e prognóstico da neutropenia para ocorrência da rinossinusite fúngica invasiva. METODO: Foram avaliados 18 pacientes imunossuprimidos com rinossinusite fúngica invasiva e 17 imunocompetentes com rinossinusite fúngica não invasiva como grupo controle. As variáveis avaliadas foram: contagens séricas de neutrófilos, linfócitos e leucócitos; tipo de fungo; nasofaringoscopia; tipo de tratamento e sobrevida. RESULTADOS: a rinossinusite fúngica invasiva ocorreu somente em pacientes imunossuprimidos; as características encontradas na rinossinusite fungica invasiva foram: necrose em cavidade nasal; opacificação homogênea e sinais de erosão óssea na tomografia computadorizada; o fusarium como fungo predominante; maior freqüência de óbito principalmente em pacientes jovens (27anos). A contagem de linfócitos foi menor na rinossinusite fúngica invasiva e o óbito associou-se a menores contagens de neutrófilos. Na analise de regressão logística, pacientes com maior risco de óbito são os com menos leucócitos (OR=2.44; IC95%: 1.11; 5.38). CONCLUSÃO: Ao contrario da literatura, este estudo sugere que a rinossinusite fúngica invasiva relacionou-se a menor contagem de linfócitos e o óbito ocorreu mais em pacientes com leucopenia. Estudos com maior tamanho amostral podem esclarecer melhor estas relações.

DESCRITORES: Sinusite, Fungos, Neutropenia


ABSTRACT

INTRODUCTION: Invasive fungal rhinosinusitis has a disastrous and rapid clinical course with a high mortality rate (60-90%), mainly in immunosuppressed patients.According to the literature, the severity and extent of neutropenia is the major risk factor for invasive fungal infection (count <500/dl). OBJECTIVE: To investigate the predictive and prognostic value of neutropenia concerning the occurrence of invasive fungal rhinosinusitis. METHODS: We studied 18 immunosuppressed patients with invasive fungal rhinosinusitis and 17 immunocompetent patients with non-invasive fungal rhinosinusitis as a control group. The variables evaluated were serum counts of neutrophils, lymphocytes and leukocytes; type of fungus; nasopharyngoscopy; type of treatment and survival. RESULTS: Invasive fungal rhinosinusitis occurred only in immunosuppressed patients, the characteristics found in invasive fungal rhinosinusitis were necrosis in the nasal cavity; homogenous opacification and signs of bone erosion on the CT scan; the fusarium fungus as the most prevalent fungus; a higher frequency of death especially in young patients (27yo). The lymphocyte count was lower in invasive fungal rhinosinusitis, and death was associated with lower counts of leukocytes and lymphocytes. In logistic regression analysis, patients with the highest risk of death are those with less leukocytes (OR = 2:44, 95% CI 1.11, 5.38). CONCLUSION: Unlike the literature, this study suggests that invasive fungal rhinosinusitis was related to lower lymphocyte count, and death occurred more frequently in patients with leukopenia. Studies with larger sample sizes may clarify these relationships.

KEYWORDS: Sinusitis; Neutropenia; Fungi

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-02

TÍTULO: Tradução, adaptação cultural e validação do questionário Sinonasal Outcome Test - 22 para Língua Portuguesa (BR)

TÍTULO EM INGLÊS: Translation, cross-cultural adaptation and validation of the 22-item Sinonasal Outcome Test Questionnaire for Brazilian Portuguese

AUTOR(ES): Eduardo Macoto Kosugi, Vitor Guo Chen, Viviane Maria Guerreiro da Fonseca, Milena Martins Pellogia Cursino, José Arruda Mendes Neto, Luiz Carlos Gregorio

INSTITUIÇÃO: Disciplina de Rinolaringologia Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina


RESUMO

Introdução: Os questionários de qualidade de vida têm sido frequentemente utilizados em ensaios clínicos para determinar o impacto promovido por uma intervenção ou para avaliar os resultados dos serviços de saúde. Dentre os questionários específicos, o SNOT-22 foi considerado o mais adequado para avaliar pacientes com rinossinusite crônica e polipose nasossinusal. Objetivo: Realizar a tradução, adaptação cultural e validação do questionário SNOT-22, de língua inglesa para o Português Brasileiro (BR). Métodos: Foram recrutados 89 pacientes no pré e pós-operatório de cirurgia endoscópica nasossinusal por rinossinusite crônica com ou sem pólipos e 113 voluntários sem doença nasossinusal, que responderam ao questionário traduzido para Português Brasileiro. Foram avaliados a consistência interna, reprodutibilidade de teste-reteste, validade de medidas, responsividade e a interpretabilidade clínica. Resultados: O escore médio no pré-operatório foi de 62,39 pontos; no pós-operatório, de 23,09 pontos e dos sem doença nasossinusal, de 11,42 (p<0,0001), mostrando a validade e responsividade. A consistência interna foi alta (alfa de Cronbach de 0,9276). A reprodutibilidade foi suficiente tanto na aplicação inter-entrevistadores (r=0,81) como intra-entrevistadores com 10 a 14 dias de intervalo (r=0,72). O tamanho de efeito da cirurgia foi de 1,55. A diferença minimamente importante foi de 14 pontos e escores até 10 pontos foram considerados como normais. Conclusão: A versão para Português Brasileiro do questionário SNOT-22 é um instrumento válido para avaliar pacientes com rinossinusite crônica e polipose nasossinusal.

DESCRITORES: Qualidade de Vida, Questionários, Sinusite, Pólipos Nasais, Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural


ABSTRACT

Introduction: Quality of life questionnaires have been increasingly used in clinical trials to determine the impact of medical intervention or to assess the outcome of health care services. Among disease specific outcome measures, SNOT-22 was considered the most suitable tool for assessing chronic rhinosinusitis and nasal polyps patients. Aim: to perform the translation, cross-cultural adaptation and validation of the SNOT-22 to Brazilian Portuguese. Methods: Eighty-nine patients with chronic rhinosinusitis or nasal polyps submitted to functional endoscopic sinus surgery answered the questionnaire at pre and postoperative times. Furthermore, 113 volunteers without sinonasal disease answered the questionnaire too. Internal consistency, test-retest reliability, validity of measures, responsiveness and clinical interpretability were assessed. Results: the mean preoperative, postoperative and no sinonasal disease scores were, respectively, 62.39, 23.09 and 11.42 points (p < 0.0001), showing validity and responsiveness. Internal consistency was high (Cronbach's alpha = 0.9276). Reproducibility was sufficient both in inter-interviewer use (r=0.81) as in intra-interviewer use, within a 10 to 14 days interval (r=0.72). Surgery effect size was 1.55. The minimally important difference was 14 points and scores up to 10 points were considered normal. Conclusion: the Brazilian Portuguese SNOT-22 version is a valid instrument to assess chronic rhinosinusitis and nasal polyps patients.

KEYWORDS: Quality of Life; Questionnaires; Sinusitis; Nasal Polyps; Natural Orifice Endoscopic Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-04

TÍTULO: Avaliação de patologias nasossinusais pré-transplante de medula óssea

TÍTULO EM INGLÊS: Sinonasal disease assessment in pre-bone marrow transplantation patients

AUTOR(ES): Rafael Panizza Leutz, Michelle Fantin Yakabe, Adriano Guirado Dias, Rael Lucas Matimoto, Atilio Maximino Fernandes, Erika Rodrigues Pontes Delattre

INSTITUIÇÃO: Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto


RESUMO

O transplante de medula óssea tem sido cada vez mais utilizado no Brasil e um dos principais motivos de seu insucesso são as infecções oportunistas que ocorrem devido à imunossupressão. A rinossinusite constitui-se uma das afecções mais prevalentes em pacientes transplantados, variando de 1% a 33% nos transplantes de medula óssea. O screening de patologias nasossinusais pré-TMO permanece assunto controverso, principalmente a realização de tomografia. Objetivo: O objetivo deste trabalho é verificar a melhor forma de avaliação dos seios da face pré-TMO. Método: É um estudo prospectivo, no qual os pacientes são submetidos à avaliação clínica, endoscópica e tomográfica pré-TMO. Resultados: Apenas 8,3% dos pacientes apresentavam rinossinusite pré-TMO e seu diagnóstico não necessitou de tomografia. Não houve casos de rinossinusite complicada pós TMO e nenhuma conduta foi tomada diante das alterações tomográficas pré-TMO. Conclusão: Os resultados iniciais sugerem que a avaliação clínica e endoscópica feita pelo otorrinolaringologista é a melhor estratégia de se avaliar doença nasossinusal pré-TMO, dispensando o exame tomográfico.

DESCRITORES: Sinusite, Transplante de Medula Óssea, Tomografia


ABSTRACT

Bone marrow transplantation has been increasingly performed in Brazil and one of the most important reasons for their failure are opportunistic infections that occur due to immunosuppression. Rhinosinusitis is one of the most prevalent illnesses in transplant patients, ranging from 1 to 33% in bone marrow transplants. The screening of sinonasal pathologies pre BMT remains controversial, mainly concerning CT scan. Objective: The objective of this study is to assess the best means to evaluate of sinus pre BMT. Method: A prospective study in which patients undergo clinical evaluation, endoscopy and CT scan before being submitted to BMT. Results: Only 8.3% of the patients had sinusitis before the BMT and the diagnosis did not require a CT scan. There were no cases of sinusitis complication after BMT and no action was taken based on pre BMT tomography. Conclusion: Initial results suggest that clinical evaluation and endoscopy performed by otolaryngologists is the best strategy to evaluate sinus disease before BMT, thus eliminating the need for CT scan.

KEYWORDS: Bone Marrow Transplantation; Sinusitis; CT Scan

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-05

TÍTULO: Infecções respiratórias altas: avaliação de fatores de risco e medidas terapêuticas

TÍTULO EM INGLÊS: Upper Respiratory Infections: Evaluation of Risk Factors and Managment

AUTOR(ES): Rodrigo Nishihara Jorge, Ricardo Landini Lutaif Dolci, Ana Carolina Cassanti, Felipe Pinho, José Eduardo Lutaif Dolci


RESUMO

As IVAS são muito frequentes, tendo como principal etiologia os vírus, e apresentam vários fatores de risco. Há discordâncias na literatura quanto a esses fatores e em alguns pontos do tratamento a ser instituído para cada uma delas. Objetivamos analisar os fatores de risco associados às IVAS e as condutas aplicadas nos consultórios de otorrinolaringologia do Brasil. Assim, foi realizado estudo prospectivo, multicêntrico, epidemiológico e observacional sob forma de questionários a serem preenchidos pelos médicos. Observamos alta prevalência de infecções bacterianas, a associação da rinite alérgica com as rinossinusites e uma influência positiva da vacinação antipneumocócica em relação às taxas de amigdalites. Outras doenças, como otite externa e otite supurativa, associaram-se com baixa escolaridade. Foi verificado extenso uso de corticosteroides e antibioticoterapia. Pudemos, assim, confirmar alguns fatores de risco já estabelecidos, frequência de prescrição de antibióticos e corticosteroides nos consultórios.

DESCRITORES: Infecções Respiratórias, Epidemiologia, Fatores de Risco


ABSTRACT

URIs are frequent and most are viral-related; and they have numerous risk factors. There are discrepancies among papers concerning theses factors and URI management. Our objective was to analyze these factors and the management strategies used by Brazilian ENTs. Thus, our study was prospective, epidemiological, multicentric and observational in which we sent questionnaires the doctors. We found a high prevalence of bacterial infections, allergic rhinitis associated with rhinosinusitis. and a positive influence of anti-pneumococcal vaccination associated with a reduction in the prevalence of tonsillitis. Other diseases, such as suppurative otitis and otitis externa were more common among less educated people. We could also notice a very frequent use of steroids and antibiotics. Therefore we confirmed some already established risk factors and how frequent antibiotics and corticosteroids are prescribed.

KEYWORDS: Respiratory Tract Infections; Epidemiology; Risk Factors

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-06

TÍTULO: A influência da diabetes mellitus na eletrofisiologia da cóclea

TÍTULO EM INGLÊS: The influence of diabetes mellitus on cochlear electrophysiology

AUTOR(ES): Ariane Solci Bonucci, Milton Cesar Foss, Maria Cristina Foss de Freitas, Miguel Angelo Hyppolito

INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO-HOSPITAL DAS CLÍNICAS. HCRP-FMRP-USP.


RESUMO

A diabetes mellitus(DM) e a perda auditiva são problemas de saúde que acometem grande parte da população. É de fundamental importância investigar a correlação entre elas. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi verificar as alterações na função auditiva causada pela diabete mellitus tipo2 (DM2), por meio da eletrococleografia (EcoG), e comparar os resultados com o grupo controle. Métodos: Foram avaliados 26 indivíduos diabéticos tipo 2 e 23 indivíduos do grupo controle, com idade entre 20 a 50 anos. As avaliações realizadas foram: audiometria tonal limiar, imitanciometria e EcoG. Resultados: Observou-se pelo questionário aplicado e análise dos prontuários que a maioria dos indivíduos não apresentou as complicações diabéticas de retinopatia, nefropatia, neuropatia e doenças cardiovasculares. Houve diferença estatística significativa para a variável nefropatia e a razão PS/PA na EcoG. Não houve diferença nas medicações (insulina e/ou orais) utilizadas pelos pacientes e os exames de sangue de glicemia e hemoglobina glicada quando comparados com os resultados da EcoG. Na avaliação audiométrica, constatou-se que apenas 8% dos pacientes diabéticos tinham perda auditiva plana de grau leve do tipo sensorioneural bilateral. Na EcoG, foi encontrada diferença estatisticamente significativa (p ³ 0,05) entre as variáveis ms PS/PA, uV PS/PA, ms PS e ms PA. O grupo experimental apresentou a razão PS/PA mais elevada quando comparada ao grupo controle. Foi observado aumento anormal da razão PS/PA em oito pacientes diabéticos. Conclusão: Diante de tais resultados, é fundamental o acompanhamento periódico desses pacientes, visando uma detecção precoce da perda auditiva, bem como, as orientações necessárias quanto à sua prevenção.

DESCRITORES: Audição, Perda Auditiva; Audiometria de Resposta Evocada, Diabetes Mellitus


ABSTRACT

Diabetes mellitus (DM) and hearing loss are health problems that affect large parts of the population; therefore, it is very important to investigate the correlation between them. The objective of this study was to assess changes in auditory function caused by type-2 diabetes (DM2), especially in electrocochleography(ECoG), and to compare the results with the control group. We evaluated 26 type-2 diabetic subjects and 23 individuals in the normal control group, aged between 20 to 50 years. The evaluations were: pure tone audiometry, acoustic immittance measurements and EcoG. The questionnaire showed that most individuals did not have diabetic complications, i.e. retinopathy, nephropathy, neuropathy and cardiovascular disease. There was a statistically significant difference concerning nephropathy and the PS/PA ratio in the EcoG. There was no statistically significant difference between the drugs(insulin and/or oral drugs) used by patients and the blood tests for glucose and glycated hemoglobin when compared with the EcoG results. The audiometry revealed that only 8% of the patients had bilateral mild sensorineural hearing loss. All control subjects had normal hearing. Concerning the EcoG, we found a statistically significant difference (p ≤ 0.05) between variables ms PS / PA, uV PS / PA, ms PS and ms PA. The experimental group had a higher PS / PA ratio when compared to the control group. We observed an abnormal increase in the PS / PA ratio in eight diabetic patients. This result supports the importance of periodic followup of these patients, aiming an early detection of the hearing loss, as well as the necessary steps for prevention.

KEYWORDS: Evoked Potentials, Auditory; Audiometry, Evoked Response; Diabetes Mellitus; Hearing Loss

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-07

TÍTULO: Preservação da audição e da função do nervo facial em pacientes submetidos à ressecção de schwannoma vestibular: acesso via fossa craniana média vs. via retrosigmoidea - experiência pessoal e revisão da literatura

TÍTULO EM INGLÊS: HEARING PRESERVATION AND FACIAL NERVE FUNCTION ANALYSES FOR PATIENTS UNDERGOING VESTIBULAR SCHWANNOMA SURGERY: MIDDLE CRANIAL FOSSA APPROACH VERSUS THE RETROSIGMOID APPROACH - PERSONAL EXPERIENCE AND LITERATURE REVIEW

AUTOR(ES): Marcos Rabelo de Freitas, Giuliano Sequino, Alessandra Russo, Enrico Piccirillo, Mario Sanna

INSTITUIÇÃO: Faculty of Medicine, Federal University of Ceara, Brazil Gruppo Otologico, Piacenza-Roma, Italy


RESUMO

Introdução: Perda de audição e alteração a função do nervo facial comprometem a qualidade de vida em pacientes submetidos a ressecções de schwannoma vestibular. Objetivo: Comparar os resultados de preservação da audição e da função do nervo facial em pacientes submetidos à cirurgia de schwannoma vestibular realizada via fossa craniana média ou retrosigmoidea. Materiais e Métodos: Foi realizada uma revisão de prontuários de pacientes com diagnóstico de schwannoma vestibular submetidos à remoção cirúrgica através das vias fossa craniana média (FCM) ou retrosigmoide (RS), entre janeiro de 1988 e dezembro de 2008. Resultados: 90 pacientes foram operados via FCM e 86 via RS. Oitenta e um por cento dos pacientes do grupo FCM e 96,5% do grupo RS permaneceram com House-Brackmann I e II depois de um ano de pós-operatório (p = 0,001). Essa diferença só foi significativa para tumores com extensão extrameatal quando comparados tumores de uma mesma classificação de tamanho (58,3% FCM versus 98% RS, p = 0,0006). Não houve diferença estatisticamente significativa nos resultados de preservação de audição, considerando-se a manutenção das classes A e B da classificação de Sanna modificada (18,9% FCM versus 10,6% RS, p = 0,122). Conclusão: Não houve diferença significativa na preservação da audição entre pacientes operados através da via fossa craniana média ou retorssigmoidea. No entanto, nossos resultados indicam um maior risco de comprometimento da função do nervo facial quando a cirurgia é realizada através da via FCM em circunstâncias em que o tumor se estende ao ângulo pontocerebelar.

DESCRITORES: Audição, Nervo Facial, Neuroma Acústico


ABSTRACT

Introduction: Hearing loss and facial nerve dysfunction compromise the quality of life of patients submitted to vestibular schwannoma (VS) surgery. Objective: To compare hearing preservation and facial nerve function outcomes in patients undergoing vestibular schwannoma surgery performed using either the middle cranial fossa approach or the retrosigmoid approach. Materials and Methods: A review of the medical records of patients diagnosed with VS who underwent surgery for tumor removal in a single reference centre via the middle cranial fossa approach (MCFA) or the retrosigmoid approach (RSA), between January of 1988 and December of 2008. Results: During this period, 90 patients underwent MCFA, while 86 patients were operated via the RSA. Of the patients subjected to the MCFA, 80.7% were classified as House-Brackmann (HB) grade I-II after surgery, whereas 96.5% percent of the patients submitted to RSA were classified as HB grade I-II after surgery (p = 0.001). This difference was shown only for tumors outside the meatus when we compared size-matching tumors (58.3% MCFA versus 98% RSA; p = 0.0006). There was no statistically significant difference in the hearing outcomes considering hearing preservation vis-à-vis classes A and B of the Sanna classification (18.9% MCFA versus 10.6% RSA; p = 0.122). Conclusion: No statistically significant difference in hearing preservation was identified in comparing tumors operated upon via the MCFA versus the RSA. Our results indicate that a higher risk of facial nerve function impairment exists if the surgery is performed via the MCFA when the tumor extends to the cerebellopontine angle.

KEYWORDS: Hearing; Facial Nerve; Acoustic Neuroma

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-08

TÍTULO: Estudo da mucosa da orelha média e a formação de biofilmes nas Otites Médias Crônicas (OMC)

TÍTULO EM INGLÊS: Middle Ear Mucosa and Biofilm Formation study in Chronic Otitis Media (COM)

AUTOR(ES): Matheus de Souza Campos, Eduardo Tanaka Massuda, Miguel Angelo Hyppolito

INSTITUIÇÃO: Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo.


RESUMO

Otites médias crônicas caracterizam um processo inflamatório da orelha média com duração maior que três meses e alterações teciduais irreversíveis. Biofilmes são comunidades de bactérias, como Pseudomonas aeruginosa, Hemophilus influenzae, Streptococcus pneumoniae, e Staphylococcus aureus, fixas à superfície mucosa, sésseis, embutidas em uma matriz extracelular de substâncias polímeras de sua própria síntese aderidas à superfície mucosa. Seu tratamento com antibioticoterapia convencional é ineficaz, perpetuando o processo inflamatório crônico e suas recorrências. É importante localizar e definir suas características, para seu efetivo tratamento e compreensão de mecanismos de resistência bacteriana. Métodos: Amostras de mucosa da orelha de 20 pacientes com o diagnóstico clínico de otite média crônica, submetidos a tratamento cirúrgico, foram coletadas e preparadas para microscopia eletrônica de varredura. Resultados: Dos 20 pacientes avaliados, 13 (65%) apresentaram biofilmes, com estrutura histopatológica organizada. O diagnóstico, tipo de cirurgia, existência de otorreia pré-operatória e controle adequado da otorreia no pós-operatório em cada um dos grupos estudados é descrita. Conclusão: Biofilmes foram encontrados na mucosa da orelha de pacientes com otites médias crônicas. Sua presença dificulta o controle da otorreia, sendo necessária sua completa remoção para o controle da infecção crônica estabelecida.

DESCRITORES: Otite Média, Biofilmes, Microscopia Eletrônica de Varredura


ABSTRACT

Chronic otitis media is characterized by an inflammatory process in the middle ear lasting for more than three months and irreversible tissue changes. Biofilms are communities of bacteria such as Pseudomonas aeruginosa, Haemophilus influenzae, Streptococcus pneumoniae, and Staphylococcus aureus, embedded in an extracellular matrix of polymer substances of their own synthesis, adhering to the mucosal surface. Treatment with conventional antibiotics is ineffective, maintaining the chronic inflammatory process. For an effective treatment and for in order to understand the mechanisms of bacterial resistance, it is important to locate and define the characteristics of this process. Methods: we collected and submitted to scanning electron microscopy the samples of ear mucosa from 20 patients with a clinical diagnosis of chronic otitis media submitted to surgical treatment. Results. Thirteen of the 20 patients investigated (65%) presented biofilms with an organized histopathological structure. Hereby, we report the diagnosis, type of surgery, presence of preoperative otorrhea and its appropriate control after surgery in each study group. Conclusion. Biofilms were detected in the ear mucosa of patients with chronic otitis media. Their presence impairs the control of otorrhea, and complete removal is necessary to control the chronic infection.

KEYWORDS: Otitis Media; Biofilms; Scanning Electron Microscopy

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-09

TÍTULO: Avaliação contínua da glicemia em pacientes com zumbido

TÍTULO EM INGLÊS: Continuous glucose assessment in patients with tinnitus.

AUTOR(ES): Konrado Massing Deutsch, Bruna Fornari Vanni, Vanessa Belline, Alice Lang Silva, Christine Cioba, Celso Dall'ina, Letícia Petersen Schmidt Rosito

INSTITUIÇÃO: UFRGS - Hospital de Clínicas de Porto Alegre


RESUMO

A prevalência do zumbido é extremamente alta, principalmente na população idosa. Dentre as causas de zumbido, estão as doenças metabólicas. Alterações no metabolismo da glicose há muito vêm sendo implicadas em alguns quadros de vestibulopatia periférica e sintomas associados, tais como zumbido. Pela falta de trabalhos bem delineados e pelas alterações na metodologia de mensuração da insulina que se seguiram a trabalhos clássicos, o real papel da hiperinsulinemia e, em especial, da hipoglicemia reacional na etiologia de alterações cocleovestibulares, permanece em discussão, embora clinicamente observa-se esta relação em alguns pacientes Esse trabalho visa avaliar as alterações glicêmicas em 72 horas de monitorização contínua de glicose em pacientes com zumbido. Nesse estudo prospectivo, foram estudados 10 pacientes com zumbido que tiveram o status metabólico avaliado e a glicemia quantificada por 72 horas com o uso do CGMS (continuous glicose monitoring system). A média dos resultados obtidos foi: tempo de zumbido, 11 anos; IMC, 30; índice cintura-quadril, 0,95; glicemia de jejum, 96 ±5,8; insulina de jejum, 8,7± 4,3; colesterol total, 212±42; triglicerídeos, 138±85; LDL, 138±29; HDL, 46 ±8. Na monitorização da glicemia, 30% dos 10 pacientes apresentaram hipoglicemia. Logo, nesse trabalho preliminar, observaram-se algumas hipoglicemias e hiperglicemias com o uso do CGMS. No entanto, os dados precisam ser complementados para determinar o real papel da glicose na gênese do zumbido, aumentando o número dos casos.

DESCRITORES: Zumbido, Glicemia, Audição


ABSTRACT

Tinnitus prevalence is extremely high, especially in the elderly. Metabolic diseases are among the causes of tinnitus. Changes in glucose metabolism have long been implicated in some cases of peripheral vestibular disorders and associated symptoms such as tinnitus. For the lack of well outlined papers and changes in the methodology for measuring insulin, which followed classical papers, the true role of hyperinsulinemia, in particular, reactive hypoglycemia in the etiology of cochleovestibular changes, remains under discussion. This study aims at evaluating glycemic changes within 72 hours of continuous glucose monitoring in patients with tinnitus. In this prospective study, we studied 10 tinnitus patients who had their metabolic status and blood glucose measured during 72 hours by CGMS (continuous glucose monitoring system). The average results were: duration of tinnitus: 11 years; BMI: 30; waist-hip ratio: 0.95; fasting glucose: 96 ± 5.8; fasting insulin, 8.7 ± 4.3; total cholesterol: 212 ± 42; triglycerides: 138 ± 85; LDL: 138 ± 29; HDL: 46 ± 8. In glucose monitoring, 30% of 10 patients had hypoglycemia. Therefore, in this preliminary study, we observed some hypoglycemia and hyperglycemia by CGMS. However, the data needs to be complemented in order to determine the actual role of glucose in the genesis of tinnitus, with a higher the number of cases.

KEYWORDS: Tinnitus; Hearing ; Blood Glucose

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-10

TÍTULO: Novas estruturas na anatomia endoscópica do epitímpano

TÍTULO EM INGLÊS: New structures on the epitympanic endoscopic anatomy

AUTOR(ES): Gemima Garcia Gadelha, Juliana Soeiro Maia, João Flávio Nogueira Júnior, Muaaz Tarabichi, Daniele Marchione, Livio Presutti, Moisés Ximenes Feijão, João Paulo Saraiva Abreu

INSTITUIÇÃO: Hospital Geral de Fortaleza & Sinus Centro


RESUMO

Introdução: Em contraste com outras maneiras de se estudar o epitímpano, o endoscópio permite incomparável acesso sem descontinuidade da anatomia. O objetivo deste estudo é mostrar a anatomia do epitímpano por via endoscópica transcanal. Desenho do estudo: Dissecção sistemática de peças anatômicas Métodos: Foi realizada dissecção endoscópica sistemática de 20 orelhas em 10 espécimes anatômicos. Um fluxograma detalhado foi preenchido para documentar o status do rebordo lateral do ático, a posição do ligamento do músculo tensor do tímpano, o esporão de Chaussé e os ligamentos de sustentação da bigorna, além do recesso supratubário, verificando a patência dos istmos anterior e posterior. Resultados: Nenhum dos ouvidos mostrava indícios de otite média crônica prévia. O ligamento incudo-maleolar lateral estava intacto em todos os espécimes dissecados, excetuando-se uma. O ligamento maleolar lateral estava intacto em todos os espécimes. O ligamento do músculo tensor do tímpano estava completo em 16 espécimes e parcial em quatro. Dois destes ouvidos pertenciam à mesma espécime. O diafragma epitimpânico estava completo em 15 das 20 orelhas de 10 peças anatômicas. Conclusão: O endoscópio permite a avaliação da anatomia do ático e a integridade do diafragma, sem interrupção indevida da anatomia. O diafragma epitimpânico está presente na maioria dos ouvidos saudáveis e, em teoria, pode servir como a base anatômica para a retração isolada do ático.

DESCRITORES: Anatomia, Otolaringologia, Colesteatoma, Colesteatoma da Orelha Média


ABSTRACT

Introduction: In contrast to other means of studying the epitympanum, the endoscope brings about unparalleled access without disrupting the anatomy. The aim of this study is to outline the anatomy of the epitympanum through transcanal endoscopy Study Design: Systematic dissection of anatomy specimens Methods: We performed systematic endoscopic dissection of 20 ears from 10 fresh frozen anatomical specimens. A detailed flowsheet was filled up documenting the status of the lateral attic border, position of the tensor tympani muscle, the scutum and the incus support ligaments, and the supratubal recess, checking the patency of the anterior and posterior isthmuses. Results: None of the ears showed indication of previous chronic otitis media. The lateral incudomalleal fold was intact in all but one ear. The lateral malleal fold was intact in all specimens. The tensor tympani muscle fold was complete in 16 ears and partial in four. Two of these ears belonged to the same specimen. The epitympanic diaphragm was complete in 15 of the 20 ears from 10 anatomic specimens. Conclusion: The endoscope enables the assessment of the attic anatomy and integrity of the diaphragm without undue disruption of the anatomy. The epitympanic diaphragm is present in the majority of healthy ears and it can, in theory, serve as the anatomic basis for the isolated attic retraction.

KEYWORDS: Anatomy; Otolaryngology; Cholesteatoma; Middle Ear Cholesteatoma

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-11

TÍTULO: Efeito do tratamento da obstrução de vias aéreas superiores em crianças com ou sem síndrome da apneia-hipopneia do sono em testes atencionais e sonolência diurna.

TÍTULO EM INGLÊS: The effects of treating upper airway in children with or without sleep apnea-hypopnea syndrome on attention tests and daytime sleepiness

AUTOR(ES): Cassiana Burtet Abreu, Gabriela Robaskewicz Pascoto, Mariana Guedes, Raimar Weber, Shirley Shizue Nagata Pignatari, Aldo Cassol Stamm

INSTITUIÇÃO: Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos


RESUMO

Introdução: Os distúrbios do sono são um importante problema na saúde da população pediátrica, tendo como uma de suas principais causas a obstrução de via aérea superior. Entre suas repercussões, merecem destaque por sua relevância e contribuição para qualidade de vida as alterações de atenção e sonolência diurna. Objetivo: Avaliar a associação entre obstrução de vias aéreas superiores, sonolência diurna e dificuldades atencionais em crianças e avaliar o efeito do tratamento na desobstrução da via aérea superior sobre esses sintomas. Casuística e Método: Trata-se de um estudo de coorte prospectivo de pacientes submetidos a tratamento para desobstrução de via aérea superior. A população inicial deste estudo foi formada por 54 crianças, 36 do grupo tratamento e 18 do grupo controle. Foram realizados testes de atenção e questionário sobre sonolência diurna nas crianças antes e 60 dias depois do tratamento. Os controles também foram avaliados em duas ocasiões. Foram incluídos na análise 50 pacientes, sendo 33 do grupo controle e 17 do grupo tratamento. Os testes de atenção constaram da aplicação do teste TAVIS-3 de atenção visual e do questionário Breve versão pais. Resultados: Houve melhora estatisticamente significativa de déficits atencionais e de sonolência diurna entre os grupos de tratamento comparativamente ao grupo controle. Esta melhora foi mais expressiva no grupo que recebeu o tratamento cirúrgico. Conclusão: Os resultados do presente estudo indicam que o tratamento da desobstrução da via aérea superior provoca melhora nos sintomas de atenção e sonolência.

DESCRITORES: Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva, Tonsila Faríngea, Tonsila Palatina, Transtornos do Sono


ABSTRACT

INTRODUCTION: One of the most important issues in pediatric health is the large number of children and adolescents with sleep disorders, which is mostly caused by upper airway obstruction. Among the variety of implications that these disorders may carry out, attention disorders and daytime sleepiness should be mentioned for their relevance and contribution to quality of life. OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate the association between upper airway obstruction, daytime sleepiness and attention deficits in children and to assess the effects of upper airway treatment in these symptoms. PATIENTS AND METHODS: This is a cohort study of patients treated for upper airway obstruction. The initial study population was comprised of 54 children, 36 in the treatment group and 18 in the control group. They were all submitted to attention tests and answered a questionnaire about daytime sleepiness before and 60 days after treatment. The controls were also tested on two occasions. Attention tests included the TAVIS-3 and Short Attention questionnaire, answered by the parents. The final analysis included 50 patients, 33 from the control group and 17 in the treatment group. RESULTS: There was a statistically significant improvement in attention deficits and daytime sleepiness among the treatment groups compared to controls. This improvement was greater in the group that received surgical treatment. CONCLUSION: The results of this study indicate that the treatment of upper airway obstruction, brings about improvements concerning the symptoms of sleepiness and attention deficit.

KEYWORDS: Palatine Tonsil; Adenoids; Obstructive Sleep Apnea Syndromes; Attention Deficit Disorder with Hyperactivity; Sleep Disorders

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-12

TÍTULO: Persistência ou recidiva de Distúrbios Respiratórios Obstrutivos após adenotonsilectomia

TÍTULO EM INGLÊS: Persistence or recurrence of obstructive respiratory disorders after adenotonsillectomy

AUTOR(ES): Renata Mizusaki Iyomasa, Thalita Azevedo Fracalossi, Daniela de Souza Neves, Anete Branco, Silke Anna Theresa Weber, Nubia de Souza e Silva

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP


RESUMO

Introdução: A respiração oral decorrente da obstrução nasal pode interferir de maneira direta no desenvolvimento infantil, com alterações no crescimento do crânio e orofacial, na fala, alimentação, postura corporal, na qualidade do sono e no desempenho escolar Objetivo: Avaliar a persistência ou recidiva de distúrbios respiratórios obstrutivos (DRO) em crianças após adenotonsilectomia. Métodos: 175 crianças, com idade entre 3 e 12 anos, submetidas à cirurgia das tonsilas no período de 2002 a 2006 em hospital universitário, responderam questionário sobre peso e altura, padrão respiratório atual (nasal, misto, oral), rinite alérgica, asma, DRO (ronco, apneia, sono agitado), uso de ortodontia e realização de segunda cirurgia. Resultados: Dos 175 pacientes avaliados, 126 (72%) apresentaram padrão respiratório alterado, sendo 30 com respiração oral exclusiva; 114 (65%) referiram rinite alérgica associada (58 utilizaram medicação regularmente) e 17 pacientes apresentaram asma. Sinais de DRO recidivaram em 56 pacientes (32%), principalmente nos primeiros dois anos após a cirurgia (três necessitaram de segunda cirurgia). Sessenta e oito pacientes realizaram tratamento ortodôntico. Discussão: A recidiva ou até persistência de DRO após a adenotonsilectomia é frequente, principalmente na associação de rinite alérgica. Pela falta de fluxo aéreo nasal, a pressão intraoral é reduzida, havendo um desvio funcional e anatômico da musculatura orofacial. Alterações craniofaciais (hipoplasia maxilar, faces longas) são fatores de risco para o desenvolvimento de SAOS na idade adulta. Conclusão: Adenotonsilectomia não deve ser tratamento exclusivo de DRO, sendo necessária uma melhor interação entre fonoaudiólogo, ortodontista e otorrinolaringologista.

DESCRITORES: Sinais e Sintomas Respiratórios, Transtornos Respiratórios, Síndromes da Apnéia do Sono, Adenoidectomia, Tonsilectomia


ABSTRACT

Introduction:Oral breathing due to nasal obstruction may interfere on children's development, changing craniofacial growing, speech acquisition, deglutition, body posture, sleep quality and school performance. Objective: to analyze the persistence or recurrence of obstructive breathing disorders (OBD) in children after adenotonsillectomy (AT). Methods: 175 children, aged between 3 and 12 years, submitted to AT between 2002 and 2006 in a university hospital, answered a questionnaire regarding age, weight, height, current respiratory pattern (nasal, mixed, oral), allergic rhinitis, OBD (snoring, apnea, sleep disruption), orthodontics and need for a second surgery. Results: Out of 175 patients, 126 (72%) showed altered respiratory pattern, 30 had exclusive oral breathing; 114 (65%) were diagnosed with allergic rhinitis, only 58 were using medication regularly, and 17 had asthma. Symptoms of OBD recurred in 56 patients (32%), mostly after 2 years of the AT, 3 were submitted to a second surgery. Sixty-eight patients were submitted to an orthodontic treatment. Discussion: Recurrence or persistence of OBD after AT is frequent, mostly when associated to allergic rhinitis. With impaired oronasal flow, intra-oral pressure is reduced, leading to functional and anatomic disorders. Craniofacial disorders (maxilla hypoplasia and long face) are risk factors for developing OSA at adult age. Conclusion: Adenotonsillectomy should not be the only treatment, one must strive for a better interaction between speech therapists, orthodontists and otolaryngologists for the good of the patients.

KEYWORDS: Sleep Apnea Syndromes; Respiration; Tonsillectomy; Adenoidectomy

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-13

TÍTULO: Avaliação da eficácia da adenoamigdalectomia em crianças portadoras de apneia obstrutiva do sono

TÍTULO EM INGLÊS: EVALUATION OF THE EFFECTIVENESS of adenotonsillectomy in children with OBSTRUCTIVE SLEEP APNEA.

AUTOR(ES): Carolina Brotto de Azevedo, Leila Azevedo de Almeida, Lucas Rodrigues Carenzi, Wilma Terezinha Anselmo Lima, Edwin Tamashiro, Fabiana Cardoso Pereira Valera


RESUMO

Objetivo: Avaliar a eficácia da adenoamigdalectomia em crianças com SAOS diagnosticadas por polissonografia (PSG), bem como os fatores que possam estar associados à SAOS residual pós-operatória. Materiais e Métodos: Estudo prospectivo em 17 crianças (6,7±2,36anos) com diagnóstico clínico e polissonográfico de SAOS submetidas à adenoamigdalectomia. Realizado seguimento pós-operatório com avaliação clínica, nasofibroscopia e PSG. Resultados: Houve melhora significativa sintomatológica e polissonográfica com a adenoamigdalectomia (IAOH pré-operatório médio de 4,3 vs. IAOH pós-operatório médio de 0,9, p<0,05). No entanto, das 17 crianças, sete apresentaram SAOS residual um ano após cirurgia (41,7%). Não houve correlação entre a presença de SAOS residual com idade no momento da cirurgia, IMC da criança e tamanho das tonsilas no pré-operatório. Entre as crianças com SAOS residual, duas apresentaram adenoide obstrutiva no pós-operatório e as demais não apresentaram alterações faríngeas ou laríngea que justificassem a não melhora polissonográfica. Discussão: A adenoamigdalectomia tem se mostrado um método bastante eficaz na melhora clínica da grande maioria dos casos de SAOS infantil. Entretanto, poucos estudos avaliam a taxa de cura de apneia nessa população. Neste estudo prospectivo, observou-se que a eficácia da adenoamigdalectomia em crianças com SAOS, quando avaliada por critério objetivo (PSG noturna), apresenta taxa de sucesso menor do que o correspondente clínico. Conclusão: A melhora clínica observada pelos pais em crianças submetidas à adenoamigdalectomia não se correlaciona necessariamente à melhora polissonográfica da SAOS. Estudos com maior número de pacientes são necessários para definir melhor quais pacientes seriam candidatos a apresentar SAOS residual.

DESCRITORES: Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva, Adenoidectomia, Polissonografia


ABSTRACT

OBJECTIVE: To evaluate the effectiveness of adenotonsillectomy in children with OSAS diagnosed by polysomnography (PSG), as well as the factors that may be associated with postoperative residual OSA. MATERIALS AND METHODS: A prospective study of 17 children (6.7 ± 2.36 years) with clinical and polysomnographic OSA undergoing adenotonsillectomy. These children Were followed up postoperatively by clinical assessment, endoscopy and PSG. RESULTS: adenotonsillectomy brought about significant improvements in symptoms and in the polysomnogram (mean preoperative HAI of 4.3 vs mean postoperative HAI of 0.9, p < 0.05). However, of the 17 children, 7 had residual OSA one year after surgery (41.7%). There was no correlation between the presence of residual OSA with age at surgery, the child's BMI and tonsil size before surgery. Among children with residual OSA, two had adenoid postoperatively and the other had no pharyngeal or laryngeal hypertrophy that could justify no improvements in the polysomnogram. DISCUSSION: adenotonsillectomy has been a very effective method to bring about clinical improvement in the vast majority of children with OSAS; however, there are only a handful of studies which evaluated the cure rate of apnea in this population. The present prospective study showed that the effectiveness of adenotonsillectomy in children with OSA, as measured by objective criteria (nighttime PSG), has lower success rate than the corresponding clinical criteria. CONCLUSION: The clinical improvements observed by parents in children undergoing adenotonsillectomy does not necessarily correlate with polysomnogram improvements in OSAS. Studies with more patients are needed in order to better define which patients could have residual OSA.

KEYWORDS: Adenoidectomy; Polysomnography; Sleep Apnea, Obstructive

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-15

TÍTULO: Uso de anti-inflamatórios no controle da dor pós-operatória em pacientes pediátricos submetidos a tonsilectomias

TÍTULO EM INGLÊS: ANTI-INFLAMMATORY USE FOR PEDIATRIC POST TONSILLECTOMY ANALGESIA

AUTOR(ES): João Tiago Silva Monteiro, Juliana Cola de Carvalho, Diego de Oliveira Lima, Flávio Bertoncello, Luciano Szortyka Fiorin, Fernando Veiga Angélico Júnior, Priscila Bogar Rapaport

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina do ABC


RESUMO

Introdução: A dor de tonsilectomias é comum no pós-operatório de tonsilectomias e apesar do desenvolvimento do uso de medicações analgésicas, ainda se encontra como uma das principais preocupações durante a programação cirúrgica. Objetivos: Avaliar o uso dos anti-inflamatórios no controle da dor no pós-operatório de pacientes pediátricos submetidos a tonsilectomias Casuística e Método: Trata-se de um ensaio clínico, randomizado, prospectivo, com 105 crianças submetidas a adenoamigdalectomia divididas em três grupos. O grupo A foi composto de pacientes que usaram ibuprofeno, grupo B foi composto de pacientes que usaram prednisolona e grupo C composto de pacientes que não usaram anti-inflamatórios, apenas dipirona. As crianças responderam a respeito de dor nos primeiros cinco dias de pós-operatório pela escala de expressões faciais. Os responsáveis avaliaram de forma descritiva a alimentação das crianças, complicações, necessidade de medicações sintomáticas e atribuíram nota de 0 a 2 para a quantificar. Resultados: Os grupos foram homogêneos quanto ao sexo e idade. Não houve diferença entre os grupos para sangramento e necessidade de uso de medicações sintomáticas. Houve maior rapidez na progressão alimentar e no controle da dor, tanto para os pacientes quanto para os responsáveis, nos pacientes que utilizaram ibuprofeno e a prednisolona. Não foram observadas diferenças em relação às complicações como náuseas e vômitos, porém a presença de febre foi menor nesses dias no grupo que utilizou ibuprofeno. Conclusão: Os anti-inflamatórios se mostraram seguros e eficazes no controle da dor e febre pós-operatória, contribuindo com a recuperação cirúrgica em crianças que realizam tonsilectomias.

DESCRITORES: Tonsilectomia, Analgesia, Medição da Dor, Cuidados Pós-Operatórios


ABSTRACT

INTRODUCTION: Pain is common in the tonsillectomy postoperative and despite the increasing use of analgesic drugs, it still is as a major concern in surgical planning. OBJECTIVES: To evaluate the use of anti-inflammatory agents for pain control in postoperative pediatric patients undergoing tonsillectomy. METHODS: This clinical trial is a randomized, prospective study, involving 105 children who underwent adenotonsillectomy, divided into three groups. Group A consisted of patients who used ibuprofen; group B with those patients who used prednisolone and Group C consisted of patients who did not use NSAIDs, but dipyrone only. The children were asked about pain in the first five days after surgery using a scale of facial expressions; parents/guardians answered descriptively about the children's meals, complications, need for symptomatic medication and they used a score from 0 to 2 to quantify their answers. RESULTS: The groups were homogenous regarding gender and age. There was no difference between the groups concerning bleeding and the need for symptomatic medication. There was a faster progression concerning food intake and pain control among those patients who used ibuprofen and prednisolone. There were no differences regarding complications such as nausea and vomiting, but the presence of fever in those days was lower in the group using ibuprofen. CONCLUSION: anti-inflammatory drugs have proven to be safe and effective for controlling pain and postoperative fever, helping in the recovery from surgery those children submitted to tonsillectomy.

KEYWORDS: Pain measurement; Tonsillectomy; Analgesia; Postoperative care

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-16

TÍTULO: Correlação entre o número de manobras de reposição canalítica e a abolição do nistagmo em pacientes com VPPB em um hospital universitário

TÍTULO EM INGLÊS: CORRELATION BETWEEN THE NUMBER OF CANALITH REPOSITIONING MANEUVERS AND NYSTAGMUS TERMINATION IN PATIENTS WITH BPPV IN A UNIVERSITY HOSPITAL.

AUTOR(ES): Lorena Gonçalves Rodrigues, Renato Valério Rodrigues Cal, Diego Costa Farias, Samara Noronha Cunha, Theago Barros Silva, Larissa Magalhães Navarro, Cecília Pereira Paes

INSTITUIÇÃO: HOSPITAL UNIVERSITÁRIO BETTINA FERRO DE SOUZA


RESUMO

A VPPB é uma síndrome vestibular de origem periférica desencadeada pela mudança rápida da posição da cabeça. Diferentes manobras podem ser utilizadas para confirmar o diagnóstico, sendo que a manobra de Dix-Hallpike é a mais executada para canal semicircular posterior e anterior. A manobra mais utilizada para o tratamento da VPPB é a de Epley. Material e Métodos: Estudo retrospectivo, realizado por análise de prontuários de 23 pacientes com diagnóstico de VPPB. Resultados: Foram analisados prontuários de 23 pacientes com VPPB. 83% foram do sexo feminino. A idade foi dividida em faixas, com predomínio de 40 a 49 anos (40%) e variou de 34 a 83 anos, com média de 53,34 anos. Os pacientes com VPPB confirmada pela manobra de Dix-Hallpike foram submetidos à manobra de Epley. Todos os pacientes submetidos a duas manobras evoluíram para cura, comprovada com nova manobra de Dix-Hallpike. Entre os pacientes submetidos a quatro ou mais manobras, seis (26%) ficaram sem sintomas. Três pacientes (14%) mantiveram as queixas durante a manobra. Conclusões: O número de manobras modificadas de Epley é variável de acordo com a etiologia, sendo que a VPPB secundária ao TCE necessitou de maior número de manobras para a abolição da vertigem.

DESCRITORES: Vertigem, Tontura, Canais Semicirculares


ABSTRACT

BPPV a vestibular syndrome of peripheral origin triggered by a sudden change in head position. Different procedures may be used to confirm the diagnosis, and the Dix-Hallpike maneuver is the one most performed for the anterior and posterior semicircular canals. The most used maneuver to treat BPPV is the Epley's. MATERIALS AND METHODS: This retrospective study investigated the charts from 23 patients diagnosed with BPPV. RESULTS: We analyzed the records of 23 patients with BPPV, and 83% were female. Age was broken down into zones, with a prevalence of patients between 40 and 49 years (40%) and it ranged from 34 to 83 years, with mean age of 53.34 years. Patients with BPPV confirmed by Dix-Hallpike maneuver underwent Epley maneuver. All patients who underwent two maneuvers evolved to a cure, confirmed by a new Dix-Hallpike maneuver. Among patients who underwent four or more maneuvers, six (26%) became symptomless. Three patients (14%) had complaints during the maneuver. CONCLUSIONS: The number of modified Epley maneuvers varied according to etiology, and BPPV secondary to head injury required more maneuvers for vertigo termination.

KEYWORDS: Dizziness; Vertigo; Semicircular Canals

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-17

TÍTULO: Prevalência de alterações vestibulares em indivíduos com síndrome metabólica

TÍTULO EM INGLÊS: PREVALENCE OF VESTIBULAR DISORDERS IN INDIVIDUALS WITH METABOLIC SYNDROME

AUTOR(ES): João Paulo Catunda Bastos, Virgínia Oliveira Fernandes, Marcos Rabelo de Freitas, Renan Magalhaes Montenegro Junior, Ana Paula Abreu Martins Sales


RESUMO

A Síndrome Metabólica (SM) é uma condição de alta prevalência que aumenta o risco cardiovascular (RCV) e de desenvolvimento de diabetes mellitus (DM). Os distúrbios metabólicos também são relacionados a sintomas vestibulares. Esse estudo objetivou verificar a prevalência de alterações vestibulares em portadores de SM, correlacionando-os com fatores de RCV. Foram avaliados 78 indivíduos. Nenhum deles era diabético ou fazia uso de qualquer medicação. A idade variou de 38,1±10,7 anos e 74,4% eram do sexo feminino. Após a avaliação clínica e laboratorial, observou-se que 38% eram portadores de SM. Os grupos estavam pareados para sexo, idade. Na análise quanto aos componentes da SM, as medidas de IMC, circunferência abdominal, PA, triglicerídeos, glicemia de jejum, glicemia aos 120 minutos foram significativamente mais elevadas no com SM. Na análise comparativa dos grupos quanto à presença de sintomas sugestivos de vestibulopatia, encontrou-se que do grupo com SM, 63,3% apresentavam alguma sintomatologia. Observou-se que os indivíduos com SM referiram com maior frequência tontura, quando comparados com o grupo sem SM (p=0,01). Analisando os achados da VENG, encontrou-se que no grupo com SM, 66,7% apresentavam VENG alterada. Nos indivíduos com SM, encontrou-se uma prevalência significativamente maior de doença irritativa que de doença deficitária (p<0,0001). Conclui-se que portadores de SM apresentam maior prevalência de alterações vestibulares quando comparados a indivíduos sem SM, mesmo em pacientes com diagnóstico recente e sem outras complicações, sugerindo que as alterações no aparelho vestibular aparecem precocemente. Assim, pacientes com queixas de vestibulopatia deveriam ser rotineiramente investigados para a possibilidade de apresentarem alterações metabólicas.

DESCRITORES: Doenças Vestibulares, Eletronistagmografia, Resistência à Insulina


ABSTRACT

Metabolic Syndrome (MS) is a prevalent disorder that increases cardiovascular risk (CVR) and increases the risk of developing DM. Metabolic disorders are also associated with vestibular symptoms. This study aims at investigating the occurrence of abnormalities in the vestibular system using vector-electronystamography (VENG) in patients with metabolic disorders and its relationship with the CVR. Seventy-eight individuals were evaluated. They were not diabetic or used medication. Their ages varied in 38.1 ± 10.7 years and 74.4% of them were females. After clinical and laboratory evaluation, 38% were diagnosed with MS. The groups were matched in gender and age. For the metabolic syndrome analyses we measured BMI, waist circumference, systolic BP, diastolic BP, triglycerides, fasting glucose, and glucose at 120 minutes which were significantly higher in MS patients. In the comparative analysis of both groups, the presence of vestibular disorders were found in 33.3% of the group without MS. We noticed that the MS group reported more dizziness spells when compared to the group without MS (p = 0.01). VENG findings in the MS group showed that 66.7% had abnormal findings. In the MS group, we found a significantly higher prevalence of irritative disease (p < 0.0001). We concluded that patients with MS have a higher prevalence of vestibular-cochlear abnormalities when compared to individuals without MS. It even occurs in patients recently diagnosed and without other complications. That suggests that vestibular disorders are an early manifestation of MS. Thus, patients with vestibular complaints should be routinely investigated for metabolic abnormalities.

KEYWORDS: Vestibular Diseases; Metabolic Diseases; Electronystagmography

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-18

TÍTULO: Vertigem posicional paroxística maligna: estudo preliminar de 32 casos

TÍTULO EM INGLÊS: Malignant paroxysmal positional vertigo: A Preliminary Study of 32 Cases

AUTOR(ES): Ana Maria Almeida de Sousa, Ricardo Schaffeln Dorigueto, Patrícia Brandão Pantoja, Rodrigo César Silva, Fernando Freitas Ganança, Maurício Malavasi Ganança

INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina


RESUMO

Introdução: A vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) é uma síndrome vestibular periférica de alta prevalência, caracterizado pela presença de vertigem e nistagmo de posicionamento peculiares: latência, fatigabilidade e habituação. O tratamento é realizado por manobras de reposicionamento de partículas. Quando é observado nistagmo fora do padrão descrito, dissociação nistagmo vertiginosa ou intratabilidade clínica através das manobras de reposicionamento, devemos ficar alertas para o diagnóstico de vertigem posicional paroxística maligna (VPPM). Objetivo: Descrever 32 casos de VPPM atendidos em ambulatório especializado de hospital terciário. Método: Foram revisados os prontuários de 32 pacientes com diagnóstico de VPPM, que tiveram atendimento ambulatorial nos últimos dois anos, com a utilização de protocolo padronizado. Foram avaliados dados como gênero, idade, características do nistagmo e da vertigem, etiologia e topodiagnóstico da lesão. Resultados: Houve leve predomínio do gênero feminino, com idade média de 59,6 anos. Apenas 6,3% da amostra não apresentava qualquer queixa de desequilíbrio na anamnese inicial, com a esmagadora maioria apresentando nistagmo de posicionamento sem latência (75%), com duração prolongada (71,9%) e sem fatigabilidade (90,6%). Houve predomínio das causas vasculares e a topografia principal das lesões encontradas foi em cerebelo. Conclusão: É fundamental o diagnóstico diferencial de VPPB e VPPM por exame clínico minucioso para que se esteja sempre atento para a possibilidade de se estar diante de uma VPPM quando uma VPPB não mostra boa evolução.

DESCRITORES: Vertigem, Nistagmo Patológico, Doenças Vestibulares, Tontura


ABSTRACT

Introduction: Benign paroxysmal positional vertigo (BPPV) is a very common peripheral vestibular syndrome, characterized by the presence of vertigo and positional nystagmus with peculiar characteristics: latency, fatigue and habituation. The treatment is performed by repositioning maneuvers. When nystagmus is observed outside the pattern described - dissociated nystagmus or clinically unmanageable by repositioning maneuvers, we must consider the diagnosis of malignant paroxysmal positional vertigo (MPPV). Aim: to describe 32 cases of MPPV in an outpatient clinic of a tertiary hospital. Method: We reviewed the charts of 32 patients diagnosed with MPPV, who had been seen in the clinic in the past two years, using a standardized protocol. We collected data on gender, age, nystagmus and vertigo characteristics, etiology and topographic diagnosis of the lesion. Results: There was a slight preponderance of females with a mean age of 59.6 years. Only 6.3% had not had any body balance complaints in the initial interview, with the overwhelming majority presenting without positioning nystagmus latency (75%) of prolonged duration (71.9%) and without fatigue (90.6%). There was vascular cause predomination and most of the lesions were found in the cerebellum. Conclusion: It is important to differentiate the diagnosis of BPPV and MPPV through careful clinical examination and to always consider the possibility of being faced with an MPPV when BPPV evolves badly.

KEYWORDS: Vertigo; Pathologic Nystagmus; Vestibular Diseases; Dizziness

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-19

TÍTULO: Eficácia do tratamento da vertigem posicional paroxística benigna com manobras de reposicionamento

TÍTULO EM INGLÊS: EFFICACY OF TREATING BENIGN PAROXYSMAL POSITIONAL VERTIGO WITH REPOSITIONING MANEUVERS

AUTOR(ES): Mariana Rocha Tetilla, Letícia Boari, Renata Botelho Frota, Érika Pérez Iglesias, Lília Pereira Abreu Ferro, Alexandra Kolontai de Sousa Oliveira

INSTITUIÇÃO: Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo


RESUMO

Introdução: A vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) é uma das causas de tontura de origem periférica mais comum. Ela é diagnosticada pela realização de anamnese, exame físico otorrinolaringológico, otoneurológico e por manobras diagnósticas, como Dix-Hallpike e Brandt-Daroff. O tratamento é diverso, sendo as manobras de reposicionamento muito eficazes na resolução dos sintomas. Objetivo: Avaliar a eficácia do tratamento da VPPB com manobras de reposicionamento e quantificar o número de manobras necessárias para ocorrer melhora completa da vertigem e negativação do nistagmo de posicionamento em pacientes com VPPB. Materiais e Métodos: Análise retrospectiva de 51 protocolos de pacientes diagnosticados com VPPB e tratados com manobras de reposicionamento. Resultados: Foi verificado que 54,9% dos pacientes melhoraram com a realização de apenas uma manobra, sendo a de Epley a mais realizada (76,47%). O canal semicircular posterior foi o mais afetado, 94,11% dos casos. Conclusão: Concluímos que as manobras de reposicionamento são eficazes no tratamento da VPPB, sendo que a maioria dos pacientes melhorou com um número mínimo de manobras.

DESCRITORES: Nistagmo Patológico, Resultado de Tratamento, Tontura


ABSTRACT

Introduction: Benign paroxysmal positional vertigo (BPPV)is one of the most common causes of peripheral dizziness. The diagnosis is made by medical history, otorhinolaryngological and neurotological exams, and maneuvers as Dix-Hallpike and Brandt-Daroff. Management varies, and the repositioning maneuvers are very efficient as far as symptom resolution is concerned. Objective: to evaluate the efficacy of repositioning maneuvers in BPPV treatment and the number of maneuvers necessary to improve dizziness and positional nystagmus in patients with BPPV. Materials and Methods: we carried out a retrospective analysis of 51 charts from patients with BPPV treated by repositioning maneuvers. Results: we found that 54.9% of the patients improved with one maneuver only, and the Epley's was the one most used (76.47%). The posterior semicircular canal was the most affected - 91.5% of the cases. Conclusion: We concluded that the repositioning maneuvers are efficient in BPPV management, and most patients improved with a minimum number of maneuvers.

KEYWORDS: Nystagmus, Pathologic; Treatment Outcome; Dizziness

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-20

TÍTULO: Comparação entre a reabilitação vestibular convencional e com uso de realidade virtual em pacientes com cinetose

TÍTULO EM INGLÊS: COMPARING CONVENTIONAL VESTIBULAR REHABILITATION WITH VIRTUAL REALITY IN PATIENTS WITH MOTION SICKNESS

AUTOR(ES): Juliana Antoniolli Duarte, Fernando Freitas Ganança, Anna Paula Batista de Avila Pires, Anelise Abrahão Sage Prata

INSTITUIÇÃO: Departamento de Otorrinolaringologia da Escola Paulista de Medicina - Unifesp/EPM


RESUMO

Introdução: Cinetose é a intolerância ao movimento, resultante do conflito entre as informações sensoriais vestibulares, visuais e proprioceptivas durante a movimentação passiva em veículos ou movimentação do campo visual com o corpo imóvel. A utilização da reabilitação vestibular (RV) por meio da realidade virtual quando utilizada visa recriar mudanças ambientais, para ajustar os reflexos vestíbulo-ocular e vestíbulo-espinal envolvidos nas estratégias de equilíbrio. Objetivo: Apresentar os resultados da RV com o uso de realidade virtual em pacientes com cinetose, comparando com o protocolo convencional. Método: Estudo prospectivo, com intervenção terapêutica, em que pacientes com diagnóstico médico de cinetose foram submetidos a sessões de RV com o uso de realidade virtual e por protocolo convencional de Cawthorne e Cooksye por 4 semanas. Os pacientes foram avaliados antes e após a reabilitação vestibular, por meio da aplicação do questionário Dizziness Handicap Inventory (DHI), da Escala Visual Analógica (EVA) para tontura e posturografia computadorizada. Resultados: Após a RV, observou-se diminuição estatisticamente significativa dos escores dos aspectos físicos, emocionais e funcionais avaliados pelo DHI e da autopercepção da intensidade da tontura, avaliada pelo EVA, e nos parâmetros de velocidade de oscilação e área de elipse à posturografia em ambos os grupos. Contudo, na comparação aqueles que utilizaram realidade virtual, pelo EVA apresentaram-se superiores (p=0,007) após 4 semanas de tratamento. Conclusão: A RV com o uso de realidade virtual propiciou adequada compensação aos estímulos provocativos com significativa melhora em sua qualidade de vida. E quando comparada ao método de RV convencional, é de igual eficácia e com tendência a superioridade em alguns parâmetros.

DESCRITORES: Tontura, Enjoo devido ao Movimento, Doenças Vestibulares, Resultado de Tratamento


ABSTRACT

Introduction: Motion Sickness is intolerance to movement, on account of a conflict between sensorial vestibular, visual and proprioceptive information during passive motion in vehicles or visual field movement with the body being motionless. When vestibular rehabilitation (VR) is done by means of virtual reality aims at recreating environmental changes in order to adjust vestibular-ocular and vestibulospinal reflexes involved in balance strategies. Objective: present VR with virtual reality in patients with motion sickness and compare with the conventional protocol. Methods: Prospective study with therapeutic intervention in patients with medical diagnosis of motion sickness who were submitted to sessions of VR through virtual reality and Cawthorne and Cooksye conventional protocol for 4 weeks. The patients were assessed before and after vestibular rehabilitation by means of the Dizziness Handicap Inventory (DHI), the Visual Analogue Scale (VAS) for dizziness and computerized posturography. Results: After RV there was a statistically significant decrease in the physical, emotional and functional scores evaluated by DHI and in the patient's self-perception of the dizziness, as measured by VAS; and in the oscillation speed and the ellipse area of posturography in both groups. However, in comparing the groups, those who used virtual reality by VAS had better results (p = 0.007) after 4 weeks of the treatment. Conclusion: The VR with virtual reality provided adequate compensation to provocative stimuli with significant improvement in the patients' quality of life. And when compared to the conventional VR method, it is equally effective and tending to superiority in some parameters.

KEYWORDS: Dizziness; Motion Sickness; Vestibular Diseases; Treatment Outcomes

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-21

TÍTULO: Lesão de laringe e duração da ventilação mecânica em crianças

TÍTULO EM INGLÊS: Laryngeal Lesion and Mechanical Ventilation Duration in Children

AUTOR(ES): Carolina Rocha Barone, Denise Manica, Cláudia Schweiger, Mariana Magnus Smith, Gabriel Kuhl, Paulo Roberto Antonacci Carvalho, Paulo José Cauduro Maróstica


RESUMO

Introdução: Os fatores de risco para o desenvolvimento das lesões de laringe pós-extubação ainda não estão esclarecidos. Seu entendimento é de fundamental importância para potencialmente podermos transformar a estenose laríngea em uma complicação prevenível da intubação. Objetivos: Averiguar o papel da duração da ventilação mecânica e de outros fatores de risco no desenvolvimento de lesão de laringe em crianças submetidas à intubação endotraqueal em unidade de terapia intensiva. Além disso, determinar a incidência de estenose subglótica (ESG) nessa população. Material e Métodos: Foram elegíveis todas as crianças de zero a quatro anos internadas na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre que necessitaram de intubação endotraqueal por mais de 24 horas. As crianças incluídas foram acompanhadas diariamente e, após a extubação, foram submetidas à fibronasofaringolaringoscopia (FNL). Delineamento: Estudo Prospectivo. Resultados: Foram acompanhadas 142 crianças entre novembro de 2005 e outubro de 2010. Na FNL inicial, 58 crianças (40,8%) apresentaram alterações laríngeas moderadas a graves. Ao final do estudo, a incidência de ESG foi de 11,3% (IC 95%: 7,1 - 17,5). Após análise multivariada dos fatores estudados, encontramos que, para cada cinco dias adicionais de intubação, há um acréscimo de 50,3% no risco de desenvolver ESG e, para cada dose extra de sedação/dia, um incremento de 12% nesse mesmo desfecho. Conclusões: O tempo de ventilação mecânica e a necessidade de doses extras de sedação parecem ser fatores cruciais para o desenvolvimento de ESG durante a intubação endotraqueal.

DESCRITORES: Laringoscopia, Sedação Profunda, Intubação Intratraqueal


ABSTRACT

Introduction: The risk factors for developing laryngeal lesions after extubation remain unclear. Its understanding is of paramount importance to potentially transform laryngeal stenosis in a preventable complication of intubation. Objectives: To investigate the importance of mechanical ventilation duration and other risk factors in the development of laryngeal lesion in children undergoing endotracheal intubation in the intensive care unit. Moreover, to determine the incidence of subglottic stenosis (SGS) in this population. Materials and Methods: All eligible children from zero to four years hospitalized in the Pediatric Intensive Care Unit (ICU) of the University Hospital of Porto Alegre who required endotracheal intubation for more than 24 hours were included. These children were monitored daily and, after extubation, they were subjected to nasopharyngolaryngoscopy (NPL). Design: Prospective Study. Results: We followed 142 children between November of 2005 and October of 2010. On initial NPL, 58 children (40.8%) had moderate to severe laryngeal changes. At the end of the study, the incidence of SGS was 11.3% (95% CI: 7.1 to 17.5). Multivariate analysis of the factors studied found that for every five additional days of intubation, there is an increase of 50.3% in the risk of developing SGS, and for each extra dose of sedation/day, a 12% increase in the likelihood of the same outcome. Conclusions: The duration of mechanical ventilation and the requirement for extra doses of sedation appears to be crucial factors for the development of SGS during endotracheal intubation.

KEYWORDS: Laryngoscopy; Deep Sedation; Intubation, Intratracheal

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-22

TÍTULO: Tratamento cirúrgico da laringomalácia: casuística de um serviço de otorrinolaringologia pediátrica brasileiro

TÍTULO EM INGLÊS: Surgical treatment for laryngomalacia: a series from a pediatric ENT service in a terciary brazilian hospital

AUTOR(ES): Renata Loss Drummond, Rita Carolina Pozzer Krumenauer, José Faibes Lubianca Neto, Fernando Stahl Hermes, Luciana Pimentel Oppermann

INSTITUIÇÃO: Universidade Federal das Ciências da Saúde de Porto Alegre - Hospital da Criança Santo Antônio - Complexo Hospital Santa Casa -


RESUMO

Introdução: Laringomalácia é definida como o colapso cíclico dos tecidos supraglóticos durante a inspiração, levando à obstrução respiratória; é a causa mais comum de estridor na infância, sendo responsável por 60% a 75% dos casos em crianças de até 2 anos e meio. Clinicamente, o achado característico é o estridor inspiratório; até 20% dos pacientes apresentam laringomalácia grave, sendo necessária intervenção cirúrgica. A supraglotoplastia é atualmente o procedimento de escolha e se considera a presença de comorbidades como maior fator prognóstico para o sucesso da cirurgia. As técnicas atuais baseiam-se na individualização do tratamento. Objetivos: Esse trabalho objetiva a descrição de casuística de hospital pediátrico terciário, trazendo as técnicas utilizadas, os índices de sucesso da cirurgia e a análise de fatores prognósticos. Métodos: Realizou-se estudo de coorte histórico. Foram incluídos, no estudo, os 20 pacientes com laringomalácia grave submetidos à cirurgia no período de julho de 2007 a maio de 2011, em um serviço terciário de otorrinolaringologia pediátrica. Resultados: Dos 20 pacientes, 13 (65%) eram do sexo masculino; a média de idade em que foram submetidos à cirurgia foi de 6,32 meses. À endoscopia, 12 (60%) apresentavam associações de tipos de laringomalácia, 40% apresentavam faringomalácia associada e três (15%) apresentavam sincronicamente traqueomalácia. 15 (75%) pacientes foram submetidos à ressecção de pregas ariepiglóticas e 20% necessitaram de ressecção mucosa no mesmo procedimento. 13 crianças (65%) dos pacientes apresentavam laringomalácia isolada; sete pacientes (35%) apresentavam doença do refluxo gastroesofágico. Após o procedimento, 11 pacientes (55%) apresentaram-se assintomáticos e dois (10%) necessitaram traqueostomia. Conclusão: A supraglotoplastia com ressecção das pregas ariepiglóticas bilateral é um procedimento seguro na criança, provocando melhora significativa da laringomalácia grave pacientes sem comorbidades associadas.

DESCRITORES: Sons Respiratórios, Laringomalácia, Refluxo Gastroesofágico


ABSTRACT

INTRODUCTION: Laryngomalacia is defined as the cyclical collapse of the supraglottic tissues during inspiration, leading to respiratory obstruction. It is the most common cause of stridor in childhood, accounting for 60% to 75% of cases in children under 2 ½ years of age. Clinically, the characteristic finding is inspiratory stridor. Up to 20% of patients have severe laryngomalacia, which required surgical intervention. Supraglottoplasty is currently the chosen method of treatment and the presence of comorbidities is considered the greatest prognostic factor impacting surgical outcome. Current techniques are based on treatment customization. OBJECTIVES: This study aims at describing a series of cases from a tertiary pediatric hospital, describing the techniques used, success rates of surgery and analysis of prognostic factors. METHODS: We conducted a cohort study. The study included 20 patients with severe laryngomalacia who underwent surgery between July 2007 and May 2011 in a tertiary pediatric otolaryngology ward. RESULTS: Of 20 patients, 13 (65%) were males and the average age at which they underwent surgery was 6.32 months. Endoscopy, 12 (60%) presented multiple types of laryngomalacia, 40% had associated pharyngomalacia and 3 (15%) had tracheomalacia concurrently. 15 (75%) patients underwent resection of the aryepiglottic folds and 20% required mucosal resection in the same procedure. Thirteen patients (65%) had isolated laryngomalacia, 7 patients (35%) had gastroesophageal reflux. After the procedure, 11 patients (55%) were asymptomatic and 2 (10%) required tracheostomy.

KEYWORDS: Laryngomalacia; Respiratory Sounds; Airway Management

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-24

TÍTULO: Imunoexpressão da proteína P53 no edema de Reinke

TÍTULO EM INGLÊS: Immunoexpression of protein P53 in Reinke's edema.

AUTOR(ES): Regina Helena Garcia Martins, Luiz Eduardo Móz, Maria Aparecida Custódio Domingues, Graziela de Oliveira Semenzati, Anete Branco, Thalita Azevedo Fracalossi, Renata Mizusaki Iyomasa

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina de Botucatu - Unesp - Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço


RESUMO

Introdução: O edema de Reinke é considerado lesão benigna, porém está diretamente relacionado ao tabagismo e é frequente o encontro de lesões leucoplásicas e displasias associadas à lesão. Objetivos: Avaliar a imunoexpressão da proteína p53 no edema de Reinke, a fim de identificar possíveis indícios de potencial de malignização dessa lesão. Métodos: 67 blocos histológicos incluídos em parafina de lesões de edema de Reinke, armazenados no Departamento de Patologia de uma instituição de ensino, foram resgatados e submetidos a novos cortes para exposição aos reagentes imunoistoquímicos com anticorpos anti p53. A leitura das lâminas expostas aos anticorpos baseou-se na coloração acastanhada dos núcleos das células seguindo dois critérios de escores semiquantitativos de extensão do epitélio e extensão do corte histológico. Resultados: Das 67 lâminas incluídas no estudo, a imunoexpressão da proteína p53 foi positiva para 50 delas (74,6%). Nessas lâminas, a análise da extensão do epitélio revelou: negativo (sem coloração; n-17), + (apenas células basais; n-4), ++ (células basais e parabasais coradas; n-4) e +++ (todas as células do epitélio coradas; n-42). A análise da extensão do fragmento mostrou: negativo (nenhuma célula corada; n-17), + (menos de 10% das células coradas; n-0), ++ (11 a 49% das células coradas; n-3) e +++ (mais de 50% das células coradas; n-47). Conclusões: A investigação da imunoexpressão da proteína p53 no Edema de Reinke mostrou-se positiva em 74,6% das lâminas analisadas, alertando-nos para a possível rota oncogênica dessa lesão e a importância do seguimento ambulatorial e videolaringoscópico.

DESCRITORES: Disfonia, Doenças da Laringe, Proteína Supressora de Tumor p53


ABSTRACT

Introduction - Reinke's edema is considered a benign lesion, directly associated with smoking, leukoplakia and dysplasia. Objectives - To determine p53 protein immunoexpression in Reinke's edema in order to identify possible malignant signs of this lesion. Methods - 67 blocks of Reinke's edema stored in the Pathology Department were collected and submitted to further slicing in order to expose p53 antibodies. The immunohistochemical analysis was based on the brownish color of the cell nuclei following two semi-quantitative scores: epithelial extension and fragment extension. Results: Of the 67 slides included in the study, p53 immunoexpression was positive in 50 of them (74.6%). In these slides, the epithelium analysis turned out: negative (no staining, n-17), + (basal cells only, n-4), + + (basal and parabasal cells stained; n-4) and + + + ( all epithelial cells stained, n-42). The fragment analysis showed: negative (no cells stained; n-17), + (less than 10% of stained cells, n-0), + + (11 to 49% of stained cells, n-3) and + + + (more than 50% of stained cells, n-47). Conclusions: The investigation of p53 protein expression in Reinke's edema was positive in 74.6% of the slides alerting us to the possible oncogenic route of this lesion and the importance of periodic videoendoscopic exams in the follow up of these patients.

KEYWORDS: Dysphonia; Voice Disorders; Tumor Suppressor Protein p53

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-25

TÍTULO: Valor da videoendoscopia laríngea no diagnóstico do refluxo laringofaríngeo

TÍTULO EM INGLÊS: Value of laryngeal endoscopy in the diagnosis of laryngopharyngeal reflux

AUTOR(ES): Ivan de Picoli Dantas, Ana Cecília Cavalcante de Macedo, Carlos Eduardo Monteiro Zappelini, Hardynn Wesley Saunders Rocha Tavares, Luana Gonçalves Oliveira, Luciana Campoy Giro Basile, Fábio Silva Alves

INSTITUIÇÃO: Santa Casa de Campinas


RESUMO

Introdução: O refluxo laringofaríngeo (RLF) é uma variante extraesofágica da doença do refluxo gastroesofágico. É a síndrome extraesofágica mais extensivamente investigada. É definida como o refluxo do conteúdo gástrico para laringe e faringe. Trata-se de um diagnóstico desafiador, já que seus sinais e sintomas são geralmente inespecíficos e não existem sinais patognomônicos. Objetivo: Este estudo tem como objetivo principal correlacionar achados sugestivos de RLF na endoscopia laríngea com a pHmetria solicitada por otorrinolaringologista em pacientes com sintomas e achados endoscópicos sugestivos de RLF que tiveram avaliação gastroenterológica considerada normal. Material e Métodos: Trata-se de um estudo retrospectivo com análise de 33 prontuários no período de janeiro e dezembro de 2010 de pacientes com diagnóstico clínico e endoscópico de refluxo laringofaríngeo que tiveram pHmetria solicitada por otorrinolaringologista após terem o diagnóstico de doença do refluxo gastroesofágico afastado por avaliação do gastroenterologista. Resultados: Observou-se estreita relação entre os achados endoscópicos laríngeos e valores patológicos do índice de Demeester. Discussão: Os autores discutem a associação entre sintomas otorrinolaringológicos, os resultados da pHmetria e o valor da endoscopia laríngea no diagnóstico do refluxo laringofaríngeo em um contexto onde a doença do refluxo gastroesofágico não foi identificada pela EDA. Conclusão: Nosso estudo observou uma importante correlação entre a intensidade dos achados endoscópicos laríngeos e a positividade da pHmetria para RLF. Concluímos que seus achados não devem ser relegados mesmo diante de uma avaliação gastroenterológica considerada normal.

DESCRITORES: Laringoscopia, Refluxo Gastroesofágico, Laringite, Endoscopia


ABSTRACT

INTRODUCTION: Laryngopharyngeal reflux is an extra-esophageal variant of the gastroesophageal reflux disease. This is the most extensively investigated extra-esophageal syndrome. It is defined as the reflux of gastric contents into the larynx and pharynx. The diagnosis of laryngopharyngeal reflux is challenging. The laryngeal symptoms and signs of laryngopharyngeal reflux are generally non-specific and there is no pathognomonic laryngoscopic sign. OBJECTIVE: The study's main objective was to correlate findings suggestive of laryngopharyngeal reflux on laryngoscopy with pH monitoring in patients under endoscopy without evidence of gastroesophageal reflux disease. MATERIALS AND METHODS: This is a retrospective analysis of 33 patient records between January and December 2010 from patients with clinical and endoscopic diagnosis of laryngopharyngeal reflux. A pH monitoring was requested by the otorhinolaryngologist after the diagnosis of gastroesophageal reflux disease had been ruled out on the gastroenterologist´s evaluation. RESULTS: The study found a close association between nasal fibroscopy findings and pathological values of the De Meester index. DISCUSSION: The authors discuss the association between ear nose and throat symptoms, the results of esophageal pH monitoring and the value of nasal fibroscopy for laryngopharyngeal reflux diagnosis in a context where the gastroesophageal reflux disease was not identified by GI tract endoscopy. CONCLUSION: Our study found a significant correlation between the intensity of the positive nasal fibroscopy findings and pH monitoring for LPR. We conclude that these findings should not be disregarded even in the face of a considered normal gastroenterological evaluation.

KEYWORDS: Laryngitis; Laryngoscopy; Gastroesophageal Reflux; Endoscopy

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-26

TÍTULO: Câncer de cavidade oral: seguimento e recorrência no linfonodo sentinela

TÍTULO EM INGLÊS: ORAL CAVITY CANCER: FOLLOW-UP AND RECURRENCE IN THE SENTINEL LYMPH NODE.

AUTOR(ES): Carlos Takahiro Chone, Guilherme Machado de Carvalho, Vanessa Gonçalves Silva, Juliana Alves Souza Caixeta, Flávio Mignone Gripp, Hugo Fontana Kohler, Elba Etchehebere, Celso Dario Ramos, Albina Messias de Almeida Milani Altemani, Leandro L. Freitas, Agricio Nubiato Crespo


RESUMO

Introdução: A biópsia do linfonodo sentinela (BLS) em cabeça e pescoço é um procedimento descrito recentemente, que ganhou relevância em tumores no estágio inicial. A literatura mostra que o procedimento tem altas taxas de sensibilidade e valor preditivo negativo. Assim, pretende-se evitar o tratamento desnecessário no pescoço clinicamente negativo, identificando os pacientes com doença oculta. Objetivo: Avaliar a BLS em pacientes com carcinoma espinocelular (CEC) da cavidade oral com o pescoço negativos candidatos a esvaziamento cervical eletivo (END). Resultados: Foram estudados 29 pacientes, 87% do sexo masculino, idade média de 58 anos e média de seguimento de 31 meses. Houve 22,5% de T1, 62% de T2, 15,5% de T3 e 0,03% T4. Nove pacientes tiveram positividade na BLS, e 50% foram submetidos à radioterapia adjuvante. Nos pacientes com LNS negativos (19 pacientes), houve um paciente com recidiva local e nenhuma recidiva cervical (0%). Até o presente momento, quatro pacientes foram a óbito, dois do grupo de pacientes com LNS (+), dos quais um morreu de recidiva local, outro secundário a tratamento adjuvante (RTX e QTX) com pneumonia. No grupo LNS negativos, houve dois óbitos de causa clínica, nenhum deles relacionado ao câncer, onde apenas um apresentava recidiva local e teve complicações da quimioterapia. Conclusão: A BLS parece ser segura e eficaz para o CEC de cabeça e pescoço, com taxas semelhantes de recidiva no pescoço, se comparado com o procedimento padrão (END) até agora.

DESCRITORES: Carcinoma de Células Escamosas, Biópsia de Linfonodo Sentinela, Recidiva, Neoplasias de Cabeça e Pescoço, Neoplasias Bucais


ABSTRACT

INTRODUCTION: Sentinel lymph node biopsy (SLNB) in head and neck is a procedure that recently gained prominence in early stage tumors. The literature shows that the procedure has high sensitivity and high negative predictive value, intended to prevent unnecessary treatment in the clinically negative neck by identifying patients with occult disease. Objective: to evaluate the SLNB in patients with squamous cell carcinoma (SCC) of the oral cavity neck negative neck dissection (END). RESULTS: We studied 29 patients, 87% male, mean age 58 years and mean follow up of 31 months. There were 22.5% T1 tumors, 62% T2, 15.5% T3 and 0.03%T4. Nine patients had positive SLNB, and 50% underwent adjuvant radiotherapy. In patients with negative SLNB (19), there was one patient with local recurrence and no neck recurrence. So far four patients died, two from the group of patients with positive SLNB, of whom one died of local recurrence, another died secondary to adjuvant treatment (RTX and QTX) with pneumonia. In the negative SLNB group there were two deaths for clinical reasons, none of them related to cancer, where only one had local recurrence and had complications from chemotherapy. CONCLUSION: SLNB appears to be safe and effective for head and neck SCC, with similar rates of neck recurrence, compared with the standard procedure (END) so far.

KEYWORDS: Sentinel Lymph Node Biopsy; Recurrence; Carcinoma, Squamous Cell; Mouth Neoplasms; Head and Neck Neoplasms

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-27

TÍTULO: Laringectomia total por carcinoma espinocelular: análise de recidiva peritraqueostoma

TÍTULO EM INGLÊS: TOTAL LARYNGECTOMY FOR SQUAMOUS CELL CARCINOMA: PERITRACHEOSTOMAL RECURRENCE ANALYSIS

AUTOR(ES): Giuliano Bongiovanni, Raquel Garcia Stamm, Fernando Danelon Leonhardt, Marcio Abrahao

INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de São Paulo


RESUMO

Introdução: A realização de traqueostomia de emergência em pacientes portadores de CEC de laringe tem sido associada com maior probabilidade de recidiva peritraqueostoma. Objetivo: Analisar retrospectivamente os casos de recidiva peritraqueostoma correlacionando-os às variáveis apontadas na literatura como fatores de risco. Método: Avaliamos 195 pacientes submetidos à laringectomia total entre 1992 e 2010 quanto à recidiva peritraqueostoma e os fatores de risco usualmente associados, como idade, sexo, tabagismo, traqueostomia de emergência, estádio e sítio do tumor. Resultados: Cento e sessenta e seis pacientes (85,1%) eram do sexo masculino. O tabagismo esteve presente em 169 pacientes (86,7%). A idade variou de 32 a 86 anos (média 59,2 anos). Quanto ao tumor, 75 foram classificados como T4 (38,5%), 100 como T3 (51,2%) e 20 como T2 (10,3%). Havia extensão infraglótica em 59 pacientes (30,2%). Traqueostomia pré-operatória foi realizada em 88 pacientes (45,1%). Radioterapia pós-operatória foi realizada em 142 pacientes (72,8%). Doze pacientes (6,2%) desenvolveram recidiva na região da traqueostomia. Destes, quatro foram classificados com T4, cinco como T3 e três como T2. Dos pacientes com recidiva peritraqueostoma, sete haviam sido submetidos à traqueostomia pré-operatória, três tinham extensão infraglótica, dez foram submetidos à radioterapia pós-operatória, sendo a média de dias transcorridos entre a realização da traqueostomia e da laringectomia de 77,42 dias. Todos os casos de recidiva ocorreram em até oito meses de pós-operatório. Conclusão: Na população estudada, não foi possível encontrar uma correlação positiva entre a recidiva peritraqueostoma e a realização de traqueostomia de emergência, estádio ou sítio do tumor, extensão infraglótica ou radioterapia pós-operatória.

DESCRITORES: Laringectomia, Recidiva, Carcinoma de Células Escamosas


ABSTRACT

Introduction: Emergency tracheotomy prior to total laryngectomy for laryngeal carcinoma has been associated with peristomal recurrence. Objective: Objective: to retrospectively analyze peristomal recurrence and the variables presented in the literature as risk factors. Methods: The charts of 195 patients submitted to total laryngectomy, from 1992 to 2010, were analyzed regarding peristomal recurrence and the risk factor usually associated with it, such as: age, gender, smoking, emergency tracheotomy, tumor stage and site. Results: One hundred and sixty-five patients (85.1%) were males and 169 (86.7%) were smokers. The age ranged from 32 to 86 years, with a mean age of 59.2 years. Tumor stage: 75 were T4 (38.5%), 100 were T3 (51.2%) and 20 were T2 (10.3%). The tumors presented subglottic extension in 59 patients (30.2%). Emergency tracheotomy prior to the total laryngectomy was performed in 88 patients (45.1%). Post-operative radiotherapy was performed in 142 patients (72.8%). Twelve patients (6.2%) developed peristomal recurrence; 4 were T4, 5 were T3 and three T2. In the patients with peristomal recurrence, 3 presented subglottic extension and 10 were submitted to post-operative radiotherapy. The average number of days between the emergency tracheotomy and the total laryngectomy was 77.4. All cases of recurrence occurred within 8 months of post-op. Conclusion: There was no positive correlation between peristomal recurrence and emergency tracheotomy, tumor stage or site, subglottic extension or radiotherapy posterior to the total laryngectomy.

KEYWORDS: Carcinoma, Squamous Cell; Laryngectomy; Recurrence

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-28

TÍTULO: Divertículo de Zenker: avaliação dos resultados do tratamento por abordagens cirúrgica e endoscópica

TÍTULO EM INGLÊS: Zenker Diverticulum: Evaluation of treatment results with open surgery and the endoscopic approach

AUTOR(ES): José Vicente Tagliarini, Maria Aparecida Coelho de Arruda Henry, Mauro Masson Lerco, Emanuel Celice Castilho, Fabíola Tracoli Novaes, Lídia Raquel de Carvalho

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP


RESUMO

Introdução: O divertículo de Zenker (DZ) é o mais comum dos divertículos esofágicos. Várias técnicas foram descritas para o seu tratamento, sendo a diverticulectomia cirúrgica e o tratamento endoscópico os mais empregados. Desenho do estudo: Estudo retrospectivo. Objetivo: Estudar os resultados do tratamento do DZ dos pacientes submetidos à cirurgia com a técnica cirúrgica aberta ou endoscópica utilizando o grampeador linear. Foram estudados, de maneira retrospectiva, 36 indivíduos. A confirmação diagnóstica foi realizada com esofagograma. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Grupo 1(n=24): diverticulectomia cirúrgica com miotomia do cricofaríngeo. Grupo 2 (n=12): diverticulotomia endoscópica realizada com endoscopia rígida e sutura mecânica linear. Resultados: Dois pacientes do G1 apresentaram fístula salivar com resolução espontânea e dois pacientes referiram rouquidão transitória. A remissão total ou melhora significativa da disfagia foi observada em todos os pacientes do grupo. Em G 2, não foram observadas complicações no pós-operatório imediato, todavia quatro pacientes queixaram-se de recidiva da disfagia, necessitando novo procedimento endoscópico. Discussão: Comparando as duas técnicas, observamos que o tempo de internação e morbidade é menor em G 2, quando comparado a G1, possibilitando realizar tratamento em pacientes que antes não eram elegíveis para a cirurgia. A cirurgia por remover o DZ, associada à miotomia do cricofaríngeo, permite um tratamento com diminuída possibilidade da recidiva. Conclusão: Nesta casuística, os dois procedimentos são eficazes na remissão da disfagia, sendo a cirurgia superior, por apresentar uma menor taxa de recidiva. O procedimento endoscópico permite o tratamento de pacientes mais idosos ou com comorbidades que antes não poderiam ser tratados com cirurgia aberta.

DESCRITORES: Divertículo, Cirurgia Geral, Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural


ABSTRACT

Introduction: Zenker diverticulum (ZD) is the most common among esophageal diverticula and different surgical techniques have been described for its treatment. Surgical diverticulectomy and endoscopic treatment are the most used. Study Design: retrospective. Objective: to comparatively analyze treatment outcomes of patients submitted to open surgery with those from patients submitted to endoscopic diverticulectomy using a linear stapler. We retrospectively studied 36 individuals. Diagnostic confirmation was achieved by esophagogram. Patients were divided in 2 groups: Group 1 (n=24): submitted to surgical diverticulectomy associated with cricopharyngeus muscle myotomy. Group 2 (n=12): submitted to endoscopic diverticulectomy carried out through rigid endoscope with a linear stapler. Results:2 patients from G1 had transitory salivary fistula and 2 patients related transitory hoarseness. All patients recovered from dysphagia. In group 2 we did not have immediate complications. Dysphagia recurred in 4 patients, and a new endoscopic procedure was required. Discussion: comparing the 2 techniques we notice that hospital stay is shorter and morbidity is lower in G2 when compared to G1, enabling treatment to older patients who were not operated upon because of their physical conditions. On the other hand, surgery to remove the ZD associated with a myotomy of the cricopharyngeus muscle carried the least recurrence rates. Conclusions: We concluded that both procedures are efficient to treat dysphagia, and open surgery had higher success rates and a lower recurrence rate. The endoscopic procedure allows treatment for elderly individuals with comorbidities which prevent them from being treated by open surgery.

KEYWORDS: Diverticulum, Esophageal; General Surgery; Natural Orifice Endoscopic Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-30

TÍTULO: Uma comparação entre o tratamento cirúrgico versus não-cirúrgico do carcinoma epidermoide oral usando o escore de propensão

TÍTULO EM INGLÊS: A comparison of operative versus non-operative treatment for oral squamous cell carcinoma using propensity score.

AUTOR(ES): Pablo Soares Gomes Pereira, Hugo Fontan Köhler, Carlos Takahiro Chone, Éder Barbosa Muranaka, Albina Messias de Almeida Milani Altemani, Agricio Nubiato Crespo


RESUMO

Introdução: Carcinoma de células escamosas de cavidade oral e orofaringe (CECCO&O) são neoplasias malignas prevalentes na população masculina no Brasil. O tratamento do CECCO&O atualmente envolve uma abordagem de equipe multidisciplinar conduzido pelo cirurgião de cabeça e pescoço, oncologista radioterapeuta. O objetivo do estudo é comparar o tratamento cirúrgico versus não-operatório de carcinoma epidermoide oral, usando o escore de propensão. Pacientes e Métodos: Este estudo incluiu pacientes com CECCO&O tratados consecutivamente em uma única instituição de janeiro de 1995 a dezembro de 2002. A análise estatística foi realizada utilizando o software Stata 11.2 para MacOS. Como os pacientes não eram divididos aleatoriamente em cada grupo de tratamento, foi utilizado o ajuste escore de propensão. Resultados: Esta série é composta por 162 pacientes consecutivos. Os tumores primários foram classificados como T1 em 32 casos, T2 em 46 casos, T3 em 27 casos e T4a em 57 casos. Tratamento cirúrgico foi utilizado em 110 pacientes (67%), enquanto 52 pacientes (32%) foram submetidos à quimioradioterapia. Utilizando o escore de propensão em uma análise multivariada, foram significantes na taxa de risco: T, N e a modalidade de tratamento. O tratamento do CECCO&O é baseado na ressecção cirúrgica, seguida ou não de tratamento adjuvante. Nas últimas décadas, este paradigma foi alterado pelo conceito de preservação do órgão. Em nossa série, o tratamento cirúrgico inicial mostrou-se mais eficaz do que os não-cirúrgicos, exceto nos pacientes com lesões iniciais. Conclusão: Um pequeno grupo de pacientes pode beneficiar de um tratamento não-cirúrgico.

DESCRITORES: Carcinoma de Células Escamosas, Neoplasias Bucais, Neoplasias Orofaríngeas, Resultado de Tratamento


ABSTRACT

Introduction: Oral cavity and oropharynx squamous cell carcinoma (OC&OPSCC) are prevalent malignancies in the Brazilian male population. The treatment of OC&OPSCC currently involves a multi-disciplinary team approach led by the head and neck surgeon, the radiation oncologist and the medical oncologist.The aim of this study is to compare operative versus non-operative treatment of oral squamous cell carcinoma using propensity score matching. Patients and Methods: This study includes patients with OC&OPSCC treated consecutively at a single institution from January, 1995 to December, 2002. The statistical analysis was performed using the Stata 11.2 software for MacOS. Since the patients were non-randomly assigned to each treatment group, we used propensity score adjustment. Results: This series consists of 162 consecutive patients. The primary tumors were staged as T1 in 32 cases, T2 in 46 cases, T3 in 27 cases and T4a in 57 cases. Surgical treatment was employed in 110 patients (67%) while 52 patients (32%) were submitted to chemoradiation. Using the propensity score matching in a multi-varied analysis T, N and treatment modality were significant concerning the hazard ratio. Discussion: OC&OPSCC treatment is based on surgical resection followed or not by adjuvant treatment. In recent decades this paradigm has changed by the concept of organ preservation. In our series initial surgical treatment proved to be more effective than its non-surgical counterpart, except for patients with initial lesions. Conclusion: A small set of patients may derive benefit from non-operative treatment.

KEYWORDS: Carcinoma, Squamous Cell; Mouth Neoplasms; Oropharynx; Treatment Outcome

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-31

TÍTULO: Avaliação da prevalência e influência da privação crônica de sono em pacientes com Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono

TÍTULO EM INGLÊS: Assessing the prevalence and impact of chronic sleep deprivation in patients with Obstructive Sleep Apnea Syndrome

AUTOR(ES): Marcos Marques Rodrigues, Ralph Silveira Dibbern

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina do Centro Universitário de Araraquara - UNIARA


RESUMO

Introdução: Na Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), principal distúrbio respiratório do sono, ronco e a sonolência diurna constituem os principais sinais e sintomas que afetam esta população. No estilo de vida ocidental, não é incomum encontrarmos pacientes com SAOS e que tenham privação crônica de sono (PCS). Esses pacientes possuem dois fatores agravantes concomitantes que provocam alterações cognitivas com desenvolvimento de fadiga, sonolência e mudança de humor. Objetivos: Avaliar a prevalência e a influência da privação crônica de sono em pacientes com SAOS. Material e Métodos: Foram avaliados prospectivamente pacientes com queixa principal de ronco e história clínica sugestiva de apneia do sono, com sintomas como sonolência diurna, sono não reparador e ronco. Resultados: Foram validados para o estudo 107 pacientes, dos quais 43 (40,2%) apresentavam PCS. A sonolência diurna excessiva e o AIH se correlacionaram estatisticamente com a PCS. Discussão: Os pacientes com a doença associada possuem dois fatores concomitantes que promovem o baixo desempenho sócio-laborativo. Os pacientes com SAOS e PCS têm mais sonolência diurna do que os pacientes com SAOS sem PCS. A PCS contribui para a gravidade da SAOS. Esse subgrupo de pacientes está exposto a um maior estresse oxidativo, aumentando a chance de desfechos desfavoráveis. Conclusão: É importante na avaliação do paciente com SAOS investigar a presença de PCS, pois é uma condição que aumenta o estresse oxidativo, agravando as condições gerais da SAOS e aumentando a chance de desfechos desfavoráveis e insucesso do tratamento adotado.

DESCRITORES: Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva, Privação do Sono, Polissonografia


ABSTRACT

Introduction In the Obstructive Sleep Apnea (OSA) syndrome, the main respiratory sleep disorder, snoring and daytime sleepiness are the main signs and symptoms of this population. In the Western lifestyle, it is not uncommon to find patients with OSA and who have chronic sleep deprivation (CSD). These patients have two aggravating factors that cause cognitive impairments concomitant with fatigue, sleepiness and mood swings. Objectives To assess the prevalence and influence of chronic sleep deprivation in OSA patients. Materials and Methods We prospectively evaluated patients whose chief complaint was snoring and their clinical history suggested sleep apnea, with symptoms such as daytime sleepiness, restless sleep and snoring. Results We had 107 eligible patients, of whom 43 (40.2%) had CSD. Excessive daytime sleepiness and their HAI correlated significantly with CSD. Discussion Patients with this disorder have two concomitant factors that cause low social and work performance. Patients with OSAS and CSD has more daytime sleepiness than OSAS patients without CSD. CSD contributes to OSA severity. This subgroup of patients are exposed to greater oxidative stress, thus having a higher risk of developing unfavorable outcomes. Conclusion In evaluating patients with OSAS, it is always important to investigate the presence of CSD because it is a condition that increases oxidative stress and worsens the overall condition of OSA patients, increasing the likelihood of unfavorable outcomes and treatment failure.

KEYWORDS: Sleep Apnea, Obstructive; Sleep Deprivation; Polysomnography

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-33

TÍTULO: Influência da consistência dos alimentos sobre os achados da nasofibroscopia de deglutição no acidente vascular cerebral

TÍTULO EM INGLÊS: Evaluation of food consistency influence on swallowing endoscopy findings in stroke patients.

AUTOR(ES): Suely Mayumi Motonaga Onofri, Cláudia Granja Bentim, Larissa Cristina Berti, Paula Cristina Cola, Roberta Gonçalves da Silva, Roberto Oliveira Dantas


RESUMO

O acidente vascular cerebral (AVC) é a principal causa de disfagia orofaríngea neurogênica na população adulta e a realização do exame da nasofibroscopia de deglutição permite determinar sua presença e gravidade. Objetivo: Verificar se diferentes consistências alimentares interferem nos achados da nasofibroscopia de deglutição nos sujeitos pós-AVC crônico. Material e Método: Estudo clínico transversal com 58 sujeitos pós-AVC crônico, média de 65,6 anos de idade, de ambos os sexos. Todos realizaram a nasofibroscopia de deglutição com as consistências alimentares pastosa, líquida engrossada e líquida e avaliamos parâmetros como o escape oral precoce, presença de resíduos em faringe, penetração e aspiração. Resultados: Ocorreram diferenças estatisticamente significativas para os achados de escape oral precoce, penetração laríngea e a aspiração quando oferecemos diferentes consistências de alimentos, sendo a consistência líquida a que mais provocou alteração. Não observamos aspiração traqueal quando se ofereceu o alimento pastoso. Quanto à presença de resíduos em faringe, não observamos diferenças significativas em relação às consistências. Conclusão: Diferentes consistências alimentares influenciam os resultados da avaliação endoscópica da deglutição nos sujeitos pós-AVC crônicos. Foram observadas alterações mais frequentes com o líquido, seguido do líquido engrossado e do pastoso.

DESCRITORES: Transtornos de Deglutição, Acidente Cerebral Vascular, Endoscopia


ABSTRACT

Stroke is the main cause of neurogenic oropharyngeal dysphagia in the adult population and the fiberoptic endoscopic evaluation of swallowing is important to determine its presence and severity. Aim: To evaluate if different food consistencies interfere with the findings of the endoscopic evaluation of swallowing in chronic stroke subjects. Materials and Methods: Clinical cross-sectional study. The fiberoptic endoscopic evaluation of swallowing was performed on 58 chronic stroke subjects, with mean age of 65.6 years, 24 females and 34 males. We offered pasty, thick liquid, and liquid food consistencies and evaluated parameters such as premature oral leakage, pharyngeal stasis, laryngeal penetration, and tracheal aspiration. Results: There were statistically significant differences in the following findings: premature oral leakage, laryngeal penetration, and tracheal aspiration when we offered different food consistencies. We found no aspiration when we offered the pasty food. Pharyngeal stasis did not present any significant differences in relation to food consistency. Conclusion: Different food consistencies interfere with the fiberoptic endoscopic evaluation of swallowing in chronic stroke subjects. The liquid consistency was the most altered, followed by thick liquid and pasty food.

KEYWORDS: Deglutition Disorders; Stroke; Endoscopy

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-34

TÍTULO: Estudo comparativo: SAHOS x cefaleia

TÍTULO EM INGLÊS: COMPARATIVE STUDY: OSAHS x HEADACHE

AUTOR(ES): Eduardo Baptistella, Antonio Celso Nunes Nassif Filho, Karin Graziela Dal Vesco, Thanara Pruner da Silva, Fernanda Martin Fabri, Stephanie Saab, Gustavo B. Sela, Renata Vecentim Becker

INSTITUIÇÃO: Trabalho realizado no Serviço de Otorrinolaringologia CMEB (Centro Médico Especializado Baptistella) e do Hospital da Cruz Vermelha - Filial do Paraná


RESUMO

Introdução: Cefaleia e SAHOS são comuns na população em geral e, frequentemente, coexistem no mesmo paciente. Stress é reconhecido como um dos principais fatores na cefaleia e distúrbios do sono. Contudo, a impressão geral dessa prática clínica é que cefaleia e sono estão, na realidade, mais estreitamente relacionadas. Objetivos: Verificar se há relação entre SAHOS diagnosticada por polissonografia e pacientes com sintomas compatíveis com cefaleia. Métodos: Estudo prospectivo, observacional, em que foram avaliados 52 pacientes, sendo 27 homens e 25 mulheres. Todos apresentavam os critérios diagnósticos de cefaleia induzida por SAHOS, segundo a International Classification of Headeaches Desorders, sendo estes avaliados pelo neurologista e encaminhados ao ambulatório de Otorrinolaringologia do Hospital da Cruz Vermelha. Todos os pacientes foram submetidos à anamnese, exame físico, nasofibroscopia e polissonografia. O diagnóstico de SAHOS foi baseado em uma cuidadosa anamnese e confirmado pelo exame da polissonografia. O diagnóstico de SAHOS foi feito de acordo com American Sleep Disorders Association Criteria. Resultados: Dos 52 pacientes, apenas dois apresentaram Índice de Apneia e Hipopneia (IAH) abaixo de 5 e com saturação de 98%. Já 16 pacientes apresentaram IAH entre 5 a 20 e saturação de 91% (SAHOS). 31 apresentaram IAH entre 20 a 50 com média de saturação de 90% (SAHOS). Apenas três apresentaram grau de IAH acima de 50, com média de saturação de 82% (grave). Conclusão: SAHOS e cefaleia, quando bem caracterizadas, estão diretamente relacionadas. É importante reconhecer a patologia de base a qual estão associadas, a fim de que ambas tenham o seu tratamento específico

DESCRITORES: Transtornos de Enxaqueca, Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva, Polissonografia, Sono


ABSTRACT

INTRODUCTION: Headache and OSAHS are common in the general population and often can coexist in the same patient. Stress is recognized as one of the main factors in headache and sleep disorders. However, the general impression of this clinical practice is that headache and sleep are more closely related. OBJECTIVES: Check for possible relationship between OSAHS, diagnosed by polysomnography and headache symptoms. METHOD: prospective and observational study in which we assessed 52 patients, 27 men and 25 women. All had the diagnostic criteria of OSAHS-induced headache according to the International Classification of Headaches. They were evaluated by a Neurologist and sent to the otolaryngology ward of the Red Cross. All the patients were submitted to an interview, physical examination, nasal fibroscopy and polysomnography. The OSAHS diagnostic was based in a careful anamnesis and confirmed by polysomnography. OSAHS was diagnosed following the American Sleep Disorders Association Criteria. RESULTS: Only 2 of the 52 patients had hypopnea-apnea index (HAI) below 5 and with a saturation of 98%. 16 patients had HAI between 5 and 20 and 91% saturation (mild OSAHS). 31 had HAI between 20 and 50 with mean saturation of 90% (moderate OSAHS). Only 3 had HAI above 50, with a mean saturation of 82% (severe OSAHS). CONCLUSION: OSAHS and headache, when well characterized, are directly related. It is important to recognize the underlying pathology to which they are related, so that both can be treated.

KEYWORDS: Headache Disorders; Migraine Disorders; Polysomnography

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-35

TÍTULO: Acesso ao CPAP é suficiente para facilitar a adesão?

TÍTULO EM INGLÊS: Is access to CPAP enough to facilitate compliance?

AUTOR(ES): Andrieli Ecke Garcia, Kelly Cristina Ferrarezi, Maria Aparecida Prado, Danilo Roberto X. de O. Crege, Éder Barbosa Muranaka, Edilson Zancanella, Agricio Nubiato Crespo

INSTITUIÇÃO: Serviço de Distúrbios Sono - Otorrinolaringologia - UNICAMP


RESUMO

A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) representa uma complexa alteração das vias aéreas superiores (VAS), que resulta em um colapso de suas paredes durante o sono. O CPAP (Continuous Positive Airway Pressure) consiste no emprego de pressão na VAS, impedindo seu colabamento. Objetivos: Avaliar o uso e aderência ao tratamento com CPAP em um grupo de pacientes de uma cidade do interior de São Paulo. Forma de Estudo: Estudo transversal. Materiais e Métodos: Foram avaliados 17 pacientes de uma cidade do interior do estado de São Paulo, participantes de um programa assistencial de saúde gratuito em que receberam o CPAP. Todos os pacientes foram submetidos ao protocolo de avaliação do Serviço, além da aplicação de questionários - Questionário de Sono de Epworth, Questionário de Qualidade de Vida SF-36 e um questionário sobre o uso do CPAP. Resultados: A mediana de idade foi de 52 anos e o número de horas por noite de uso foi, em mediana, de 5 horas. Conclusão: Encontramos diversas dificuldades relacionadas ao uso do CPAP no grupo estudado, sendo necessária a realização de mais estudos para que se possa chegar a um modelo mais próximo do ideal, obtendo melhores resultados na aderência do tratamento.

DESCRITORES: Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva, Medicina do Sono, Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas


ABSTRACT

Obstructive sleep apnea syndrome (OSAS) is a complex change in the upper airways, resulting in a collapse of its walls during sleep. CPAP consists in providing a positive pressure to the upper airways preventing such collapse. Objectives: To evaluate the use and compliance concerning CPAP treatment in a group of patients from a city in the state of Sao Paulo. Study Design: observational and cross-sectional. Materials and Methods: We evaluated seventeen patients participating in a free health care program in which they received CPAP without costs. All the patients were submitted to the clinic's evaluation protocol and answered questionnaires - Epworth Sleep Questionnaire, SF-36 Quality of Life Questionnaire and they were asked about CPAP use. Results: Median age was 52 and the number of hours of CPAP use by night was 5 hours. Conclusion: We found several difficulties related to the use of the CPAP in the studied group, nevertheless further studies are needed to find a better model, closer to ideal, to obtain the best result in compliance with this device.

KEYWORDS: Sleep Apnea Syndrome; Continuous Positive Airway Pressure; Sleep Medicine

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-36

TÍTULO: Avaliação do grau de satisfação dos pacientes submetidos à otoplastia

TÍTULO EM INGLÊS: EVALUATING THE DEGREE OF SATISFACTION OF PATIENTS SUBMITTED TO OTOPLASTY

AUTOR(ES): Juliana Frozoni Lemes, Camila Atallah Pontes da Silva, Charisse Assuane de Araujo Patricio, Priscila Bogar Rapoport, Fernanda Adami Callegari, Gustavo Fernando Tognini Rodrigues, Luciano Szortyka Fiorin

INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE MEDICINA DO ABC-FMABC- HOSPITAL ESTADUAL MARIO COVAS


RESUMO

Orelhas proeminentes constituem a anormalidade congênita mais frequente da orelha externa. Apesar de não provocar nenhum dano fisiológico, seu efeito anestético pode ocasionar danos psicossociais, queda na qualidade de vida e ansiedade, resultando em baixa autoestima. Estudos mostram a importância da correção cirúrgica da orelha em abano na melhora do distúrbio emocional e da autoestima de seu portador. A avaliação da satisfação do paciente, e da melhora na qualidade de vida após cirurgia corretiva torna-se fundamental e vem crescendo na medicina moderna. Nosso objetivo foi avaliar o índice de satisfação dos pacientes submetidos à otoplastia em nosso serviço. Foi aplicado questionário elaborado por nossa equipe, em todos os pacientes submetidos à otoplastia no período de fevereiro de 2010 a fevereiro de 2011. Responderam ao questionário 35 pacientes. A idade média foi de 18,3 anos. 85,7% dos pacientes estavam sendo submetidos ao primeiro procedimento cirúrgico, e 14,3% ao segundo. 94,2% responderam que estavam muito satisfeitos; 5,8%satisfeitos; e nenhum paciente respondeu estar insatisfeito. Obtivemos alto índice de satisfação estética pós-operatória entre nossos pacientes, contribuindo de forma positiva na qualidade de vida e autoestima dos mesmos.

DESCRITORES: Orelha, Cirurgia Plástica, Satisfação do Paciente


ABSTRACT

Prominent ears are the most frequent congenital abnormality of the external ear. Despite not causing any physiological damage, its cosmetic appearance can cause psychosocial damage, decreased quality of life and increase stress, resulting in low self esteem. Studies show the importance of surgical correction of protruding ears in improving emotional disorders and the self-esteem of people who have it. The assessment of patient satisfaction, and improved quality of life after corrective surgery becomes essential and is growing in modern medicine. Our objective was to evaluate the satisfaction rate of patients submitted to otoplasty at our service. We used a questionnaire developed by our team in all patients submitted to otoplasty from February 2010 to February 2011. Thirty-five patients answered it. Their mean age was 18.3 years. 85.7% of patients were submitted to the first surgical procedure, and 14.3% had been submitted to the second one. 94.2% said they were very satisfied, 5.8% were satisfied, and no patient reported being dissatisfied. We achieved a high level of aesthetic satisfaction postoperatively in our patients, contributing positively to their quality of life and self esteem.

KEYWORDS: Ear; Surgery, Plastic; Patient Satisfaction

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-37

TÍTULO: Nariz torto: avaliação de resultados em rinoplastia

TÍTULO EM INGLÊS: CROOKED NOSE: OUTCOMES EVALUATION IN RHINOPLASTY

AUTOR(ES): Lisandra Megumi Arima, Leandro Castro Velasco, Romualdo Suzano Louzeiro Tiago

INSTITUIÇÃO: HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL DE SÃO PAULO


RESUMO

Introdução: O nariz torto ou laterorrinia é resultado de deformidades que podem envolver a pirâmide nasal, as cartilagens laterais superiores, alares e o septo nasal, causando queixas estéticas e/ou funcionais. Objetivo: Avaliar a satisfação dos pacientes submetidos à rinoplastia para a correção do nariz torto, a partir do questionário Rhinoplasty Outcomes Evaluation (ROE). Material e Método: Estudo longitudinal, tipo coorte retrospectivo, com análise retrospectiva da satisfação pré-operatória e prospectiva da satisfação pós-operatória. Dezenove pacientes submetidos à rinoplastia responderam ao questionário ROE. Resultados: A média da nota da satisfação de todos os pacientes submetidos à rinoplastia, para a correção do nariz torto, no pré-operatório foi de 24,6 ± 11,3 e no pós-operatório foi de 76,1 ± 19,5 (p<0,0001). Os pacientes com idade <30 anos apresentaram menor média da diferença das notas da satisfação entre pós e pré-operatório que os pacientes ³ 30 anos (p=0,05). Conclusão: A partir da aplicação do questionário Rhinoplasty Outcomes Evaluation, é possível demonstrar o impacto que a rinoplastia para a correção do nariz torto determina na qualidade de vida dos pacientes. Aproximadamente 90% dos pacientes submetidos à rinoplastia para a correção do nariz torto consideram que atingiram bom ou excelente resultado pós-operatório.

DESCRITORES: Rinoplastia, Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde), Satisfação do Paciente


ABSTRACT

Introduction: A crooked nose is the result of deformities that might involve the bony nasal pyramid, the upper and lower lateral cartilages, and the nasal septum, causing complaints of aesthetic and/or functional nature. Purpose: to evaluate how satisfied are those patients who underwent rhinoplasty to correct crooked nose, through the Rhinoplasty Outcomes Evaluation (ROE) questionnaire. Materials and methods: a longitudinal study with retrospective analysis of preoperative satisfaction and prospective analysis of postoperative satisfaction of patients who underwent rhinoplasty. The ROE questionnaire was applied twice in the same visit aiming at measuring patient satisfaction in both pre and postoperative times. Nineteen patients who underwent rhinoplasty answered the ROE. Results: for all patients who underwent rhinoplasty, the average preoperative satisfaction score was of 24.6±11.3, while the average postoperative score was of 76.1±19.5 (p<0.0001). Average differences between pre and postoperative satisfaction scores in patients younger than 30 years old were lower than those reported by patients ≥30-years old (p=0.05). Conclusion: From the questionnaire Rhinoplasty Outcomes Evaluation it is possible to show the impact of rhinoplasty in correcting a crooked nose, determining patient quality of life. Approximately 90% of patients submitted to rhinoplasty believed they that achieved a good or excellent postoperative result.

KEYWORDS: Rhinoplasty; Outcome Assessment (Health Care); Patient Satisfaction

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-38

TÍTULO: Avaliação de resultados em rinoplastia de redução

TÍTULO EM INGLÊS: OUTCOME ASSESSMENT IN REDUCTION RHINOPLASTY

AUTOR(ES): Lisandra Megumi Arima, Leandro Castro Velasco, Romualdo Suzano Louzeiro Tiago

INSTITUIÇÃO: Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo


RESUMO

Introdução: A avaliação do resultado final após rinoplastia é um tema pouco estudado pela visão do paciente. Objetivo: Avaliar a satisfação dos pacientes submetidos à rinoplastia de redução, a partir do questionário Rhinoplasty Outcomes Evaluation (ROE). Material e Método: Estudo longitudinal, tipo coorte retrospectivo, da satisfação pré-operatória e pós-operatória. A amostra foi composta por 28 pacientes submetidos à rinoplastia que responderam ao questionário ROE. Foram obtidas três variáveis: nota da satisfação que o paciente tinha com sua imagem antes da cirurgia; nota da satisfação com a atual aparência; e a diferença das médias das notas da satisfação entre pós e pré-operatório. Resultado: A nota pós-operatória foi superior a pré-operatória em todos os pacientes. Foi observada diferença entre as médias das notas do pós e pré-operatório de 48,3 (p<0,0001). No pré-operatório, foi observado que 100% dos pacientes apresentaram satisfação <50. No pós-operatório foi observado que 92,9% migraram da classe <50 para as classes: 50 a <75, considerado bom (25%); ³ 75, considerado excelente resultado (67,9%). Conclusão: O questionário ROE é uma ferramenta útil em demonstrar a satisfação do paciente submetido à rinoplastia de redução. Cerca de 92% dos pacientes submetidos à rinoplastia de redução consideram bom ou excelente resultado no pós-operatório.

DESCRITORES: Rinoplastia; Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde); Satisfação do Paciente


ABSTRACT

Introduction: Outcome after rhinoplasty has been the subject of little study from the patient's point of view. Purpose: to evaluate the satisfaction degree of patients who underwent reduction rhinoplasty using the Rhinoplasty Outcomes Evaluation (ROE) questionnaire. Materials and methods: a longitudinal study to assess patients concerning their preoperative and postoperative satisfaction. The sample was made up of 28 patients who underwent rhinoplasty and answered the ROE questionnaire. Three variables were obtained: satisfaction score assigned by the patient concerning his/her own image before surgery; satisfaction score assigned by the patient concerning his/her current appearance; and the difference of the average satisfaction scores between post- and preoperative. Results: the postoperative score was higher than the preoperative one for all patients. A difference of 48.3 (p<0.0001) was observed between average scores of post- and preoperative. Preoperative figures pointed out that 100% of patients had <50 in satisfaction score. Postoperative figures pointed out that 92.9% of patients changed their scores from <50 range to the following levels: scores ranging from 50 to <75 considered it as a good outcome (25% of patients); scores ≥75 meant it was an excellent outcome (67.9% of patients). Conclusion: the ROE questionnaire is a useful tool to show the satisfaction level of patients submitted to reduction rhinoplasty. About 92% of the patients who underwent reduction rhinoplasty considered the outcome good or excellent after surgery.

KEYWORDS: Rhinoplasty; Outcome Assessment (Health Care); Patient Satisfaction

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-39

TÍTULO: Rinoplastia: satisfação pós-operatória em serviço de Residência Médica

TÍTULO EM INGLÊS: RHINOPLASTY: PATIENT POSTOPERATIVE SATISFACTION AT A TEACHING HOSPITAL

AUTOR(ES): Fernanda Lion Adami Callegari, Juliana Frozoni Lemes, Gustavo Fernando Tognini Rodrigues, Marco Antonio Baptista Ferraz, Camila Atallah Pontes da Silva, Charisse Assuane de Araujo Patricio, Priscila Bogar Rapoport

INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE MEDICINA DO ABC- HOSPITAL ESTADUAL MARIO COVAS


RESUMO

Introdução: A rinoplastia tem como objetivo promover a obtenção de um nariz esteticamente harmônico com a face do paciente, mas sempre preservando sua função respiratória e olfatória. O conhecimento anatômico é fundamental no diagnóstico pré e per-operatório para a obtenção de resultados satisfatórios. A avaliação do grau de satisfação do paciente, bem como a melhora na qualidade de vida após cirurgia corretiva, vêm crescendo na medicina moderna. Portanto, torna-se imprescindível a avaliação do impacto social e psicológico na vida dos pacientes submetidos à rinoplastia. Objetivo: Avaliar a satisfação pós-operatória de pacientes submetidos à rinoplastia em nosso serviço. Casuística e Métodos: Avaliamos 32 pacientes submetidos à rinoplastia em nosso serviço no período de janeiro de 2010 a março de 2011. Todos os pacientes responderam anonimamente ao questionário elaborado por nossa equipe no segundo mês pós-operatório. Resultados: Foram avaliados 32 pacientes, sendo 20 do sexo feminino (62,5%) e 12 do sexo masculino (37,5%). A idade variou entre 15 e 57 anos, com média de 32 anos (+/- 10 anos). A nota média atribuída à satisfação foi 9,34, variando entre sete e dez. Dentre os que não ficaram plenamente satisfeitos (nota inferior a dez), três (27,28%) referiram descontentamento com o dorso, quatro (36,37%) com a ponta, dois (18,19%) laterorrinia, um (9,1%) queixa funcional e um (9,1%) não sabia o motivo da insatisfação. Conclusão: Observamos em nosso serviço um índice de satisfação superior aos encontrados na literatura.

DESCRITORES: Rinoplastia; Satisfação do Paciente; Estética


ABSTRACT

Introduction: Rhinoplasty aims to make the nose aesthetically match the patient's face, but always preserving its respiratory and olfactory functions. Anatomical knowledge is essential in the preoperative diagnosis and during surgery, in order to obtain satisfactory results. The assessment of patient satisfaction and improvement in quality of life after corrective surgery, is growing in medicine . It becomes imperative to assess the social and psychological impacts on the lives of patients submitted to rhinoplasty. Objective: To evaluate the postoperative satisfaction of patients submitted to nose surgery in our department. Methods: We evaluated 32 patients submitted to rhinoplasty in our institution from January, 2010 to March, 2011. All patients answered anonymously the questionnaire prepared by our team during the second postoperative month. Results: We evaluated 32 patients, 20 females (62.5%) and 12 males (37.5%). Their ages ranged between 15 and 57 years, mean 32 years (+ / - 10 years). The mean satisfaction score was 9.34, ranging between seven and ten. Among those who were not fully satisfied (less than ten), three (27.28%) reported dissatisfaction with the dorsum; four (36.37%) with the tip, two (18.19%) with side deviation, one (9.1%) had a functional complaint; and one (9.1%) did not know the reason being unhappy with the surgery outcome. Conclusion: in our service we had a higher satisfaction rate when compared to those found in the literature.

KEYWORDS: Rhinoplasty; Patient Satisfaction; Esthetics

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

AO-40

TÍTULO: Desfechos funcionais em rinoplastia: Divisão Vertical de Domus na cirurgia plástica da ponta nasal

TÍTULO EM INGLÊS: Functional outcomes in rhinoplasty: Vertical Division of the Nose Dome in nasal tip surgery.

AUTOR(ES): Michelle Lavinsky-wolff, Carolina Rocha Barone, Luisi Rabioli, Humberto Lopes Camargo Júnior, Márcio Severo Garcia, Carisi Anne Polanczyck, José Eduardo Lutaif Dolci

INSTITUIÇÃO: Hospital de Clínicas de Porto Alegre


RESUMO

Introdução: A cirurgia da ponta nasal (PN) é um dos pontos mais complexos da cirurgia de rinoplastia, sendo a divisão vertical do domus (DVD) uma alternativa cirúrgica para a melhora de definição, projeção, rotação e assimetrias da PN, cujo impacto na qualidade de vida (QV) relacionada à obstrução nasal (ON) não foi avaliado de forma padronizada na literatura. Objetivo: Avaliar o impacto da DVD na QV relacionada à ON em pacientes com queixas estéticas e funcionais. Material e Métodos: Pacientes com queixas de ON e queixas estéticas relacionadas à PN foram submetidos à rinosseptoplastia com DVD. A escala de QV relacionada à ON NOSE (Nasal Obstructive Syntomas Evaluation scale) e a escala análogo visual (EAV) de 0 a 100mm para avaliação do grau de ON e grau de incômodo com a obstrução foram aplicadas no pré-operatório e após 1, 2 e 3 meses da cirurgia. Resultados: 20 pacientes, 60% mulheres, idade média 28,2 ± 11,4 anos. Os resultados da escala NOSE foram 72(±22), 34(±22), 30(±21), 40(±24), respectivamente, no pré-operatório, 1, 2 e 3 meses pós-operatórios (p<0,05). A EAV demonstrou redução do grau de ON de 70mm no pré-operatório para 36mm; 22mm; 30mm, respectivamente, no 1, 2 e 3 mês pós-operatório. O grau de incomodo com a ON também apresentou redução significativa (67mm no pré versus 35mm; 22mm; 37mm no 1, 2 e 3 mês pós-operatórios, respectivamente; p<0,05). Conclusão: O uso da técnica DVD para tratamento da PN esteve associado com melhora significativa no grau de ON e QV relacionada à ON nos pacientes estudados.

DESCRITORES: Rinoplastia, Obstrução Nasal, Cartilagens Nasais, Nariz


ABSTRACT

Introduction: Nasal tip (NT) surgery is one of the most complex procedures in the nose, and the vertical division of the domus (VDD) is a surgical alternative to improve definition, projection, rotation and asymmetries of the NT. Its impact in the quality of life (QL) associated to nasal obstruction (NO) was not assessed in any standardized protocol in the literature. Objective: To evaluate the impact of VDD in QL related to NO in patients with aesthetic and functional complaints. Materials & Methods: Patients with NO and aesthetics complaints related to NT underwent rhinoplasty with VDD. The scale of QL related to the NOSE (Nasal Obstructive Symptom Evaluation scale) and the 100mm visual analogue scale (VAS) assessment of NO and the degree of discomfort with NO were applied to patients preoperatively and 1, 2 and 3 months after surgery. Results: 20 patients, 60% women, with mean age of 28.2 ± 11.4 years. Results from the NOSE scale were 72(±22), 34(±22), 30(±21), 40(±24) respectively in the preoperative; 1, 2 and 3 months postoperatively (P <0,05). The 100mm VAS showed a reduction in the degree of NO from 70mm preoperatively to 36mm, 22mm, 30mm respectively in 1, 2 and 3 months after surgery (P <0.05). The discomfort with NO also decreased significantly (67mm preoperatively versus 35mm, 22mm, 37mm at 1, 2 and 3 months postoperatively, respectively; P<0.05). Conclusion: the VDD technique to approach the NT was associated with significant improvements in the degree of NO and QL related to the NO in these patients.

KEYWORDS: Rhinoplasty; Nasal Obstruction; Nasal Cartilages; Nose

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-008

TÍTULO: Câncer de laringe e linfonodo sentinela: uma nova opção

TÍTULO EM INGLÊS: SENTINEL NODE BIOPSY IN LARYNX CANCER: A NEW PERSPECTIVE

AUTOR(ES): Guilherme Machado de Carvalho, Carlos Takahiro Chone, Agricio Nubiato Crespo, Vanessa Gonçalves Silva, Celso Dario Ramos, Elba Etchehebere, Albina Messias de Almeida Milani Altemani, Leandro L. Freitas, Flávio Mignonne Gripp, Hugo F. Kohler


RESUMO

Introdução: A conduta de um pescoço negativo em pacientes com CEC da cabeça e pescoço é controversa. Como em vários outros tumores sólidos, a biópsia do linfonodo sentinela (LNS) tem sido utilizada como um método potencial para a detecção de metástase linfática em CECP. Tem sido demonstrado que o estado do linfonodo sentinela prediz o estadiamento cervical de forma correta. Objetivo: Avaliar acurácia e valor preditivo negativo da pesquisa de LNS em CEC de laringe e comparar a taxa de recorrência cervical entre pacientes submetidos à LNS e esvaziamento cervical eletivo (ECELT) e aqueles submetidos à LNS apenas. Métodos: Estudo clínico, prospectivo. Resultados: Dezesseis pacientes foram avaliados, 10 na glote e 6 na supraglote, com idade média de 61 anos. Grupo 1, com cinco pacientes, foi submetido à LNS e ECELT, com um seguimento médio de 15 meses. Linfonodos sentinelas foram identificados em todos os pacientes e foram negativos para metástases, com valor preditivo negativo de 100% e acurácia de 100%. O Grupo 2, com 11 pacientes, foi submetido à LNS sem ECELT, com seguimento médio de 27 meses. Linfonodo sentinela foi positivo para metástases em dois pacientes (18%). Sete pacientes (64%) necessitaram de radioterapia pós-operatória (fatores histopatológicos adversos). Cinco, destes sete, também receberam quimioterapia pós-operatória por margens comprometidas. Até o momento, nenhum dos pacientes de ambos os grupos teve recorrência no pescoço. Conclusão: LNS em câncer de laringe apresenta VPN de 100%, acurácia de 100% e recidiva de 0%. Os estudos preliminares mostram uma nova perspectiva no CECP.

DESCRITORES: Neoplasias Laríngeas, Carcinoma de Células Escamosas, Esvaziamento Cervical, Biópsia de Linfonodo Sentinela, Recidiva


ABSTRACT

Management of the clinically and radiologically negative neck in patients with early head and neck squamous cell carcinoma (HNSCC) remains controversial. Although about 30% of patients harbor occult disease in the neck, most patients undergo elective neck dissection, with no benefit.1 As in several other solid tumors, sentinel lymph node biopsy (SLB) is emerging as a potentially useful method for staging lymphatic metastasis in HNSCC.2,3 It has been shown that sentinel node status predicts the presence of metastasis in other nodes within the nodal basin.4 Multiple validation studies have reported over 95% sentinel node detection rates and 95% negative predictive values for negative sentinel nodes in HNSCC.5 Objective: To evaluate the accuracy of this method in laryngeal squamous cell carcinoma and to compare the neck status after SNB followed by elective neck dissection (END) and SNB alone. Subjects: Patients with SCC of larynx without neck metastases Results: Conclusion: SNB in larynx cancer had a 100% negative predictive value, a 100% accuracy rate and a 0% recurrence rate. It is important to note that no randomized study with a sufficiently large sample size and power has been published; preliminary studies offer new perspectives in head and neck cancer.

KEYWORDS: Sentinel Lymph Node Biopsy; Laryngeal Neoplasms; Carcinoma, Squamous Cell; Neck Dissection; Recurrence

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-009

TÍTULO: Nasolaringofibroscopia: sua função no Sistema Único de Saúde (SUS)

TÍTULO EM INGLÊS: NASAL ENDOSCOPY: ITS ROLE IN THE BRAZILIAN UNIFIED HEALTH SYSTEM (SUS)

AUTOR(ES): Juliana Frozoni Lemes, Paula Ribeiro Lopes, Ivan Puleo Uvo, Carolina Cozzi Machado, Mayra Martinelli, Fernando Veiga Angelico Junior, Priscila Bogar Rapoport


RESUMO

Os endoscópios têm revolucionado a prática médica nos mais diversos setores. Na otorrinolaringologia, permitem diagnóstico mais preciso e novas abordagens terapêuticas. A nasolaringofibroscopia é um exame complementar rápido e pouco dispendioso para o sistema público de saúde brasileiro. Nosso objetivo foi avaliar a real importância da nasolaringofibroscopia, como exame complementar, no diagnóstico das doenças otorrinolaringológicas atendidas nos serviços de atenção primária e secundária do SUS, pela comparação da hipótese diagnóstica realizada pelo médico solicitante com o resultado final do exame. Realizamos estudo retrospectivo com 162 nasolaringofibroscopias, realizadas no período de 1 de julho a 7 de agosto de 2008. Encontramos um índice de concordância de 59%, sugerindo um bom atendimento nos serviços primários e secundários, com hipóteses diagnósticas adequadas e resultados de exame concordantes. No entanto, encontramos 41% de discordância, o que pode ser o reflexo de um atendimento realizado de modo rápido e ineficaz em alguns serviços primários e secundários, bem como a falta de preparo de alguns profissionais. Levando-se em conta as inúmeras falhas na formação do profissional médico no Brasil e as dificuldades impostas, ora pela estrutura, ora pela demanda exagerada no sistema de saúde público, um exame bem feito pode beneficiar o paciente, já que o incômodo do mesmo é mínimo em adultos e controlável em crianças.

DESCRITORES: Exame Físico, Nariz, Serviços de Atendimento


ABSTRACT

Endoscopes have revolutionized medical practice in various sectors. In otolaryngology, endoscopy provides more accurate diagnoses and novel therapeutic approaches. Nasal endoscopy is a quick and inexpensive diagnostic method for the Brazilian public health system. Our purpose was to evaluate the true importance of nasal endoscopy in the diagnosis of otorhinolaryngologic diseases in primary and secondary care services, and to compare the original medical diagnoses with those of endoscopy. A retrospective study was made of 162 nasal endoscopies which were carried out from July 1st to August 7th 2008. The agreement rate was 59%, which suggests good primary and secondary care with appropriate diagnostic hypotheses. There was a 41% disagreement rate, which may reflect short and ineffective care in a few primary and secondary services and poorly trained healthcare professionals. Notwithstanding the difficulties in professional training for Brazilian physicians in general - because of poor structures or excessive demand in the public health system - careful endoscopy may benefit patients, as the degree of discomfort is minimal in adults and controllable in children.

KEYWORDS: Medical Examination; Nose; Medical Staff, Hospital

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-023

TÍTULO: Prevalência de alterações benignas de pregas vocais em pacientes encaminhados à microcirurgia de laringe

TÍTULO EM INGLÊS: Prevalence of benign vocal fold abnormalities in patients referred for laryngeal microsurgery

AUTOR(ES): Thaís Yuri Hashimoto, Grazzia Guglielmino Cruz

INSTITUIÇÃO: Cema-hospital especializado Sao Paulo-Sp


RESUMO

Introdução: Disfonia é uma queixa comum aos otorrinolaringologistas e muitas alterações de pregas vocais são encaminhadas para a microcirurgia laríngea. Objetivo: Avaliar o perfil dos pacientes em relação ao gênero e idade e a prevalência de alterações benignas de pregas vocais em pacientes encaminhados para a microcirurgia de laringe. Materiais e Métodos: Realizado um estudo retrospectivo não randomizado por meio da análise das gravações de microcirurgias de laringe no período de novembro de 2008 a maio de 2011 em hospital especializado em otorrinolaringologia. Resultados: Foram avaliadas 73 microcirurgias de laringe. Dentre as alterações encaminhadas à microcirurgia, encontramos 39 pacientes com pólipos (53%), 14 pacientes com cistos de retenção (19%), 11 pacientes com papilomas (15%), quatro pacientes com leucoplasias (5%), três pacientes com edemas de Reinke (4%) e dois pacientes com alterações estruturais mínimas de cobertura (3%). Quanto ao gênero, 60% dos pacientes eram do sexo masculino e 40% do sexo feminino. A faixa etária predominante foi entre 31 a 40 anos, correspondendo a 32% dos pacientes. Conclusão: A alteração de prega vocal mais frequentemente encontrada em pacientes encaminhados à microcirurgia de laringe foi o pólipo de prega vocal, com prevalência para o sexo masculino, sendo a faixa etária mais prevalente de 31 a 40 anos.

DESCRITORES: Laringe, Doenças da Laringe, Microcirurgia, Pregas Vocais


ABSTRACT

Introduction: Dysphonia is a common complaint in ENT patients; many vocal fold abnormalities are referred to ororhinolaryngologists for laryngeal microsurgery. Objective: To describe the profile - gender, age, and the prevalence of benign vocal fold abnormalities - of patients referred for microsurgery of the larynx. Methods: A retrospective non-randomized study consisted of analyzing the reports of laryngeal microsurgeries from November 2008 to May 2011 in an otorhinolaryngology hospital. Results: In 73 laryngeal microsurgeries, 39 patients had polyps (53%), 14 patients had retention cysts (19%), 11 patients had papillomas (15%), 4 patients had leukoplakia (5%), 3 patients had Reinke's edema (4%), and 2 patients had minor structural lining abnormalities (3%); 60% were male and 40% were female. The most frequent age group was between 31 and 40 years - 32% of patients. Conclusion: The most frequent vocal fold abnormality in patients referred for laryngeal microsurgery was the vocal fold polyp. The highest prevalence was in male patients, and the most frequent age group was from 31 to 40 years.

KEYWORDS: Larynx; Microsurgery; Vocal Cords

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-033

TÍTULO: Avaliação de metástases linfáticas em câncer de tireoide com pesquisa de linfonodo sentinela

TÍTULO EM INGLÊS: EVALUATION OF LYMPHATIC METASTASIS IN THYROID CANCER WITH SENTINEL NODE BIOPSY

AUTOR(ES): Fernando Canola Alliegro, Carlos Takahiro Chone, Celso Dario Ramos, Denise Zantut Wittmann, Patricia Sabino Mattos, Rodrigo de Mendonça Vaz

INSTITUIÇÃO: Disciplina de Otorrinolaringologia, Cabeça e Pescoço - HC Unicamp


RESUMO

Objetivos: Avaliar o uso de pesquisa de linfonodo sentinela em carcinoma papilífero de tireoide com linfocintilografia e gamma probe após injeção de radiofármaco 99mTc fitato guiado por ultrassom. Métodos: Incluídos pacientes com citologia positiva para Carcinoma Papilífero, após punção com Ultrassonografia (US), sem linfonodomegalias cervicais. Os pacientes foram então submetidos à tireoidectomia total com pesquisa de LNS após injeção de radiofármaco guiada por US. Resultados: Oito pacientes, sendo sete mulheres, com idades entre 25 e 72 anos (média 50,3) e um homem com idade de 56 anos. Obteve-se drenagem em 100% dos pacientes à linfocintilografia estática. Dois pacientes com drenagem anômala. Um paciente apresentou linfonodo sentinela no nível III contralateral e outro para nível IIB ipsilateral, e um paciente apresentou drenagem para nível IV contralateral. Inicialmente, foi realizado tireoidectomia total e, após, com o gamma probe, foram identificados e retirados de dois a 14 linfonodos sentinelas (média de 5,63 por paciente). Em todos pacientes, foi possível identificar linfonodo sentinela com a linfocintilografia e gama probe (100% de taxa de identificação). Dois pacientes apresentaram LNS com metástases (25%): um para nível VI (esvaziado) e outro para nível VI e nível III contralateral (esvaziados). Ausência de metástases linfáticas além dos linfonodos sentinelas. Conclusão: A pesquisa de LNS em carcinoma papilífero de tireoide auxilia na detecção de metástases linfáticas por CPBDT. A técnica de LNS é aplicável no CPBDT. A pesquisa de LNS permite identificar drenagem cervical incomum.

DESCRITORES: Tireoidectomia, Biópsia de Linfonodo Sentinela, Carcinoma Papilar


ABSTRACT

OBJECTIVE: To evaluate sentinel lymph node biopsy in papillary thyroid cancer with ultrasound guided 99mTc-phytate lymphoscintigraphy and gamma probe. METHODS: Patients with a positive cytology (by ultrasound guided puncture) for papillary carcinoma and no enlarged neck lymph nodes were included. The subjects underwent total thyroidectomy after investigating for SLN by ultrasound-guided radiotracer injection. RESULTS: Eight patients, 7 female aged from 25 to 72 years (mean 50.3) and one male aged 56 years were included. Drainage was done in 100% of patients with static lymphoscintigraphy. Two patients had anomalous drainage. One patient had a sentinel node at contralateral level III and one had a sentinel lymph node at ipsilateral level IIB; one patient had drainage to the contralateral level IV. Total thyroidectomy was carried out initially; after gamma probe testing identified 2 to 14 sentinel nodes (mean 5.63 per patient), these were removed. Sentinel lymph node were identified by lymphoscintigraphy and gamma probe in all patients (100% identification rate). Two patients had SLN metastasis (25%), one in level VI (dissected) and one in contralateral levels VI and III contralateral (dissected). There were no lymph node metastases beyond SLNs. CONCLUSION: Investigation of SLN in papillary thyroid carcinoma makes it possible to detect lymph node metastases in CPBDT. The SLN technique is applicable in CPBDT. SLN investigation identifies unusual cervical drainage.

KEYWORDS: Thyroid Gland; Carcinoma, Papillary; Sentinel Lymph Node Biopsy

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-040

TÍTULO: Perfil clínico e diagnósticos videolaringoscópicos em crianças disfônicas

TÍTULO EM INGLÊS: Clinical aspects and videolaringoscopic diagnosis in dysphonic children

AUTOR(ES): Regina Helena Garcia Martins, Elaine Lara Mendes Tavares, Renata Mizusaki Iyomasa, Thalita Azevedo Fracalossi, Bruno Marcos Zeponi Fernandes de Mello

INSTITUIÇÃO: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Faculdade de Medcina de Botucatu , Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e cirurgia de Cabeça e Pescoço, Disiciplina de Otorrinolaringologia


RESUMO

Introdução: Os distúrbios vocais acometem aproximadamente 11% das crianças entre 4 a 12 anos, e muitas vezes passam despercebidos pelos pais e familiares. Nódulos vocais, cistos, papilomatose laríngea, sulco vocal, paralisia, entre outras são alguns diagnósticos encontrados e merecem tratamentos distintos. Objetivos: Analisar o perfil clínico e os diagnósticos videolaringoscópicos em crianças disfônicas. Casuística e Métodos: Foram analisados os sintomas vocais e associados, e as videolaringoscopias das crianças com idade entre 4 a 18 anos atendidas em um hospital universitário. Todas foram submetidas aos exames e videolaringoscopia. Resultados: Foram atendidas 379 crianças, sendo 141 meninas e 238 meninos, havendo predomínio da faixa etária de 7 a 12 anos. Abuso vocal foi reportado por 187 crianças, nasossinusais por 135 crianças e sintomas gastroesofágicos por apenas 15. Os principais diagnósticos laríngeos foram nódulos vocais (239), cistos (56), disfonias funcionais (17), nódulos/cisto (12), papilomatose, sulco, entre outras. Conclusões: As disfonias da infância acometeram principalmente os meninos, na faixa etária entre 7 a 12 anos. Abuso vocal foi referido por grande porcentagem das crianças e os nódulos os cistos vocais foram as lesões mais diagnosticadas, seguidos dos cistos.

DESCRITORES: Distúrbios da Voz, Criança, Diagnóstico


ABSTRACT

Introduction - child dysphonias occur in 11% of children. Nodules, cysts, papillomatosis, sulcus, and laryngeal palsy are common causes. These conditions require distinct treatments. Objectives - To analyze clinical aspects and laryngeal diagnoses in dysphonic children. Methods - 379 children aged 4-18 years with symptoms of dysphonia, seen at a university hospital, were included. All children underwent videolaryngoscopy (rigid or flexible endoscopy) to reach a diagnosis. Results: 379 children (141 girls and 238 boys) were included. Voice abuse was reported in 187 children (50.8%), nasosinusal symptoms in 135, and reflux in 15. The main laryngeal diagnoses were: Nodules (n-239; 63.06%), cysts (n-56, 14.77%), functional dysphonia (n- 17; 4.48); nodule/cyst (n-12, 3.16%), etc. Conclusions: voice symptoms were more frequent in children aged 7 to 12 years, mostly among boys, and were chronic in most cases. Nodules and cysts were the most common laryngeal lesions.

KEYWORDS: Child; Voice Disorders; Diagnosis

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-041

TÍTULO: Tratamento cirúrgico nas malformações congênitas da laringe

TÍTULO EM INGLÊS: SURGICAL TREATMENT OF CONGENITAL LARYNGEAL MALFORMATIONS

AUTOR(ES): José Antônio Pinto, Elcio Izumi Mizoguchi, Thiago Branco Sonego, Rodrigo Prestes dos Reis, Regina Helena Noronha Gonçalves, Fábio Caracho Batista

INSTITUIÇÃO: Núcleo de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço de São Paulo


RESUMO

Introdução: As malformações congênitas da laringe são a causa mais comum de estridor em recém-nascidos e lactentes que pode ter diferentes padrões, dependendo do local de obstrução. Foram descritas: laringolamalácia, estenoses, cisto laríngeo, laringocele, hemangioma e linfangioma. Objetivo: Relatar e avaliar os casos submetidos ao tratamento cirúrgico dos pacientes com malformação congênita de laringe. Material e Método: Estudo retrospectivo de prontuários dos pacientes com malformação congênita de laringe, que necessitaram de intervenção cirúrgica no período de janeiro de 1984 a abril de 2011. Resultados: 33 pacientes selecionados, 17 (51,5%) do sexo feminino e 16 (48,5%) do sexo masculino, as patologias encontradas foram: 20 estenoses laríngeas (60,6%), sendo um - estenose supraglótica, quatro - estenose glótica, oito - estenose glótica e subglótica e seis - estenose subglótica; um - laringocele (3%); oito - laringomalácia (24,4%); dois - cistos laríngeos (6%); um - hemangioma (3%); um - linfangioma (3%). Realizou-se microcirurgia de laringe com uso do bisturi a frio ou laser de CO2 e/ou abordagem via externa. Conclusão: A presença do estridor laríngeo não é infrequente, e sua presença e etiologia devem ser sempre investigadas. O sucesso do tratamento depende da indicação e técnica cirúrgica adequada.

DESCRITORES: Doenças da Laringe, Sons Respiratórios, Terapia a Laser, Anormalidades Congênitas


ABSTRACT

Introduction: Laryngeal congenital malformations are the most common cause of stridor in newborns; disease patterns may vary depending on the obstruction site. We reported laryngomalacia, stenosis, laryngeal cysts, laryngocele, hemangioma, and lymphangioma. Objective: To report and evaluate the cases undergoing surgery for laryngeal congenital malformations. Material and method: A retrospective study of charts of patients with laryngeal congenital malformations requiring surgery, from January 1984 to April 2011. Results: 33 patients were selected, 17 (51.5%) were female and 16 (48.5%) were male. The conditions that were found: 20 cases of laryngeal stenosis (60.6%), of which 1 was supraglottic stenosis, 4 were stenosis glottic, 8 were glottic plus subglottic stenosis, and 6 were subglottic stenosis; 1 laryngocele case (3%); 8 laryngomalacia cases (24.4%); 2 laryngeal cyst cases (6%); 1 hemangioma case (3%); and 1 lymphangioma case (3%). Cold scalpel or CO2 laser laryngeal microsurgery and/or an external approach were carried out. Conclusion: The occurrence of stridor is not unusual; its presence and etiology should always be investigated. Successful treatment depends on the indication and surgical technique.

KEYWORDS: Larynx; Respiratory Sounds; Laser Therapy; Congenital Abnormalities

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-044

TÍTULO: Tempo Máximo de Fonação e cálculo da relação s/z/ em uma extensa população infantil

TÍTULO EM INGLÊS: MAXIMUM PHONATION TIME AND CALCULATION OF THE S/Z RATIO IN A LARGE CHILD POPULATION

AUTOR(ES): Regina Helena Garcia Martins, Elaine Lara Mendes Tavares, Alcione G. Brasolotto, Renato de Oliveira Martins, Adriana Bueno Benito Pessin

INSTITUIÇÃO: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"


RESUMO

Introdução: O Tempo Máximo de Fonação (TMF) corresponde à capacidade em controlar as forças aerodinâmicas, respiratórias e mioelásticas da laringe durante a fonação. O cálculo da relação s/z avalia o tempo da emissão com ou sem vibração laríngea. Em crianças, este é próximo à unidade, e os valores do TMF acompanham a idade. Alguns autores registraram valores muito elevados de TMF em crianças. Objetivos: Determinar os valores do TMF e a relação s/z em uma extensa população infantil. Casuística e Métodos: Pais de 2000 crianças responderam questionário sobre sintomas vocais nos filhos. Foram incluídas apenas as crianças sem sintomas vocais e sem alterações vocais perceptivo-auditivas (escala GRBASI). Resultados: 1.660 crianças foram divididas em anos: 4 a 6 (185M, 204F); 7 a 9 (483M, 473F); 10 a 12 (824M, 836F). Os valores médios do TMF foram: 4 a 6 anos (6,12±1,89); 7 a 9 anos (7,98±1,98); 10 a 12 anos (8,14±2,18). Os respectivos valores médios de /s/ e /z/ foram: 4 a 6 anos (5,84±1,91; 6,09±1,95); 7 a 9 anos (7,61±1,92; 8,02±1,95); 10 a 12 anos (9,16±2,10; 9,26±2,19). O cálculo da relação s/z ficou próximo a um em todas as idades. Conclusões: Apresentamos os valores do TMF e do cálculo da relação s/z em 1.660 crianças, para que possam ser utilizados como padrões normativos em outras pesquisas.

DESCRITORES: Criança; Voz; Distúrbios da Voz


ABSTRACT

Introduction: The normative values of Maximum Phonation Time in children vary among authors; it is important to gather such values in a large child population to record representative results. Objectives: to measure the values of the Maximum Phonation Time and also the s/z ratio in 1,660 children without voice symptoms. Case series and methods: the Maximum Phonation Time and s/z ratio were recorded in 1,660 children aged from 4 to 12, without voice symptoms, by measuring a sustained /a/ vowel emission and the fricatives /s/ and /z/. Results: average values and the standard deviation of Maximum Phonation Times in children of different age groups were: 4 to 6 years - 6.09± 1.95 (males - 5.97 ± 1.90; females - 6.21 ± 1.98), 7 to 9 years - 7.94 ± 2.00 (males - 8.07 ± 2.01, females - 7.79 ± 1.98) and 10-12 years - 8.98 ± 2.19 (males - 9.05 ± 2.35; females - 8.92 ± 2.02). The overall average was 7.78 ± 2.31 in males, and 7.64 ± 2.19 in females. The s/z ratio was close to 1 in most children; it was over 1.2 in 133 children and under 0.8 in 220 children. Conclusion: the MPT values and the s/z ratio were recorded in 1,660 children without voice symptoms, and may be used as normal values in further studies.

KEYWORDS: Child; Voice; Voice Disorders

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-050

TÍTULO: Mulheres obesas: características vocais e medidas fonatórias

TÍTULO EM INGLÊS: OBESE WOMEN: VOICE CHARACTERISTICS AND PHONATION MEASURES.

AUTOR(ES): Fernando Machado de Mesquita, Débora Cardoso Rossi, Florence Nunes Brandão, João Paulo de Andrade de Maria

INSTITUIÇÃO: Estudos Pós Graduados em Fonoaudiologia da PUC-SP e Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte


RESUMO

Introdução: Obesidade está associada a transtornos de saúde, respiratórios e de motricidade orofacial. Objetivo: Descrever as características vocais e as medidas fonatórias de um grupo de mulheres obesas grau III. Método: A amostra foi composta por dois grupos, o de estudo (GE), com 30 mulheres, entre 25 e 45 anos, obesas grau III candidatas à cirurgia bariátrica. O grupo controle (GC) foi selecionado por pareamento com mulheres de faixa etária próxima, sem sinal e/ou sintoma vocal e com o índice de massa corpórea (IMC) dentro da normalidade. Resultados: Nos resultados da avaliação perceptivo auditiva, no GE foi verificado na maioria do grupo: pitch médio para agudo, loudness considerado não adequado (forte ou fraco), ressonância variada, mas sem equilíbrio e escala GRBASI, com grau geral (G) igual à zero. Os resultados encontrados, na analise acústica, para a maioria dos sujeitos, em todas as amostragens de fala, do GC foram: médias da f0 menores que 204Hz. Todos os valores do TMF do GC foram maiores que os do GE. No cruzamento do GE com o GC, apresentaram significância estatística: a faixa etária, peso e IMC, na acústica a média da intensidade e TMF. Conclusão: As mulheres obesas grau III, do grupo estudado, apresentaram como característica da voz: pitch médio para agudo, loudness inadequado e ressonância não equilibrada. Na acústica, foi encontrado para o grupo frequência fundamental com tendência mais elevada e tempos máximos de fonação diminuídos.

DESCRITORES: Qualidade da Voz, Obesidade; Respiração; Voz


ABSTRACT

Introduction: Obesity is associated with health disorders such as respiratory and orofacial motricity conditions. Objective: to describe voice characteristics and phonation measures in a group of grade III obese women. METHODS: The sample comprised two groups, a study group (EG) consisting of 30 grade III obesity female subjects aged 25 to 45 years, who were candidates for bariatric surgery, and a control group (CG) selected by pairing with women of similar age, without sings or symptoms of voice disorders and a body mass index (BMI) within normal limits. RESULTS: the results of perceptual evaluation in most of the GE group was: middle pitch for treble, inadequate loudness strong or weak), varying resonance without balance, and GRBASI scale with overall grade (G) equal to zero. The results of acoustic analysis in most subjects for all speech samples in the GC were: mean f0 below 204Hz. All PMD values in the GC were higher than those in the GE. A comparison of GE with the CG was statistically significant for age, weight and BMI, the average acoustic intensity, and the TMF. CONCLUSION: Grade III obesity women had as voice characteristics: average treble pitch, inappropriate loudness, and resonance not balanced. Acoustics in this group showed a fundamental frequency with a higher tendency and a decreased maximum phonation time.

KEYWORDS: Voice Quality; Voice; Respiration; Obesity

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-051

TÍTULO: Mulheres obesas: medidas fonatórias e frequência fundamental no pré e pós-cirurgia bariátrica

TÍTULO EM INGLÊS: OBESE WOMEN: PHONATORY MEASURES AND FUNDAMENTAL FREQUENCY BEFORE AND AFTER SURGERY

AUTOR(ES): Fernando Machado de Mesquita, Débora Cardoso Rossi, Florence Nunes Brandão, João Paulo de Andrade de Maria

INSTITUIÇÃO: Estudos Pós Graduandos em Fonoaudiologia da PUC-SP e Santa Casa de Belo Horizonte-MG


RESUMO

Introdução: A obesidade grau III está associada a transtornos de saúde, respiratórios e de motricidade orofacial. Objetivo: Descrever medidas fonatórias e a frequência fundamental da voz de mulheres obesas grau III pré e pós-cirurgia bariátrica. Método: Foram selecionadas dez obesas grau III atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Belo Horizonte. Em ambiente acusticamente tratado, foram feitas medidas vocais e analisados no pré-operatório e comparadas com as mesmas medidas padronizadas realizadas no primeiro e terceiro mês após cirurgia bariátrica. Resultados: Na comparação dos resultados do pré com os dois de pós-operatório, obteve-se: no TMF de /s/, cinco sujeitos aumentaram um mês e seis diminuíram com três meses. Nove mantiveram valores menores que 19,7 nos três momentos; no /z/, quatro diminuíram com um mês; com três meses, quatro diminuíram; no /a/ com um e três meses, quatro diminuíram. Em relação à vogal /i/, com um mês sete aumentaram; idem para três meses. Na frequência fundamental, resultados iguais com um mês; e a maior parte aumentou com três meses. Conclusão: O TMF para /s/ e /z/, ficou abaixo do adequado nos três momentos. As vogais /a/ e /i/ mantiveram tempo abaixo do adequado. A frequência fundamental esteve acima da média nos três momentos. As variações são corroboradas pela perda ponderal individual e às mudanças dos hábitos alimentares e psíquicas após a cirurgia bariátrica.

DESCRITORES: Voz; Respiração; Qualidade da Voz; Obesidade


ABSTRACT

INTRODUCTION: morbid obesity is associated with respiratory and orofacial health disorders. OBJECTIVE: To describe phonatory measures and the fundamental frequency in grade III obesity female individuals before and after bariatric surgery. METHOD: Ten grade III obesity subjects seen at a public health clinic of the Unified Health System (SUS) in Belo Horizonte were selected. Measures of voice were made preoperatively in acoustic booths and compared with similarly standardized measures at the first and third postoperative months of bariatric surgery. RESULTS: a comparison of pre- and postoperative measures recorded: five subjects had increased / s / MPT after one month and six had decreased / s / MPT after three months. Nine had values below 19.7 at the three time points: in / z / four decreased after one month; four decreased after three months; in / a / four decreased after one and three months. Seven increased in the vowel / i / within one month, and the result was similar after three months. The fundamental frequency had similar results after one month; the majority had increases after three months. CONCLUSION: The MPT for / s / and / z / was below adequate values at the three time points. The vowels / a / and / i / had times below adequate values. The fundamental frequency was above average in all three time points. Variations correlated with individual weight loss, altered eating habits, and psychological changes after bariatric surgery.

KEYWORDS: Voice; Voice Quality; Respiration; Obesity

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-059

TÍTULO: Cirurgia associada à aplicação de toxina botulínica do tipo A no tratamento dos granulomas inespecíficos de processo vocal

TÍTULO EM INGLÊS: Surgery combined with type A botulinum toxin for the treatment of vocal process granulomas

AUTOR(ES): José Antônio Pinto, Thiago Branco Sonego, Rodrigo Prestes dos Reis, Henrique Wambier, Elcio Izumi Mizoguchi

INSTITUIÇÃO: Núcleo de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço de São Paulo Hospital e Maternidade São Camilo - Pompéia - São Paulo


RESUMO

Granulomas inespecíficos de processo vocal são lesões benignas raras que se manifestam na glote posterior, causando sintomas variados. De etiologia multifatorial, não há um consenso para o tratamento desta patologia, o que a torna um grande desafio. Objetivos: Relatar nossa experiência no tratamento de granulomas inespecíficos de processo vocal com ressecção microcirúrgica associada à aplicação de toxina botulínica do tipo A. Material e Métodos: Estudo retrospectivo, em que foram avaliados os resultados de pacientes tratados com microcirurgia de laringe associada à aplicação de toxina botulínica entre 1995 a 2010 no nosso serviço. Resultados: Foram avaliados cinco pacientes, do sexo masculino. Todos apresentavam RLF, sendo que um tinha associada história de entubação oratraqueal prévia e três de abuso vocal. Dois casos apresentaram recidiva após o tratamento inicial e posterior melhora do quadro após tratamento adjuvante e três casos responderam ao tratamento inicial, sendo que em dois deles foi mantido tratamento adjuvante por um período no pós-operatório. Conclusão: O tratamento combinado com microcirurgia de laringe e aplicação de toxina botulínica se mostrou eficaz nos casos sintomáticos em que há falha no tratamento clínico.

DESCRITORES: Laringe, Doenças da Laringe, Granuloma Laríngeo, Microcirurgia; Toxinas Botulínicas


ABSTRACT

Vocal process granulomas are rare benign lesions of the posterior glottis, and may cause a wide range of symptoms. There is no consensus in the treatment of this disease because of its multifactorial etiology, making it a major challenge. Aim: To report our experience in the treatment of vocal process granulomas by laryngeal microsurgery associated with application of botulinum toxin. Materials and Methods: A retrospective study evaluated the results of patients treated with laryngeal microsurgery and application of botulinum toxin, from 1995 to 2010, at our unit. Results: Five male patients were evaluated. All had laryngopharyngeal reflux; one had a history of intubation and three reported voice abuse. Two cases relapsed after the initial treatment, and subsequently improvement with adjuvant therapy. Three cases responded to the initial treatment; in two of them adjuvant therapy was maintained during the postoperative period. Conclusion: Combined treatment involving laryngeal microsurgery and application of botulinum toxin was effective in symptomatic cases where medical therapy fails.

KEYWORDS: Larynx; Granuloma, Laryngeal; Microsurgery; Botulinum Toxins

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-075

TÍTULO: Relação entre carcinoma de laringe e abuso vocal em professoras da rede pública de ensino de Curitiba/PR; resultados encontrados e revisão de literatura

TÍTULO EM INGLÊS: CORRELATION BETWEEN LARYNGEAL CARCINOMA AND VOICE ABUSE IN PUBLIC SCHOOL TEACHERS IN CURITIBA/PR; RESULTS AND REVIEW OF THE LITERATURE

AUTOR(ES): Eduardo Baptistella, Marcelo Charles Pereira, Diego Malucelli, Daniel Rispoli, Thanara Pruner da Silva, Renata Vecentin Becker, Daniela Dranka, Gustavo Bernardi

INSTITUIÇÃO: Trabalho realizado no Serviço de Otorrinolaringologia do CMEB (Centro Médico Especializado Baptistella) e do Hospital da Cruz Vermelha - Filial do Paraná


RESUMO

Introdução: Os professores usam a voz como instrumento de trabalho e constituem um dos grupos de maior risco para o desenvolvimento de uma alteração vocal. As queixas relacionadas à voz mais comuns em professores são: fadiga vocal, perda da voz, dor em região de garganta e rouquidão. As alterações vocais, muitas vezes, agravam-se com o uso abusivo ou mau uso da voz, problemas respiratórios ou tabagismo. Diversos estudos tem relacionado à atividade ocupacional com disfonia, porém há uma carência na literatura no que se refere à possível associação de abuso vocal nessa classe de trabalhadores com carcinoma de laringe. O carcinoma de laringe é um dos mais comuns a atingir a região da cabeça e pescoço, sendo 25% dos tumores malignos que acometem esse local e 2% de todas as neoplasias malignas. Objetivo: Analisar a possível relação entre abuso vocal e carcinoma laríngeo. Material e Método: Estudo retrospectivo, com análise de 328 prontuários de professoras da rede pública de ensino de Curitiba, com mais de cinco anos de profissão, com queixas fonatórias atendidas entre o período de janeiro de 2009 e janeiro de 2011. Resultados: 104 pacientes eram tabagistas há pelo menos 2 anos. Dentre elas, foram encontrados 12 casos de leucoplasia e dois casos de carcinoma espinocelular laríngeo. Nas 224 professoras não-fumantes, não foram encontradas alterações malignas ou pré-malignas. Conclusão: Não há relação entre o abuso vocal com carcinoma laríngeo. Há, porém, concordância com a literatura no que se refere ao tabagismo como fator de risco para a neoplasia estudada.

DESCRITORES: Carcinoma, Laringe, Disfonia, Docentes


ABSTRACT

Introduction: Teachers use their voice as a working tool and are at a high risk of developing voice problems. The most common voice complaints in teachers are voice fatigue, voice loss, sore throat, and hoarseness. Voice problems often worsen with abusive use or misuse of voice, respiratory conditions, and smoking. Several studies have suggested a correlation between professional occupation and dysphonia, but few studies on the potential correlation between voice abuse in this class of workers and laryngeal carcinoma have been published. Carcinoma of the larynx is one of the most common head and neck carcinomas, comprising 25% of malignancies in these areas, and 2% of all malignant tumors. Objective: To analyze potential correlations between voice abuse and laryngeal carcinoma. Materials and Method: A retrospective study of 328 charts (January 2009 to January 2011) of public school teachers in Curitiba, who were teachers for at least 5 years, and who had voice complaints.. Results: 104 patients were smokers for 2 years or more. Among those, 12 cases of leucoplasia and 2 cases of squamous cell carcinoma of the larynx were found. There were no malignant or pre-malignant lesions among the 224 non-smoking teachers. Conclusion: There is no relationship between voice abuse and laryngeal carcinoma. However, this study concurs with other published papers in that smoking is a risk factor for this cancer.

KEYWORDS: Carcinoma; Larynx; Dysphonia

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-080

TÍTULO: Afecções cirúrgicas das glândulas salivares - estudo retrospectivo

TÍTULO EM INGLÊS: Surgical lesions of the salivary glands - a retrospective study

AUTOR(ES): Nathália Fiori Devito, Rosilene de Melo Menezes, Claudio Trevisan Junior, Vivian Angerami Gonzalez, Fernanda B. Serra, Mariana Rufino de Sousa Barbosa


RESUMO

Introdução: As glândulas salivares são órgãos exócrinos produtores de secreções, que exercem funções protetoras, lubrificantes e digestivas. As neoplasias de glândulas salivares são responsáveis por cerca de 2% a 6,5% dos tumores da região de cabeça e pescoço. A baixa incidência das neoplasias de glândulas salivares é um dos principais fatores determinantes para que se enfatize as análises retrospectivas, considerando local de incidência, tipo histológico e tratamento. Objetivo: Analisar a casuística dos tumores das glândulas salivares nosso serviço. Material e Métodos: Análise do prontuário de 99 pacientes do período de 1996 a 2011, retrospectivamente, quanto ao tipo histológico, faixa etária, mais acometida, gênero, cirurgia realizada, complicações pós-cirúrgicas e seguimento. Discussão: O adenoma pleomórfico de glândula parótida foi o tumor benigno mais frequente nas glândulas salivares. O carcinoma mucoepidermoide foi o tumor maligno mais prevalente. A incidência foi semelhante entre os sexos, com discreto predomínio feminino. A média de idade foi 36,36 anos entre todas as patologias estudadas. Todos os pacientes foram submetidos ao tratamento cirúrgico e apresentaram como complicações: paresias do ramo mandibular do nervo facial, fístulas salivares (nos casos de parótida) e um único caso de paralisia total do nervo facial (pré-existente). Conclusão: Na nossa casuística, as patologias cirúrgicas das glândulas salivares presentes de acordo com faixa etária, gênero e exame histológico estão em consonância com a literatura.

DESCRITORES: Neoplasias Epiteliais e Glandulares, Neoplasias da Glândula Submandibular, Glândula Submandibular


ABSTRACT

Introduction: Salivary glands are exocrine organs that produce secretions which have protective functions and are digestive lubricants. Salivary gland neoplasms account for about 2% to 6.5% of head and neck tumors.²,³ The low incidence of salivary gland tumors is a primary factor in determining a retrospective analysis - considering site of incidence, histology and treatment. Objective: To analyze a sample of salivary glands tumors at our unit. Methods: A retrospective analysis of registries of 99 patients (from 1996 to 2011) to investigate the histological type, most affected age group, gender, type of surgery, surgical complications, and follow-up. Discussion: The pleomorphic adenoma of the parotid gland was the most common benign tumor in salivary glands. The mucoepidermoid carcinoma was the most prevalent malignant tumor. The incidence was similar in both sexes, with a slight female predominance. The average age was 36.36 years among in all diseases. All patients underwent surgery; complications were as follows: paresis of the mandibular branch of the facial nerve, salivary fistula (in patients with parotids), and a case of total paralysis of the facial nerve (pre-existing). Conclusion: In our series, the surgical salivary gland diseases according to age, gender and histology are in agreement with the literature.

KEYWORDS: Adenoma, Pleomorphic; Salivary Gland Neoplasms; Parotid Gland; Parotid Neoplasms

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-083

TÍTULO: Biópsia de linfonodo sentinela em carcinoma epidermoide de pele como tratamento cirúrgico seletivo do pescoço clinicamente negativo (cN0) sem esvaziamento cervical eletivo

TÍTULO EM INGLÊS: Sentinel Lymph Node biopsy in squamous cell carcinoma skin as a selective surgical treatment of a clinically negative neck (cN0) without elective neck dissection

AUTOR(ES): Priscila Leite da Silveira, Carlos Takahiro Chone, Agricio Nubiato Crespo, Elba Cristina Sá de Camargo Etchebehere, Aparecida Machado de Moraes, Albina Messias de Almeida Milani Altemani, Celso Darío Ramos, Renata Ferreira Magalhães

INSTITUIÇÃO: Departamento de Otorrinolaringologia e Cabeça e Pescoço da Hospital das Clínicas da Unicamp


RESUMO

O carcinoma espinocelular (CEC) de pele dissemina-se, preferencialmente, por via linfática para os linfonodos cervicais, mas a controvérsia sobre os melhores meios para determinar quais pacientes realmente apresentam metástases linfáticas cervicais e quais seriam os linfonodos acometidos ainda permanece. O esvaziamento cervical eletivo (ELET) nestes pacientes está indicado quando a probabilidade de metástase linfática é alta. A ausência de uma metodologia capaz de determinar qual paciente apresenta metástase linfática, ou não, ainda não permite que o ELET não seja realizado quando há alto risco de metástase linfática. Porém, muitas das peças cirúrgicas, até 80%, podem ser histopatologicamente negativas. Ademais, a realização da cirurgia cervical, além da ressecção do tumor primário, acarreta maior morbidade cirúrgica. Este estudo pretende utilizar a técnica de detecção e biópsia de linfonodo sentinela (LS) com linfocintilografia e "gamma probe" em pacientes com CEC de pele, para avaliar prospectivamente e clinicamente a taxa de falso negativo, acurácia do método e quais pacientes necessitariam ou não de ELET. Consiste em estudo clínico prospectivo com pacientes com CEC de pele, todos com pescoços clinicamente sem linfadenopatia (cN0), sem tratamento prévio, com tumores de pele do tipo CEC, com alto risco de metástases linfáticas. O método de pesquisa e biópsia de linfonodo sentinela tem sido alvo de pesquisas em outros centros e tem se mostrado promissor no tratamento do pescoço em pacientes com melanoma maligno, câncer de mama, CEC de boca e orofaringe.

DESCRITORES: Biópsia de Linfonodo Sentinela, Neoplasias Cutâneas, Carcinoma de Células Escamosas, Esvaziamento Cervical, Neoplasias de Cabeça e Pescoço


ABSTRACT

Squamous cell carcinoma (SCC) of the skin disseminates mainly bu the lymphatic system to neck lymph nodes; there is a controversy about how to best establish which patients have cervical lymph node metastases and which lymph nodes are affected. Elective neck dissection (ELEC) is indicated for these patients when the probability of metastases is high. Lack of a method to determine which patients have metastases makes it difficult not to undertake ELET in some cases if the is a risk that metastases may be present. Up to 80% of surgical specimens may be histopathologically negative. Moreover, surgery extending beyond the cervical primary tumor carries a higher morbidity. This study intended to use a detection and biopsy technique of sentinel lymph nodes (SLN) by lymphoscintigraphy and gamma probe in patients with SCC of the skin, and to prospectively and clinically evaluate the false negative rate, the accuracy of the method, and which patients need or not ELEC. A prospective clinical study was made of patients with SCC of the skin; all patients had necks that were clinically without enlarged lymph nodes (cN0). Patients had not been treated previously for SCC skin tumors, and there was a high risk of lymph node metastases. The investigation and sentinel node biopsy method has been investigated at other centers and appears promising in the treatment of the neck of patients with malignant melanoma, breast cancer, and oral and oropharyngeal SCC.

KEYWORDS: Sentinel Lymph Node Biopsy; Skin Neoplasms; Carcinoma, Squamous Cell; Neck Dissection; Head and Neck Neoplasms

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-101

TÍTULO: Alterações glóticas em pacientes com queixa vocal

TÍTULO EM INGLÊS: Glottal disorders in patients with voice complaints

AUTOR(ES): Fernanda Cristina Rodrigues Machado, Paulo Antônio Monteiro Camargo, Thais Helena Gonçalves, Mariele Bolzan Lovato, Gilson Rodrigues Valle, Bruno Di Marco Freitas Jorge Vieira, Larissa Guedes Pereira Rispoli, Neilor F. Bueno Mendes

INSTITUIÇÃO: Hospital e Maternidade Angelina Caron - Serviço de Otorrinolaringologia


RESUMO

Introdução: Disfonia é uma condição que cursa com deficiências na comunicação oral, podendo comprometer a relação do indivíduo com a sociedade. Os estudos na literatura sobre a prevalência de lesões laríngeas retratam, em sua maioria, grupos específicos de indivíduos como aqueles submetidos à cirurgia endolaríngea ou profissionais da voz. É comum pacientes que não se enquadram nestes grupos apresentarem-se em consulta com otorrinolaringologistas com queixa vocal. Objetivo: Avaliar a prevalência de alterações glóticas em pacientes com queixa vocal em grupo heterogêneo de indivíduos submetidos à videolaringoestroboscopia e compará-las entre os sexos e associação com tabagismo. Material e Método: Estudo clínico retrospectivo por meio de revisão de exames de videolaringoestroboscopia de pacientes com queixa vocal realizados no período de junho de 2010 a maio de 2011. Resultados: Foram avaliados 88 sujeitos, 56 mulheres e 32 homens. 26,79% das mulheres e 65,62% dos homens apresentavam história de tabagismo. Foram encontradas lesões de cobertura de pregas vocais em 63,63% da amostra, presença de outras alterações glóticas associadas a distúrbio vocal em 34,09% e apenas um sujeito com exame normal. Conclusão: O nódulo vocal foi a lesão mais prevalente (13,64%), seguida pelo edema de Reinke (11,36%), leucoplasia (11,36%), pólipo (10,23%) e fenda paralela (9,09%). O nódulo foi também a lesão mais frequente em mulheres não-tabagistas, sendo o edema de Reinke entre as tabagistas. Já no grupo do sexo masculino, entre os não-tabagistas o pólipo foi mais encontrado, e as leucoplasias e tumorações vegetantes, os principais achados nos tabagistas.

DESCRITORES: Voz, Pregas Vocais, Disfonia, Estroboscopia, Laringoscopia


ABSTRACT

Introduction: dysphonia occurs concomitantly with speech disorders and may compromise one's socialization skills. Most of the studies on the prevalence of laryngeal injuries hake looked into specific groups of individuals, such as endolaryngeal surgery patients and professional voice users. Often times, patients not belonging to those groups report voice complaints as they are seen by their ENT physicians. Objective: To assess the prevalence of glottal alterations in patients with voice complaints from a heterogeneous group of individuals submitted to videostroboscopy and compare them in terms of gender and smoking. Method and materials: this is a retrospective clinical trial done through a review on videostroboscopy tests done between June 2010 and May 2011 on patients reporting voice complaints. Results: eighty-eight patients were included (56 females and 32 males); 26.79% of females and 65.62% of males had a history of smoking. Injuries were found on the vocal fold cover of 63.63% of the sampled patients, other glottal alterations associated with voice disorders in 34.09%, and only one patient had a normal test result. Conclusion: vocal fold nodes were the most prevalent lesion (13.64%), followed by Reinke's edema (11.36%), leukoplakia (11.36%), polyps (10.23%), and parallel glottal gap (9.09%). Nodes were also the most frequent lesion in female non-smokers, whereas Reinke's edema was the most prevalent among smokers. Polyps were the most frequently found lesions in male non-smokers, while leukoplakia and tumors were among the top findings in male smokers.

KEYWORDS: Voice; Vocal Cords; Laryngoscopy; Dysphonia; Stroboscopy

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-115

TÍTULO: Diagnóstico e tratamento do angiofibroma nasofaríngeo juvenil em um hospital universitário

TÍTULO EM INGLÊS: Diagnosis and treatment of juvenile nasopharyngeal angiofibroma at a university hospital

AUTOR(ES): Anelise Abrahao Salge Prata, Viviane Maria Guerreiro da Fonseca, Eduardo Macoto Kosugi, Bruno Borges de Carvalho Barros, Leonardo Higa Nakao, José Arruda Mendes Neto, Luiz Carlos Gregorio

INSTITUIÇÃO: Setor de Rinologia Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço UNIFESP-EPM


RESUMO

Introdução: O angiofibroma nasofaríngeo juvenil (ANJ) é o tumor benigno mais comum na rinofaringe. O tratamento de escolha é cirúrgico, porém, com altas taxas de recidivas. Objetivo: Descrever as características de diagnóstico e tratamento de ANJ em um hospital de ensino. Tipo de estudo: Estudo transversal retrospectivo. Casuística e Método: Foram revisados prontuários de pacientes tratados por ANJ de janeiro/2007 a outubro/2010. Resultados: Encontrados 11 pacientes operados para ANJ neste período. Todos do gênero masculino, com idade média de 15,18 anos. Obstrução nasal foi o principal sintoma inicial (54,55%), seguido de epistaxe (45,45%). O estádio II de Andrews foi o mais comum (54,55%). Embolização pré-operatória realizada em 45,45% dos pacientes e a via de acesso mais comum foi o degloving médio-facial assistido por endoscópio em 72,73% dos casos. Transfusão sanguínea intraoperatória em 72,73%, devido à diminuição de hemoglobina em média de 13,18 para 8,54 g/dL. Pós-operatório em UTI com média de 2,78 dias, sendo a alta hospitalar, em média, após 8,18 dias de pós-operatório. Houve dois casos de recidiva, totalizando 18,18% de falha. Conclusão: Descrevemos nossa experiência, e observamos que embolização pré-operatória e uso do endoscópio diminuíram o risco de recidivas.

DESCRITORES: Angiofibroma, Nasofaringe, Neoplasias Nasofaríngeas, Recidiva, Cirurgia Vídeo-Assistida


ABSTRACT

Introduction: Juvenile nasopharyngeal angiofibroma (JNA) is the most common benign tumor in the nasopharynx. Surgery is the treatment of choice, but high relapse rates are reported. Objective: To describe the characteristics of diagnosis and treatment of JNA at a teaching hospital. Type of study: retrospective cross-sectional study. Method: Revision of medical records of patients treated for JNA between January/2007 to October/2010. Results: the study found 11 patients who underwent surgery for JNA during this period. All males with a mean age of 15.18 years. Nasal obstruction was the initial symptom (54.55%), followed by epistaxis (45.45%). Andrews II was the most common type (54.55%). Preoperative embolization was performed in 45.45% of the patients and the most common approach was endoscopic-assisted mid-facial degloving in 72.73% of the cases. Intraoperative blood transfusion was offered in 72.73% of the cases, due to decreased hemoglobin averaging between 8.54 and 13.18 g/dL. Patients stayed at the ICU for an average of 2.78 days and were discharged from hospital after an average of 8.18 days after surgery. There were two cases of recurrence, or 18.18% of failure. Conclusion: according to our experience preoperative embolization and the use of the endoscope reduced the risk of relapse.

KEYWORDS: Angiofibroma; Nasopharynx; Nasopharyngeal Neoplasms; Recurrence; Video-Assisted Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-128

TÍTULO: Rinopatia alérgica: conduta terapêutica adaptada para países em desenvolvimento

TÍTULO EM INGLÊS: Allergic rhinitis: adapted therapeutic approach for developing countries

AUTOR(ES): Carlos Augusto Ferreira de Araújo, Mary Laura Garnica Perez Villar, Fausto Rezende Fernandes, Flávius Ribeiro Lana

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina de Petrópolis


RESUMO

Introdução: A rinopatia alérgica representa um problema global de saúde pública, que atinge cerca de 10% das crianças brasileiras. A rinopatia alérgica é definida como um distúrbio sintomático do nariz, induzido por uma inflamação mediada por IgE, após a exposição das membranas nasais a alérgenos. O objetivo foi avaliar o perfil epidemiológico de infantes na faixa etária entre 0 a 12 anos atendidos no Ambulatório Escola de Otorrinolaringologia e a conduta terapêutica adotada. Material e Método: Analisamos 481 prontuários, atendidos no Ambulatório, no ano de 2010, sendo selecionados aqueles que apresentaram como diagnóstico rinopatia alérgica em crianças de 0 a 12 anos, sendo encontrados 134 prontuários. Naqueles em que foram diagnosticados rinopatia alérgica, realizamos uma análise da conduta terapêutica. Resultados: Foram encontrados 42 pacientes com rinopatia alérgica. A conduta terapêutica adotada foi: controle e educação ambiental associado ao tratamento medicamentoso (soro fisiológico, anti-histamínico, corticoide tópico) e encaminhamento ao alergologista nos casos graves (no próprio Ambulatório). Discussão: Comparando-se a incidência que a rinopatia alérgica apresentou no período analisado com a incidência observada na literatura para faixa etária de 0 a 12 anos, fica evidente o aumento. Tendo em vista o baixo índice de retorno para reavaliação, pressupõe-se que a conduta terapêutica adotada no Ambulatório é eficaz na grande maioria dos casos. Conclusão: Embora semelhante ao perfil brasileiro, a rinopatia alérgica tem maior incidência no município de Petrópolis-RJ. A conduta terapêutica adotada pelo Ambulatório, levando em consideração a eficácia e o custo dos medicamentos, tem apresentado resultado satisfatório.

DESCRITORES: Rinite, Rinite Alérgica Perene, Rinite Alérgica Sazonal, Países em Desenvolvimento, Condutas Terapêuticas


ABSTRACT

Introduction: Allergic rhinitis is a global public health problem that affects about 10% of Brazilian children. Allergic rhinitis is defined as a symptomatic disorder of the nose induced by an IgE-mediated inflammation after exposure of the nasal membranes to allergens. Objective: this paper aims to evaluate the epidemiological profile of infants aged 0 to 12 years in the outpatient ward of the Otolaryngology School and the therapy given to them. Methods: 481 charts for patients seen in 2010 were reviewed and screened for allergic rhinitis and age range (0-12 years). One-hundred and thirty four patient records were selected. The treatment options for patients with allergic rhinitis were analyzed. Results: 42 patients with allergic rhinitis were found. Chosen therapy: management and environmental education combined with drug treatment (saline, antihistamine, topical steroids) and referral to an allergist for severe cases (on the Clinic). Discussion: the incidence of allergic rhinitis seen in the study was higher than the incidence observed in the literature for this age range. Given the low rate of return for reassessment, it is assumed that the therapeutic decision in the Clinic was effective in most cases. Conclusion: Although similar to the Brazilian incidence, allergic rhinitis has higher incidence rates in Petrópolis-RJ. The therapeutic approach adopted by the clinic, taking into consideration the effectiveness and cost of drugs, has yielded a satisfactory result.

KEYWORDS: Rhinitis, Allergic, Perennial; Rhinitis; Rhinitis, Allergic, Seasonal; Developing Countries

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-133

TÍTULO: Prevalência de rinossinusite crônica em trabalhadores de indústria têxtil expostos exclusivamente ao algodão

TÍTULO EM INGLÊS: PREVALENCE OF CHRONIC RHINOSINUSITIS AMONG TEXTILE INDUSTRY WORKERS EXPOSED EXCLUSIVELY TO COTTON DUST

AUTOR(ES): Ivan de Picoli Dantas, Wilma Terezinha Anselmo Lima, Fabiana Cardoso Pereira Valera, Carlos Eduardo Monteiro Zappelini

INSTITUIÇÃO: Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto


RESUMO

introdução: O trato respiratório é um dos principais pontos de entrada de partículas e agentes nocivos. Considerando que a exposição aos aerossóis pode levar ao desenvolvimento de processos inflamatórios e esta é uma das possíveis causas da rinossinusite crônica (RSC), nosso objetivo foi verificar a prevalência da RSC em trabalhadores expostos ao algodão, a fim de caracterizá-lo como uma doença ocupacional relacionada a este irritante. Materiais e Métodos: Este estudo foi baseado na análise dos dois questionários preenchidos por 133 funcionários de uma indústria têxtil. Trabalhadores com diagnóstico clínico de RSC foram submetidos a exame de endoscopia nasal e tomografia computadorizada dos seios da face (TCSSF). Resultados: Entre os 133 funcionários entrevistados, 35,3% (n = 47) foram previamente selecionados com os sintomas clínicos da SRC e convidados a realizar os exames complementares. Em 37 dos sujeitos que foram examinados, foram encontradas alterações compatíveis com RSC em 67,6% das nasofibroscopias (n = 25) e 70,3% (n = 26) das TCSSF. Assim, temos 19,6% da população total do estudo que teve a confirmação do diagnóstico de RSC. Discussão: Em conformidade com o Guia de Doenças Otorrinolaringologia Ocupacional, o algodão não é citado como agente causal de rinossinusite, sendo apenas relacionado com a rinite ocupacional. Conclusão: A alta prevalência de RSC em trabalhadores expostos exclusivamente ao algodão encontrada neste estudo pode caracterizar como uma doença ocupacional. Concluiu-se, também, que existe uma forte sensibilidade das respostas do questionário relacionado aos sintomas da RSC, a qual foi confirmada com os exames complementares.

DESCRITORES: Seios Paranasais, Doenças dos Seios Paranasais, Cavidade Nasal


ABSTRACT

INTRODUCTION: The respiratory tract is a major point of entry for noxious particles and agents. COnsidering that exposure to aerosols may lead to the development of inflammatory processes and this is one of the possible causes of chronic rhinosinusitis (CRS), our goal was to determine the prevalence of CRS in workers exposed to cotton in order to characterize it as an occupational disease related to this irritant. MATERIALS AND METHODS: This study was based on the analysis of two questionnaires answered by 133 employees of a textile company. Workers with clinical diagnosis of CRS were submitted to nasal endoscopy and CT scan of the sinuses (TCSSF). RESULTS: Of the 133 employees polled, 35.3% (n = 47) were previously selected with the clinical symptoms of CRS and were invited to get the tests done. In 37 subjects who were examined we found abnormalities consistent with CRS -- 67.6% of nasofibroscopic (n = 25) and 70.3% (n = 26) of TCSSF. So we have 19.6% of the total population studied with confirmed diagnosis of CRS. DISCUSSION: In accordance with the Guide for Occupational Diseases in Otorhinolaryngology, cotton is not cited as a causative agent of sinusitis; it is related only to occupational rhinitis. CONCLUSION: The high prevalence of CRS in workers exposed exclusively to cotton in this study can be characterized as an occupational disease. It was also concluded that there is a strong sensitivity in the questionnaire related to symptoms of CRS, which was confirmed with additional tests.

KEYWORDS: Paranasal Sinus Diseases; Paranasal Sinuses; Nasal Cavity; Nose Diseases

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-147

TÍTULO: Prevalência dos sintomas de rinite em trabalhadores de indústria de têxtil expostos exclusivamente ao algodão

TÍTULO EM INGLÊS: PREVALENCE OF RHINITIS SYMPTOMS AMONG TEXTILE INDUSTRY WORKERS EXCLUSIVELY EXPOSED TO COTTON DUST

AUTOR(ES): Ivan de Picoli Dantas, Carlos Eduardo Monteiro Zappelini, Fabiana Cardoso Pereira Valera, Wilma Terezinha Anselmo Lima

INSTITUIÇÃO: Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto (USP-RP)


RESUMO

Introdução: O trato respiratório é uma das principais portas de entrada de substâncias estranhas no organismo. Pela sua localização, ficam muito expostas a agentes nocivos, sejam eles gases, vapores ou aerodispersoides (poeiras, fumos, névoas, neblinas). Esses agentes podem ter ação desconfortante, irritante, alergênica ou corrosiva. Nosso objetivo foi avaliar trabalhadores com exposição exclusiva a fibras de algodão em relação a sintomas de rinite ocupacional. Materiais e Métodos: A população de estudo foi constituída por trabalhadores da Cooperativa Nova Esperança de Nova Odessa (São Paulo). Os dados foram coletados por meio de um questionário projetado pelo autor baseado em critérios clínicos de rinite. Resultados: Dos pacientes da amostra, 63,7% apresentaram queixas de obstrução nasal, 57,2% com prurido nasal, 46,7% relataram rinorreia e 66,1% referiram espirros. Dos sintomas considerados muito graves, foram encontrados obstrução nasal em 9%, prurido em 9%, rinorreia em 4% e espirros em 6,4%. Discussão: Agentes aerodispersoides do meio ambiente podem claramente agravar e até mesmo desencadear quadros de rinite. Neste estudo, mostrou-se forte relação da exposição ocupacional de trabalhadores de indústrias têxteis relacionadas ao algodão com os sintomas de rinite. Conclusão: Com a análise dos dados, fica clara a ocorrência de sintomas de rinite nesses pacientes, tornando-se fundamental a prevenção e o tratamento da mesma no ambiente de trabalho, com a finalidade de diminuir o desconforto sintomatológico ao trabalhador e, principalmente, as complicações nasossinusais que podem acarretar.

DESCRITORES: Rinite, Fibra de Algodão, Indústria Têxtil


ABSTRACT

Introduction: the respiratory tract is one of the main points of entry of substances foreign to our bodies. Our upper airways are significantly exposed to noxious agents, whether they be gases, vapors, or aerosols (dust, smoke, smog, fog). These agents may cause discomfort, irritation, allergy, and erosion. This paper aims to assess workers exposed to cotton fiber and the presence of occupational rhinitis symptoms. Materials and methods: this study looked into a group of workers at Cooperativa Nova Esperança de Nova Odessa (São Paulo). Data points were collected by means of a questionnaire designed by the author to capture clinical findings connected to rhinitis. Results: 63.7% of the sample complained of nasal obstruction; 57.2% had nasal pruritus; 46.7% reported rhinorrhea; and 66.1% reported sneezing. Severe symptom manifestations were as follows nasal obstruction in 9%; pruritus in 9%; rhinorrhea in 4%; and sneezing in 6.4%. Discussion: environmental aerosol agents may clearly worsen symptoms and even trigger rhinitis. This study showed a strong correlation between exposure of textile industry workers to cotton and rhinitis symptoms. Conclusion: Data analysis indicates that the manifestation of rhinitis symptoms in this group of workers reinforces the relevance of offering preventive care and therapy so as to reduce the levels of discomfort and symptoms experienced and the nose and sinus complications that might stem from such context.

KEYWORDS: Rhinitis; Cotton Fiber; Cotton Industry

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-154

TÍTULO: Protocolo de atendimento de epistaxe em hospital terciário de São Paulo

TÍTULO EM INGLÊS: Management of Epistaxis in a São Paulo Tertiary Care Hospital

AUTOR(ES): Renata Santos Bittencourt Silva, Rodolfo Alexander Scalia, Cristina Penon

INSTITUIÇÃO: Santa Casa de São Paulo


RESUMO

Apesar de o tratamento para epistaxe contar hoje com muito mais recursos do que há alguns anos, grande parte dos serviços de emergência ainda não dispõe de estrutura adequada ou pessoal especializado. Neste contexto, este estudo tem o objetivo de sintetizar de maneira objetiva e didática o atendimento de epistaxes em serviços especializados em otorrinolaringologia por meio da criação de um protocolo de atendimento. Realizada revisão de literatura no Pubmed, entre as datas de 1990 e 2011, com as seguintes palavras- chave: "epistaxis", "management", "update", "guideline". 1) Se o local do sangramento for identificado, preconiza-se a cauterização química com ácido tricloroacético, mediante a aplicação de algodão embebido na região do septo sangrante. Na falha da cauterização em controlar o sangramento anterior, realizamos um tamponamento anterior localizado. Preconizamos que esse tampão permaneça no paciente por no mínimo 48 horas sob observação médica. Após esse período, procede-se à retirada do tampão. Na falha ou escape sanguíneo, um novo tamponamento deve ser realizado, dessa vez com programação para retirada em centro cirúrgico sob visão direta endoscópica. 2) Se o local de sangramento não for identificado e/ou na presença de sangramento abundante mesmo com tampão localizado, procedemos ao tamponamento anteroposterior. Este deve permanecer por no mínimo 72 horas até sua retirada. Na falha ou escape com novo episódio de sangramento, o paciente deve ser novamente tamponado com programação para retirada deste em centro cirúrgico sob visão direta endoscópica.

DESCRITORES: Epistaxe, Protocolos, Manejo (Psicologia)


ABSTRACT

Despite advancements in the treatment of epistaxis, disparate viewpoints have hindered a formalized procedure or approach to take hold. In this study we designed a formal way to manage epistaxis episodes. We perfomed a revew on Pubmed between 1990 e 2011 using key words like "epistaxis", "management", "update", "guideline". 1) If bleeding is localized, then the chemical or electric cautery can be applied. The nose should be packed if bleeding continues despite cautery or if no obvious bleeding is seen. Because of the risks associated with nasal packing most patients are admitted to the ward for at least 48 hours. If it fails then nasal packing must be done again and planned to be removed at the OR under direct visualization using an endoscope. 2) If the site of bleeding is not seen and/or if there is intense bleeding even when the pack is in place, anterior-posterior packing is recommended. These bleeds can be difficult to treat and may require either balloon insertion or a formal posterior pack. This time nasal packing must be in place for at least 72 hours. If it fails then the patient's nose must be packed again and the nasal packing can only be removed in the OR under direct visualization using an endoscope.

KEYWORDS: Epistaxis; Practice Management; Guideline

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-184

TÍTULO: Pólipo antrocoanal: análise de 22 casos

TÍTULO EM INGLÊS: Antrochoanal Polyps: an analysis of 22 cases.

AUTOR(ES): Erika Pérez Iglesias, Mariana Rocha Tetilla, Edimara Maria Botelho Andrade Isola

INSTITUIÇÃO: Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, Hospital do Servidor Público Estadual, São Paulo-SP


RESUMO

Introdução: O pólipo antrocoanal é uma lesão benigna, única, da cavidade nasal. Origina-se na mucosa do seio maxilar e cresce através do seu óstio em direção à coana. A sintomatologia mais comum é obstrução nasal unilateral. Ao exame, geralmente se evidencia lesão em massa saindo do meato médio direcionando-se para coana. O tratamento é cirúrgico, sendo que a simples avulsão do pólipo pode levar a uma taxa de recorrência de 25%. Objetivo: Revisar 22 casos de pólipo killian atendidos, analisando as características epidemiológicas, clínicas e o tratamento realizado. Materiais e Métodos: Trabalho retrospectivo realizado pela análise de prontuários de pacientes com diagnóstico de pólipo de killian submetidos a procedimento cirúrgico no nosso serviço entre 2000 e 2010. Resultados: Dos 22 pacientes, 10 (45,4%) eram do sexo masculino e 12 (54,6%) do feminino. A idade variou entre 4 a 61 anos. Todos apresentavam lesões unilaterais, sendo 10 à direita e 12 à esquerda. O sintoma mais prevalente entre os pacientes pesquisados foi a obstrução nasal uni ou bilateral (20). Todos os pacientes foram submetidos a procedimento cirúrgico endoscópico, sendo que três também foram submetidos ao acesso maxilar via Caldwell-Luc. Em 17 pacientes, foi realizada ampliação do óstio maxilar. Conclusões: O pólipo antrocoanal, em nosso estudo, foi mais presente em crianças e adultos jovens, com discreto predomínio no sexo feminino. A maioria dos pacientes foi submetida à polipectomia com ampliação do óstio maxilar, com a tentativa de diminuir a taxa de recidiva, que foi encontrada em apenas 4,5% dos pacientes.

DESCRITORES: Pólipos Nasais, Seio Maxilar, Diagnóstico


ABSTRACT

Introduction: Antrochoanal or Killian's polyp is a benign lesion of the nasal cavity. It originates in the mucosa of the maxillary sinus and grows through the maxillary ostium toward the choana, reaching up to the nasopharynx. The most common symptom is unilateral nasal obstruction. Physical examination usually reveals a unilateral mass in the middle meatus driving out to the choana. Treatment is mainly surgical. Simple avulsion of the polyp can lead to a recurrence rate of 25%. Objective: this is a retrospective analysis of 22 cases of Killian's polyp aimed at looking into epidemiologic, clinical, and therapy characteristics. Materials and Methods: A retrospective analysis was carried out on the medical records of patients diagnosed with Killian polyp treated surgically surgery at our department between 2000 and 2010. Results: the group had 22 patients, 10 (45.4%) males and 12 (54.6%) females. Age ranged from 4 to 61 years. All had unilateral lesions, 10 on the right and 12 on the left side. The most prevalent symptoms among the patients studied was unilateral or bilateral nasal obstruction (20). All patients underwent endoscopic surgery, and 3 were also submitted to the maxillary Caldwell-Luc procedure. Conclusions: In our study antrochoanal polyps were more highly prevalent among children and young adults, with a slight predominance in females. Most patients underwent polypectomy with expansion of the maxillary ostium, as an attempt to reduce the recurrence rate that was found in only 4.5% of patients.

KEYWORDS: Nasal Polyps; Maxillary Sinus; Diagnosis

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-196

TÍTULO: Imunoterapia em pacientes maiores de 55 anos. Resultados e revisão da literatura

TÍTULO EM INGLÊS: IMMUNOTHERAPY IN PATIENTS OVER 55 YEARS. RESULTS AND LITERATURE REVIEW

AUTOR(ES): Eduardo Baptistella, Sergio Maniglia, Diego Malucelli, Daniel Rispoli, Thanara Pruner da Silva, Renata Vecentin Becker, Stephanie Saab Gustavo Sela

INSTITUIÇÃO: Trabalho realizado no Serviço de Otorrinolaringologia CMEB (Centro Médico Especializado Batistella) e Hospital Angelina Caron


RESUMO

Introdução: Com a idade, o sistema imunológico sofre várias alterações morfológicas e funcionais, que resultam em um pico de função na puberdade e um declínio gradual no envelhecimento. Material e Métodos: Avaliados 104 prontuários de pacientes com idade superior a 55 anos no período de junho de 2009 a julho de 2010. Pacientes com queixas alérgicas, triados com anamnese, exame físico e exame otorrinolaringológico foram submetidos ao teste cutâneo para ácaros antes e após a imunoterapia específica sublingual por 1 ano. A resposta cutânea foi graduada como negativa, leve, moderada e grave. Resultados: Antes da vacinação, 42 pacientes apresentavam índice grave e 62 pacientes com índice moderado, representando 59,6% do total de pacientes avaliados. Após a imunoterapia específica, 40 (38,4%) pacientes foram classificados como negativo, 37 (35,6%) como leve, 19 (18,3%) como moderado oito (7,7%) como grave. Conclusões: Imunoterapia, uma técnica de dessensibilização, está indicada em casos especiais em que o paciente não consegue evitar exposição aos alérgenos e em situações que não haja resposta adequada ao tratamento farmacológico. A imunoterapia específica para o tratamento da rinite alérgica em idosos foi eficiente, sem causar efeito colateral. Além da melhora terapêutica, pôde ser observada melhora no teste cutâneo.

DESCRITORES: Imunoterapia, Idoso, Rinite


ABSTRACT

Introduction: as we age, our immune systems undergo a series of morphologic and functional changes. We reach our immune peak during puberty, and see our immune capabilities decay gradually from then on. Materials and methods: this study looked into 104 charts of patients aged over 55 seen at our institution between June 2009 and July 2010. Patients with allergy-related complaints were screened through interview, physical examination, and ENT examination; then they were submitted to a skin test for mites before and after a specific 1-year course of sublingual immunotherapy. Cutaneous response was graded as none, mild, moderate, or severe. Results: before treatment 42 patients were graded as severe and 62 as moderate, adding to 59.6% of all assessed patients. After specific immunotherapy, 40 (38.4%) patients had their cutaneous response graded as none, 37 (35.6%) as mild, 19 (18.3%) as moderate, and 8 (7.7%) as severe. Conclusion: immunotherapy, a de-sensitization technique, is indicated in special circumstances in which patients cannot avoid exposure to allergens or do not respond to drug therapy. Specific immunotherapy used to treat allergic rhinitis in elderly patients was effective and did not introduce side effects. Improvements could be observed in the skin test scores.

KEYWORDS: Immunotherapy; Elderly ; Rhinitis

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-198

TÍTULO: Five minutes turbinectomy: uma nova abordagem para cirurgia das conchas nasais

TÍTULO EM INGLÊS: FIVE MINUTE TURBINECTOMY: A NEW APPROACH TO TURBINATE SURGERY

AUTOR(ES): Camila Corrêa Tabajara, Renato Roithmann, Rafael Rossell Malinsky, Claudia Mahfuz Martini


RESUMO

A obstrução nasal crônica é comum na população adulta. A hipertrofia das conchas nasais é uma das causas definidas, sendo óssea ou mucosa. Diversas técnicas são descritas para o manejo cirúrgico das conchas nasais, contudo, não existe uma técnica padrão ouro para este procedimento. Em comparação com técnicas já consagradas, desenvolvemos uma técnica rápida e de fácil execução, visando reduzir os riscos de sangramento transoperatório, necessidade de tamponamento nasal, formação de crostas, assim como uma melhora efetiva dos sintomas de obstrução nasal. O estudo está em andamento e o objetivo deste trabalho é relatar os resultados preliminares dos primeiros seis casos realizados sob monitoramento, controlando o pós-operatório. Nossos resultados preliminares demonstram alto grau de satisfação dos pacientes, no que se refere à melhora sintomática. Além disto, apresenta baixa morbidade, em função da não necessidade de colocação de tampão nasal e menor formação de crostas.

DESCRITORES: Obstrução Nasal, Hipertrofia, Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural, Cavidade Nasal, Mucosa Nasal


ABSTRACT

Chronic nasal obstruction is a common occurrence in the adult population. Turbinate hypertrophy - bony and mucosal - is one of its defined causes. Various approaches have been described to surgically manage the turbinates, but none has been elected as the golden standard. We have developed a fast and easy approach - when compared to other established procedures - to reduce the risk of intraoperative bleeding, need to pack the nose, crust formation, and effectively mitigate nasal obstruction symptoms. The study is still in progress and this paper aims to describe the first six cases done under controlled postoperative monitoring. Our preliminary results have shown a high degree of patient satisfaction in terms of improvement of symptoms. Additionally, the procedure has yielded low morbidity rates as there is no need for nose packing and less crust formation.

KEYWORDS: Nasal Obstruction; Nasal Mucosa; Nasal Cavity; Turbinates; Natural Orifice Endoscopic Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-199

TÍTULO: Estudo das complicações pós-septoplastia em um serviço de otorrinolaringologia

TÍTULO EM INGLÊS: A study on the complications after septoplasty in an ENT service

AUTOR(ES): Gabriel de Castro Figueiredo, Antonio Issa, Pedro Ivo Antoniazzi Paulin, Ana Cláudia Dias de Oliveira

INSTITUIÇÃO: Núcleo de Otorrinolaringologia da Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto


RESUMO

Introdução: Septoplastia é um procedimento cirúrgico dirigido à correção dos desvios do septo nasal; na septoplastia, várias técnicas cirúrgicas são utilizadas, cada uma com suas vantagens e desvantagens; o objetivo da septoplastia é oferecer melhora funcional sem alterar outros pontos da fisiologia nasal Objetivo: Listar complicações pós-septoplastia em um serviço de Otorrinolaringologia de Ribeirão Preto; Métodos: Estudo transversal de 157 pacientes submetidos à septoplastia com cirurgia dos cornetos nasais inferiores (92 do sexo masculino e 65 do sexo feminino, com idade variando entre 16 e 54 anos). Os pacientes foram submetidos à anestesia geral com intubação orotraqueal e a técnica utilizada foi a de Cottle. Resultados: As complicações observadas foram sangramento (3,18%), hematoma septal (1,9%), infecção (3,82%), sinequia (1,27%) e perfuração septal (2,54%). Conclusão: Mesmo sem o uso de tampão e "splint" nasal, encontramos baixa incidência de complicações, não excedendo o que é descrito na literatura; o acompanhamento pré e pós-operatório é importante, pois complicações podem influir negativamente no resultado cirúrgico e, quando presentes, as complicações devem ser prontamente tratadas.

DESCRITORES: Epistaxe, Septo Nasal, Infecção, Hematoma


ABSTRACT

Introduction: septoplasty is a procedure aimed at repairing deviated nasal septa. Various surgical techniques are used in septoplasty, each posing its pros and cons. The purpose of septoplasty is to provide functional improvement without altering other aspects of the nose's physiology. Objective: this paper aims to analyze the complications arising after septoplasty at an ENT service in Ribeirão Preto. Materials and methods: this is a cross-sectional study done with 157 septoplasty patients submitted to inferior turbinate surgery (92 males and 65 females with ages ranging between 16 and 54 years). Patients were under general anesthesia and intubated. Cottle's approach was chosen. Results: complications were bleeding (3.18%), septum hematoma (1.9%), infection (3.82%), synechia (1.27%) and septum perforation (2.54%); Conclusion: although nasal packing and nasal splint were not used, there was a low rate of complications - within the rates reported in the literature. Pre and postoperative follow-up is important, as complications may negatively impact the outcome of surgery. Complications must be treated promptly as they appear.

KEYWORDS: Epistaxis; Nasal Septum; Infection; Hematoma

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-207

TÍTULO: Perfil tomográfico segundo escore de Lund-Mackay dos pacientes atendidos em ambulatório de otorrinolaringologia

TÍTULO EM INGLÊS: Tomography Profile According to the Lund-Mackay Score for Patients seen at the ENT Clinic

AUTOR(ES): Ivan de Picoli Dantas, Hardynn Wesley Saunders Rocha Tavares, Ana Cecília Cavalcante de Macedo, Carlos Eduardo Monteiro Zappelini, Fábio Silva Alves, Luana Gonçalves Oliveira, Luciana Campoy Giro Basile

INSTITUIÇÃO: Santa Casa de Misericórdia de Campinas


RESUMO

Introdução: A rinossinusite crônica (RSC) afeta milhares de indivíduos mundialmente, acarretando em elevados gastos. Apresenta diversos guidelines para seu diagnóstico, sendo o proposto pela Academia Americana de Otorrinolaringologia o mais utilizado atualmente. A tomografia computadorizada (TC) é um importante exame complementar no manejo clínico e cirúrgico dos pacientes com RSC. O estagiamento tomográfico, segundo Lund-Mackay, é um dos principais escores utilizados para avaliar a gravidade da doença, bem como auxiliar na decisão terapêutica. Nesse sentido, este trabalho visa avaliar o perfil tomográfico, de acordo com escore de Lund-Mackay, de pacientes atendidos no ambulatório de rinologia da Santa Casa de Campinas. Materiais e Métodos: Foram estagiadas, segundo Lund-Mackay, as tomografias de 20 pacientes atendidos no ambulatório de rinologia da Santa Casa de Campinas no período de abril a maio de 2011. Resultados: Foi observado um valor médio elevado do escore, apresentando um percentual de 80% dos valores encontrados acima de 4. Discussão: Os autores discutem a utilização do sistema de estagiamento tomográfico de Lund-Mackay na avaliação de pacientes com RSC. Conclusão: Os dados encontrados neste trabalho revelaram uma prevalência de elevados escores de Lund-Mackay, apresentando 80% dos casos acima de 4, valores estes considerados alterados para este método de avaliação.

DESCRITORES: Tomografia, Sinusite; Prevalência


ABSTRACT

introduction: Chronic Rhinosinusitis (CRS) affects thousands of individuals worldwide, resulting in high costs. There are several guidelines for its diagnosis, proposed by the American Academy of Otolaryngology, which as currently used. CT scan is an important complementary exam in the clinical and surgical management of patients with CRS. The Lund-Mackay tomographic staging system is a leading scoring method used to assess the severity of the disease and assist in therapeutic decisions. Thus, this study aims to evaluate the tomographic profile according to the Lund-Mackay score for patients seen in the rhinology clinic of Santa Casa de Campinas. MATERIALS AND METHODS: Computed tomography scans of 20 patients treated at the rhinology clinic of Santa Casa de Campinas during April-May 2011 were staged according to the Lund-Mackay system. RESULTS: A high average score was found, with 80% of the values being above 4. DISCUSSION: The authors describe the use of the Lund-Mackay staging system in the evaluation of patients with CRS. CONCLUSION: The findings in this study revealed a prevalence of high Lund-Mackay scores, with 80% of the cases above 4, these values were considered pathological for this method of assessment.

KEYWORDS: Sinusitis; Prevalence; Tomography

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-219

TÍTULO: Turbinectomia parcial tradicional X Five-minutes turbinectomy: Resultados preliminares comparativo entre as duas técnicas.

TÍTULO EM INGLÊS: Traditional Partial turbinectomy versus Five-minute Turbinectomy: preliminary results comparing the two techniques

AUTOR(ES): Camila Corrêa Tabajara, Renato Roithmann, Claudia Mahfuz Martini, Marina Faistauer, Tássia Alicia Marquezan Augusto


RESUMO

As conchas nasais inferiores desempenham um papel importante na função respiratória normal, especialmente no que diz respeito à modificação do ar inspirado. O epitélio respiratório, abundante na concha inferior, é essencial para a manutenção normal de defesa nasal, umidificando, aquecendo e filtrando o ar inspirado. A hipertrofia das conchas inferiores é causa muito comum de obstrução nasal e, frequentemente, requer tratamento cirúrgico. Diversas técnicas são descritas para o manejo cirúrgico das conchas nasais e, dentre elas, destacamos a turbinectomia parcial, a turbinoplastia, a eletrocauterização com luxação lateral e até mesmo a turbinectomia total. Os objetivos principais da cirurgia devem ser: maximizar a via aérea, ao mesmo tempo em que se mantém a função nasal, minimizando as complicações. A cabeça da concha nasal inferior possui papel fundamental no controle do fluxo aéreo transnasal, na medida em que regula o fluxo ao nível da região da válvula nasal. Assim sendo, a redução da cabeça da concha nasal costuma melhorar de forma significativa o fluxo aéreo transnasal. Este estudo propõe a comparação entre a turbinectomia parcial clássica e a redução cirúrgica da cabeça da concha inferior por meio de pinça cortante, técnica por nós denominada de five-minutes turbinectomy.

DESCRITORES: Cavidade Nasal; Mucosa Nasal; Obstrução Nasal; Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural


ABSTRACT

Nasal turbinates play an important role in the normal respiratory function, especially in regards of changes caused to the inhaled air. The respiratory epithelium, abundant in the inferior turbinate, is essential for maintaining normal nasal defense, to humidify, heat and filter the inhaled air. Inferior turbinate hypertrophy is a very common cause of nasal obstruction and often requires surgical treatment. Several techniques have been described for the surgical management of nasal turbinates and among them we highlight the partial turbinectomy, the turbinoplasty, the electrocautery with lateral dislocation and even total turbinectomy. The main goals of surgery should be: maximize the airway while maintaining nasal function and minimize complications. The head of the inferior nasal turbinate has a primary role in controlling trans-nasal airflow, as it regulates the flow at the nasal valve. Thus, the surgical reduction of the nasal turbinate head often significantly improves trans-nasal airflow. This study proposes a comparison between classical partial turbinectomy and the surgical reduction of the inferior turbinate head with a cutting forceps, a technique we call five-minute turbinectomy.

KEYWORDS: Nasal Cavity; Nasal Mucosa; Nasal Obstruction; Turbinates; Natural Orifice Endoscopic Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-220

TÍTULO: Dacriocistorrinostomia endoscópica: nossa experiência e revisão de literatura

TÍTULO EM INGLÊS: ENDOSCOPIC DACRYOCYSTORHINOSTOMY: OUR EXPERIENCE AND LITERATURE REVIEW.

AUTOR(ES): Francis Vinícius Fontes de Lima, Mariane Barreto Brandão Martins, Ronaldo Carvalho dos Santos Júnior, Arlete Cristina Granizo Santos, Valéria Maria Prado Barreto, Eduardo Passos Fiel de Jesus, Thiago da Silva Caruca Brígido

INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de Sergipe


RESUMO

Introdução: A obstrução das vias lacrimais provoca o lacrimejamento constante ou intermitente, denominado epífora e pode ocorrer em qualquer ponto de seu trajeto. O tratamento de tal condição pode ser o cirúrgico e embora tradicionalmente tenha se realizado a dacriocistorrinostomia externa, o advento da cirurgia endoscópica e seu aperfeiçoamento fazem com que esta seja cada vez mais a técnica preferida. Material e Método: O material desse estudo consistiu de oito casos cirúrgicos acompanhados no período de 2007 a 2011 (4 anos). Analisamos sexo, idade no momento da cirurgia, etiologia da dacriocistite, quadro clínico, número de cirurgias necessárias para a correção, seguimento pós-operatório. Resultado: Houve predomínio do sexo feminino em relação ao masculino (7:1) com idades entre 8 e 71 anos, com média de 37,8 anos. Com relação à etiologia, cinco foram classificados como idiopáticos; dois, pós-traumáticos; e um iatrogênico. Os pacientes foram acompanhados em média durante o período de seis meses, com melhora dos sintomas. Apenas um caso evoluiu com permanência de epífora, sendo reoperado com êxito por via externa. Conclusão: A cirurgia endoscópica endonasal deve ser considerada nos pacientes com obstrução das vias lacrimais, devido a seu alto índice de sucesso, além de ser procedimento seguro, com menor morbidade e proporcionar melhor resultado estético.

DESCRITORES: Dacriocistorinostomia, Dacriocistite, Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural


ABSTRACT

Introduction: Obstruction of the lacrimal ways causes constant or intermittent tearing, called epiphora and it can occur at any point in its path. The treatment of this condition may be surgical and although traditionally surgeons have done the external dacryocystorhinostomy, the advent of endoscopic surgery and its improvements have meant that this is increasingly the preferred technique. Methods: The material in this study consisted of eight surgical cases followed between 2007 to 2011 (four years). We analyzed gender, age at surgery, dacryocystitis etiology, clinical features, number of surgeries required for the repair and follow-up. Results: There was a predominance of females when compared to males (7:1), their ages were between 8 and 71 years, mean of 37.8 years. With regards to etiology, five were classified as idiopathic, two were post traumatic, and one was iatrogenic. Patients were followed up for six months, on average, with symptom improvements. Only one patient with persistence of epiphora was re-operated, successfully by the external approach. Conclusion: Endoscopic endonasal surgery should be considered in patients with lacrimal duct obstruction, due to its high success rate, besides being a safe procedure with less morbidity and better cosmetic results.

KEYWORDS: Dacryocystorhinostomy; Dacryocystitis; Natural Orifice Endoscopic Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-221

TÍTULO: Angiofibroma juvenil: nossa experiência nos últimos 7 anos e revisão de literatura

TÍTULO EM INGLÊS: juvenile angiofibroma: Our 7-year experience and literature review

AUTOR(ES): Mariane Barreto Brandão Martins, Francis Vinícius Fontes de Lima, Ronaldo Carvalho dos Santos Júnior, Arlete Cristina Granizo Santos, Valéria Maria Prado Barreto, Eduardo Passos Fiel de Jesus, Carlos Alberto Barreto de Mendonça, Thiago da Silva Caruca Brígido

INSTITUIÇÃO: Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe


RESUMO

O angiofibroma juvenil é um tumor raro. É bastante vascularizado, porém benigno. Apresenta um comportamento agressivo, dado o local de seu crescimento e a sintomatologia causada. Promove epistaxes importantes e obstrução nasal significativa. Apresenta-se, geralmente, em adolescentes do sexo masculino. O trabalho foi realizado após aprovação do Comitê de Ética protocolado com o número 0114.0.107.000-11. Objetivo: Descrever a experiência do nosso serviço em otorrinolaringologia no tratamento do angiofibroma juvenil a partir do estudo de 20 casos. Material e Método: Estudo retrospectivo de 20 casos cirúrgicos acompanhados no período de 2004 a 2011. Analisamos idade, sexo, sintomas, estádio, tratamento, tempo de cirurgia, volume de sangramento intraoperatório, necessidade de tamponamento nasal pós-operatório, tempo de hospitalização, complicações imediatas e tardias, além de recidiva. Resultado: A média de idade foi 16 anos, todos do sexo masculino. Os pacientes foram classificados de acordo com o estadiamento de Fisch, Andrews e Radkowski. Todos os 20 pacientes receberam tratamento cirúrgico. A média de tempo cirúrgico foi de 120 minutos e o volume médio de sangramento foi de 300 ml. Dos 20, 17 fizeram a cirurgia associada ao pinçamento de carótidas externas e embolização tumoral pré-operatória. Conclusão: A via endoscópica nasal mostrou-se segura para ressecção de angiofibromas nos seus diferentes estádios. O sucesso da cirurgia endoscópica nasal deve-se ao fato do procedimento ser seguro, rápido e efetivo. Existe a necessidade de estudos relacionando a embolização pré-operatória e o pinçamento das carótidas externas ao sangramento intraoperatório.

DESCRITORES: Angiofibroma, Endoscópios; Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural


ABSTRACT

Juvenile nasopharyngeal angiofibroma (NAJ) is a rare tumor. Even though it is benign, it has a great vascular component with a very aggressive behavior, due to its local invasiveness and consequents symptoms. This kind of tumor may cause epistaxis and significant nasal obstruction. NAJ is typically a disease of teenage men. Our study was approved by the Ethics Committee, under protocol # 0114.0.107.000 -11.Objective: To describe the experience of the our otorhinolaryngology service in the treatment of juvenile angiofibroma considering the study of 20 cases. Materials and methods: We retrospectively studied 20 surgical cases. We analyzed age, gender, symptoms, stage, treatment, surgery duration, intraoperative bleeding, need to pack the nose after the procedure, hospitalization time, later and immediate complications, and recurrence. Results: The median age was 16 years, all males. The patients were divided according to Fisch, Andrews and Radkowski classifications. Every 20 patients were submitted to surgical treatment. The average surgery time was 120 minutes and the medium bleeding volume was 300ml. All the patients submitted to the endoscopic surgery left the Hospital one day later the procedure. 17 patients were also submitted to clamping of the external carotids and tumor embolization before surgery. Conclusion: The endoscopic surgery, alone or associated to other conventional techniques, seems to be safe for the treatment of angiofibromas in their different stages.

KEYWORDS: Angiofibroma; Endoscopy; Natural Orifice Endoscopic Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-228

TÍTULO: Septoplastia: morbidades, complicações e satisfação pós-operatória

TÍTULO EM INGLÊS: SEPTOPLASTY: POSTOPERATIVE MORBIDITY, COMPLICATIONS AND PATIENT SATISFACTION

AUTOR(ES): Francisco Grocoske, Cezar Augusto Sarraff Berger, Marcos Mocellin, Heloisa Nardi Koerner, Maria Theresa Costa Ramos de Oliveira

INSTITUIÇÃO: DEPARTAMENTO DE OTORRINOLARINGOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


RESUMO

Introdução: As técnicas mais conservadoras de septoplastia tendem a minimizar as complicações. Poucos trabalhos avaliaram as queixas no pós-operatório (PO) e a satisfação do paciente com a cirurgia. O conhecimento destas possibilitará o direcionamento de atitudes revisionais ou complementares para otimização dos resultados. Objetivos: Identificar e avaliar as complicações pós-operatórias mais frequentes e a satisfação geral dos pacientes submetidos à cirurgia de septoplastia. Material e Métodos: Estudo prospectivo em 34 pacientes submetidos à septoplastia no serviço de Otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas da UFPR e Hospital IPO. A avaliação foi feita pela coleta de dados em protocolo específico no dia da cirurgia, 2º, 7º e 30º dia PO. Resultados: No 2º dia PO, os achados mais importantes foram obstrução nasal, coriza e sangramento. Em uma nota de 1 a 10, a média atribuída para a dor foi de 4,07. No 7º dia PO, houve diminuição das queixas anteriores, porém, aumento de infecção e deiscência de sutura. A média da nota para dor foi 2,16. No 30º dia PO, não houve perfuração septal, sinequia ou hiposmia, porém, um índice de desvio residual de 26%. A avaliação da dor foi de 1,70. A nota média atribuída à satisfação com o resultado da cirurgia foi de 8,35. Conclusão: Pudemos verificar em nosso estudo que as de complicações pós-operatórias imediatas diminuem consideravelmente no PO tardio, e aquelas que ainda persistem não chegam a comprometer o resultado geral da cirurgia, como mostra a satisfação dos pacientes a ela submetidos.

DESCRITORES: Septo Nasal, Cartilagens Nasais, Obstrução Nasal, Epistaxe


ABSTRACT

INTRODUCTION: The most conservative septoplasty techniques tend to minimize complications. Few studies have assessed postoperative (PO) complaints and patient satisfaction with the surgery. Such information will enable focusing on revision or added procedures to optimize results. OBJECTIVES: Identify and evaluate the more frequent postoperative complications and the overall satisfaction of septoplasty patients. METHODS: Prospective study of 34 patients undergoing septoplasty in the Otolaryngology Dept. of Hospital de Clínicas of UFPR and Hospital IPO. The evaluation was done by collecting data in a specific protocol on the day of surgery, 2nd, 7th and 30th day PO. RESULTS: In the second day PO, the most important findings were nasal obstruction, runny nose and bleeding. On a scale of 1 to 10, the average score for pain was 4.07. On the 7th day PO, there was a decrease in the previous complaints, but increased infection and suture dehiscence. The average score for pain was 2.16. On the 30th day PO, there wasn't septal perforation, synechia or hyposmia, but 26% of residual deviation. Pain score was 1.70. The average score assigned to satisfaction with the outcome of surgery was 8.35. CONCLUSION: We saw in our study that immediate PO complications decreased significantly as time passed, and those that still remained did not affect the overall outcome of the surgery, as shown by patient satisfaction scores.

KEYWORDS: Nasal Septum; Nasal Cartilages; Nasal Obstruction; Turbinates

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-242

TÍTULO: Análise de 65 pacientes com fístula liquórica quanto à etiologia, localização e taxa de recidiva

TÍTULO EM INGLÊS: Analysis of 65 patients with CSF fistula as to etiology, location and Recurrence Rate

AUTOR(ES): Thiago dos Santos Ferreira, Marcelo Hamilton Sampaio, Carlos Takahiro Chone, Eulália Sakano


RESUMO

Introdução: Fístula espontânea é um achado incomum e pode estar associados a malformações ocultas na base do crânio. Fístulas traumáticas são mais frequentes alguns dias após o trauma. O seu fechamento por via transnasal promove uma recuperação mais rápida com menor morbidade cirúrgica. A localização precisa do local da fístula durante a cirurgia é importante para o seu sucesso. Material e Métodos: Estudo retrospectivo. Casos atendidos entre os anos de 2006 e 2011 foram avaliados de acordo com um protocolo que contemplava quadro clínico, etiologia, localização e taxa de recidiva. Resultados: Foram encontrados 65 pacientes, 95% apresentam rinorreia hialina. Meningite presente em 13 (20%) dos pacientes. Etiologia: TCE 23 (35%), espontânea 25 (40%), iatrogênica 16 (24%) e não relatados, dois (3%). Localização: etmoidal em 20 (32%), no esfenoide em 19 (30%), na placa cribiforme em 21 (33%), e no frontal em cinco (8%). Recidiva três (4,8%), todos de esfenoide. Conclusão: Nos casos de TCE, houve prevalência do sexo masculino e idade abaixo de 35 anos. Espontâneas houve prevalência do sexo feminino e idade acima de 35 anos. Todas as recidivas foram de etiologia espontânea e se localizavam no esfenoide. No nosso estudo, o teste de Fischer mostrou significância estatística para recidiva em etiologia espontânea (p = 0,05). Como crítica, o tamanho do defeito ósseo não foi avaliado no nosso estudo e os dados a respeito da etiologia espontânea devem ser vistos com ressalva, já que se trata de um estudo retrospectivo.

DESCRITORES: Rinorréia de Líquido Cefalorraquidiano, Líquido Cefalorraquidiano, Traumatismos Craniocerebrais, Meningite, Base do Crânio


ABSTRACT

Introduction: Spontaneous fistula is rare, and it may be associated with hidden malformations in the skull base. Traumatic fistulas frequently happen a few days after the trauma. Its closure by a transnasal approach promotes a faster recovery with less surgical morbidity. The precise location of the fistula during surgery is important to treatment success. Methods: Retrospective study. Cases treated between 2006 and 2011 were evaluated according to a protocol that included clinical presentation, etiology, location and recurrence rate. Results: There were 65 patients, 95% had hyaline rhinorrhea and meningitis in 13 (20%) patients. Etiology: Head injury 23 (35%), spontaneous 25 (40%), iatrogenic 16 (24%) and not reported, two (3%). Location: ethmoid in 20 (32%); sphenoid in 19 (30%); cribriform plate in 21 (33%), and the frontal in five (8%). There were three recurrences (4.8%), all in the Sphenoid. Conclusion: In HI cases, males prevailed, at the age below 35 years. Spontaneous CSF fistulas prevailed in females aged above 35 years. All recurrences were spontaneous and were located in the sphenoid. In our study, Fischer's test showed statistical significance for spontaneous recurrence as the etiology (p = 0.05). Bone defect size was not assessed in our study and the data regarding the spontaneous fistulas should be viewed with caution since this is a retrospective study.

KEYWORDS: Cerebrospinal Fluid Rhinorrhea; Cerebrospinal Fluid; Craniocerebral Trauma; Meningitis; Skull Base

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-249

TÍTULO: Angiofibroma nasofaríngeo: uma revisão de nove casos

TÍTULO EM INGLÊS: Nasopharyngeal angiofibroma: a review of nine cases

AUTOR(ES): David Weber Sampaio Sousa, Sebastião Diógenes Pinheiro, André Alencar Araripe Nunes, Marcos Rabelo de Freitas, Flávio Maria Nobre Othon Sidou


RESUMO

Introdução: O angiofibroma nasofaríngeo (AFN) é um tumor benigno, altamente vascularizado, de crescimento lento, com características comparáveis às neoplasias malignas, como tendência a crescimento invasivo local, recidivas frequentes e alta taxa de sangramentos. Ocorre quase exclusivamente em indivíduos adolescentes do sexo masculino. O quadro clínico típico apresenta epistaxe, obstrução nasal uni ou bilateral e rinorreia. O diagnóstico é baseado nos sinais e sintomas, aspecto macroscópico da lesão, características epidemiológicas e exames de imagem. Biópsia pré-cirúrgica deve ser evitada, devido ao alto risco de sangramento. A remoção cirúrgica completa do tumor é o tratamento de eleição. Neste artigo, apresentamos uma revisão da literatura sobre angiofibroma nasofaríngeo, além de descrever nove casos tratados cirurgicamente no Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Universitário Walter Cantídio. Material e Método: Estudo retrospectivo realizado pela análise dos prontuários dos pacientes submetidos à exérese de angiofibroma nasofaríngeo no Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Universitário Walter Cantídio entre 05.09.2002 e 10.12.2010. Resultados: Todos os pacientes eram do sexo masculino e tinham entre 11 e 30 anos. Os sintomas mais frequentes foram obstrução nasal e epistaxe (100%). Oito pacientes estavam no estádio III de Chandler e um no estádio II. Sete casos foram abordados endoscopicamente, e dois via degloving médio-facial. Houve dois casos de recidiva. Conclusão: No presente estudo, observamos que a via endoscópica é segura para a remoção completa de AFN, com baixos índices de doença residual ou recidiva. Menores índices de hemorragia no transoperatório foram observados em pacientes que se submeteram à embolização arterial seletiva pré-operatória.

DESCRITORES: Epistaxe, Angiofibroma, Neoplasias Nasofaríngeas, Endoscopia, Embolização Terapêutica


ABSTRACT

Introduction: Nasopharyngeal angiofibroma (NFA) is a benign, highly vascularized, slow growing tumor, with a high tendency for local invasiveness, of frequent recurrence and high rates of bleeding. It is almost exclusively diagnosed in male adolescents. It typically presents as epistaxis, unilateral or bilateral nasal obstruction and rhinorrhea. The diagnosis is based on signs and symptoms, macroscopic aspects of the tumor, epidemiology and imaging evaluation of the lesion. Pre-surgical biopsy must be avoided due to the high risk of bleeding. Complete surgical resection of the tumor is the first choice of treatment. In this paper we present a literature review of nasopharyngeal angiofibromas and we describe nine cases of patients who underwent surgical treatment in the ENT Service at Walter Cantídio Universitary Hospital - Federal University of Ceará. Materials and methods: Retrospective study, carried out by analyzing the charts of patients submitted to surgical resection of nasopharyngeal angiofibromas from September 5th, 2002 to December 10th, 2010. Results: All the patients were males and were between 11 and 30 years of age. The most frequent symptoms were nasal obstruction and epistaxis (100%). Eight patients were classified as stage III of Chandler's staging system and one as stage II. Seven cases underwent endoscopic surgical approach, and two were treated with midfacial degloving. Recurrence occurred in two cases. Conclusion: In the present study we found that endoscopic approach is safe for the complete resection of an NFA, with low residual and recurrent disease rates. Lower intraoperative bleeding rates were found in patients who underwent preoperative embolization.

KEYWORDS: Epistaxis; Angiofibroma; Nasopharyngeal Neoplasms; Endoscopy; Embolization, Therapeutic

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-253

TÍTULO: Perfil epidemiológico, sintomatologia e classificação da rinite alérgica: um estudo de 168 casos

TÍTULO EM INGLÊS: Epidemiological profile, symptoms and classification of allergic rhinitis: a study of 168 cases.

AUTOR(ES): Theago Barros Silva, Murillo Freire Lobato, Waner Josefa de Queiroz Moura, Diego Costa Farias, Joyce Oliveira de Lima, Lorena Gonçalves Rodrigues, Larissa Magalhães Navarro

INSTITUIÇÃO: HOSPITAL UNIVERSITÁRIO BETTINA FERRO DE SOUZA


RESUMO

Introdução: A rinite alérgica é definida como um processo inflamatório crônico da mucosa nasal mediado por IgE, após a exposição a alérgenos. Acomete todas as idades, gêneros e raças, com início predominante no final da infância e adolescência. O seu diagnóstico é eminentemente clínico. Os principais sintomas são obstrução nasal, coriza, espirros e prurido. Apresenta-se como uma doença de alta morbidade, com grande impacto na qualidade de vida e grande associação a outras comorbidades. Objetivo: O presente estudo visa estabelecer a prevalência dos sintomas nos pacientes com rinite alérgica, a sua distribuição de acordo com a faixa etária e sexo, bem como a sua classificação, no setor de Rinologia de um Hospital Universitário. Material e Método: Foram avaliados 168 pacientes (sem restrição à faixa etária) com rinite alérgica, em seguimento na unidade de Rinologia de um Hospital Universitário. Realizou-se um estudo transversal, por meio de protocolo, no período de janeiro de 2010 a janeiro de 2011. Conclusão: O sexo feminino, a faixa etária adulta e a forma persistente grave foram os mais prevalentes. Estudos sobre rinite alérgica em adultos são necessários, levando-se em consideração outros sintomas, além dos nasais e, as consequências socioeconômicas de tal patologia. 7

DESCRITORES: Rinite, Rinite Alérgica Perene, Obstrução Nasal


ABSTRACT

Introduction: Allergic rhinitis is defined as a chronic inflammation of the nasal mucosa mediated by IgE after allergen exposure. It affects all ages, genders and races, beginning predominantly in late childhood and adolescence. The diagnosis is mainly clinical. The principal symptoms are nasal obstruction, rhinorrhea, sneezing and itching. It presents as a disease of high morbidity with significant impact on quality of life and important association with other comorbidities. Objective: This study aims to establish the prevalence of symptoms in patients with allergic rhinitis, their distribution according to age and gender, as well as their classification in the department of Rhinology within a University Hospital. Materials and methods: We studied 168 patients (no age restriction) with allergic rhinitis, who were followed up in the Rhinology ward of a university hospital. We conducted a cross-sectional study using a protocol in the period of January, 2010 to January of 2011. Conclusion: The most prevalent were: female genders, adult age and the persistent severe form of the disorder. Studies on allergic rhinitis in adults are needed, taking into account other symptoms in addition to the nasal ones, and the socio-economic consequences of the condition.

KEYWORDS: Rhinitis; Rhinitis, Allergic, Perennial; Nasal Obstruction

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-275

TÍTULO: Paralisia facial periférica decorrente de colesteatoma gigante

TÍTULO EM INGLÊS: Peripheral facial palsy caused by gigantic cholesteatoma

AUTOR(ES): Fábio Silva Alves, Fábio Alves

INSTITUIÇÃO: Santa Casa de Misericórdia de Campinas


RESUMO

Colesteatomas podem ser definidos como tumores com características expansivas e invasivas, podendo ocasionar surdez neurossensorial, paralisia facial, meningite e abscessos intracranianos. A população mais acometida pela otite média crônica colesteatomatosa costuma ser os descendentes de caucasianos, população negra africana. Raramente é observado em asiáticos. Os colesteatomas possuem capacidade de lise óssea; o mecanismo responsável pela erosão óssea ainda é controverso e algumas hipóteses têm sido aventadas, como a compressão mecânica, estimulação osteoclástica, ação de citosinas e a produção de colagenases. Devido ao seu comportamento destrutivo, porém insidioso, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado auxiliam na prevenção de suas complicações, que podem ser desde perda auditiva, labirintites, meningites, abscessos cerebrais e paralisia facial periférica. Devido à possibilidade de evolução grave desta patologia, é de grande importância uma revisão da literatura e relato de caso a seguir.

DESCRITORES: Colesteatoma da Orelha Média, Paralisia, Paralisia Facial, Orelha


ABSTRACT

Cholesteatomas can be defined as expansive and invasive tumors, which can cause sensorineural hearing loss, facial palsy, meningitis and intracranial abscesses (1). Cholesteatomas affect mostly Caucasians, it is rarely seen in Blacks and Asians (1). Cholesteatomas are able to break through bone; this bone erosion mechanism is still controversial, and some hypotheses have been raised, such as mechanical compression, osteoclast stimulation, citokines and collagenases (1,2). Because of its destructive behavior, even if insidious, early diagnosis and proper treatment help prevent its complications, which range from hearing loss, labyrinthitis, meningitis, cerebral abscesses and peripheral facial palsy(1,3). Because of a possibility of severe complications from this disorder, it is highly important to do a literature review and report such case.

KEYWORDS: Cholesteatoma; Ear; Face

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-276

TÍTULO: Condutas nas complicações de otite média: estudo retrospectivo

TÍTULO EM INGLÊS: Managing Complications of Otitis Media: a Retrospective Study

AUTOR(ES): Camila Carrara Yassuda, Eduardo Tanaka Massuda, Fabiana Cardoso Pereira Valera, Tassiana do Lago, Lucas Carenzi, Gabriel Bijos Faidiga, Flávia Silveira, Mariana de Lima Coelho

INSTITUIÇÃO: Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo


RESUMO

Objetivo: Estabelecer a frequência, o tratamento e a evolução de pacientes com complicações intratemporais e intracranianas de otite média em nossa instituição. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo, com análise de prontuários médicos de pacientes tratados de complicações otogênicas intratemporais e intracranianas de Otite Média (OM) nos últimos 5 anos em nosso serviço, identificados por meio da Classificação Internacional de Doenças (CID 10). Resultados: 38 pacientes, com idade entre 2 meses e 75 anos, foram tratados de complicações intratemporais e intracranianas de OM neste período. A Otite Média Aguda (OMA) foi a principal causa das complicações (56% dos casos). 18 (47%) pacientes tiveram exclusivamente complicações extracranianas, 14 (37%) complicações intracranianas e seis (16%) tiveram ambas. As complicações extracranianas, por ordem de frequência, foram mastoidite, paralisia facial e fístula labiríntica, aparecendo em 71%, 25% e 4% dos casos, respectivamente. Abscesso retroauricular foi uma complicação encontrada em quatro (10%) pacientes, associado com mastoidite. Entre as complicações intracranianas, 58% foram meningite, 27% abscesso cerebral, e 15% trombose de seio lateral. Mastoidectomia foi realizada em 40% dos pacientes. A abordagem neurocirúrgica foi amplamente utilizada quando a complicação foi o abscesso cerebral (72%), porém, não foi tão frequente na totalidade de complicações intracranianas. Todos os nossos casos de óbito (13%) ocorreram em decorrência de complicações intracranianas. Conclusão: A frequência das complicações agudas otogênicas tem se mantido constante nos últimos 5 anos em nossa instituição. Porém, elas ainda representam um desafio. Suas altas morbidade e mortalidade indicam que ainda hoje a otite média é uma condição que merece atenção, e suas complicações necessitam de rápida intervenção.

DESCRITORES: Otite Média, Meningite, Mastoidite


ABSTRACT

Objective:to establish the frequency, treatment and course of patients with intratemporal and intracranial complications of Otitis Media at our institution Study Design: a retrospective study with analysis of the medical records of patients treated for intratemporal and intracranial complications of Otitis Media(OM) over the last 5 years in our service, identified according to the International Classification of Diseases (ICD 10) Subjects and Methods: thirty-eight patients aged 2 months to 75 years were treated for intratemporal and intracranial OM complications during this period. Results:acute otitis media(AOM) was the main cause of complications (56% of the cases). Eighteen patients had extracranial complications only, 14(37%) had intracranial complications and 6(16%) had both.Extracranial complications, in decreasing order of frequency were: mastoiditis, facial paralysis and labyrinthine fistula, occurring in 71%, 25% and 4% of the cases, respectively. A retroauricular abscess was a complication detected in 4 patients(10%), associated with mastoiditis. Intracranial complications were: meningitis, brain abscesses and lateral sinus thrombosis in 58%, 27% and 15% of the cases, respectively. Mastoidectomy was performed in 40% of the patients. The neurosurgical approach was extensively used in the presence of a brain abscess (72%), but this intracranial complication was not so frequent among all others. Six deaths (13%) occurred as a consequence of intracranial complications Conclusion:acute otogenic complications still represent a challenge, although its frequency has remained constant over the last 5 years at out institution. Operative treatment is predominantly needed for intracranial complications. Complications of OM are still associated with high morbidity and mortality and indicate that OM continues to be a condition deserving attention and that its complications require a rapid intervention.

KEYWORDS: Otitis Media; Meningitis; Mastoiditis

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-277

TÍTULO: Paralisia facial periférica traumática: avaliação clínica e cirúrgica

TÍTULO EM INGLÊS: Traumatic Peripheral Facial Nerve Palsy: Clinical and Surgical Evaluation

AUTOR(ES): Julia Stabenow Jorge, José Jarjura Jorge Junior, Godofredo Campos Borges

INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE MEDICINA E CIÊNCIAS DA SAÚDE DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO


RESUMO

Objetivo: Analisar casos clínicos e cirúrgicos de Paralisia Facial Periférica Traumática (PFPT) atendidos em um ambulatório terciário no período de 2004 a 2010. Métodos: Estudo retrospectivo de 16 casos de PFPT, sendo estes 24,61% de todos os casos de PFP (65) no período. Resultados: Quanto ao gênero, 13 casos (81%) eram do sexo masculino. A idade do grupo variou de 9 a 60 anos, com uma média de 36 anos. Quanto ao tipo de trauma, nove (56,25%) foram por acidente, sendo cinco por acidente automobilístico, três por queda e um pela queda de um objeto no osso temporal; quatro (25%) por agressão e três (19%) iatrogênicos. Sintomas mais frequentes: otorragia em nove casos (56,25%), parestesia da hemiface paralisada em seis (37,5%); zumbido em cinco casos (31,25%) e vertigem em cinco casos (31,25%). Também foram relatados otalgia em quatro casos (25%), plenitude auricular em dois casos (12,5%) e dor retroauricular em dois casos (12,5%). Dos 16 casos estudados, 10 (62,5%) foram submetidos a tratamento clínico, cinco (31,25%) ao tratamento cirúrgico e em um caso (6,25%) não houve seguimento. Segundo os critérios de House-Brackmann, houve melhora do quadro em 11 (73,33%) pacientes. Conclusões: Os autores traçaram o perfil de pacientes com PFPT e os resultados obtidos com o tratamento.

DESCRITORES: Nervo Facial, Traumatismos do Nervo Facial, Paralisia Facial, Traumatismos Craniocerebrais, Osso Temporal


ABSTRACT

Objective: To analyze clinical and surgical cases of traumatic facial nerve palsy (TFNP) treated in a tertiary outpatient clinic during the period between 2004 to 2010. Methods: A retrospective study of 16 cases of PFPT, from a total of 65 cases (24.61%) of Peripheral Facial Nerve Palsy in the period. Results: 13 cases (81%) were male. The age ranged from 9 to 60 years with an average of 36 years. Regarding the type of trauma, 9 (56.25%) were by accident - 5 due to car accident, 3 as result of falling and 1 by an object hitting the temporal bone; 4 (25%) by assault and 3 (19%) were iatrogenic. Most frequent symptoms were: otorrhea in 9 cases (56.25%), paresthesia of the paralyzed side in 6 (37.5%), tinnitus in 5 cases (31.25%) and dizziness in 5 cases (31.25%). They also reported otalgia in 4 cases (25%), ear fullness in 2 cases (12.5%) and retroauricular pain in 2 cases (12.5%). Of the 16 cases studied, 10 (62.5%) underwent medical treatment, 5 (31.25%) surgical treatment and in 1 case (6.25%) there was no follow-up. According to the House-Brackmann criteria, there was improvement in 11 (73.33%) patients. Conclusions:The authors traced the profile of patients with PFPT and the results obtained with their treatment.

KEYWORDS: Facial Nerve; Facial Nerve Injuries; Temporal Bone

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-280

TÍTULO: Alterações otorrinolaringológicas em pacientes com doenças reumatológicas

TÍTULO EM INGLÊS: Otorhinolaryngological changes in patients with rheumatic diseases

AUTOR(ES): Lutiane Scaramussa, Reinaldo Jordão Gusmão

INSTITUIÇÃO: Universidade Estadual de Campinas


RESUMO

Muito se tem discutido, atualmente, sobre as manifestações otorrinolaringológicas em pacientes com doenças reumatológicas. As manifestações otorrinolaringológicas nas doenças autoimunes representam um desafio diagnóstico para o médico reumatologista, o otorrinolaringologista e o clínico. Comumente, sintomas otorrinolaringológicos podem representar um sinal inicial de uma desordem autoimune não diagnosticada que, frequentemente, exige um imediato e agressivo tratamento imunossupressor. Diante do crescimento das doenças reumáticas mundialmente, impulsionado pelo envelhecimento populacional e exposição a maior número de indutores de alterações autoimunes, a identificação de sintomas otorrinolaringológicos nesses pacientes pode se tornar uma ferramenta importante para o diagnóstico e tratamento precoces de tais doenças. O objetivo deste trabalho, com isso, é identificar manifestações otorrinolaringológicas em pacientes com doenças reumatológicas.

DESCRITORES: Otolaringologia, Reumatologia, Vasculite


ABSTRACT

Much has been discussed about the manifestations of rheumatic diseases in ENT patients. Otorhinolaryngological manifestations in autoimmune diseases represent a diagnostic challenge for the rheumatologist, the otolaryngologist and the GP. Commonly, ENT symptoms may represent an early sign of an autoimmune disorder not yet diagnosed, which often requires a prompt and aggressive use of an immunosuppressive treatment. Given the increase in the incidence of rheumatic diseases worldwide, driven by population aging and exposure to increased numbers of inducers of auto-immune diseases, the identification of ENT symptoms in these patients may become an important tool for early diagnosis and treatment of such disorders. This study, therefore, is to identify ENT manifestations in patients with rheumatic diseases.

KEYWORDS: Disease Progression; Otitis; Blood Vessels

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-287

TÍTULO: É importante realizar o reteste da manobra de posicionamento após tratamento da vertigem postural paroxística benigna?

TÍTULO EM INGLÊS: Is it important to repeat the repositioning maneuver after benign paroxysmal positional vertigo treatment?

AUTOR(ES): Alexandra Kolontai de Sousa Oliveira, Letícia Boari, Lília Pereira Abreu Ferro, Renata Botelho Frota, Érika Pérez Iglesias, Mariana Rocha Tetilla

INSTITUIÇÃO: Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo


RESUMO

A vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) é a causa mais comum de disfunção vestibular periférica. Objetivo: Avaliar a importância da realização do reteste da manobra diagnóstica após a manobra de reposicionamento em pacientes com VPPB. Material e Método: Estudo retrospectivo, de pacientes em acompanhamento no ambulatório de otoneurologia no período de novembro de 2010 a abril 2011. Resultados: Amostra de 28 pacientes, 24 do sexo feminino, faixa etária de 55,57 anos e 10,71% apresentavam outra labirintopatia associada. Todos os casos identificaram comprometimento do canal semicircular posterior e foram de ductolitíase. Realizada manobra de Epley na maioria dos pacientes e manobra liberatória de Semont em quatro casos. Na realização de reteste, observou-se quem em 18 casos este foi negativo; 10 casos, presença de nistagmo de posicionamento, com as mesmas características observadas na primeira manobra diagnóstica. Conclusão: O estudo mostra que é válido realizar o reteste após a manobra de reposicionamento de partículas na VPPB, visto que é alta a porcentagem com reteste positivo e que não melhoram após a reavaliação.

DESCRITORES: Vertigem, Resultado de Tratamento, Canais Semicirculares


ABSTRACT

A retrospective study of patients in the neurotology ward from november 2010 to april 2011. Results: The study included 28 patients; 24 females, mean age 55.57 years; and 10.71% had other associated diseases of the labyrinth. All cases identified involved benign paroxysmal positional vertigo of the posterior semicircular canal, and Epley maneuver was performed in most patients and a Semont freeing maneuver was done in 4 cases. During the retest we had 18 negative cases; 10 patients had positional nystagmus with the same characteristics observed in the first diagnostic maneuver. Conclusion: The study shows that it is valid to perform the retest after the particle repositioning maneuver in BPPV, given that the percentage is high with positive retesting, which do not improve after reevaluation.

KEYWORDS: Vertigo; Treatment Outcome; Semicircular Canals

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-290

TÍTULO: A eficácia da reabilitação vestibular na Vertigem Posicional Paroxística Benigna

TÍTULO EM INGLÊS: The Effectiveness of Vestibular Rehabilitation in Benign Paroxysmal Positional Vertigo

AUTOR(ES): Geraldo Majela Pereira, Isabella Marques Pereira

INSTITUIÇÃO: OtorrinoClinica- Clinica de Otorrinolaringologia e Fonoaudiologia Dr Geraldo Majela Pereira


RESUMO

A Vertigem Postural Paroxística Benigna é o tipo mais comum de vestibulopatia periférica, caracterizada por episódios de vertigens breves quando a cabeça é movimentada em determinadas posições. A VPPB é comum nos adultos e idosos, sendo rara em crianças. Sua etiologia é diversa, como a disfunção hormonal ovariana, alterações metabólicas e vasculares, trauma craniano, dentre outras. A VPPB é desencadeada pelo acúmulo de frações de otólitos utriculares, seja na corrente endolinfática (canalitíase) ou sobre a cúpula da crista ampular dos canais semicirculares (cupolitíase). A remissão espontânea é comum e para os pacientes nos quais a vertigem episódica persiste, esta disfunção pode ser intolerável, e resulta em alterações nas atividades normais. O diagnóstico é feito pelas Manobras de Posicionamento como a Manobra de Dix-Hallpike, Bradt-Daroff e Teste de Girar, que avaliam os canais semicirculares. O tratamento mais indicado para a VPPB é a reabilitação vestibular por meio de Manobras de Reposição dos Otólitos, e o sucesso dependerá do canal envolvido e da localização dos otólitos. Por ser uma vestibulopatia comum na rotina clínica, avaliamos 61 exames de pacientes que realizaram o Teste Vestibular no período entre 31/01/2011 a 16/05/2011, sendo os exames executados numa clinica particular de Otorrinolaringologia e Fonoaudiologia no município de Itaúna-Minas Gerais, onde identificamos 10 pacientes dentre os avaliados com diagnóstico de VPPB, pela Manobra de Dix-Hallpike. Os pacientes com VPPB foram submetidos à reabilitação vestibular. Após o término desta, 100% dos pacientes relataram melhoras significativas das vertigens posturais, resultado que mostra a eficácia do tratamento.

DESCRITORES: Vertigem, Doenças Vestibulares, Testes de Função Vestibular


ABSTRACT

Benign Paroxysmal Positional Vertigo is the most common type of peripheral vestibular disorder, characterized by brief episodes of vertigo when the head is moved in certain positions. BPPV is common in adults and the elderly,but it is rare in children. Its etiology is diverse - ovarian hormonal dysfunction, metabolic and vascular diseases,head trauma, and others. BPPV is triggered by the build up of fractions of utricular otoliths in the endolymph (canalithiasis) or on the ampullary crest of semicircular canals (cupulolithiasis). Spontaneous remission is common for patients in whom episodic vertigo persists, this dysfunction can be intolerable, and impairs patients's regular activities. Diagnosis is made through maneuvers such as the Dix-Hallpike and the Bradt-Daroff positioning maneuvers and the Turn Test that assesses the semicircular canals. The best treatment for BPPV is a vestibular rehabilitation by means of the otolith repositioning maneuver, and success will depend on the canal involved and the location of the otoliths. Since it is a common vestibulopathy in the clinical practice, we evaluated 61 patients who underwent examinations with the vestibular test in the period from 31/01/2011 to 16/05/2011, the tests were performed in a private ENT and Speech Therapy clinic in Itaúna-Minas Gerais, where we identified 10 patients among the subjects with diagnosis of BPPV by the Dix-Hallpike maneuver. Patients with BPPV underwent vestibular rehabilitation. After the end of this, 100% of the patients reported significant improvements in their postural dizziness, a result that shows the effectiveness of treatment.

KEYWORDS: Vertigo; Vestibular Diseases; Vestibular Function Tests

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-291

TÍTULO: Posturografia multissegmentar: avaliação das estratégias posturais usando um sistema eletromagnético tridimensional

TÍTULO EM INGLÊS: Multisegmental posturography: evaluation of postural strategies using a tridimesional electromagnetic system

AUTOR(ES): José Fernando Colafêmina, Eduardo Ferriolli, Antonio Adilton Oliveira Carneiro, Taiza Elaine Grespan Santos-pontelli, José Ailton Oliveira Carneiro

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/FMRP,Universidade de São Paulo/USP


RESUMO

Objetivo: A finalidade deste estudo foi analisar as estratégias posturais em diferentes condições sensoriais por meio da posturografia multissegmentar usando um sistema de sensores eletromagnéticos tridimensional. Outro objetivo foi apresentar valores de jovens saudáveis adquiridos por essa ferramenta. Material e Método: Participaram do estudo 25 jovens saudáveis, com faixa etária entre 18 a 35 anos. Um sistema tridimensional (POLHEMUS®), com dois sensores, foi usado para avaliar o equilíbrio postural. Os dados foram submetidos para um processamento matemático usando software, desenvolvido em ambiente Labview, e transformado em valores como: deslocamento máximo, velocidade e trajetória. Os testes foram realizados com os voluntários parados na posição ortostática por 90 segundos, com os olhos abertos e fechados, na superfície estável e instável. Resultados: Os jovens apresentaram uma oscilação em pêndulo invertido em todas as condições sensoriais e quanto menos informações sensoriais eles tinham, maior era a oscilação postural. Conclusão: A ferramenta utilizada foi útil para avaliar as estratégias posturais. Uma grande vantagem desta ferramenta é a sua praticidade e a facilidade de transportá-la para diversos ambientes para investigar aspectos relacionados ao controle motor, tanto estático quanto dinâmico.

DESCRITORES: Equilíbrio Postural, Adulto Jovem, Privação Sensorial


ABSTRACT

Objective: The purposes of this study was to analyze the postural strategies in different sensorial conditions with multisegmental posturography using a tridimensional electromagnetic sensors system. Moreover, there was a further objective to present values for healthy young subjects using this tool. Materials and Methods: Twenty-five subjects were studied, ranging in age from 18 to 35 years. We used the POLHEMUS® device with two sensors. The data was submitted to mathematical processing using a special Lab-View software and transformed into values, such as: maximum displacement, speed and trajectory. Tests were performed with the subjects standing in the orthostatic position for 90s, with eyes opened and closed, on stable and unstable surfaces. Results: The subjects had an inverted pendulum oscillation in all sensorial conditions and less available sensorial information was associated with higher postural oscillation. Conclusion: The method employed proved to accurately evaluate postural strategies. To summarize, this is a useful and practical tool to investigate several aspects of the motor control not only in static but also in dynamic conditions.

KEYWORDS: Postural Balance; Young Adult; Sensory Deprivation

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-302

TÍTULO: Prevalência de manifestações otorrinolaringológicas em doenças reumáticas autoimunes

TÍTULO EM INGLÊS: PREVALENCE OF ENT MANIFESTATIONS IN AUTOIMMUNE RHEUMATIC DISEASES

AUTOR(ES): Tiago Vasconcelos Souza, Diego Rodrigo Hermann, Iulo Sérgio Baraúna Filho, Aldo Stamm, Cassiana Abreu, Gabriela Pascoto


RESUMO

Introdução: As doenças reumáticas autoimunes (DRAI) são afecções sistêmicas com gênese imunológica, que costumam, ao longo de sua evolução clínica, acometer múltiplos órgãos e sistemas do organismo humano, causando uma série de repercussões clínicas pertinentes às mais diversas especialidades médicas. Manifestações otorrinolaringológicas podem estar presentes ao longo da evolução clínica das doenças reumáticas autoimunes. Objetivo: O objetivo deste estudo é avaliar a prevalência de manifestações otorrinolaringológicas em pacientes com doenças reumáticas autoimunes atendidos no Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, e revisar a literatura. Forma de estudo: Clínico transversal. Métodos: Nossa amostra foi composta por 22 pacientes (20 a 60 anos, ambos os sexos) portadores de doenças reumáticas autoimunes, atendidos nas divisões de Clínica Médica/Reumatologia e Otorrinolaringologia do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. Os pacientes foram avaliados por exame clínico otorrinolaringológico padronizado e teste audiométrico. Resultados: Os dados obtidos evidenciaram manifestações otorrinolaringológicas em todos pacientes com DRAI do estudo (prevalência de 100%). Observaram-se as seguintes prevalências de sinais e sintomas nos 22 pacientes com DRAI do estudo: Hipoacusia (50%); vertigem (45,5%); zumbido (50%); anosmia (4,5%); coriza (4,5%), obstrução nasal (18%); prurido (4,5%); epistaxe (32%); xerostomia (45,5%), síndrome da ATM (18%); Paralisia facial periférica (0%); rouquidão (27%), hipoestesia facial (9%); e disfagia (18%), e 54% apresentaram ulcerações mucosas. Conclusão: Com base em nossos resultados, concluímos que manifestações otorrinolaringológicas são frequentes em pacientes com DRAI, sendo as ulcerações mucosas e os distúrbios audiovestibulares os sinais e sintomas mais prevalentes.

DESCRITORES: Doenças Auto-Imunes, Úlceras Orais, Surdez


ABSTRACT

Introduction: Autoimmune rheumatic diseases (AIRD) are immune diseases with systemic involvement, which often, throughout their clinical course, affect multiple organs and body systems, causing a series of relevant clinical repercussions in many different medical specialties. ENT manifestations may be present throughout the clinical course of auto immune rheumatic diseases. Objective: The purpose of this study is to assess the prevalence of ENT manifestations in patients with autoimmune rheumatic diseases and a review of the literature. Study design: Clinical cross-sectional. Methods: Our sample was made up of 22 patients (20-60 years, of both genders) with autoimmune rheumatic diseases, seen in the divisions of rheumatology and otolaryngology of the Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. Patients were evaluated by standard clinical exam and audiometry. Results: The data obtained showed ENT manifestations in all patients with AIRD (prevalence of 100%). We observed the following prevalence of signs and symptoms in 22 patients with AIRD: Hearing loss (50%), dizziness (45.5%), tinnitus (50%), anosmia (4.5%), rhinorrhea (4 5%), nasal obstruction (18%), pruritus (4.5%), epistaxis (32%), xerostomia (45.5%), TMJ syndrome (18%), peripheral facial palsy (0%); hoarseness (27%), facial hypoesthesia (9%), dysphagia (18%), and 54% had mucosal ulcerations. Conclusion: Based on our results, we conclude that ENT manifestations are frequent in patients with AIRD, with mucosal ulceration and audio-vestibular disorders to be the most prevalent signs and symptoms.

KEYWORDS: Autoimmune Diseases; Hearing Loss; Stomatitis, Aphthous

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-303

TÍTULO: Análise da qualidade de vida em pacientes portadores de zumbido e estudo comparativo entre dois métodos de mensuração

TÍTULO EM INGLÊS: Analysis of the quality of life of tinnitus patients and comparative analysis between two methods of measurement

AUTOR(ES): Márcia dos Santos da Silva, Renato Telles de Sousa, Luiz Carlos Nadaf de Lima, Rafael Siqueira de Carvalho, Renata Farias Santana

INSTITUIÇÃO: Hospital Universitário Getúlio Vargas - Serviço de Otorrinolaringologia.


RESUMO

Objetivo: Avaliar a qualidade de vida dos pacientes com zumbido utilizando o Tinnitus Handicap Inventory e comparar os resultados desse método com uma escala análogo-visual. Métodos: Neste estudo exploratório descritivo prospectivo, o Tinnitus Handicap Inventory e a escala análogo-visual foram aplicados a 13 pacientes com queixa de zumbido de origem otoneurológica durante um ano. A confiabilidade do questionário foi medida pelo coeficiente alfa de Cronbach (α). A correlação entre os escores obtidos com o questionário e a escala análogo-visual foi realizada pelo coeficiente de Spearman (ρ). Resultados: Dentre os 13 pacientes, 84,6% eram do sexo feminino e a média de idade foi de 51,92 anos. A duração média do sintoma foi de 26,38 meses. Quanto à gravidade do zumbido, 30,8% dos pacientes apresentavam sintoma de grau desprezível e 15,4% de grau leve, com qualidade de vida ótima e boa, respectivamente, enquanto 23,1% apresentavam sintoma moderado com qualidade de vida razoável. No outro extremo, 15,4% apresentavam grau grave e 15,4% grau catastrófico, com qualidade de vida ruim e péssima, respectivamente. A confiabilidade do questionário foi satisfatória (α = 0,920). Foi observada correlação positiva entre o questionário e a escala análogo-visual (ρ = 0,633). Conclusões: A maioria dos pacientes apresenta um grau de incômodo desprezível ou leve e consegue se habituar a ele, sem grande interferência nas atividades rotineiras. As escalas análogo-visuais possuem eficácia semelhante ao Tinnitus Handicap Inventory na avaliação destes pacientes.

DESCRITORES: Zumbido, Qualidade de Vida, Atividades Cotidianas


ABSTRACT

OBJECTIVE: to evaluate the quality of life of patients with tinnitus using the Tinnitus Handicap Inventory and compare the results of this method with a visual analogue scale. METHODS: In this exploratory descriptive prospective study, the Tinnitus Handicap Inventory was applied to 13 patients with tinnitus of neurotology origin during one year. The reliability of the questionnaire was measured using Cronbach's alpha. The correlation between scores obtained by the questionnaire and the visual analogue scale was performed using Spearman's coefficient. RESULTS: Among the 13 patients that participated in this study 84.6% were females, with a mean age of 51.92 years. The average duration of symptoms was 26.38 months. Concerning tinnitus severity, 30.8% of patients had negligible symptoms and 15.4% were mild, with great and good qualities of life, respectively; while 23.1% had moderate symptoms with a reasonable quality of life. At the other extreme, 15.4% of patients had severe and 15.4% had catastrophic tinnitus, with bad and terrible qualities of life, respectively. The reliability of the questionnaire was considered satisfactory (=0.920). There was a positive correlation between the questionnaire and the visual analogue scale (ρ=0.633). CONCLUSIONS: Most of the patients had a negligible or mild degree of discomfort and could get used to it without much interference in their routine activities. Visual analog scales have similar efficacy to the Tinnitus Handicap Inventory in evaluating these patients.

KEYWORDS: Tinnitus; Quality of Life; Activities of Daily Living

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-304

TÍTULO: Otoesclerose: perfil epidemiológico, resultados e complicações de estapedotomias em serviço de Residência Médica

TÍTULO EM INGLÊS: Otosclerosis: Epidemiology; stapedotomy results and complications in residency training

AUTOR(ES): Marco Antonio Ferraz de Barros Baptista, Gustavo Fernando Tognini Rodrigues, Fernanda Lion Martins Adami, Juliana Frozoni Lemes, Caio Barbosa Campanholo, Marcos Luiz Antunes, Priscila Bogar Rapoport

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina do ABC


RESUMO

Introdução: Otospongiose ou otoesclerose é uma doença heredodegenerativa da cápsula labiríntica relativamente comum e que ocorre principalmente em mulheres entre 20 e 30 anos de idade. Nas últimas décadas, a estapedotomia tem sido uma técnica preferida por muitos cirurgiões para o tratamento da otoesclerose. Assim, este trabalho analisa os resultados de estapedotomias realizadas em serviço de residência médica no Hospital Estadual Mário Covas. Forma de estudo: Clínico retrospectivo. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo de 16 pacientes com otoesclerose, submetidos à estapedotomia por residentes do terceiro ano de otorrinolaringologia. Resultados: Melhora auditiva comprovada audiometricamente por fechamento ou redução do gap aéreo-ósseo em 14 pacientes (87,5%). Complicações ocorridas: vertigem (seis pacientes - 37,5%), zumbido (dois pacientes - 12,5%), desarticulação incudomaleolar (um paciente - 6,25%), deslocamento da prótese (um paciente - 6,25%), otite externa (um paciente - 6,25%), alteração gustativa (um paciente - 6,25%) e Gusher (um paciente - 6,25%). Conclusões: A estapedotomia vem se mostrando uma boa opção terapêutica, já que, em geral, apresenta baixa morbidade e altas taxas de sucesso, mesmo em serviço de ensino, proporcionando melhor qualidade de vida para os portadores de otoesclerose.

DESCRITORES: Otosclerose, Cirurgia do Estribo, Perda Auditiva


ABSTRACT

Introduction: Otospongiosis or otosclerosis is a common degenerative and hereditary disease of the labyrinthine capsule and occurs mainly in women aged between 20 and 30 years of life. In recent decades stapedotomy has increasingly tended to become the most used surgical technique for the treatment of otosclerosis. This study analyzes the results of stapedectomies carried out in a medical residency program at the Mario Covas Hospital. Study design: Clinical retrospective. Materials and Methods: Retrospective analysis of 16 patients with otosclerosis who underwent stapedotomy performed by otolaryngology third year residents and clinical and audiological follow up. Results: Hearing improvement proved by audiogram: air-bone gap closure in 14 patients (87.5%). The complications were dizziness (6 patients - 37.5%); tinnitus (2 patients - 12.5%); dislocation of the joint between incus and malleus (one patient - 6.25%); displaced prosthesis (one patient 6.25%); external otitis (one patient 6.25%), taste alterations (one patient - 6.25%) and Gusher (one patient - 6.25%). Conclusions: Stapedotomy has been regarded as a good therapeutic choice to the treatment of conductive hearing loss caused by otosclerosis, considering it has low morbidity and high success rates even in a teaching hospital, providing better quality of life to these patients.

KEYWORDS: Otosclerosis; Stapes Surgery; Hearing Loss

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-311

TÍTULO: Perfil dos pacientes atendidos em ambulatório de zumbido de um centro de referência

TÍTULO EM INGLÊS: Characteristics of the patients undergoing treatment at the tinnitus ward of a reference clinic.

AUTOR(ES): Giuliano Bongiovanni, Suemy Cioffi Izu, Fernando Hirose, Gustavo Ribeiro Pifaia, Ektor Tsuneo Onishi

INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de São Paulo


RESUMO

Introdução: Zumbido é a percepção de som na ausência de estímulo sonoro externo. Nos EUA, afeta 12%-14% da população e sua prevalência aumenta com a idade. Os fatores de risco para o seu desenvolvimento incluem doenças otológicas, metabólicas, cardiovasculares, perda auditiva. Objetivo: Traçar o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no ambulatório de zumbido de um serviço universitário de referência. Método: Estudo retrospectivo com base na revisão de prontuários de 1033 pacientes do ambulatório de zumbido de um serviço universitário de referência de 1999 a 2010, obtendo idade, gênero, tempo de sintoma, localização e características do zumbido, fatores de piora, intensidade, alterações audiométricas e comorbidades associadas. Resultados: Foram encontrados 59,24% de mulheres e 40,56% de homens. A prevalência aumenta com a idade, pico entre 51 e 69 anos. Em 37,89% dos casos, o zumbido foi referido como bilateral, em 31,10% à esquerda, 21,71% à direita. O zumbido foi descrito como chiado em 26,38%, apito em 22,11%, cigarra em 13,77%, cachoeira em 10,86% e pulsátil em 4,56%. Os pacientes se queixaram de hipoacusia em 48% e hiperacusia em 8,24% dos casos. Alterações audiométricas foram observadas em 63% dos pacientes, hipertensão arterial em 43% e diabetes mellitus em 16%. Conclusão: O perfil dos pacientes atendidos tem sua maioria composta por mulheres, com pico de prevalência entre 51 e 69 anos, zumbido é bilateral e descrito como um chiado na maior parte das vezes. Foram observadas alterações audiométricas em 63% dos pacientes. Estes apresentavam HAS e DM em 43% e 16% das vezes, respectivamente.

DESCRITORES: Zumbido; Epidemiologia; Fatores de Risco


ABSTRACT

Introduction: Tinnitus is the perception of a noise in the absence of an acoustic stimulus. In the USA, it is experienced by 12-14% of the population, and its prevalence increases with the age. Risk factors include otological, metabolical, cardiovascular diseases, and hearing loss. Objectives: to determine the epidemiological characteristics of the patients undergoing treatment at the Tinnitus Ward in an university hospital. Methods: this is a retrospective study, involving 1,033 patients of the tinnitus ward in a university hospital between 1999 and 2010, considering: age, gender, duration of symptoms, tinnitus localization and characteristics, worsening factors, audiometric changes and other associated diseases. Results: Among the 1,033 patients, 59.24% were females and 40.56% were males. Prevalence increases with age, most frequently found between 51 and 70 years of age. In 31.10%, the tinnitus was located in the left ear; in 21.71%, in the right ear, and in 37.89%, it was a bilateral symptom. It was described as a shrill sound in 26.38%; as a whistle in 22.11%; as a cicada in 13.77%; as a waterfall in 10.68% and pulsatile in 4.56%. Audiometric alterations were observed in 63% of the patients, hypertension in 43%, diabetes mellitus in 16%, hearing loss in 48% and hyperacusia in 8.24% Conclusions: Most of our patients were women, mostly between 51 and 70 years old. The tinnitus is usually bilateral and described as a shrill sound. Audiometric alterations were observed in 63% of the patients and hypertension and diabetes mellitus in 43% and 16% respectively.

KEYWORDS: Tinnitus; Epidemiology; Risk Factors

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-312

TÍTULO: Tratamento cirúrgico da otite média crônica supurativa: impacto na qualidade de vida

TÍTULO EM INGLÊS: Surgical Treatment of Chronic Suppurative Otitis Media: Impact on quality of life

AUTOR(ES): Juliana Antoniolli Duarte, Marcos Luiz Antunes, Ricardo Frazatto, Carlos Eduardo de Abreu, Marilia Yuri Maeda, Laila Carolina da Silva

INSTITUIÇÃO: Departamento de Otorrinolaringologia da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo


RESUMO

Introdução: A otite média crônica é o processo inflamatório crônico da mucosa de revestimento da orelha média (OM) e células da mastoide, por mais de três meses. Há muita discussão na literatura sobre a eficácia do tratamento cirúrgico da otite média crônica (OMC). Apesar de existirem muitos artigos com dados objetivos sobre a recidiva da doença, as taxas de melhora auditiva, presença ou não de otorreia, pouco se discute sobre o impacto da doença sobre a qualidade de vida dos pacientes, e sua satisfação após o tratamento cirúrgico. Objetivo: Avaliar o impacto da cirurgia de mastoidectomia com ou sem reconstrução tímpano-ossicular na qualidade de vida dos pacientes com otite média crônica supurativa submetidos à cirurgia de timpanomastoidectomia e correlacionar com a qualidade auditiva, a recidiva de doença e a presença de otorreia pós-operatória. Método: Estudo longitudinal, prospectivo, realizado por meio de avaliação clínica, audiométrica e aplicação de questionário (CSE) de qualidade de vida no período pré e pós-operatório de pacientes que foram submetidos à cirurgia de mastoidectomia com ou sem reconstrução tímpano-ossicular por otite média crônica supurativa no Hospital Estadual de Diadema e Hospital São Paulo. Resultados: Em andamento.

DESCRITORES: Otite Média Supurativa, Qualidade de Vida, Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde)


ABSTRACT

Summary Introduction: Chronic otitis media is the chronic inflammation of the mucous membrane lining the middle ear (OM) and the mastoid cells for more than three months. There is much discussion in the literature concerning the effectiveness of surgical treatment for chronic otitis media (COM). Although there are many articles with objective data on disease recurrence, rates of hearing improvement and the presence of otorrhea, little is discussed about the impact of the disease on the quality of life of patients and their satisfaction after surgical treatment. Objective: To evaluate the impact of surgery with or without mastoidectomy and tympanic-ossicular reconstruction on the quality of life of patients with chronic suppurative otitis media, who underwent tympanomastoidectomy surgery and to correlate with hearing quality, disease recurrence and the presence of postoperative otorrhea. Method: A longitudinal prospective study, done with clinical evaluation, audiometric exams and a quality of life questionnaire (CSE) in the pre and post operative of patients who underwent surgery with or without mastoidectomy and eardrum-ossicular reconstruction, because of chronic suppurative otitis media at Diadema State Hospital and São Paulo Hospital. Results: in progress.

KEYWORDS: Otitis Media with Effusion; Quality of Life; Evaluation of Results of Therapeutic Interventions

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-315

TÍTULO: Perfil dos pacientes com perfuração residual após timpanoplastia

TÍTULO EM INGLÊS: Profile of patients with residual perforation after tympanoplasty

AUTOR(ES): Joyce Oliveira de Lima, Cecília Pereira Paes, Larissa Magalhães Navarro, Erika Baptista Luiz Badarane, Theago Barros Silva, Renato Valentim Brasil, Diego Costa Farias


RESUMO

Introdução: A otite média é uma doença mundialmente prevalente e, apesar de todos os avanços científicos, ainda é considerada um importante problema de saúde pública. A timpanoplastia objetiva reconstruir a membrana timpânica, restaurando a proteção à orelha média e melhorando a audição. Objetivo: Avaliar o perfil dos pacientes com persistência de perfuração após timpanoplastia, realizada em um Hospital Universitário, no período de janeiro de 2009 a dezembro de 2010. Material e Métodos: Foram incluídos 20 pacientes portadores de otite média crônica não colesteatomatosa, submetidos à timpanoplastia, que não obtiveram incorporação total do enxerto. Forma de estudo: Estudo retrospectivo, por meio da análise de prontuários. Resultados: Fatores como sexo, idade, queixas nasais associadas, cirurgia otológica prévia e bilateralidade da doença não influenciaram no resultado cirúrgico. O tamanho e localização da perfuração, o tempo de doença e o baixo nível socioeconômico contribuíram significativamente para o insucesso cirúrgico. Conclusão: Atribuiu-se ao insucesso cirúrgico fatores como perfuração central, ampla, tempo de doença maior que um ano e baixo nível socioeconômico dos pacientes.

DESCRITORES: Timpanoplastia, Perfuração da Membrana Timpânica, Otite Média


ABSTRACT

Abstract: Otitis media is a worldwide prevalent disease and despite all the scientific advances, is still considered an important public health problem. Tympanoplasty aims to reconstruct the tympanic membrane, restoring protection to the middle ear and improving hearing. Aim: To evaluate the profile of patients with persistent perforation after tympanoplasty, at the University Hospital, from January, 2009 to December, 2010. Materials and Methods: We had 20 patients with chronic otitis media without cholesteatoma, who underwent tympanoplasty, without achieving closure of the perforation. Study design: Retrospective, through analysis of medical records. Results: Factors such as gender, age, nasal symptoms associated otological surgery and bilaterality of the disease did not influence the outcome. The size and location of the perforation, duration of disease and low socioeconomic status contributed significantly to the surgical failure. Conclusion: Surgery failure was associated to such factors as: central perforation, large size, disease duration longer than one year and low socioeconomic status of patients.

KEYWORDS: Otitis Media; Tympanoplasty; Tympanic Membrane Perforation

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-317

TÍTULO: Avaliação de pacientes portadores de otite média crônica colesteatomatosa submetidos à mastoidectomia

TÍTULO EM INGLÊS: Evaluation of patients with Chronic Cholesteatomatous Otitis Media undergoing mastoidectomy

AUTOR(ES): Daniel Souza Curi, Henrique Pedro Magoga Filho, Aden Luigi Castro Testi, Noelle Kistemarcker do Nascimento Bueno, Godofredo Campos Borges, José Jarjura Jorge Júnior

INSTITUIÇÃO: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Sorocaba


RESUMO

Introdução: A otite média crônica colesteatomatosa (OMCC) caracteriza-se por apresentar um comportamento agressivo, com graves sequelas. Objetivo: Fazer um levantamento de sintomas e sinais referentes à OMCC, bem como avaliar os resultados audiométricos pós-mastoidectomia. Método: O trabalho foi retrospectivo em prontuários de 100 pacientes submetidos à mastoidectomia, no período entre 2001 e 2009. Destes, 57 apresentavam diagnóstico de OMCC com indicação cirúrgica. Resultados: As idades na data da cirurgia variaram entre 7 a 57 anos (média de 29 anos); quanto ao gênero, 30 homens (52,64%) e 27 mulheres (47,36%); todos apresentavam otorreia e hipoacusia e apenas dois (3,5%) otalgia. À otoscopia, perfuração da membrana timpânica com secreção purulenta fétida. Em tomografia computadorizada (TC), 39 pacientes (68,42%) mostraram sinais de mastoidite crônica com erosão óssea variável. Com relação às complicações pós-operatórias, três pacientes (5,25%) apresentaram granulação ou pólipo, um (1,75%) desenvolveu fístula labiríntica e um caso (1,75%) evoluiu para um abscesso cerebral. A análise audiométrica comparativa entre o pré e pós-operatório (na média das frequências de 500, 1000 e 2000) mostra que em relação às médias das perdas auditivas após a mastoidectomia, estas não ultrapassaram o limite de 50 dB. A porcentagem de variação destas médias mostrou que em quase metade (46%) da amostra não houve modificação e a ocorrência de perdas maiores diminuiu progressivamente. Conclusão: Os dados tendem a demonstrar que não houve em média, na amostra, redução da capacidade auditiva dos pacientes com o procedimento.

DESCRITORES: Otite Média, Colesteatoma, Processo Mastóide


ABSTRACT

Introduction: Cholesteatomatous chronic otitis media (CCOM) is characterized by an aggressive behavior, with serious sequelae. Objective: to analyze the signs and symptoms associated with the CCOM, and to assess audiometric results after mastoidectomy. Method: the study was retrospective in 100 patients undergoing mastoidectomy, in the period between 2001 and 2009. Of these, 57 featured CCOM with surgical indication. Results: the age of the group at the date of surgery varied between 7 to 57 years (average 29); regarding gender, 30 were men (52.64%) and 27 women (47.36%); all had otorrhea and hypoacusis and only 2 (3.5) had otalgia. Otoscopy showed perforation of the tympanic membrane with purulent secretion. Computed tomography (CT) scan done in 39 patients (68.42%) showed signs of chronic mastoiditis with variable bone erosion. Concerning post-surgical complications, 3 patients (5.25%) had polyps, 1 (1.75) developed a labyrinthine fistula and 1 case (1.75) evolved to a brain abscess. Audiometric comparative analysis between the pre and postoperative care (concerning the average of frequencies 500, 1000 and 2000 Hz) showed that, on average, hearing loss after mastoidectomy did not exceed the limit of 50 dB. The percentage of variation of these average values showed that in almost half (46%) of the sample there were no changes and larger losses decreased gradually. Conclusion: data tend to show that on average, there was no reduction in the hearing of the patients in the sample after the procedure.

KEYWORDS: Otitis Media; Cholesteatoma; Mastoid

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-320

TÍTULO: Potencial Evocado Miogênico Vestibular Ocular: valores de referência em indivíduos normais

TÍTULO EM INGLÊS: Vestibular Evoked Myogenic Potential: reference values in normal subjects

AUTOR(ES): Ricardo Schaffeln Dorigueto, Renata Souza Curi, Patrick Rademaker Burke, Paula Ribeiro Lopes, Mateus Claudino Canarella, Mário Sérgio Lei Munhoz


RESUMO

Introdução: O Potencial Evocado Miogênico Vestibular (VEMP) avalia a resposta muscular frente a uma estimulação sonora. O registro do VEMP captado na musculatura extraocular, denominado VEMP ocular (OVEMP), avalia as vias vestíbulo-oculares. Além de ser um exame objetivo, não invasivo, de baixo custo e fácil execução, não gera desconforto ao sujeito avaliado. Objetivo: Determinar valores de referência em uma população de indivíduos aparentemente normais e verificar se são comparáveis com os até então disponíveis e se podem ser aplicados clinicamente. Método: selecionou-se 22 sujeitos adultos, sendo 16 homens e seis mulheres, sem queixas otoneurológicas. Utilizou-se 150 estímulos tone burst com frequência de 1.000Hz na intensidade de 100 dBnHL, filtros de 10Hz e 1.500Hz. Nos traçados obtidos, foram analisadas as deflexões N1 e P1 em relação à latência, amplitude e simetria. Resultados: não houve diferença estatisticamente significativa entre o lado da estimulação em relação à latência e amplitude. Conclusão: Os resultados obtidos permitem concluir que foi possível determinar valores de referência do OVEMP em indivíduos aparentemente normais e que estes são compatíveis com os até então disponíveis e podem ser aplicados clinicamente.

DESCRITORES: Testes de Função Vestibular, Métodos, Valores de Referência


ABSTRACT

Introduction: Vestibular Evoked Myogenic Potential (VEMP) evaluates muscular response to sound stimuli; VEMP recorded in extra-ocular muscles is called ocular VEMP (OVEMP) and evaluates the vestibulo-ocular pathways. Besides being an electrophysiological examination, noninvasive, of low cost and easy implementation, it does not cause discomfort to the subject assessed. Objective: to establish reference values in a apparently normal population. Methods: twenty two adults, 16 men and 06 women with no neurotological complaints were selected. The stimuli was 1,000 Hz tone bursts, at the intensity of 100 dBnHL and band-pass filter ranging from 10Hz to 1500Hz. The tracings were analyzed in relationship to latency, amplitude and N1 and P1 symmetry. Results: no significant difference was observed between the sides of stimulation in terms of latency and amplitude. Conclusions: OVEMP proved to be a reliable tool in the evaluation of vestibular function, and can be used in clinical applications.

KEYWORDS: Vestibular Function Tests; Vestibular Evoked Myogenic Potentials; Methods; Reference Values

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-321

TÍTULO: Teste da lidocaína em pacientes com zumbido: indicações e técnica

TÍTULO EM INGLÊS: Lidocaine test for tinnitus:indications and technique

AUTOR(ES): Bruno Borges de Carvalho Barros, Gustavo Ribeiro Pifaia, Fernando Kaoru Yonamine, Fernando Takashi Hirose, Ektor Tsuneo Onishi

INSTITUIÇÃO: Departamento de otorrinolaringologia da Universidade Federal de São Paulo


RESUMO

Introdução: O zumbido é um sintoma extremamente comum e apresenta alta taxa de prevalência nas sociedades ocidentais e pode influenciar de forma negativa na qualidade de vida dos pacientes. Existem diferentes modalidades de tratamento, abrangendo desde a farmacoterapia até a acupuntura. A descoberta de que os anestésicos locais alteram e influenciam a gênese e/ou a percepção do zumbido apontou uma nova perspectiva de terapêutica. A lidocaína por apresentar um efeito estabilizador de membrana, reduz a atividade coclear espontânea e modula a transmissão neural. Esta modulação ocorre devido a uma diminuição do influxo de sódio nas células ciliadas, podendo ter um efeito sobre o zumbido. Objetivo: Descrever a padronização do teste da lidocaína para pacientes com zumbido adotada em nosso Departamento de Otorrinolaringologia. Resultados: Vide descrição do método. Conclusão: Descrevemos uma técnica de fácil execução e reprodução, baixo custo, devido à utilização de materiais facilmente obtidos ambulatorialmente, e que pode auxiliar na abordagem dos pacientes com zumbido.

DESCRITORES: Técnicas, Lidocaína, Zumbido


ABSTRACT

Introduction: Tinnitus is an extremely common symptom and has a high prevalence in Western societies. Tinnitus can negatively impact quality of life. There are different treatment modalities, ranging from acupuncture to Pharmacotherapy. The discovery that local anesthetics alter and influence the genesis and perception of tinnitus, pointed to a new perspective of pharmacotherapy. Lidocaine has a membrane-stabilizing effect, reducing spontaneous cochlear activity and modulating neural transmission. This modulation is due to a decrease in sodium influx in ciliated cells and it may have an effect on tinnitus. Objective: To describe standardization of the lidocaine test for patients with tinnitus adopted at our Department of Otolaryngology. Results: See description of the method. Conclusion: We describe a simple and reproducible technique, with low cost due to the use of easily obtained materials, which can assist in the management of patients with tinnitus.

KEYWORDS: Lidocaine; Techniques; Tinnitus

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-333

TÍTULO: Investigação etiológica da deficiência auditiva em um Programa de Triagem Auditiva Neonatal Universal

TÍTULO EM INGLÊS: Etiological investigation of hearing loss in a Universal Newborn Hearing Screening program.

AUTOR(ES): Katia Cristina Costa, Tania Pereira, Mariza A C Pomilio, Edi Lúcia Sartorato

INSTITUIÇÃO: ATEAL - Associação Terapêutica de Estimulação Auditiva e Linguagem - Jundiaí - Brasil e UNICAMP - Campinas - Brasil.


RESUMO

Introdução: A Triagem Auditiva Neonatal Universal (TANU) representa uma forma de viabilizar o diagnóstico precoce da deficiência auditiva, pois 50% a 75% das deficiências auditivas (DA) são passíveis de serem diagnosticadas no berçário. Objetivo: Demonstrar os resultados da investigação etiológica realizada nos deficientes auditivos diagnosticados no Programa de TANU. Casuística e Método: Estudo retrospectivo dos prontuários de 17 deficientes auditivos diagnosticados no Programa de Triagem Auditiva Neonatal, no período de agosto de 2003 a dezembro de 2006. Avaliados anamnese detalhada, exames audiológicos, exames laboratoriais, de imagem e genéticos. Resultados: Sete pacientes permaneceram em UTI, quatro casos de prematuridade; três casos de anóxia neonatal. Em sete casos houve alterações genéticas. Em dois casos houve infecções congênitas. Conclusão: As etiologias mais prevalentes neste estudo foram as de origem genéticas, seguida das causas perinatais. O conhecimento sobre as etiologias da DA e suas incidências na população é extremamente importante, uma vez que muitas das causas poderiam ser evitadas por meio de medidas de saúde pública. Além disso, o conhecimento da etiologia pode servir de auxílio às famílias e aos próprios deficientes auditivos, assim como para o médico, na avaliação de prognóstico da perda auditiva.

DESCRITORES: Perda Auditiva, Triagem Neonatal; Genética


ABSTRACT

Introduction The Newborn Hearing Screening Program (NHSP) is a way to achieve the diagnosis of hearing loss, 50 to 75% of hearing loss cases are likely to be diagnosed in the nursery. Aim Our aim was to show the results of the etiology study carried out in hearing impaired diagnosed through the NHSP program. Materials and methods: retrospective study of the records of 17 hearing impaired patients diagnosed between August 2003 to December 2006. We analyzed the results of laboratory, imaging and genetic tests. Results There were 7 cases of infants who remained in the Newborn Intensive Care Unit (NICU), 4 newborns had history of premature birth and in 3 newborns the hearing impairment was due to prenatal anoxia. Seven patients had a genetic cause. Two newborns had a history of infectious disease. Conclusion The most prevalent etiologies in this study were genetic and perinatal causes. Knowledge about the etiology of hearing loss and its incidence in the population is extremely important because it can be prevented by public health measures. Etiological research on hearing impairment can help patients and their families, as well as the doctor in the prognosis of hearing loss.

KEYWORDS: Hearing Loss; Neonatal Screening; Genetics

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-335

TÍTULO: Efeito da placa oclusal miorrelaxante e acupuntura como tratamento adjuvante para pacientes portadores de tontura, zumbido e cefaleia relacionados à desordem temporomandibular

TÍTULO EM INGLÊS: Effects of the occlusal appliance and acupuncture in the treatment of patients with dizziness, tinnitus and headaches related to temporomandibular dysfunction.

AUTOR(ES): Eduardo Affonso dos Reis, Edson Zangiacomi Martinez, Miguel Angelo Hyppolito

INSTITUIÇÃO: Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP


RESUMO

A tontura, zumbido e cefaleia relacionados à disfunção temporomandibular (TZC/dtm) têm sido motivo de estudos. Suas interações anatômicas e neurofisiológicas são importantes, pois constituem um conjunto de sintomas muitas vezes concomitantes. Nos últimos anos, a acupuntura tem ampliado sua participação no arsenal terapêutico para o portador de TZC/dtm. Assim, a proposta deste estudo foi a de diagnosticar, avaliar e tratar a TZC/dtm numa abordagem multidisciplinar - otorrinolaringológica, odontológica e acupuntural. Foi elaborado um estudo clínico prospectivo em portadores crônicos de TZC/dtm com mais de seis meses de evolução. Três grupos foram selecionados - gral = grupo experimental; grle = grupo controle; grle/al = grupo controle/experimental. Todos pacientes foram tratados com acupuntura e placa oclusal miorrelaxante. O grupo controle (grle), após 12 consultas de acupuntura placebo sem o uso da placa miorrelaxante (placebo - placa), recebeu o tratamento efetivo, acupuntura "verdadeira" com o uso da placa miorelaxante (acupuntura + placa). Houve melhora dos sintomas em todos os grupos. O resultado do tratamento acupuntura + placa foi superior ao tratamento placebo - placa. As respostas obtidas no grle evidenciaram o efeito placebo da acupuntura. Porém, quando o grle recebeu o tratamento acupuntura + placa, apresentou uma melhora significativa (p<0,05). O tratamento acupuntura + placa evidenciou uma melhora precoce para a cefaleia e para a tontura. O sintoma zumbido necessitou de um maior número de consultas acupunturais para que sua melhora fosse evidente. O resultado do tratamento acupuntura + placa é efetivo para a melhora dos sintomas TZC/dtm e superior ao tratamento placebo – placa.

DESCRITORES: Tontura, Zumbido, Cefaléia, Transtornos da Articulação Temporomandibular, Acupuntura


ABSTRACT

Dizziness, tinnitus and headache associated with temporomandibular dysfunction (DTH/tmd) have been fiercely studied. Their anatomical and neurophysiological interactions are important, because they often constitute a set of concomitant symptoms. In recent years, acupuncture has increasingly participated in the treatment of TZC/tmd. The aim of this study was to diagnose, assess and treat TZC/tmd through a multidisciplinary approach - ENT, dentistry and acupuncture. We carried out a clinical prospective study in individuals with chronic TZC/tmd, of more than six months of evolution. Three groups were selected - gral = experimental group; grle = control group; grle/al = group control/experimental. Patients were treated with acupuncture and an occlusal appliance. After 12 consultations of placebo acupuncture without the occlusal appliance (placebo-appliance), received the effective treatment with the appliance (acupuncture + appliance). There was symptom improvements in all groups. The results from the acupuncture + appliance treatment was better than the placebo + appliance. The results from the grle proved the placebo effect of acupuncture. However, when they received the acupuncture + appliance treatment, there was a marked improvement (p<0.05). The acupuncture + appliance showed an early improvement for headache and dizziness. Tinnitus needed a higher number of acupuncture sessions in order to improve. the results from the acupuncture + appliance treatment is effective in improving DTH/tmd symptoms, being better than the placebo-appliance treatment.

KEYWORDS: Dizziness; Tinnitus; Headache; Temporomandibular Joint Dysfunction Syndrome; Acupuncture

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-336

TÍTULO: Correlação epidemiológica entre diagnósticos otoneurológicos e vectoeletronistagmografia

TÍTULO EM INGLÊS: Epidemiological correlation between neurotological and vector-electronystagmographic diagnoses

AUTOR(ES): Luiz Henrique Schuch, Rita de Cássia Cassou Guimarães, Roberta Weber Werle, Lumy Caroline Yagueshita, Otávio Pereira Lima Zanini, Luiz Guilherme Patrial

INSTITUIÇÃO: Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná


RESUMO

Introdução: A tontura é um sintoma inespecífico, com características variadas, provocada por diferentes mecanismos fisiopatológicos, podendo ser queixa comum a várias doenças. Tanto a tontura quanto a vertigem podem ser decorrentes de desordens funcionais primárias ou secundárias do sistema vestibular. A função vestibular tem sido investigada nos últimos tempos e a vectoeletronistagmografia (VENG) constituiu-se em uma contribuição à exploração da semiologia do aparelho vestibular. Objetivos: Evidenciar possíveis correlações estatísticas entre diagnósticos otoneurológicos e suas alterações na VENG. Determinar a percentagem de pacientes com disfunções labirínticas que apresentam VENG alterada. Procurar saber o quanto podemos confiar na VENG no auxilio à determinação de um diagnóstico otoneurológico. Métodos: Trata-se de um estudo retrospectivo, transversal, realizado pela análise de 186 prontuários no período de 2003 a 2008. Resultados: Cento e setenta e dois pacientes apresentavam sintomas de vertigem/tontura; destes pacientes, 117 apresentavam alterações na VENG e somente 40 apresentavam VENG normal, apesar dos sintomas labirínticos. A alteração mais comum encontrada na VENG foi a Síndrome vestibular periférica (SVP) irritativa. Discussão: O diagnóstico otoneurológico mais encontrado foi Vertigem Posicional Paroxística Benigna. A maior parte dos pacientes com vertigem/tontura apresentam a VENG alterada. Foi encontrada significância estatística relacionando a VENG (síndrome vestibular periférica irritativa) com alteração vascular, encontrando um valor de p=0,026. Conclusão: A VENG se mostra um exame complementar importante para confirmação de disfunções labirínticas. Entretanto, sozinho, não nos responde qual a patologia do paciente. Assim, são imprescindíveis: anamnese, exame otorrinolaringológico, neurológico e cardiovascular associados à investigação do sistema auditivo para um preciso diagnóstico otoneurológico.

DESCRITORES: Doenças do Labirinto, Eletronistagmografia, Vertigem


ABSTRACT

INTRODUCTION: is a nonspecific symptom,with varied characteristics, caused by different pathophysiological mechanisms. It may be a common complaint in many diseases. Both dizziness and vertigo may result from primary or secondary functional disorders of the vestibular system.The vestibular function has been investigated in recent times and vector- electronystagmography (VENG) is a major a contributor to the exploration of vestibular semiology. OBJECTIVES: To reveal possible statistical correlations between neurotological diagnoses and changes in VENG. To determine the percentage of patients with labyrinthine disorders that have changes in VENG.Find out how much we can rely on VENG to establish a neurotological diagnosis. METHODS:This is a retrospective, cross-sectional study carried out through the analysis of 186 medical records during the period of 2003 to 2008. RESULTS: One hundred and seventy-two patients had symptoms of vertigo/dizziness; among them, 117 had abnormalities in VENG and only 40 had normal results despite having labyrinthine symptoms.The most common abnormality found in the VENG was peripheral vestibular irritative syndrome (SVP). DISCUSSION: The most common neurotological diagnoses is benign paroxysmal positional vertigo. Most patients with vertigo/dizziness have changes in VENG testing. Statistical significance was found associating VENG (irritative peripheral vestibular syndrome) with vascular abnormalities, with a p-value=0.026. CONCLUSION: VENG proved to be an important complementary exam to confirm labyrinthine disorders. However, alone, it did not help find the patient's pathology. Therefore, the following are still essential: anamnesis, ENT exam, neurological and cardiovascular studies, associated with investigation of the auditory system for a precise neurotological diagnosis.

KEYWORDS: Dizziness; Ear, Inner; Labyrinth Diseases

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-339

TÍTULO: Manutenção do filtro de passa alto em 100Hz para captação dos PEATEs por frequência específica

TÍTULO EM INGLÊS: Maintaining the high pass filter at 100Hz to capture the frequency-specific ABR

AUTOR(ES): Mariana Lopes Fávero, Maria Cristina Moreno Pássaro, Patrick Burke, Paula Lopes, Fernando Leite de Carvalho e Silva, Alfredo Tabith Júnior

INSTITUIÇÃO: Ambulatório de Otorrinolaringologia e Foniatria da DERDIC/PUCSP


RESUMO

Introdução: Durante a captação dos PEATEs por frequência específica, a redução do filtro de passa alto para 30Hz aumenta a amplitude da onda V e a torna mais visível no limiar, mas eleva os artefatos e dificulta a captação do traçado. Objetivo: Determinar o limiar eletrofisiológico para PEATE por frequência específica e estabelecer as variações de latência da onda V, mantendo o filtro de passa alto em 100Hz. Material e Método: Estudo prospectivo com 14 crianças sem perda auditiva. Foram captados PEATEs TB500Hz, 1000Hz e 2000Hz, bilateralmente, nas intensidades de 80dBNA, 60dBNA, 40dBNA, 30dBNA e 20dBNA, e filtro de passa alto em 100Hz. Analisou-se o limiar eletrofisiológico e a latência média da onda V para cada variável. Resultados: Onda V em 30dBNA em 100% dos participantes para os três estímulos testados bilateralmente, exceção a um paciente com limiar em 40dBNA para TB1000Hz na orelha direita. Em 20dBNA, 78,57% apresentaram onda V para TB1000Hz e TB2000Hz e 64,18% para TB500Hz na orelha esquerda. Para orelha direita nessa intensidade, 91,66% apresentaram onda V para TB2000Hz, 84,61% para TB1000Hz e 61,53% para TB500Hz. Conclusão: O protocolo foi eficiente na predição dos limiares auditivos dos participantes e foi compatível com a literatura.

DESCRITORES: Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Encefálico, Audição, Protocolos


ABSTRACT

Introduction: During the recordings of frequency-specific ABR, reducing the high pass filter to 30Hz increases the amplitude of wave V, making it more visible on the threshold, but it increases artifacts and hampers trace recording. Objective: To determine the electrophysiological threshold for frequency-specific ABR and establish the frequency variations in wave V latency while maintaining the high pass filter at 100Hz. Methods: A prospective study of 14 normal-hearing children was performed. ABR in response to 500Hz, 1000Hz and 2000Hz tone bursts were recorded bilaterally in the intensities of 80dBHL, 60dBHL, 40dBHL, 30dBHL and 20dBHL. High pass filter at 100Hz was used. The electrophysiological threshold and the wave V average latency for each variable were analyzed. Results: Wave V was present in response to the three stimuli tested bilaterally at 30dBHL in almost 100% of the subjects. Only one patient showed thresholds at 40dBNA to 1000Hz tone bursts in the right ear. Wave V was detected in 78.57% of the subjects at 20dBHL 1000Hz and 2000Hz tone bursts, and in 64.18% at 20dBHL 500Hz tone bursts in the left ear. At the same intensity, for the right ear, 91.66% of the subjects showed wave V for 2000Hz tone bursts, 84.61% for 1000Hz tone bursts and 61.53% for 500Hz tone bursts. Conclusion: The protocol was efficient in predicting hearing thresholds of the subjects and was consistent with the literature.

KEYWORDS: Evoked Potentials, Auditory, Brain Stem; Hearing; Protocols

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-340

TÍTULO: Queixas auditivas e vestibulares associadas ou não a doenças sistêmicas em pacientes idosas

TÍTULO EM INGLÊS: Auditory and vestibular complaints associated or not with systemic diseases in elderly patients.

AUTOR(ES): Claudia Maria Barbosa Souto, David Campos Wanderley, Tiago Brito Barroso, Therezita M. Peixoto Patury Galvão Castro

INSTITUIÇÃO: UNCISAL


RESUMO

Introdução: A comunicação é uma ferramenta fundamental do ser humano, este sofre processos degenerativos graduais, como as disfunções auditivas e vestibulares, com o decorrer da idade, que afetam a qualidade de vida do idoso. Objetivo: Caracterizar a prevalência das queixas auditivas e vestibulares que resultam em perturbações biopsicossociais nas pacientes idosas. Material e Método: 58 voluntárias com idade entre 60 e 104 anos foram submetidas a uma anamnese com questionário predefinido. Os dados foram analisados com ajuda dos softwares Epi Info e Microsoft Excel. Desenho científico utilizado: Estudo prospectivo com corte transversal. Resultados: 43 idosas foram incluídas ao estudo, correspondendo a 74,14% da amostra inicial. Considerando as pacientes incluídas, a média aritmética da idade foi 75,86 anos, a mediana 73 anos e o desvio padrão 12,12 anos. 12% das pacientes não apresentaram queixas; 26% apresentaram apenas queixas auditivas; 25%, somente queixas vestibulares e 37%, auditivas e vestibulares concomitantemente. Conclusão: Há importância em se estabelecer um tipo adequado de questionário para que possa facilitar aos médicos uma melhor abordagem dos idosos.

DESCRITORES: Transtornos da Audição, Equilíbrio Postural, Idoso


ABSTRACT

Introduction: communication is a fundamental tool for humans fundamental tool, and we suffer from a gradual degenerative processes, such as auditory and vestibular dysfunction due the aging, which affects life quality. Aim: to characterize the prevalence of auditory and vestibular complaints which result in bio-psychosocial disorders in elderly patients. Materials and Methods: 58 voluntaries with age between 60 and 104 years were submitted to an interview with a default questionnaire. The data was analyzed with Epi Info and Microsoft Excel Softwares. Study Design: cross-sectional prospective study; Results: 43 were included to the study, corresponding to 74.14% of the initial sample. Considering the included patients, their mean age was 75.86%, median of 73 years and standard deviation of 12.12 years. 12% of the patients had no complaints; 26% had just auditory complaints; 25% had just vestibular complaints and 37%, auditory and vestibular complaints together; Conclusion: It's important to establish an appropriate type of questionnaire in order to facilitate the physician's approach toward the elderly.

KEYWORDS: Auditory Perception; Postural Balance; Frail Elderly

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-348

TÍTULO: Comparando critérios de recuperação auditiva na perda neurossensorial súbita idiopática

TÍTULO EM INGLÊS: Comparison hearing recovery criteria in idiopathic sudden sensorineural hearing loss.

AUTOR(ES): Daniel Paganini Inoue, Eduardo Amaro Bogaz, Flávia Barros, Viviane Maria Guerreiro da Fonseca, Norma de Oliveira Penido

INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de São Paulo.


RESUMO

Introdução: A falta de uniformidade dos métodos de análise dos estudos de perda auditiva neurossensorial súbita idiopática impossibilita uma comparação adequada dos diversos tratamentos encontrados na Literatura. Nosso objetivo é comparar esses critérios de recuperação auditiva existentes na Literatura, utilizando os pacientes atendidos no nosso ambulatório. Material e Método: Foi realizado um estudo retrospectivo, em pacientes com perda auditiva neurossensorial súbita idiopática, atendidos entre 2000 e 2010. Nossa amostra foi analisada por diversos critérios de recuperação auditiva encontrados na Literatura. Após determinação do critério de recuperação auditiva mais rígido, foram adicionados parâmetros da audiometria vocal. Resultados: Encontrou-se diferença, estatisticamente significante, entre esses critérios (p<0,001). Pela distribuição do percentual de recuperação auditiva significativa pelos diversos critérios, foi detectado que a mudança de categoria funcional para, pelo menos, um grau leve, apresentou o menor percentual de recuperação auditiva significativa. Ao adicionarmos critérios de recuperação auditiva significativa pela audiometria vocal, não foram encontradas diferenças. Conclusões: Existe falta de uniformidade entre os critérios de recuperação auditiva utilizados. O uso dos parâmetros fornecidos pela audiometria vocal não se mostrou fundamental para definir recuperação auditiva significativa, quando adotado o critério baseado na mudança de categoria funcional para um grau, pelo menos, leve.

DESCRITORES: Perda Auditiva Súbita, Audiometria de Tons Puros, Audiometria da Fala, Inteligibilidade da Fala


ABSTRACT

Introduction: The lack of uniformity in most clinical analysis methods for idiopathic sudden sensorineural hearing loss prevents a proper comparison of the different treatment modes found in the literature. The aim is to compare different criteria for hearing recovery in the existing literature using our patients. Materials and methods: we carried out a retrospective study in patients with idiopathic sudden sensorineural hearing loss, treated between 2000 to 2010. Our sample was analyzed using various criteria for hearing recovery found in Literature. After determining the most stringent hearing recovery criteria, were added speech audiometry parameters. Results: We found a statistically significant difference, among these criteria (p <0.001). Considering the significant hearing recovery percentage distribution, by various criteria, we discovered that the change in functional category for at least one mild degree, showed the lowest significant hearing recovery percentage. By adding the significant hearing recovery criteria through speech audiometry, no differences were found. Conclusions: In general, there is a lack of uniformity among the criteria for hearing recovery. The use of speech audiometry parameters wasn't essential to define significant hearing recovery when one uses the method based on the change of functional category in, at last, a mild degree.

KEYWORDS: Hearing Loss, Sudden; Audiometry, Pure-Tone; Audiometry, Speech; Speech Intelligibility

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-349

TÍTULO: Triagem auditiva em escolares: dificuldades metodológicas

TÍTULO EM INGLÊS: Auditory screening in school-aged children: methodological difficulties

AUTOR(ES): Andrea Arantes Braga, Tassiana do Lago, Camila Carrara Yassuda, Lucas Rodrigues Carenzi, Elaine Cristina Cabrini Banda, Myriam de Lima Isaac


RESUMO

Introdução: Os exames de triagem auditiva em escolares possibilitam detectar alterações precocemente, evitando sequelas no desenvolvimento da criança. Materiais e Métodos: Alunos do 1º ano do Ensino Fundamental, com idade de 6 anos, de escolas de Batatais, foram avaliados por meio da realização de audiometria tonal. As escolas foram informadas das crianças que apresentaram exame alterado e ficaram responsáveis por encaminhá-las para consulta com otorrinolaringologista. Objetivos: Examinar um grande número de indivíduos, sem sintomas aparentes, no sentido de identificar aqueles que possam ter a perda auditiva, e encaminhá-los a serviço especializado, a fim de alcançar diagnósticos precisos e tratamento adequado. Resultados: Foram realizados exames em 591 crianças, identificado alterações em 90; porém, apenas 16 crianças completaram avaliação constituída de consulta otorrinolaringológica, audiometria e imitanciometria. 68,7% (11) das crianças apresentavam antecedente de otites, hipoacusia ou atraso de fala, 31% (cinco) apresentaram otoscopia alterada e 56,2% (nove) tiveram alterações na audiometria ou imitanciometria. Conclusão: A avaliação auditiva é considerada uma ação básica de saúde do escolar, e pode evitar sequelas nos processos de aprendizagem da criança. Porém, triagem é um método complexo e dispendioso que, neste caso, apresentou resultados prejudicados pela falha de comunicação da escola com os pais e pela má aderência da população a este método preventivo. Frente a isso, a campanha a ser realizada este ano propõe alterações na maneira em que os pais e as escolas são orientados.

DESCRITORES: Perda Auditiva, Saúde da Criança, Audiometria


ABSTRACT

Introduction: Hearing screening in school-aged children is able to detect hearing impairment at an early age avoiding sequelae in the child's development. Materials and Methods: 1st year students of Elementary Education from Batatais, aged 6 years, were assessed through tonal audiometry. The schools were informed of the children who presented abnormal test results and were responsible for referring them to an otolaryngologist. Objectives: to examine a large number of individuals, without apparent symptoms, in order to identify those who could have hearing loss, and refer them to specialized services in order to achieve accurate diagnoses and appropriate treatment. Results: we examined 591 children and identified changes in 90 of them; but only 16 completed evaluation consisted of otolaryngology consultation, audiometry and tympanometry. 68.7% (11) of the children had a history of ear infections, hearing loss or speech delays, 31% (5) had altered otoscopic exams; 56.2% (9) had alterations in audiometry or tympanometry. Conclusion: Hearing assessment is considered a basic health action for school children, and may prevent sequelae in children's learning processes. However, screening is a complex and costly method that in this case was affected by the failure of communication between parents and school officials, and by poor compliance of the population concerning this preventive method. Faced with this, the campaign to be held this year proposes changes in the way parents and schools are informed about hearing screening.

KEYWORDS: Audiometry; Hearing Loss; Child Health (Public Health)

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-353

TÍTULO: Implementação do programa de triagem auditiva neonatal universal em um hospital universitário de um município da região sul do Brasil: resultados preliminares

TÍTULO EM INGLÊS: Universal newborn hearing screening program implementation in a university hospital in a city in southern Brazil: preliminary results

AUTOR(ES): Marina Faistauer, Tássia Alicia Marquezan Augusto, Marilise Floriano, Camila Corrêa Tabajara, Claudia Mahfuz Martini, Viviane Bom Schmidt, Renato Roithmann

INSTITUIÇÃO: Hospital Universitário da Universidade Luterana do Brasil


RESUMO

Introdução: A triagem auditiva neonatal (TAN) possibilita identificar precocemente a deficiência auditiva nos primeiros meses de vida, o que permite o diagnóstico e intervenção necessários nessas crianças. Objetivo: Traçar o perfil epidemiológico de recém-nascidos submetidos à TAN em um hospital universitário. Material e Métodos: Estudo transversal realizado em um hospital universitário no período de outubro de 2009 a setembro de 2010. Teste de triagem auditiva neonatal foi efetuado em todos os recém-nascidos da maternidade do local. Resultados: O total de pacientes avaliados foi de 2165 crianças. Destas, 17% dos recém-nascidos falharam no primeiro teste de emissões otoacústicas; 4% falharam no reteste e, destas, 0,2% apresentaram deficiência na audição. Um recém-nascido foi protetizado. Conclusão: Os dados obtidos nesse estudo estão condizentes com a literatura atual. Firmar programas, como a TAN, em um serviço universitário torna-se essencial para promover melhora no manejo das crianças afetadas por perda auditiva.

DESCRITORES: Triagem Neonatal, Testes Auditivos, Estudos Transversais


ABSTRACT

Introduction: Newborn hearing screening (NHS) provides early identification of hearing loss in the first months of life, which enables diagnosis and intervention in these children. Objective: to describe the epidemiological profile of infants undergoing NHS in a university hospital. Methods: Cross-sectional study in a university hospital in the period of October 2009 to September 2010. Newborn hearing screening test was performed on all newborns in the maternity ward. Results: The total number of patients was 2,165 children; 17% of these infants failed in the first otoacoustic emissions test; 4% failed the retest; 0.2% had hearing impairment. One newborn received a hearing aid. Conclusion: The data in this study is consistent with the current literature. These programs are essential to bring about improvements in the management of children affected by hearing loss.

KEYWORDS: Neonatal Screening; Hearing Tests; Cross-Sectional Studies

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-355

TÍTULO: Caracterização clínica de pacientes com vertigem posicional paroxística benigna

TÍTULO EM INGLÊS: Clinical characteristics of patients with Benign Paroxysmal Positional Vertigo

AUTOR(ES): Érika Pérez Iglesias, Renata Botelho Frota, Alexandra Kolontai de Sousa Oliveira, Lília Pereira Abreu Ferro, Mariana Rocha Tetilla, Letícia Boari

INSTITUIÇÃO: Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo


RESUMO

Introdução: A VPPB é uma das causas mais comuns de tontura, caracterizada por breves episódios de vertigem associados à movimentação da cabeça. Seu diagnóstico é baseado na história clínica e exame físico, principalmente pelas manobras diagnósticas de posicionamento. O tratamento é altamente eficaz com a realização de manobras, sendo o uso de medicações pouco efetivo. Objetivo: Avaliar as características clínicas dos pacientes com diagnóstico de VPPB atendidos em nosso serviço e determinar o tempo decorrido entre o início dos sintomas e a confirmação diagnóstica da doença. Resultados: A amostra foi constituída por 55 pacientes. Observou-se predomínio de acometimento da VPPB no gênero feminino, ocorrendo em 83,6% (46) dos casos. Somente nove pacientes eram do sexo masculino (16,4%). A idade média dos pacientes foi de 56,6 anos. Na amostra, observou-se uma maior ocorrência de VPPB de canal semicircular posterior (91%). Todos os pacientes com diagnóstico de VPPB foram submetidos a uma ou mais sessões de manobras de reposicionamento de partículas, sendo que 86% dos pacientes ficaram assintomáticos ou tiveram melhora importante do quadro após o tratamento. Conclusão: A VPPB é mais frequente em mulheres a partir dos 40 anos. O canal semicircular posterior é o mais acometido, bem como o labirinto direito. Nistagmo e vertigem de posicionamento por ductolitíase foram encontrados na quase totalidade dos casos. O diagnóstico de VPPB ainda é tardio em boa parte dos casos, acarretando prejuízo à qualidade de vida dos pacientes.

DESCRITORES: Vertigem, Epidemiologia, Diagnóstico


ABSTRACT

Introduction: BPPV is a common cause of dizziness and is characterized by brief episodes of vertigo associated with head movement. The diagnosis is based on clinical history and physical examination, especially positioning diagnostic maneuvers. The treatment is highly effective with particle repositioning maneuvers and medication is not usually effective. Objective: The objective of this study is to evaluate the clinical characteristics of patients diagnosed with BPPV treated at our service, and determine the elapsed time between symptom onset and the diagnosis of the disease. Results: The sample consisted of 55 patients. Regarding gender, there was a predominance of females with BPPV, occurring in 83.6% (46) of the cases. Only 9 patients were men (16.4%). The mean age was 56.6 years (26-84). We observed an increased occurrence of the disease in patients over 60 years. In the sample, it was observed that there was a higher incidence of posterior semicircular canal BPPV (91%). All patients diagnosed with BPPV underwent one or more sessions of particle repositioning maneuvers. 86% of patients were asymptomatic or had significant improvement after treatment. Conclusion: BPPV is more common in women after 40 years of age. The posterior semicircular canal is the most affected, as well as the right labyrinth. Nystagmus and positional vertigo was found in almost all cases. The diagnosis of BPPV is still delayed in most cases, impairing the quality of life of patients.

KEYWORDS: Vertigo; Epidemiology; Diagnosis

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-358

TÍTULO: Alterações radiológicas em pacientes submetidos ao implante coclear

TÍTULO EM INGLÊS: Imaging Findings in patients submitted to cochlear implants

AUTOR(ES): Renata Santos Bittencourt Silva, Julia Maria Olsen, Lucas Bevilacqua Alves da Costa, Renata de Aquino Pereira Nunes Périco, Osmar Mesquita de Sousa Neto

INSTITUIÇÃO: Santa Casa de São Paulo


RESUMO

Introdução: Atualmente, a investigação radiológica dos ossos temporais é feita de rotina nos pacientes que serão submetidos ao Implante Coclear. Na literatura, entre os candidatos a implante coclear, foram observadas alterações cocleares em 32% dos casos, alterações do modíolo em 30%, do vestíbulo em 23%, do ducto endolinfático em 16% e do saco endolinfático em 12%. Objetivo: Esse trabalho tem por objetivo analisar a frequência e os tipos de alterações encontrados na tomografia computadorizada (TC) e ressonância nuclear magnética (RNM) nos pacientes submetidos a implante coclear em hospital terciário em São Paulo, por meio de estudo retrospectivo, com análise dos laudos dos referidos exames. Resultados: As TCs se mostraram alteradas em 39,3% dos pacientes e as RNMs em 32,1%. A mastoidopatia inflamatória e a labirintopatia ossificante foram as alterações mais frequentes. A RNM teve maior sensibilidade em detectar pacientes com labirintopatia ossificante em comparação à TC. Conclusão: São necessários mais trabalhos que avaliem se há diferença entre a prevalência de labirintite ossificante conforme a etiologia ou idade do paciente. Assim como se alterações cocleares observadas nos exames de imagem, seja TC ou RNM, têm alguma repercussão no intraoperatório da cirurgia de implante coclear.

DESCRITORES: Implante Coclear, Imagem por Ressonância Magnética, Tomografia, Radiologia


ABSTRACT

Introduction: Patients being considered for cochlear implantation have to undergo a wide-range of tests, of which imaging of the temporal bone to assess cochlear patency is an important part. In the literature, we can find that the most common abnormalities reported were: 32% of cochlear abnormalities, 30% of modiolus abnormalities, 23% of vestibular abnormalities, 16% of endolymphatic duct abnormalities and 12% of endolymphatic sack abnormalities . A retrospective study of preoperative radiographic studies, CT and MRI scans, obtained from 84 cochlear implant patients was performed. Results: 39.3% of the tomographies were altered and 32% of the MRI scans showed changes. The most frequent abnormalities were inflammatory mastoid disorders and labyrinthitis ossificans. The MRI had better accuracy in showing labyrinthitis ossificans than CT scans. Conclusion: More studies are needed to analyze whether there is a difference in patients with labyrinthitis ossificans regarding their age or cause of deafness. As well as if images as CT or MRI have any repercussion in cochlear implant surgery outcomes.

KEYWORDS: Cochlear Implants; Radiology; Magnetic Resonance Imaging; Tomography

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-363

TÍTULO: Migrânea vestibular: série de casos

TÍTULO EM INGLÊS: Vestibular Migraine: Case Series

AUTOR(ES): Waner Josefa de Queiroz Moura, Larissa Magalhães Navarro, Lorena Gonçalves Rodrigues, Samara Noronha Cunha, Diego Costa Farias, Joyce Oliveira de Lima, Theago Barros Silva

INSTITUIÇÃO: Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza- Universidade Federal do Pará


RESUMO

Introdução: Migrânea associada à vertigem foi descrito pela primeira vez por Aretaeus da Capadócia em aproximadamente 100 anos AC. Muitas outras descrições surgiram na literatura desde então. Outros termos utilizados são migrânea vestibular, vertigem benigna paroxística da infância e vertigem benigna recorrente em adultos. Apesar de milênio de descoberta, muito pouco é conhecido sobre sua patofisiologia e tratamento. Material e Métodos: Realizado estudo retrospectivo, a partir dos dados contidos nos prontuários médicos, referentes à idade, sexo, sintomas otoneurológicos, auditivos e tratamento clínico. Resultados: Selecionados 29 pacientes com diagnóstico presuntivo de migrânea vestibular acompanhados por um período de no mínimo 1 ano, sem patologias vestibulares associadas e, após descartar qualquer outra alteração central. Do total de 29 indivíduos, 25 (86%) eram do sexo feminino e na faixa de 41-60 anos (55,17%). Os sintomas otoneurológicos predominantes foram cefaleia e desequilíbrio e, entre os auditivos relatados, temos: zumbido, hipoacusia e plenitude aural. Discussão: Observa-se uma alta prevalência de migrânea na população geral, estimada entre 5,7%-20% no sexo masculino e de 17,6%-29% no sexo feminino. No estudo em questão, há predomínio no sexo feminino, porém, observou-se um pico de incidência numa idade mais velha. Na maioria dos casos, o tratamento incluiu a associação de dieta e terapia profilática. Conclusão: Migrânea vestibular é uma patologia muito frequente e com impacto negativo importante na qualidade de vida.

DESCRITORES: Vertigem, Tontura, Pacientes


ABSTRACT

INTRODUCTION: Vertigo-associated migraine was first described by Aretaeus of Cappadocia approximately 100 years BC. Many other descriptions been published since then. Other used terms are vestibular migraine, infantile benign paroxysmal vertigo, and recurrent benign vertigo in adults. Despite one thousand years of its discovery very little is known concerning its pathophysiology and treatment. MATERIALS AND METHODS: retrospective study, from the data contained in medical charts, concerning age, gender, neurotological and auditory symptoms and clinical treatment. RESULTS: We selected 29 patients with a potential diagnosis of migraine, followed for at least 1 year without associated vestibular disorders, after ruling out any another central disorder. Of the 29 individuals, 25 (86%) were women, in the age range of 41-60 years (55.17%). The predominant neurotological symptoms were headache and imbalance, ad among the auditory ones, we have: tinnitus, hearing loss and ear fullness. Discussion: we found a high prevalence of migraine in the general population, estimated to be between 5.7-20% for males and 17.6-29% for females. our study found a predominance of females, at a peak incidence in older ages. In most cases, treatment included diet changes and prophylactic therapy. CONCLUSION: The vestibular migraine term is a frequent disorder and has an important negative impact in the quality of life.

KEYWORDS: Vertigo; Dizziness; Patient Participation

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-365

TÍTULO: Estimulação eletroacústica do sistema auditivo: experiência e resultados em quatro pacientes na UNICAMP-Brasil

TÍTULO EM INGLÊS: Electro-acoustic stimulation of the auditory system: experience and results in four patients using the MED-EL Cochlear Implant Mand FlexEAS at UNICAMP, Brazil

AUTOR(ES): Guilherme Machado de Carvalho, João Paulo Peral Valente, Alexandre Scalli Mathias Duarte, Éder Barbosa Muranaka, Marcelo Naoki Soki, Alexandre Caixeta Guimarães, Walter Adriano Bianchini, Arthur Menino Castilho, Agricio Nubiato Crespo

INSTITUIÇÃO: Grupo de Implante Coclear e Próteses Implantáveis, Serviço de Otologia, Disciplina de Otorrinolaringologia, Cabeça e Pescoço, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, Brasil


RESUMO

Objetivos: Avaliar a taxa de percepção e de preservação auditiva em pacientes com perda auditiva nas frequências altas e com manutenção de audição nas frequências graves, sendo submetido a implante MED-EL Mand FlexEAS, sendo o primeiro centro a realizar tal tratamento no Brasil. Métodos: Análise de dados/prontuários, prospectivo, relato de caso. Pacientes incluídos: Quatro pacientes implantados pelo Grupo de Implante Coclear do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil. Variáveis: audiometria tonal, testes de percepção de fala, local e profundidade de inserção do eletrodo. Resultados: Ver tabelas. Conclusão: Apesar da iniciativa pioneira nacionalmente em nosso país, os resultados ainda são precoces e se faz necessário um aumento do tempo de seguimento e dos casos. Entramos numa nova era na reabilitação auditiva.

DESCRITORES: Implante Coclear; Reabilitação de Deficientes Auditivos, Transtornos da Audição


ABSTRACT

ABSTRACT Objectives: To evaluate the rate of perception and hearing preservation in patients with hearing loss in the high frequencies and hearing in low frequency, who underwent implantation of the MED-EL Mand FlexEAS device - we were the first center to perform such treatment in Brazil. Methods: Analysis of data / patient records, prospective case report. Patients included: four patients implanted by the Cochlear Implant Group of the University Hospital, Campinas University (UNICAMP), Brazil. Variables: audiometry, speech perception tests, location and electrode depth of insertion. Results: see tables. Conclusion: Despite the pioneering initiative in our country the results are still preliminary and require a longer follow-up and more cases. We are entering a new era in hearing rehabilitation.

KEYWORDS: Cochlear Implantation; Rehabilitation of Hearing Impaired; Hearing Disorders

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-373

TÍTULO: Avaliação do perfil etiológico dos pacientes submetidos à cirurgia de implante coclear

TÍTULO EM INGLÊS: EVALUATION OF THE ETIOLOGICAL PROFILE OF PATIENTS UNDERGOING COCHLEAR IMPLANTATION

AUTOR(ES): Mariana Alves dos Santos Brito, Larissa Diniz Carvalho, Gilson Meirelles Campos Junior, Rosauro Rodrigues de Aguiar, Marcos Roberto Banhara, Carlos Augusto de Sousa Borba, Davi Sandes Sobral


RESUMO

Introdução: A deficiência auditiva representa uma das patologias mais incapacitantes ao ser humano. A surdez profunda bilateral constitui um verdadeiro problema de saúde pública. Compreender as diversas causas desta patologia é fundamental para o estabelecimento de medidas preventivas e terapêuticas mais eficazes. O objetivo desse trabalho foi avaliar o perfil etiológico dos pacientes submetidos à cirurgia do implante coclear. Material e Métodos: Foi realizada análise retrospectiva de prontuários dos 68 pacientes submetidos à cirurgia de implante coclear em Salvador-BA, no período de fevereiro de 2009 a maio de 2011, com coleta de dados como sexo, idade e etiologia da deficiência auditiva. Resultados: A etiologia mais encontrada foi a idiopática (27,94%), seguida de meningite (19,12%), ototoxicidade (16,18%), genética (14,71%). Conclusão: A causa idiopática, em conformidade com outros estudos disponíveis na literatura científica, continua sendo a mais prevalente dentre as causas de surdez nos pacientes submetidos à cirurgia do implante coclear. Vale destacar a importante presença da meningite neste estudo, e alertar sobre a necessidade de programas de detecção precoce da surdez.

DESCRITORES: Implante Coclear, Perda Auditiva, Meningite


ABSTRACT

Introduction : Hearing loss is one of the most disabling disorders in humans, it represents a real public health problem. To understand the various causes of this pathology is fundamental to the establishment of more effective preventive and therapeutic measures. The purpose of this study was to evaluate the etiologic profile of patients undergoing cochlear implant surgery. Materials and Methods: Retrospective analysis of the medical records of 68 patients undergoing cochlear implantation in Salvador, Bahia, from February 2009 to May 2011 . We collected data such as gender, age and hearing loss cause. Results: The most frequent etiology was idiopathic (27.94%); followed by meningitis (19.12%); ototoxicity (16.18%); genetics (14 71%); congenital (8.82%); otosclerosis (7.35%), and other causes encompassing a smaller percentage. Conclusion: According to other studies in the scientific literature, idiopathic remains the most prevalent among the causes of deafness in patients undergoing cochlear implant surgery. It is worth highlighting the important presence of meningitis in this study, and to stress the need for programs for early detection of deafness.

KEYWORDS: Cochlear Implantation; Hearing Loss; Meningitis

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-374

TÍTULO: Estudo retrospectivo de 46 casos de timpanoplastia "inlay" em crianças

TÍTULO EM INGLÊS: RETROSPECTIVE STUDY OF 46 CASES OF "INLAY" TYMPANOPLASTY IN CHILDREN

AUTOR(ES): Claudia Pereira Maniglia, Ricardo Arthur Hübner, Ana Gabriela Gonçalves Torisan, Mauricio Pereira Maniglia, Fernando Drimel Molina, José Victor Maniglia

INSTITUIÇÃO: DEPARTAMENTO DE OTORRINOLARINGOLOGIA E CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO - HOSPITAL DE BASE. FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - FAMERP


RESUMO

Introdução: Timpanoplastia é a cirurgia realizada para reconstruir a integridade tímpano-ossicular. Diferentes materiais foram usados como enxerto ao longo do tempo. Objetivo: O propósito deste estudo foi avaliar os resultados anatômicos e audiométricos de reconstruções timpânicas com cartilagem-pericôndrio do tragus. Desenho do estudo: Foi realizado um estudo retrospectivo de todos os casos de timpanoplastia "inlay" em crianças feitos por médicos residentes em Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço de um hospital terciário, entre os anos de 2002 e 2009. Casuística e Método: Foram avaliados 46 casos de crianças submetidas à timpanoplastia com uso de cartilagem tragal como enxerto para reconstrução de perfurações menores do que 40% da área da superfície da membrana timpânica, com cadeia ossicular íntegra e sem doença na mastoide. Resultados: O índice de sucesso na restituição da integridade timpânica foi de 37 de 46 casos operados (80,4%), e resultados audiométricos com melhora média de 10dB na audiometria tonal. Conclusão: O uso de cartilagem do tragus na reparação da membrana timpânica apresenta bom índice de sucesso anatômico e bons resultados de melhora audiométrica.

DESCRITORES: Cartilagem, Perfuração da Membrana Timpânica, Timpanoplastia, Audiometria


ABSTRACT

Introduction: Tympanoplasty is a surgery used to reconstruct the ossicular-tympanic integrity. Different materials have been used as graft along time. Objective: The purpose of this study was to assess the anatomic and audiometric results of tympanic reconstructions using tragus perichondrium, in children. Study design: A retrospective review of all "inlay" tympanoplasty procedures carried out in children by otolaryngology resident doctors in a tertiary hospital, performed in the years of 2002 to 2009. Materials and Methods: We assessed 46 cases of children who had undergone tympanoplasty using the perichondrium from the ear tragus as graft to repair a tympanic membrane perforation smaller than 40% of the total surface area, with intact ossicular chain and no mastoid disease. Results: The success rate on the restitution of the tympanic membrane integrity was 80.4% (37 of 46 cases); tonal audiometry results showed an improve of 10dB. Conclusions: The use of tragus cartilage perichondrium to rebuild the tympanic membrane has a high index of anatomic success and good audiometric results.

KEYWORDS: Audiometry; Cartilage; Tympanic Membrane Perforation; Tympanoplasty

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-379

TÍTULO: Análise audiométrica em cicatrizes da membrana timpânica

TÍTULO EM INGLÊS: Audiometric analysis in tympanic membrane scars

AUTOR(ES): Marcelo Scapuccin, Gil Junqueira Marçal, Fernão Bevilácqua Alves da Costa, Edson Ibrahim Mitre, Fernando de Andrade Quintanilha Ribeiro

INSTITUIÇÃO: Santa Casa de Sao PAulo


RESUMO

O processo inflamatório induz a uma degeneração hialina das fibras colágenas da membrana timpânica ou da orelha média, podendo acometer as articulações dos ossículos. Este processo gera placas, que adquirem a aparência esbranquiçada típica, geralmente decorrentes da deposição calcária. Quando acomete a membrana timpânica, ela pode ser diagnosticada à otoscopia, com extensão variável. Objetivo: Este trabalho procurou avaliar a correlação entre a timpanosclerose e o neotímpano, juntos ou isoladamente, com a eventual perda auditiva. Material e Métodos: Avaliação dos pacientes do ambulatório de ouvido crônico da Santa Casa de São Paulo, apresentando timpanosclerose e/ou neotímpano e relacionar aos achados audiométricos. Discussão/Conclusão: Este trabalho demonstrou que, na presença de lesões, quer sejam timpanoscleroses quer neotímpanos, quando pequenas ou isoladas, em sua grande maioria não provocam qualquer tipo de comprometimento auditivo preocupante.

DESCRITORES: Orelha, Ossículos da Orelha, Prótese Ossicular


ABSTRACT

The inflammatory process causes a hyaline degeneration in the collagen fibers of the tympanic membrane or those of the middle ear, which may affect the joints of the ossicles. this process generates plaques which acquire the typical whitish appearance, usually arising from calcium deposition3. When involving the tympanic membrane, it may be be diagnosed upon otoscopy, with varied extension. GOAL: this paper aimed at assessing the existing correlation between tympanosclerosis and the tympanic scar, together or alone, with the hearing loss. MATERIALS AND METHODS: Assessment of the patients in the chronic ear ward of the Santa Casa de Sao Paulo hospital with tympanosclerosis and/or tympanic scar and report on the audiometric findings. Discussion/Conclusion: this paper showed that, most tympanosclerotic or scar tissue lesions, being alone or small, do not cause any type of relevant auditory involvement.

KEYWORDS: Ear; Ear ossicles; Ossicular Prosthesis

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-382

TÍTULO: Paralisia facial recorrente - série de 18 casos

TÍTULO EM INGLÊS: Recurrent facial palsy - set of 18 cases

AUTOR(ES): Davi Sousa Garcia, Marcel Menon Miyake, Melissa Ferreira Vianna, Paulo Roberto Lazarini


RESUMO

A paralisia facial periférica (PFP) pode ser decorrente do acometimento do nervo facial desde a sua origem nuclear no tronco cerebral ou ao longo do trajeto periférico de suas fibras, podendo ocorrer no contexto de afecções conhecidas ou na forma idiopática, a paralisia de Bell. Na paralisia facial periférica idiopática, pode haver recorrência da paralisia em 7% a 15% dos casos. Trata-se de estudo retrospectivo acerca do perfil de 18 pacientes atendidos entre fevereiro de 2008 e maio de 2011. Foi observado que na minoria dos pacientes (27,7%) a paralisia foi contralateral ao 1º episódio. Constatou-se, também, o diagnóstico de Síndrome de Melkersson-Rosenthal em um paciente. Não houve associação com trauma ou surgimento de lesões herpéticas em nenhum paciente. O escore de House-Brackmann de entrada prevaleceu entre as graduações mais graves (76% eram V, V ou VI) Diferentemente da literatura, nosso estudo encontrou maior prevalência de recorrência ipsilateral do que contralateral. Quanto à classificação de House-Brackmann, mais de 70% dos pacientes apresentaram-se mais graves na admissão (IV, V ou VI), confirmando dados de trabalhos prévios. Um dos casos do estudo apresentava a síndrome de Melkersson-Rosenthal. O presente estudo traçou o perfil dos pacientes com PFP recorrente atendido em serviço terciário de Otorrinolaringologia, no que concerne às características epidemiológicas dos pacientes, localização da paralisia (baseado no teste de Schirmer e reflexo estapediano), classificação de House-Brackman na entrada e intervalo de tempo entre os episódios, destacando um caso que se enquadra em etiologia conhecida (Síndrome de Melkersson-Rosenthal).

DESCRITORES: Paralisia Facial, Síndrome de Melkersson-Rosenthal, Doenças do Nervo Facial


ABSTRACT

Peripheral facial palsy (PFP) may be due to the involvement of the facial nerve from its nuclear origin in the brain stem or along the path of its peripheral fibers, which can occur in individuals with known diseases or as idiopathic Bell's palsy. In idiopathic facial paralysis there can be recurrence in 7% to 15% of the cases. This is a retrospective study on the profile of 18 patients treated between February 2008 and May 2011. We observed that in a minority of patients (27.7%) the paralysis was contralateral to that of the 1st episode. One patient was also diagnosed with Melkersson-Rosenthal syndrome. There was no association with trauma or the appearance of herpes lesions in any patient. The high initial House-Brackmann score was prevalent among the patients (76% were V, V or VI) Unlike the literature, our study found a higher prevalence of ipsilateral recurrence. According to the House-Brackmann classification, over 70% of patients were severe at admission (IV, V or VI), confirming data from previous papers. One case had the Melkersson-Rosenthal Syndrome. This study traced the profile of patients with PFP seen in a tertiary otolaryngology center, concerning the patients' epidemiological characteristics, location of paralysis (based on the Schirmer test and acoustic reflex thresholds), the initial House-Brackman classification and time interval between episodes, highlighting a case that fit into known etiology (Melkersson-Rosenthal).

KEYWORDS: Facial Nerve; Facial Paralysis; Melkersson-Rosenthal Syndrome

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-383

TÍTULO: Descompressão do saco endolinfático na doença de Ménière

TÍTULO EM INGLÊS: Decompression of the endolymphatic sac in Ménière's disease

AUTOR(ES): Mirella Melo Metidieri, Sandro Torres, Milton Pamponet da Cunha Moura, Antônio Fausto de Almeida Neto, Francisco José Motta Barros de Oliveira Filho, Tatiana Carneiro da Cunha Almeida, Daniela Pereira Ferraz

INSTITUIÇÃO: Hospital Otorrinos de Feira de Santana


RESUMO

A doença de Ménière, ou hidropsia endolinfática, é uma doença do ouvido interno, causada por aumento de pressão da endolinfa. O tratamento consiste em prática de exercícios físicos, dieta com restrição de sal, clortalidona e depressores labirínticos. A cirurgia está indicada em pacientes refratários ao tratamento clínico, sendo realizada a descompressão do saco endolinfático para o controle da vertigem e do zumbido e da audição. Foi realizado um estudo retrospectivo por meio de revisão de prontuários no período compreendido entre 1998 a 2010, totalizando 14 pacientes submetidos a esta cirurgia. Realizado follow-up por 3 anos com avaliação da sintomatologia destes pacientes.

DESCRITORES: Doença de Meniere, Saco Endolinfático, Hidropisia Endolinfática


ABSTRACT

Ménière's disease or endolymphatic hydrops is a disorder of the inner ear, caused by increased endolymph pressure. Treatment consists of physical exercise, dietary salt restriction, chlorthalidone and labyrinth depressant agents. Surgery is indicated in patients refractory to medical treatment, when the endolymphatic sac is decompressed in order to control vertigo, tinnitus and hearing. We conducted a retrospective study by chart review during the period from 1998 to 2010. A total of fourteen patients underwent this surgery. We had 03 years of follow up on the symptomatology of these patients.

KEYWORDS: Meniere Disease; Endolymphatic Sac; Endolymphatic Hydrops

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-384

TÍTULO: Nova síndrome da ventilação seletiva atical na doença da orelha média

TÍTULO EM INGLÊS: NEW SELECTIVE VENTILATION SYNDROME IN MIDDLE EAR DISEASE

AUTOR(ES): João Paulo Saraiva Abreu, Moisés Ximenes Feijão, Daniel Nogueira Cruz, João Flávio Nogueira Júnior, Daniele Marchione, Livio Presutti, Arthur Chaves Gomes Bastos

INSTITUIÇÃO: HGF - Hospital Geral de Fortaleza & Sinus Centro


RESUMO

O colesteatoma primário epitimpânico representa um desafio cirúrgico para os otorrinolaringologistas. A patogênese exata permanece desconhecida, em virtude, dentre outros aspectos, da complexa anatomia da região. Até o momento, poucos autores desenvolveram ou testaram uma hipótese que correlacionasse os aspectos anatômicos da orelha média com a gênese do colesteatoma. Neste trabalho, hipotetizamos a existência de uma disfunção seletiva das rotas de ventilação da região epitimpânica, baseado na presença de pregas mucosas de aspectos variados ocluindo as comunicações com o epitímpano, observadas na presença de colesteatoma primário epitimpânico. Os achados anatômicos foram obtidos com a utilização de endoscópios rígidos de 0° e 45°, a partir dos quais se verificou que pacientes acometidos por colesteatoma epitimpânico frequentemente apresentavam um bloqueio total do istmo epitimpânico, que isolava completamente o epitímpano do restante da orelha média, causando um déficit de oxigenação da mucosa, o que deveria normalmente ser garantido pela tuba auditiva, que encontrava-se normofuncionante nos pacientes avaliados. Tal fato foi confirmado por timpanograma, compatível com uma pressão normal na cavidade timpânica. A partir desses achados, e pelo papel da formação de bolsa de retração epitimpânica na gênese do colesteatoma epitimpânico primário, sugerimos a possibilidade de uma pressão epitimpânica seletivamente negativa. Como conclusão, a síndrome da ventilação seletiva epitimpânica consiste na presença concomitante de diafragmas epitimpânicos completos ou incompletos e bloqueio do istmo, causando pressão epitimpânica negativa e consequente bolsa de retração, associados a uma tuba auditiva normofuncionante, predispondo à formação do colesteatoma primário.

DESCRITORES: Otite, Otite Média, Cirurgia Vídeo-Assistida


ABSTRACT

Epitympanic primary cholesteatoma represents a challenge for ENT surgeons. Its exact pathogenesis is still unknown because of the very complex anatomy of this region. Until now, only a few authors have described this region and tried to hypothesize the causes that could lead to the cholesteatoma genesis. We hypothesize the existence of a selective ventilation impairment of the epitympanic region based on the presence of various mucosal folds occluding air passage from the middle ear to the epitympanum, through the epitympanic isthmus, causing a negative epitympanic pressure and consequently cholesteatoma formation. All the anatomical findings were obtained with the aid of 0° and 45° angled surgical endoscopes. From our findings, patients affected by an epitympanic cholesteatoma often have a total isthmus blockage that completely isolates the whole epitympanum from the middle ear, causing a deficit of oxygenation of the mucosa that normally should be guaranteed by the Eustachian tube and which always works physiologically in these patients. This is confirmed by tympanometry where we observed that the pressure at the level of the tympanic cavity was normal, whereas the epitympanic pressure was selectively negative. In conclusion, selective epitympanic ventilation impairment syndrome consists of the concomitant presence of a series of complete or incomplete epitympanic diaphragms and ME isthmus blockage causing negative epitympanic pressure, leading to formation of a retraction pocket or cholesteatoma associated with normal Eustachian tube function.

KEYWORDS: Otitis; Otitis Media; Video-Assisted Surgery

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-390

TÍTULO: Emissões otoacústicas em pacientes com zumbido e audição normal

TÍTULO EM INGLÊS: Otoacoustic Emissions in Patients with tinnitus and normal hearing

AUTOR(ES): Konrado Massing Deutsch, Christine Cioba, Lucas Pires Stocker Ries, Vanessa Belline, Bruna Fornari Vanni, Celso Dall'ina, Letícia Petersen Schmidt Rosito


RESUMO

Introdução: Zumbido é definido como um som percebido na ausência de estímulo sonoro externo. Este sintoma é altamente associado à perda auditiva, embora 10% dos pacientes com zumbido tenham audição normal. Objetivo: Avaliar as emissões otoacústicas em pacientes com queixa de zumbido e audição normal e relacioná-las com perfil lipídico e glicose em jejum. Materiais e Métodos: Selecionamos 24 pacientes com zumbido crônico e audiometria normal. O critério definido como limiar de perda auditiva, segundo a classificação de Davis & Silverman, foram registros menores que 25dB na via aérea, em todas as frequências, em qualquer um dos ouvidos. Avaliamos as emissões otoacústicas dos pacientes e consideramos testes dentro da normalidade aqueles sem alterações em todas as frequências, exceto a de 1000Hz. Avaliamos as diferenças nas concentrações séricas de glicose em jejum, colesterol total, HDL, LDL e triglicerídeos entre os pacientes. Resultados: As emissões otoacústicas estavam alteradas em 62,5% dos pacientes. Os exames laboratoriais não foram estatisticamente diferentes entre os grupos com o teste das emissões normal e alterado. Não houve correlação entre a localização da lesão coclear com o lado do zumbido.

DESCRITORES: Emissões Otoacústicas Espontâneas, Zumbido, Audição


ABSTRACT

Introduction: Tinnitus is defined as a perceived sound in the absence of external sound stimulus. This symptom is highly associated with hearing loss, although 10% of patients with tinnitus have normal hearing. Objective: To assess otoacoustic emissions in patients with tinnitus and normal hearing; and to associate them to lipid profile and fasting glucose. Materials and Methods: 24 patients with chronic tinnitus and normal hearing were selected for this study. The criterion defined as the threshold of hearing loss, according to the classification of Davis and Silverman, was recorded as less than 25 dB in air, conduction at all frequencies in either ears. We evaluated otoacoustic emissions in the patients and considered them normal when there were no changes in all frequencies, except the 1,000 Hz. We evaluated the differences in serum concentrations of fasting glucose, total cholesterol, HDL, LDL and triglycerides among the patients. Results: The otoacoustic emissions were altered in 62.5% of the patients. Lab tests were not statistically different between the normal emissions test group and the altered emissions test group. There was no correlation between the location of the cochlear lesion and the side of the tinnitus.

KEYWORDS: Tinnitus; Otoacoustic Emissions, Spontaneous; Hearing

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-391

TÍTULO: Deficiência auditiva em pacientes com disfunção vestibular periférica

TÍTULO EM INGLÊS: Hearing impairment in patients with peripheral vestibular dysfunction

AUTOR(ES): Gisela Andrea Yamashita, Ricardo Landini Lutaif Dolci, Mônica Alcantara de Oliveira Santos


RESUMO

A diminuição da audição é uma deficiência bastante comum no mundo. Vários fatores podem ocasionar perda auditiva e, não raramente, estes fatores são potenciais agressores também do sistema vestibular. Objetivo: Avaliar a presença de acometimento coclear - deficiência auditiva - em pacientes com disfunção vestibular periférica. Material e Método: Estudo retrospectivo, no qual foram avaliados 56 pacientes que realizaram exame otoneurológico com resultado sugestivo de síndrome vestibular periférica deficitária, audiometria e imitanciometria, no período de 2005 a 2011. Resultados: Perda auditiva foi observada em 40 pacientes (72%). Perda unilateral foi notada em 24 pacientes (60%), sendo que o lado acometido pela perda auditiva era o mesmo lado da síndrome vestibular periférica em 100% dos casos. Os reflexos estapedianos estavam presentes em 44,6% e ausentes em 55,4%, sendo 48,4% ausência bilateral e 51,6% ausência unilateral. Em todos os casos em que o reflexo estapediano estava ausente unilateralmente, o lado acometido era o mesmo da alteração vestibular deficitária. Conclusão: Foram encontradas 72% de alterações cocleares - perdas auditivas - em pacientes com exame vestibular sugestivo de síndrome vestibular periférica deficitária.

DESCRITORES: Perda Auditiva, Doenças Vestibulares, Audiometria, Testes de Função Vestibular


ABSTRACT

Hearing loss is very common in the world. Several are the factors which can cause hearing loss and, not rarely, these factors are also potential assailers of the vestibular system. OBJECTIVE: To evaluate the presence of cochlear impairment - hearing loss - in patients with peripheral vestibular dysfunction. MATERIALS AND METHODS: A retrospective study, which evaluated 56 patients who underwent vestibular testing, with results suggesting a peripheral vestibular deficiency syndrome, with their audiometry and tympanometry in the period of 2005 to 2011. RESULTS: Hearing loss was observed in 40 patients (72%). It was unilateral in 24 patients (60%), and the side affected by hearing loss was the same side of the peripheral vestibular syndrome in 100% of cases. The stapedius reflexes were present in 44.6% and absent in 55.4%, in the absent cases 48.4% were bilateral absence and 51.6% were unilateral absence. In all cases where the stapedius reflex was unilaterally absent, the side affected was the same side of the vestibular deficit. CONCLUSION: We found 72% of cochlear changes - hearing loss- in patients with vestibular syndrome suggestive of peripheral vestibular deficit.

KEYWORDS: Hearing Loss; Vestibular Diseases; Audiometry; Vestibular Function Tests

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-393

TÍTULO: Perfil de 530 pacientes portadores de zumbido crônico

TÍTULO EM INGLÊS: Profile of 530 patients with chronic tinnitus

AUTOR(ES): Alice Lang Silva, Konrado Massing Deutsch, Miguel Bonfitto, Lucas Pires Stocker Ries, Alice Castro Menezes Xavier, Celso Dall'ina, Letícia Petersen Schmidt Rosito

INSTITUIÇÃO: UFRGS - Hospital de Clínicas de Porto Alegre


RESUMO

O zumbido é a sensação de percepção de um ruído na ausência de uma fonte produzindo um estímulo sonoro externo. É uma queixa bastante comum na prática médica, afetando cerca de 10%-14% da população geral. O Ambulatório do Zumbido da nossa instituição já atendeu, de setembro de 2002 a abril de 2011, 530 pacientes portadores desta queixa. O presente estudo analisou, retrospectivamente, a partir de um banco de dados, o perfil destes pacientes em relação às características do seu zumbido e da sua história médica. Dentre as causas de zumbido mais frequentes, estão a perda auditiva induzida por ruído, a presbiacusia e a doença de Ménière. A idade média destes pacientes, na primeira consulta, é de 58,8 anos e o sexo mais prevalente é o feminino, responsável por 62,7% do total de pacientes. A localização mais frequente do zumbido é em ambos os ouvidos, com um grau de incômodo médio de 43 pontos, medidos pelo IQV. Aproximadamente 70% dos pacientes referem hipoacusia à época da primeira consulta e as situações que mais frequentemente alteram a percepção do zumbido são o silêncio, o período da noite e o estado emocional. Em relação às comorbidades relatadas pelos pacientes, destacam-se as doenças cardiovasculares, seguidas pelas gastrointestinais, psiquiátricas, endócrinas e reumáticas.

DESCRITORES: Zumbido; Audição; Ambulatório Hospitalar


ABSTRACT

Tinnitus is the perception of a noise in the absence of an external source producing a sound stimulus. It is a common complaint in the medical practice, affecting approximately 10-14% of the general population. The Tinnitus Clinic of our institution received, September 2002 to April 2011, 530 patients with this complaint. This study retrospectively analyzed the profile of these patients in relation to the characteristics of their tinnitus and their medical history from a database. Among the most frequent causes of tinnitus are noise-induced hearing loss, presbycusis and Ménière's disease. The average age of these patients was of 58.8 years on the date of the first evaluation and the most prevalent gender was female, which accounted for 62.7% of patients. The most frequent location of tinnitus was in both ears and the situations that most frequently impacted the perception of tinnitus were silence, at night and an emotional situation. Regarding the comorbidities reported by the patients, highlights are cardiovascular, gastrointestinal, psychiatric, endocrine and rheumatic disorders.

KEYWORDS: Tinnitus; Hearing; Hearing Loss

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-395

TÍTULO: Estudo dos sintomas apresentados pelos pacientes com suspeita de VPPB do ambulatório de otoneurologia do Hospital Otorrinos - Feira de Santana

TÍTULO EM INGLÊS: Study of the symptoms experienced by patients with suspected BPPV in the neurotology ward of the Hospital Otorrinos in Feira de Santana

AUTOR(ES): Mirella Melo Metidieri, Sandro Torres, Milton Pamponet da Cunha Moura, Tatiana Carneiro da Cunha Almeida, Larissa Roberta Campos de Sousa, Anaildes de Freitas Queiroz, Hugo Fernandes Santos Rodrigues

INSTITUIÇÃO: Hospital Otorrinos de Feira de Santana


RESUMO

A vertigem paroxística posicional benigna (VPPB) é uma das mais frequentes afecções do sistema vestibular periférico. É a causa mais comum de vertigem de origem periférica, predominante na faixa etária entre 50 e 55 anos. Neste trabalho foram analisados, no período entre 2009 e 2011, 186 pacientes com sintomas característicos de VPPB. Os pacientes foram submetidos à videonistagmoscopia com o uso do Vídeo Frenzel Digital, associado à manobra de Dix-Halpike. O objetivo dessa associação foi relacionar a positividade da manobra com os sintomas pesquisados. Podemos observar que quando associamos um maior número de sintomas do paciente, obtemos um alto valor preditivo positivo para a VPPB. Entretanto, um sintoma isolado é pouco sensível para positividade da manobra.

DESCRITORES: Vertigem, Sinais e Sintomas, Nistagmo Patológico


ABSTRACT

Benign Paroxysmal Positional Vertigo (BPPV) is one of the most common disorders of the peripheral vestibular system. It is the most common cause of vertigo of peripheral origin, predominantly in patients aged between 50 and 55 years. In this study were analyzed, 186 patients with typical symptoms of BPPV in the period between 2009 and 2011. Patients underwent videonistagmography through the Digital Video Frenzel associated with the Dix-Hallpike maneuver. The objective of this association is to correlate the positivity of the maneuver with the symptoms. We can see that when we associate a greater number of symptoms we obtain a high positive predictive value for BPPV. However an isolated symptom is not very sensitive to the positiveness of the maneuver.

KEYWORDS: Vertigo; Signs and Symptoms; Nystagmus, Pathologic

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-396

TÍTULO: Eficácia do tratamento de VPPB no ambulatório de otoneurologia do Hospital Otorrinos de Feira de Santana

TÍTULO EM INGLÊS: Effective of the BPPV treatment at the neurotology clinic of the Hospital Otorrinos de Feira de Santana.

AUTOR(ES): Hugo Fernandes Santos Rodrigues, Mirella Melo Metidieri, Sandro Torres, Tatiana Carneiro da Cunha Almeida, Larissa Roberta Campos de Sousa, Anaildes de Freitas Queiroz Cintra, Milton Pamponet da Cunha Moura

INSTITUIÇÃO: Hospital Otorrinos de feira de Santana


RESUMO

Introdução: Descrita inicialmente por Bárány, em 1921, a Vertigem Postural Paroxística Benigna (VPPB) caracteriza-se por intensos paroxismos de vertigem, acompanhados de nistagmo provocado por mudanças de posicionamento da cabeça em relação à ação da gravidade. Metodologia: Foram analisados no período entre 2009 e 2011, 186 pacientes com sintomas característicos de VPPB. Os pacientes foram submetidos à videonistagmoscopia com o uso do Vídeo Frenzel Digital. Resultados: Os pacientes com manobra de Dix-Halpike positivo foram submetidos a manobras de reposicionamento, para que fosse realizado o tratamento da patologia. Foram realizadas manobras de reposicionamento, sendo que 85,9% dos pacientes foram submetidos à manobra de Epley. Durante o presente estudo, foi correlacionada a quantidade de manobras necessária para o paciente apresentar remissão dos sintomas, onde foi observada remissão instantânea dos sintomas em 58,3% dos casos. Discussão: O tratamento da VPPB pode ser realizado com a aplicação de manobras terapêuticas, que moveriam os debris de estatocônios de volta ao utrículo. A manobra de Epley é um dos tratamentos para a VPPB mais utilizados atualmente. No presente estudo, 85,9% dos pacientes foram submetidos à manobra de Epley quando o resultado do Dix-Halpike se apresentou positivo. No nosso estudo, observamos a remissão instantânea dos sintomas em 58,3% dos casos. Conclusão: Conseguimos concluir que a manobra de Epley é um tratamento efetivo para pacientes com VPPB, visto que grande número de pacientes apresentam remissão dos sintomas em pequeno espaço de tempo.

DESCRITORES: Vertigem, Tratamento Primário, Canais Semicirculares


ABSTRACT

Introduction First described by Bárány, in 1921, Benign Paroxysmal Positional Vertigo (BPPV) is characterized by intense paroxysms of vertigo associated to nystagmus provoked by changes of head position relative to gravity. Methods We analyzed the period between 2009 and 2011, 186 patients with typical symptoms of BPPV. Patients underwent videonistagmoscopia through the Digital Video Frenzel. Results Patients with positive Dix-Hallpike test underwent to repositioning tests, which were performed for the treatment of disease. Repositioning tests were conducted, and 85.9% of patients underwent the Epley maneuver. During the present study was to correlate the number of tests required for the patient to presenting symptom remission. It was observed instantaneous remission of symptoms in 58.3% of cases. Discussion The treatment of BPPV can be accomplished with the application of tests, which would move the Statocone debris back to the utricle. The Epley maneuver is a treatment for BPPV most commonly used lately.In this study 85.9% of patients underwent the Epley maneuver as a result of the positive dix-Hallpike. At the performed study we observed the instantaneous remission of symptoms in 58.3% of cases. Conclusion We conclude that the Epley test is an effective treatment for patients with BPPV, since a large number of patients show remission of symptoms in short time.

KEYWORDS: Primary Treatment; Vertigo; Semicircular Canals

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-397

TÍTULO: Contribuição do potencial evocado miogênico vestibular durante a vertigem aguda

TÍTULO EM INGLÊS: VESTIBULAR EVOKED MYOGENIC POTENTIAL DURING ACUTE VERTIGO SPELL

AUTOR(ES): Ricardo Schaffeln Dorigueto, Rodrigo César Silva, Ana Maria Almeida de Sousa, Paula Ribeiro Lopes, Renata Souza Curi, Mário Sérgio Lei Munhoz

INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina


RESUMO

Introdução: Vertigem é um sintoma altamente prevalente na população mundial. Os gastos dos sistemas de saúde com pacientes com este quadro e suas complicações são exorbitantes, chegando a bilhões de dólares. Há dificuldade de se documentar e diferenciar a etiologia do quadro, se central ou periférica, devido aos custos dos exames complementares e muitas vezes à piora dos sintomas quando submetemos aos exames de maior disponibilidade. Objetivo: Descrever os achados eletrofisiológicos por meio do potencial evocado miogênico vestibular (VEMP) em pacientes com vertigem aguda. Métodos: Estudo transversal com intervenção diagnóstica por meio do VEMP, no qual foram avaliados indivíduos que apresentaram crise de vertigem associada à nistagmo espontâneo. Resultados: A frequência de alterações ao VEMP em pacientes com crise de vertigem foi de 75%. Foram encontradas alterações quanto à ausência de resposta e no índice de assimetria (IA). Não foram encontradas alterações nos parâmetros das latências de p13 e n23. Conclusão: O potencial evocado miogênico vestibular identificou sinais de comprometimento do reflexo vestíbulo-cólico em 75% dos pacientes com vertigem aguda.

DESCRITORES: Tontura, Vertigem, Neurotonite Vestibular, Potenciais Evocados Miogênicos Vestibulares


ABSTRACT

Introduction: Dizziness is a highly prevalent symptom worldwide. Expenditures of healthcare systems with patients with this condition and its complications are huge, reaching billions of dollars. It is difficult to document and differentiate the etiology, whether central or peripheral, due to the cost of exams; and symptoms often worsen when patients are submitted to higher availability tests. Aim: To describe the electrophysiological findings by means of vestibular evoked myogenic potential (VEMP) in patients with acute vertigo. Methods: Cross sectional diagnostic intervention through VEMP were evaluated in individuals who had vertigo spells associated with spontaneous nystagmus. Results: The VEMP frequency change in patients with acute vertigo was 75%. Changes were found regarding the lack of response and asymmetry index (AI). There were no changes in the of p13 and n23 parameters. Conclusion: Vestibular Evoked Myogenic Potential identified signs of impairment of the vestibulo-colic reflex in 75% of patients with acute vertigo.

KEYWORDS: Dizziness; Vertigo; Vestibular Neuronitis; Vestibular Evoked Myogenic Potentials

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-398

TÍTULO: Análise dos resultados pós-operatórios e intercorrências de mastoidectomia radical no ambulatório de otologia do serviço de residência médica em otorrinolaringologia de Feira de Santana-BA

TÍTULO EM INGLÊS: Analysis of the postoperative results and complications of radical mastoidectomy in an outpatient medical residency clinic in otolaryngology in Feira de Santana - BA.

AUTOR(ES): Francisco José Motta Barros de Oliveira Filho, Sandro de Menezes Santos Torres, Antonio Fausto de Almeida Neto, Tatiana Carneiro da Cunha Almeida, Milton Pamponet da Cunha Moura, Daniela Pereira Ferraz, Mirella Melo Metidieri

INSTITUIÇÃO: Hospital Otorrinos de Feira de Santana


RESUMO

O colesteatoma auricular resulta da proliferação de tecido epitelial estratificado queratinizado na orelha média, mastoide ou osso temporal. O tratamento definitivo desta afecção é a mastoidectomia, com derrubada do meato auditivo externo (cavidade aberta) ou preservação do mesmo (cavidade fechada). Foi realizado um estudo do tipo prospectivo com pacientes portadores de otite média crônica colesteatomatosa submetidos à mastoidectomia radical em um serviço de residência médica de otorrinolaringologia de Feira de Santana-BA durante o período entre 2008 a 2010. Em ambos os tipos de mastoidectomia, a melhora da audição foi significativa. Entretanto, a diferença de resultados entre as técnicas não foi estatisticamente significativa.

DESCRITORES: Otite Média Supurativa, Colesteatoma, Colesteatoma da Orelha Média


ABSTRACT

Cholesteatoma result from the proliferation of stratified keratinized epithelial tissue in the middle ear, mastoid or temporal bone. The definitive treatment of this condition is mastoidectomy, with toppling of the external auditory canal (canal wall down) or its preservation (canal wall up). We led a prospective study on patients with chronic otitis media who underwent radical mastoidectomy in medical residency in otolaryngology program in Feira de Santana - BA during the period of 2008 to 2010. In both types of mastoidectomy, the hearing improvement was significant. However, the difference in results between the techniques was not statistically significant.

KEYWORDS: Cholesteatoma; Cholesteatoma, Middle Ear; Otitis Media, Suppurative

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-402

TÍTULO: Estudo da associação entre deficiência de cobalamina e a gravidade de zumbido

TÍTULO EM INGLÊS: The association between cobalamin deficiency and tinnitus severity.

AUTOR(ES): Alice Castro Menezes Xavier, Konrado Massing Deutsch, Alice Lang Silva, Miguel Bonfitto, Lucas Pires Stocker Ries, Celso Dall'ina, Letícia Petersen Schmidt Rosito

INSTITUIÇÃO: UFRGS - Hospital de Clínicas de Porto Alegre


RESUMO

O zumbido consiste em um som com origem nos ouvidos sem uma fonte sonora externa. A fisiopatologia não está elucidada, estudos relacionam esta à desmielinização de fibras nervosas, com possível causa a falta da vitamina B12 (cobalamina). Dada a alta prevalência dessa condição, nosso trabalho tem como objetivo analisar os diferentes níveis séricos de cobalamina em pacientes com zumbido. Materiais e Métodos: Avaliamos 293 pacientes, de 2001 a 2011, com idade média de 58,62, 62,1% mulheres, 88,4% brancos e 37% com queixa de hipoacusia. A coleta dos dados foi por primeira consulta padronizada e dosagem de cobalamina. Resultados: Dos 293 pacientes estudados, 31 (10,58%) apresentaram deficiência de cobalamina. Desses, a média de idade foi de 59,48 ±18,27, 71,0% mulheres, 90,3% brancos e 20% com hipoacusia. Os pacientes com dosagem normal apresentaram idade média de 58,54 ±13,15 anos, 60,9% mulheres, 91,2% brancos, e 38,23% com hipoacusia. Nos dois grupos, não encontramos diferença quanto à duração do zumbido e à média do IQV. Em relação à presença de doença do trato gastrointestinal, doença neurológica e níveis séricos de hematócrito e hemoglobina, não encontramos diferenças. Não encontramos correlação entre a deficiência de cobalamina e o tempo de duração do zumbido e entre a deficiência de cobalamina e a repercussão do zumbido (IQV). Conclusão: A prevalência de deficiência de cobalamina em pacientes com zumbido é baixa e semelhante à da população geral. Não existem diferenças no perfil dos pacientes e na gravidade do zumbido entre indivíduos com ou sem a deficiência dessa vitamina.

DESCRITORES: Deficiência de Vitamina B 12, Vitamina B 12, Transcobalaminas, Zumbido


ABSTRACT

Tinnitus is a highly prevalent condition consisting of noise originated in the ear regardless of external sources of sound. Its pathophysiology is unclear, but studies have related it to nerve fiber demyelination and a possible deficiency of vitamin B12 (cobalamin). This study aims to analyze different cobalamin blood levels in tinnitus patients. Materials and methods: the study enrolled 293 patients seen between 2001 and 2011, with a mean age of 58.62; 62.1% were females, 88.4% were Caucasian, and 37% complained of hypoacusis. Data collection was performed through a standardized protocol followed by cobalamin level measurements. Results: thirty one (10.58%) of the 293 enrolled patients had cobalamin deficiency. The mean age in this subgroup was 59.48 ±18.27 years, 71.0% were females, 90.3% were Caucasians and 20% had hypoacusis. Patients with normal levels of cobalamin had a mean age of 58.54 ±13.15 years, 60.9% were females, 91.2% Caucasians and 38.23% had hypoacusis. No difference was found between these groups in terms of how long they have had tinnitus and quality-of-life indicators. No differences were found for presence of gastrointestinal tract disease, neurologic disease, or hematocrit/hemoglobin blood levels. No correlation was found between cobalamin deficiency and time with tinnitus or cobalamin deficiency and impact on quality of life impact. Conclusion: prevalence rates of patients with tinnitus and cobalamin deficiency are low and similar to the rates found in the general population. There is no difference in patient profile and tinnitus severity between patients with and without cobalamin deficiency.

KEYWORDS: Vitamin B 12; Tinnitus; Vitamin B 12 Deficiency

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-404

TÍTULO: Análise dos resultados pós-operatórios e intercorrências de timpanomastoidectomia no ambulatório de otologia do serviço de residência médica em otorrinolaringologia de Feira de Santana-BA.

TÍTULO EM INGLÊS: Analysis of results and postoperative tympanomastoidectomy complications in an ENT in Feira de Santana - BA.

AUTOR(ES): Francisco José Motta Barros de Oliveira Filho, Sandro Torres, Milton Pamponet da Cunha Moura, Tatiana Carneiro da Cunha Almeida, Mirella Melo Metidieri, Daniela Pereira Ferraz, Antônio Fausto de Almeida Neto


RESUMO

A timpanomastoidectomia consiste em uma mastoidectomia simples, associada à timpanoplastia. As duas principais indicações dessa cirurgia são otite média crônica supurativa, OMC com colesteatoma pequeno em crianças ou em pacientes com mastoide pneumatizada. O principal objetivo desta cirurgia é a exposição da doença, remoção do tecido afetado e reconstrução do mecanismo de condução sonora, mantendo-se as estruturas da orelha média praticamente intactas. A Otite Média Crônica Supurativa é caracterizada por inflamação crônica da orelha média com otorreia persistente. É causada por alteração patológica do ouvido médio, com origem local ou sistêmica, que não permite a remissão do quadro. Foi realizado um estudo do tipo prospectivo com pacientes portadores de otite média crônica supurativa submetidos à timpanomastoidectomia em um serviço de residência médica de otorrinolaringologia de Feira de Santana-BA, durante o período entre 2008 e 2011.

DESCRITORES: Otite, Mastoidite, Orelha Média


ABSTRACT

Tympanomastoidectomy is a simple mastoidectomy combined with a tympanoplasty. The two main indications for this procedure are chronic suppurative otitis media, COM with minor cholesteatoma in children or in patients with a pneumatized mastoid. The main purpose of this procedure is to expose the disease, remove the affected tissue, and repair the hearing conduction mechanism while keeping the middle ear structures practically untouched. Chronic suppurative otitis media is characterized by chronic inflammation of the middle ear and persistent ear discharge. It is caused by pathologic alterations in the middle ear originated locally or systemically not allowing for improvement from symptoms. This is a prospective study done with chronic suppurative otitis media patients submitted to tympanomastoidectomy at an ENT service in Feira de Santana - BA between 2008 and 2011.

KEYWORDS: Mastoiditis; Otitis; Ear, Middle

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-405

TÍTULO: Perfil dos pacientes usuários de AASI de um serviço de saúde auditiva

TÍTULO EM INGLÊS: Profile of the hearing aid users

AUTOR(ES): Diego Costa Farias, Waner Josefa de Queiroz Moura, Ana Paula Sirotheau Correa Rodrigues, José Cláudio de Barros Cordeiro, Theago Barros Silva, Samara Noronha Cunha, Renato Valentim Brasil

INSTITUIÇÃO: Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza


RESUMO

Introdução: A audição é um dos sentidos mais importantes nas relações entre os indivíduos em uma sociedade. Segundo o IBGE (2002), 5,7 milhões de brasileiros declaram portar alguma deficiência auditiva, os quais têm no uso do aparelho de amplificação sonora individual (AASI) seu principal meio de minimizar os efeitos que a privação da audição traz. Material e Métodos: Estudo retrospectivo de 155 prontuários de pacientes adaptados ao AASI, no período de 2009 a 2011, pesquisados quanto à idade, gênero, deficiência unilateral ou bilateral, tipo e grau de perda auditiva, provável etiologia e tipo de AASI utilizado. Resultados: O perfil geral (n=155) caracterizou-se pela igualdade de gêneros masculino e feminino (50%) e predominância dos indivíduos com mais de 60 anos (43%), próteses bilaterais (99%), perda auditiva do tipo neurossensorial (78%), grau de perda moderado (43%), etiologia desconhecida (48%), prótese retroauricular (100%), do tipo A (43%). Conclusão: Não houve discordância clínicoepidemiológica entre o presente estudo e as demais fontes bibliográficas. Estudos longitudinais podem ser desenvolvidos para estabelecer melhor a etiologia da perda auditiva para cada faixa etária.

DESCRITORES: Perda Auditiva, Auxiliares de Audição, Prevalência


ABSTRACT

Introduction: hearing is one of the most important senses for the establishment of relations between individuals in any given society. According to the Brazilian Census Service (2002), 5.7 million Brazilians have some sort of hearing loss. Hearing aids are the main resource they can use to minimize the impact of hearing loss. Materials and methods: this is a retrospective study comprising the charts of 155 hearing aid users seen between 209 and 2011. Patients were analyzed for their age, gender, unilateral/bilateral involvement, type and grade of hearing loss, probable etiology, and type of hearing aid. Results: the group had equal representation of males and females (50% each) and more individuals aged 60 or more (43%) with bilateral hearing aids (99%), sensorineural hearing loss (78%), moderate levels of hearing loss (43%), unknown etiology (48%), BTE aids (100%), of type A (43%). Conclusion: there was no clinical or epidemiologic disagreement between this study and the literature. Longitudinal studies may be developed to better establish the etiology of hearing loss for each age range.

KEYWORDS: Hearing Loss; Hearing Aids; Prevalence

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-406

TÍTULO: Perfil epidemiológico dos pacientes com ouvido crônico no ambulatório de otologia do serviço de residência médica em otorrinolaringologia de Feira de Santana-BA.

TÍTULO EM INGLÊS: EPIDEMIOLOGIC PROFILE OF CHRONIC EAR PATIENTS AT THE ENT CLINIC OF THE FEIRA DE SANTANA HOISPITAL.

AUTOR(ES): Mirella Melo Metidieri, Sandro Torres, Milton Pamponet da Cunha Moura, Antonio Fausto de Almeida Neto, Francisco José Motta Barros de Oliveira Filho, Tatiana Carneiro da Cunha Almeida, Hugo Fernandes Santos Rodrigues

INSTITUIÇÃO: HOSPITAL OTORRINOS DE FEIRA DE SANTANA


RESUMO

A otite média crônica (OMC) é um processo de natureza inflamatória crônica da orelha média e mastoide, associado ou não a uma perfuração da membrana timpânica e à otorreia, podendo levar a uma perda auditiva do tipo condutiva ou mista, que pode variar de leve a profunda. Foi realizado um estudo do tipo prospectivo com pacientes portadores de otite média crônica colesteatomatosa e não colesteatomatosa submetidos a procedimento cirúrgico em um serviço de residência médica de otorrinolaringologia de Feira de Santana - BA durante o período entre 2008 e 2011. Foram avaliados 199 pacientes, dentre os quais se observou que 131 eram do sexo feminino e 68 pacientes do sexo masculino. Conforme citado anteriormente, as patologias estudadas neste estudo foram otite média crônica colesteatomatosa (OMCC) e otite média crônica não colesteatomatosa (OMCNC). Desta forma, verificou-se que 53 pacientes apresentavam OMCC e 146 apresentavam OMCNC. Dos 107 pacientes com otite média crônica, a idade variou entre 6 a 67 anos. Sessenta e nove pertenciam ao sexo feminino e 38 ao sexo masculino. Cento e seis foram submetidos à timanomastoidectomia e apenas um à timpanoplastia. A otite média crônica apresenta uma entidade de alta prevalência e distribuição mundial. Pesquisas demonstraram que a incidência anual da otite media colesteatomatosa é cerca de 3 para 100.000 crianças e 9,2 para 100.000 adultos caucasianos, havendo predominância na população masculina. Nelson et al. (2002) divulgaram incidência cerca de 1,4 vez maior em homens do que em mulheres.

DESCRITORES: Epidemiologia, Colesteatoma da Orelha Média, Otite Média Supurativa


ABSTRACT

Chronic otitis media (COM) is a chronic inflammatory process involving the middle ear and the mastoid that may or not be associated with eardrum perforation and otorrhea. It may evolve to mild to severe conductive or mixed hearing loss. This is a prospective study done on patients with chronic cholesteatomatous and non-cholesteatomatous otitis media submitted to surgery at an ENT service in Feira de Santana - BA between 2008 and 2011. The study enrolled 199 patients; 131 were females and 68 were males. As mentioned previously, the diseases considered in this study were chronic cholesteatomatous otitis media (CCOM) and chronic non-cholesteatomatous otitis media (CNCOM); 53 patients had CCOM and 146 had CNCOM. The age of the 107 patients with chronic otitis media ranged between 6 and 67 years. Sixty-nine were females and 38 were males. One hundred and six underwent tympanomastoidectomy and only one was submitted to tympanoplasty. Chronic otitis media is a highly prevalent disease in the world. Research has shown that the yearly incidence rate of cholesteatomatous otitis media is of about 3 cases for every 100,000 children and of 9,2 for every 100,000 Caucasian adults; males are more affected than females. Nelson et al. (2002) reported incidence rates 1.4 times greater in males than in females.

KEYWORDS: Otitis Media, Suppurative; Cholesteatoma; Epidemiologic Research Design

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-408

TÍTULO: Frequência de tosse durante a realização da pré-moldagem auricular em um centro de reabilitação auditiva do Estado da Bahia

TÍTULO EM INGLÊS: COUGH INCIDENCE DURING HEARING AID PRE-FITTING AT A HEARING REHABILITATION CENTER IN BAHIA, BRAZIL

AUTOR(ES): Carolina Cincurá Barreto, Tamara Thiala Santos de Jesus, Fernando Pena Gaspar Sobrinho, Hélio Andrade Lessa


RESUMO

A tosse pode ser desencadeada por manipulação do meato acústico externo (reflexo de Arnold), como se observa na pré-moldagem auricular. Outras causas de tosse incluem infecção, alergia respiratórias, e fármacos anti-hipertensivos. Os objetivos do presente trabalho foram: determinar a frequência da ocorrência de tosse durante a pré-moldagem auricular em pacientes atendidos numa unidade de reabilitação auditiva, determinar a frequência de causas conhecidas de tosse e comparar o grau de desconforto entre aqueles que apresentaram tosse e os que não tossiram. Com auxílio de questionário específico, foram estudados 73 pacientes submetidos à confecção de pré-molde auricular, sendo 46 (63%) mulheres e 27 (37%) homens. A idade variou de 18 a 96 anos, com média de 62,6±20,6. Sob observação direta do examinador, 20 pacientes (27,4%) apresentaram tosse durante confecção de pré-molde. Um paciente apresentou náusea. Entre os que tossiram, 12 (60%) pacientes usavam anti-hipertensivos. Destes, sete faziam uso de captopril, que se associou a maior frequência de tosse durante confecção de pré-molde (p=0,001). O desconforto, avaliado por escala visual (que variou de 0 a 10), foi maior entre os pacientes que tossiram (mediana ± DP: 2,5±2 vs.1±2; p=0,01). Embora a tosse relacionada à pré-moldagem auricular seja autolimitada, ela é relativamente comum, e pode associar-se a sintomas, como a náusea, e ainda influenciar o grau de desconforto experimentado pelo paciente durante o procedimento. Portanto, o reflexo de Arnold não deve ser subestimado, sobretudo se considerada a possibilidade de complicações, como aspiração de corpo estranho a partir da cavidade oral ou síncope.

DESCRITORES: Tosse, Audiologia, Nervo Vago


ABSTRACT

Coughing can be triggered by manipulation of the external auditory canal (Arnold's reflex), as observed during the pre-fitting of hearing aids. Other unrelated causes of coughing include infection, allergy, respiratory conditions and high blood pressure medication. The objective of this study is to determine the incidence of coughing in patients enrolled at the Bahia hearing rehabilitation center during hearing aid pre-fitting. We attempted to determine the frequency of known causes of coughing to compare the degree of discomfort among patients who coughed and those who did not. We studied 73 patients undergoing hearing aid pre-fitting. Patient age ranged from 18 to 96 years. Under direct observatation, twenty patients (27.4%) coughed during the pre-fitting process. One patient had nausea. Among those who coughed, twelve patients (60%) were taking high blood pressure medication. Of these, seven were using Captopril, an ACE inhibitor, which has been associated with increased incidence rates of coughing during hearing aid pre-fitting (p = 0.001). Discomfort, assessed on a visual scale (ranging from 0 to 10), was notably higher among those who coughed (mean ± SD: 2.5 ± 2 vs. 1 ± 2, p=0.01). Although cough related to hearing aid pre-fitting is self-limited, it is relatively common and may be associated with symptoms such as nausea, and may even influence the degree of discomfort experienced by the patient during the molding procedure. Therefore, the importance of Arnold's reflex should not be underestimated, especially when considering the possibility of complications arising from this procedure, such as aspiration of foreign bodies from the oral cavity or syncope.

KEYWORDS: Cough; Audiology; Vagus Nerve

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-409

TÍTULO: Estimulação eletroacústica do sistema auditivo: descrição da técnica cirúrgica - UNICAMP

TÍTULO EM INGLÊS: Electro-acoustic stimulation of the auditory system: Description of surgical technique UNICAMP

AUTOR(ES): Guilherme Machado de Carvalho, João Paulo Peral Valente, Alexandre Scalli Mathias Duarte, Éder Barbosa Muranaka, Marcelo Naoki Soki, Alexandre Caixeta Guimarães, Walter Adriano Bianchini, Arthur Menino Castilho, Agricio Nubiato Crespo

INSTITUIÇÃO: Grupo de Implante Coclear e Próteses Implantáveis, Serviço de Otologia, Disciplina de Otorrinolaringologia, Cabeça e Pescoço, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, Brasil


RESUMO

Objetivos: Evidenciar a técnica cirúrgica para procedimento de implante coclear MED-EL Mand FlexEAS, com intuito de preservação auditiva em pacientes com perda auditiva nas frequências altas e com manutenção de audição nas frequências graves, sendo a primeiro centro a realizar tal tratamento no Brasil. Métodos: Descrição de técnica cirúrgica utilizada em quatro pacientes implantados pelo Grupo de Implante Coclear do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil. Resultados: Procedimentos transcorreram sem intercorrências. Conclusão: Apesar da iniciativa pioneira em nosso país, os resultados ainda são precoces e se faz necessário um aumento do tempo de seguimento e dos casos. Entramos numa nova era na reabilitação auditiva. Alguns passos do procedimento cirúrgico não têm evidência científica.

DESCRITORES: Implante Coclear, Procedimentos Cirúrgicos Operatórios, Audição, Transtornos da Audição


ABSTRACT

Objectives: this paper aims to describe the surgical procedure for MED-EL Mand FlexEAS cochlear implant placement to improve the hearing capabilities of patients with high frequency hearing loss while maintaining hearing at lower frequencies. Ours is the first center in Brazil to offer this procedure. Materials and methods:this paper describes the procedure as performed in in four patients implanted by the Cochlear Implant Group of the University Hospital at UNICAMP in Brazil. Results: all procedures were uneventful. Conclusion: this is a pioneering effort in Brazil, and only early results are presented herein. Longer follow-up analysis and more cases are required. This is the beginning of a new era in hearing rehabilitation. Some steps of the surgical procedure have no scientific evidence.

KEYWORDS: Cochlear Implants; Cochlear Implantation; Hearing Disorders; Surgical Procedures, Minor

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-410

TÍTULO: Análise dos resultados pós-operatórios e intercorrências de timpanoplastia no ambulatório de otologia do serviço de residência médica em otorrinolaringologia de Feira de Santana - BA.

TÍTULO EM INGLÊS: Analysis of results and postoperative tympanoplasty complications at an ENT service in Feira de Santana - BA.

AUTOR(ES): Francisco José Motta Barros de Oliveira Filho, Sandro de Menezes Santos Torres, Milton Pamponet da Cunha Moura, Antonio Fausto de Almeida Neto, Tatiana Carneiro da Cunha Almeida, Mirella Melo Metidieri, Hugo Fernandes Santos Rodrigues

INSTITUIÇÃO: Hospital Otorrinos de Feira de Santana


RESUMO

Timpanoplastia é um procedimento cirúrgico realizado para o fechamento de perfuração crônica da membrana timpânica e/ou reconstrução da cadeia ossicular. A perfuração da membrana timpânica (MT) por otite média crônica (OMC) é ainda um problema otológico comum na rotina de todo otorrinolaringologista. Dentre os fatores etiológicos, o mais importante, sem sombras de dúvidas, é o infeccioso. A OMC simples é a forma mais comum de OMC. Há inflamação crônica da orelha média, com uma perfuração da MT associado com episódios de otorreia. As alterações da mucosa da orelha média e mastoide não são permanentes. Em geral, os sintomas são leves e há longos períodos de orelha seca. Foi realizado um estudo do tipo prospectivo com pacientes portadores de otite média crônica simples submetidos à timpanoplastia em um serviço de residência médica de otorrinolaringologia de Feira de Santana-BA durante o período entre 2008 e 2011.

DESCRITORES: Timpanoplastia, Otite Média, Perfuração da Membrana Timpânica


ABSTRACT

Tympanoplasty is a surgical procedure performed to close chronic tympanic membrane perforations and/or repair the ossicular chain. Tympanic membrane perforation secondary to chronic otitis media (COM) is still a common problem in ENT practice. The most important etiology is undoubtedly infection. Simple COM is the most common form of COM. It is characterized by chronic inflammation of the middle ear and eardrum perforation combined with otorrhea. Middle ear and mastoid mucosal alterations are not permanent. Symptoms are generally mild and the ear tends to stay dry for prolonged periods of time. This is a prospective study on patients with chronic otitis media submitted to tympanoplasty at an ENT service in Feira de Santana - BA between 2008 and 2011.

KEYWORDS: Tympanoplasty; Otitis; Otitis Media; eardrum perforation

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-425

TÍTULO: Fatores de risco para otite média aguda em crianças atendidas em Unidade Básica de Saúde

TÍTULO EM INGLÊS: Risk factors for acute otitis media in children seen at a primary health care unit.

AUTOR(ES): Sophia Monteiro Amorim, Leandra Campos Barbosa, Laís Monteiro Amorim, Andreia Miriam Lopes Sansoni, Viviane Imaculada do Carmo Custodio, Rodrigo José Custodio

INSTITUIÇÃO: Centro Universitário Barão de Mauá


RESUMO

Introdução: Otite média aguda (OMA) é doença comum da infância, cursando geralmente com fatores de risco. Objetivo: Avaliar ocorrência de alguns fatores de risco relacionados ao desenvolvimento da OMA em crianças atendidas em Unidade Básica de Saúde (UBS). Métodos: Estudo descritivo transversal, aplicando-se questionários para 100 mães de 100 crianças (48 meninos e 52 meninas) de 0 a 13 anos (média: 4,6 anos), constando o número de filhos da entrevistada, ordem de nascimento da criança estudada, tabagismo passivo atual e na gestação, aleitamento materno (AM), uso de chupetas, escolaridade materna, trabalho materno fora de casa, serviço público de coleta de lixo (SPCL) e água encanada (AE). Resultados: O número médio de filhos encontrado foi 2,08/mãe. 54 primogênitos (destes, 42 eram filhos únicos), 40 eram o segundo ou o terceiro. 28 mães fumaram na gestação. 61 crianças eram submetidas a tabagismo passivo atualmente (dessas, 21 mães fumaram na gestação). 14 mães ainda amamentavam (média de idade desse grupo 6,7 meses), a suspensão completa do AM ocorreu em média aos 6,0 meses. 58 crianças receberam chupetas. 29 mães tinham 8 anos de escolaridade, 68 mães trabalhavam fora. Nove mães sem SPCL e 100 tinham AE. Conclusões: Muitos fatores de risco para OMA foram presentes nesta população, sendo fundamental reduzir aqueles preveníveis, como o tabagismo passivo e uso de chupetas, além de melhorar as condições socioambientais e estimular o AM, cuja interrupção nesta população está acontecendo em média bem antes dos 2 anos de idade (data preconizada pela OMS).

DESCRITORES: Otite Média, Criança, Centros de Saúde


ABSTRACT

Introduction: acute otitis media (AOM) is a common disease during childhood and poses some risk factors. Objective: this paper aims to assess the occurrence of some risk factors associated with the onset of AOM in children seen at UBS. Materials and methods: this is a cross-sectional descriptive study. Questionnaires were handed to 100 mothers to 100 children (48 boys and 52 girls) aged between 0 and 13 years (mean: 4.6 years). The questions looked into the number of children the interviewees had, the position of the child about whom the questions were answered in relation to order of birth of his/her siblings, current second-hand smoking status and status during pregnancy, breastfeeding, use of pacifier, mother's level of education, mother's occupational status, access to public household waste collection system, and water utility services. Results: the interviewed mothers had a mean 2.08 children. Fifty-four of the children targeted by the study were firstborns (42 of them were single children) and 40 were either the second or third child. Twenty-eight mothers smoked during pregnancy. Sixty-one children are second-hand smokers currently (and 21 of these mothers also smoked during pregnancy). Fourteen mothers were still breastfeeding (the mean age of children in this group is 6.7 months); on average, breastfeeding was suspended as the child got to be 6.o months old. Fifty-eight children used pacifiers. Twenty-nine mothers had gone to school for ≤8 years, and 68 worked outside their homes. Nine mothers reported they did not have access to public household waste collection services and 100 had access to water utilities. Conclusion: many risk factors for AOM are present in this population, some of which preventable - such as second-hand smoking and use of pacifiers. Aside from improving their overall standards of living, breastfeeding should be encouraged as on average this population is ceasing it well before their children are two years old - age recommended by the WHO.

KEYWORDS: Risk Factors; Social Conditions; Cultural Characteristics

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-426

TÍTULO: Complicações no pós-operatório de tonsilectomia com ou sem adenoidectomia em crianças e adolescentes

TÍTULO EM INGLÊS: Postoperative complications in children and adolescents submitted to tonsillectomy combined or not with adenoidectomy

AUTOR(ES): José Franklin Gomes Dantas, Otavio Marambaia Santos, Kleber Pimentel, Lilian Lacerda Leal, Manuella Martins, Maria Eudiane de Macedo Marques, Milena Magalhães de Sousa

INSTITUIÇÃO: INOOA- Instituto de Otorrinolaringologia Otorrinos Associados


RESUMO

Introdução: A tonsilectomia associada ou não à adenoidectomia é o procedimento cirúrgico mais realizado na prática diária dos otorrinolaringologistas, sendo, historicamente, uma das cirurgias mais realizadas e antigas da prática médica. Apesar de amplamente difundida e realizada, a adenoamigdalectomia não é isenta de riscos e/ou complicações, entre estas se destaca a hemorragia, como a mais temida entre os cirurgiões. Outras complicações comuns são náuseas, vômitos, otalgia, dor em orofaringe, disfagia, febre e obstrução de vias aéreas. Objetivo: O estudo em questão tem com objetivo descrever as complicações no pós-operatório imediato de adenoamigdalectomia, realizadas em regime de hospital dia, em um centro de otorrinolaringologia. Método: Foram analisados, em estudo retrospectivo, dados coletados de prontuários de pacientes submetidos à tonsilectomia e/ou adenoidectomia no período de abril de 2004 a dezembro de 2008, com idade inferior a 20 anos. Resultados: Foram analisados prontuários de 170 pacientes, submetidos à tonsilectomia e/ou adenoidectomia, sendo 95 (55,9%) do sexo masculino e 75 (44,1%) do sexo feminino. Observou-se sangramento primário em três (1,8%) casos, náuseas em 23 (13,5%) casos, vômitos em 21 (12,4%) casos, dor em orofaringe em 55 (32,4%) casos. Não foram detectadas, no pós-operatório imediato até a alta hospitalar, outras variáveis pesquisadas, como otalgia, febre e obstrução de vias aéreas. Conclusão: A complicação mais comumente encontrada na nossa casuística foi dor em orofaringe, seguida de náuseas e vômitos. O sangramento primário ocorreu em 1,8% (n=3) dos casos, estando dentro da média relatada na maioria dos estudos.

DESCRITORES: Tonsilectomia, Adenoidectomia, Complicações Pós-Operatórias


ABSTRACT

Introduction: tonsillectomy - combined or not with adenoidectomy - is the most common procedure in the daily practice of ENT surgeons, and is historically one of the oldest and most performed surgical procedures in medical practice. In spite of the vast experience amassed on this procedure, adenotonsillectomy is not risk/complication-free; one of the most feared complications is bleeding, while other common adverse events are nausea, vomiting, ear pain, oropharyngeal pain, dysphagia, fever, and airway obstruction. Objective: this study aims to describe the immediate postoperative complications seen in adenotonsillectomy performed at an ENT care center. Materials and method: this retrospective study comprises data from the charts of patients under the age of 20 submitted to tonsillectomy and/or adenoidectomy between April of 2004 and December of 2008. Results: The charts of 170 tonsillectomy and/or adenoidectomy patients were analyzed. Ninety-five (55.9%) were males and 75 (44.1%) were females. Primary bleeding was seen in three (1.8%) cases, nausea in 23 (13.5%), vomiting in 21 (12.4%), and oropharyngeal pain in 55 (32.4%). Other complications occurring between postoperative care and hospital discharge such as ear pain, fever, and airway obstruction were not reported. Conclusion: the most commonly reported complication was oropharyngeal pain, followed by nausea and vomiting. Primary bleeding occurred in 1.8% (n=3) of the cases as also reported in the literature.

KEYWORDS: Tonsillectomy; Adenoidectomy; Postoperative Complications

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-430

TÍTULO: Análise das principais queixas relativas ao anel linfático de Waldeyer e do percentual de indicação de tratamento cirúrgico dessas alterações em população pediátrica

TÍTULO EM INGLÊS: An analysis of the main complaints related to Waldeyer's tonsillar ring and recommendations of surgical treatment for pediatric patients

AUTOR(ES): Giulliano Enrico Ruschi e Luchi, Thais Camporez Pimentel

INSTITUIÇÃO: Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória - EMESCAM


RESUMO

Adenoamigdalectomia é uma das cirurgias mais realizadas em crianças. Sua indicação é, na maioria das vezes, baseada na experiência clínica do médico. As principais causas de indicação à adenoamigdalectomia são infecções recorrentes e distúrbios respiratórios do sono. Os principais métodos complementares de diagnóstico são raios-X de cavum e videonasofibroscopia. Objetivo: Analisar o percentual de indicação de adenoamigdalectomia em pacientes de 1 a 18 anos com queixas relativas ao anel linfático de Waldeyer. Material e Método: Foi realizado um estudo retrospectivo por análise de 683 prontuários de pacientes atendidos entre 2006 e 2008. Foram obtidos dados sobre as queixas, realização de raios-X e/ou videonasofibroscopia, tratamento clínico e cirurgia. Resultados: Do total, 62,39% das consultas estão relacionadas ao anel linfático de Waldeyer. As principais queixas foram respiração bucal, roncos e amigdalites de repetição. Os raios-X de cavum foram solicitados para 74,51% dos pacientes e a maioria mostrou estreitamento da coluna aérea posterior. Videonasofibroscopia foi realizada em 19,36% dos pacientes. Foram indicadas adenoamigdalectomia, adenoidectomia e amigdalectomia em, respectivamente, 88,83%, 6,60% e 4,57% dos pacientes. Conclusão: As queixas relacionadas ao anel linfático de Waldeyer apresentam grande prevalência de queixas em geral no ambulatório de otorrinolaringologia pediátrico. Com relação ao tratamento clínico, 42% melhoraram as queixas e não foram operados. Quanto ao tratamento cirúrgico, este ainda é amplamente utilizado nos pacientes com queixas relacionadas ao anel linfático de Waldeyer.

DESCRITORES: Tonsilectomia, Adenoidectomia, Nasofaringe, Respiração Bucal


ABSTRACT

Adenotonsillectomy is one of the most common surgical procedures performed in children. Indication is mostly based on the physician's clinical experience. Patients are referred to surgery mainly because of recurrent infection and sleep respiratory disorders. Cavum X-ray imaging and nasal endoscopy are the most frequently diagnostic complementary tests. Objective: this paper aims to look into indications of adenotonsillectomy for patients aged between 1 and 18 years with complaints related to Waldeyer's tonsillar ring. Materials and methods: this retrospective study included 683 charts of patients seen between 2006 and 2008. We gathered data on patient complaints, X-ray images, nasal endoscopy findings, clinical management, and surgery. Results: Waldeyer's tonsillar ring was mentioned in 62.39% of all charts. Main complaints were mouth breathing, snoring, and repetition tonsillitis. Cavum S-ray was ordered for 74.51% of the patients, and most of the images showed narrowing of the posterior airway. Nasal endoscopy was offered to 19.36% of the patients. Adenotonsillectomy, adenoidectomy, and tonsillectomy were performed in 88.83%, 6.60% and 4.57% of the patients respectively. Conclusion: complaints related to Waldeyer's tonsillar ring are highly prevalent in the pediatric ENT outpatient practice. Clinical treatment offered symptom improvement to 42% of the non-operated patients. Surgery is still broadly offered to patients with complaints related to Waldeyer's tonsillar ring.

KEYWORDS: Tonsillectomy; Adenoidectomy; Nasopharynx

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-432

TÍTULO: Corpos estranhos em crianças: experiência do serviço de otorrinolaringologia do Hospital Geral de Alagoas

TÍTULO EM INGLÊS: Foreign Bodies in Children: Experience at the ENT Service of the Alagoas General Hospital

AUTOR(ES): Therezita M. Peixoto Patury Galvão Castro, Vanessa Mont'alverne Lopes Angelim

INSTITUIÇÃO: UNCISAL


RESUMO

Introdução: Os corpos estranhos constituem um problema comum nas unidades de emergência. Objetivo: Avaliar a incidência de corpos estranhos em crianças, descrevendo parâmetros como sexo, idade, tipo e localização. Material e Métodos: Estudo transversal e retrospectivo de 277 pacientes na faixa etária de 0 a 12 anos, com diagnóstico de corpo estranho em ouvido, nariz ou orofaringe, atendidos no Hospital Geral do Estado de Alagoas, no ano de 2009. Resultados: Dentre os casos, 137 eram de corpo estranho em ouvido; 123 em cavidade nasal; e 18 em orofaringe. Predominaram 51,3% do sexo feminino. A idade foi entre 1 e 5 anos. O mais frequentes foram sementes, em ouvidos, com 20 casos (15%); no nariz, também as sementes, com 30 casos (22%); em orofaringe a espinha de peixe, com 14 casos (83%). Em 25% do total de casos, o tipo de corpo estranho não foi identificado. Em 1% dos casos houve a necessidade de retirada cirúrgica do corpo estranho. Houve manipulação prévia em outros serviços em 30% dos casos. Conclusão: Há um elevado número de casos de corpos estranhos em crianças, sendo necessária uma maior vigilância por parte dos pais, além de alertar a comunidade médica para as condutas no atendimento a esses casos.

DESCRITORES: Corpos Estranhos, Criança, Serviço Hospitalar de Emergência


ABSTRACT

Introduction:Foreign bodies are a common problem in emergency services. Objective: this paper aims to evaluate the incidence of foreign bodies in children, describing parameters such as gender, age, type of FB and location. Materials and methods: this is a retrospective cross-sectional study on 277 patients aged 0-12 years with diagnosis of foreign body in the ears, nose or throat, seen at the Alagoas General Hospital in 2009. Results: ear foreign bodies amounted to 137 cases, nose FBs to 123, and throat FBs to 18. Female patients accounted for 51.3% of the sample. Most cases were seen in the range of patients aged between 1 and 5 years. Seeds were the most common FBs found in the ears - 20 cases (15%) - and nose - 30 cases (22%). Fishbone was the most common FB in the oropharynx with 14 cases (83%). In 25% of all cases the type of foreign body was not identified. One percent of the cases required surgical removal of the foreign body. Thirty percent of the patients had been at another service prior to coming to ours. Conclusion:There is a high number of cases of foreign bodies in the pediatric ENT practice. Parents need to be more vigilant and physicians must be aware of how to approach those cases.

KEYWORDS: Foreign Bodies; Children; Emergency Service, Hospital

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-433

TÍTULO: Respiradores bucais: etiologia, faixa etária, influências climáticas e desenvolvimento anatômico maxilofacial encontrado nos pacientes no Ambulatório Escola da Faculdade de Medicina de Petrópolis-RJ

TÍTULO EM INGLÊS: Mouth breathing: etiology, age range, climatic influences and maxillofacial anatomic development found in the patients at the ENT ward of the Medical School of Petropolis - RJ.

AUTOR(ES): Carlos Augusto Ferreira de Araújo, Mary Laura Garnica Perez Villar, Fausto Rezende Fernandes, Flávius Ribeiro Lana

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina de Petrópolis - RJ


RESUMO

Introdução: A respiração bucal é um desvio do padrão de respiração nasal normal, associada com transtornos obstrutivos das vias de passagem nasais, sendo substituída pela suplência bucal ou mista. As etiologias variam desde predisposição anatômica até obstrução física, dentre elas temos: hipertrofia das adenoides e amígdalas, obesidade, alterações no septo nasal, rinite alérgica e pólipos nasais. Dessa maneira, procuramos relacionar a prevalência das principais etiologias dos respiradores bucais encontradas em nosso Ambulatório Escola, com aquelas encontradas na literatura médica. Material e Método: analisamos 103 prontuários no Ambulatório, entre janeiro de 2006 e fevereiro de 2010. Destes, 54 atenderam aos critérios de inclusão: prontuários identificados com CID R.065. Resultados: Dos 54 prontuários avaliados, observamos que a prevalência é a multifatoriedade de causas. As mais prevalentes são: a hipertrofia adenoideana associada à rinite alérgica e hipertrofia adenoideana associada à hipertrofia amigdaliana. Como causa isolada mais prevalente, temos a hipertrofia amigdaliana. Dentre as alterações anatômicas, foram encontradas as mais variadas possíveis. Discussão: O perfil epidemiológico dos respiradores bucais no Ambulatório tem predomínio por sexo masculino e idade inferior a 10 anos. Devido ao clima úmido e frio do nosso município, encontramos uma associação de duas ou mais doenças como causa do respirador bucal. Conclusões: O respirador bucal apresenta inúmeras variações no desenvolvimento maxilofacial. Destacamos a Rinite Alérgica Hipertrófica como principal causa em nosso município e 10 anos como a principal faixa etária. A multifatoriedade de causas deve ser explorada pelo especialista, necessitando de acompanhamento multidisciplinar e analisada caso a caso.

DESCRITORES: Rinite, Rinite Alérgica Perene, Hipertrofia, Tonsila Palatina, Ambulatório Hospitalar


ABSTRACT

Introduction: mouth breathing is a deviation from what is regarded as normal nasal breathing associated with partial or total obstruction of the nasal cavities and the use of the mouth for supplemental purposes. Etiology ranges from anatomic predisposition to physical obstruction, such as adenoid/tonsil hypertrophy, obesity, nasal septum disorders, allergic rhinitis, and nasal polyps. This paper aims to compare the main etiologies connected to mouth breathing found at our service against those reported in the literature. Materials and methods: we analyzed the charts of 103 patients seen at our ENT ward between January of 2006 to February of 2010. Fifty-four patients met the enrollment criterion of charts given an ICD R.065. Results: the 54 charts analyzed attributed multifactorial causes to the disease. The most prevalent causes were adenoid hypertrophy associated with allergic rhinitis, and adenoid hypertrophy associated with tonsil hypertrophy. Tonsil hypertrophy was the most prevalent isolated cause. Various anatomic variations were described. Discussion: most mouth breathers in our study were males under the age of 10 years. Given the wet and cold climate of our municipality, we found a combination of two or more diseases as the causes for mouth breathing. Conclusion: mouth breathers present a number of variations in maxillofacial development patterns. According to our study, the main cause for mouth breathing in our municipality is hypertrophic allergic rhinitis; and most patients are affected by this condition at the age of 10. Multifactorial causes must be explored by medical specialists, and care is multidisciplinary and individualized.

KEYWORDS: Outpatient Care; Rhinitis, Allergic, Perennial; Rhinitis; Hypertrophy; Adenoids

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-437

TÍTULO: Videoendoscopia da Deglutição - protocolo e série de casos

TÍTULO EM INGLÊS: Fiberoptic Endoscopic Evaluation of Swallowing - Protocol and Case series

AUTOR(ES): Miguel Leal Andrade Neto, Loren de Britto Nunes, Pedro Simas Moraes Sarmento, Epifanio José Pereira Filho, Fernanda Martins de Andrade, José Higino Santos Cartaxo

INSTITUIÇÃO: Hospital Português da Bahia - Clínica Otorhinus


RESUMO

Introdução: Os distúrbios da deglutição são comuns a uma série de enfermidades. São bastante frequentes nos pacientes neurológicos e naqueles com doenças ou sequelas de cirurgias de cabeça e pescoço, sendo causa de importante morbidade e mortalidade. Materiais e Métodos: Foram revisados os prontuários de 17 pacientes adultos submetidos à Videoendoscopia de Deglutição (VED) entre setembro/2010 e maio/2011, todas realizadas pelo mesmo otorrinolaringologista, que utilizou protocolo próprio para o registro do exame. Resultados: Dos 17 pacientes analisados, oito eram do sexo feminino e nove do masculino. A idade variou de 30 a 98 anos. Predominaram os pacientes com patologia neurológica comprovada, representando 41,18% do total. Discussão: Apesar da casuística reduzida, pôde-se observar a predominância de pacientes neurológicos (41,18%), confirmando o que demonstra a literatura mundial. A gravidade da disfagia foi mais evidente nos pacientes internados, cujas comorbidades ou doenças de base os tornam mais suscetíveis, inclusive, a um desfecho fatal. Conclusão: A VED é uma realidade na avaliação do paciente com disfagia. Hoje, é considerada tão importante quanto a fluoroscopia. Ainda são poucas as publicações que envolvem o estudo da VED se comparadas à videofluoroscopia mas, dada à sua praticidade e inúmeras vantagens, certamente será cada vez mais estudada e difundida, despertando maior interesse, principalmente entre os otorrinolaringologistas.

DESCRITORES: Deglutição, Endoscopia, Protocolos


ABSTRACT

INTRODUCTION: Swallowing disorders are common to a range of pathologies. They are very frequent in neurological patients and in patients with diseases or sequelae of head and neck surgery. They also account for significant morbidity and mortality. MATERIALS AND METHODS: We reviewed medical records of 17 adult patients who have undergone Fiberoptic Endoscopic Evaluation of Swallowing (FEES) between September 2010 and May 2011; all examinations were performed by the same otolaryngologist. RESULTS: Eight of the 17 patients were females and 9 were males. Their age ranged from 30 to 98 years. Neurological patients accounted for 41.18% of the total. DISCUSSION: Despite the small size sample, we observed a predominance of neurological patients (41.18%), as seen in the literature. The severity of dysphagia was more evident in hospitalized patients whose underlying diseases or comorbidities made them more susceptible even to a fatal outcome. CONCLUSION: FEES is a proven method to evaluate patients with dysphagia. Today it is considered to be as important as fluoroscopy. Only a few publications have looked into FEES and compared it to video fluoroscopy, but given its practicality and numerous advantages, it will certainly be more studied and widely used, thus gaining the preference of more otolaryngologists.

KEYWORDS: Deglutition; Endoscopy; Protocols

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-439

TÍTULO: Estudo retrospectivo de 149 pacientes atendidos em ambulatório de estomatologia: prevalência das lesões orais e perfil dos avaliados

TÍTULO EM INGLÊS: A retrospective study of 149 patients treated at the Stomatology ward: Prevalence of oral lesions and patient profile

AUTOR(ES): Marco Antonio Ferraz de Barros Baptista, Daniel Stelin, Marisa Homem de Melo Maciel Campilongo, Carlos D'apparecida Santos Machado Filho, Priscila Bogar Rapoport

INSTITUIÇÃO: Faculdade de Medicina do ABC


RESUMO

Introdução: Os estudos epidemiológicos perfazem uma grande área da pesquisa desempenhando um importante papel, pois revelam a prevalência de inúmeras doenças, particularizando-as dentro do ambiente estudado. Doenças sistêmicas, deficiências alimentares, distúrbios pigmentares, agentes traumáticos, físicos, químicos e biológicos têm importante papel na gênese das doenças estomatológicas. O objetivo do presente estudo foi determinar a prevalência de lesões orais entre os indivíduos atendidos no ambulatório de Estomatologia. Forma de estudo: Clínico retrospectivo. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo de 149 pacientes atendidos no ambulatório de Estomatologia no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010. Foram avaliados: idade, sexo, fatores de risco para patologia bucal e diagnóstico definido. Resultados: Dos 149 pacientes avaliados, 40,2% eram homens e 59,8% mulheres. A média de idade foi de 56 anos. O número encontrado de pacientes tabagistas foi 55 (37%) e o de usuários de prótese dentária 14 (76,5%). Os diagnósticos mais prevalentes foram: leucoplasia (14%), candidíase (13%), queilite actínica (12%), hiperplasia fibrosa reacional (10%), líquen plano (8%), glossodínea (7%), hiperpigmentação mucosa (6%), carcinoma espinocelular (6%), outras queilites (5%). Conclusões: As alterações de mucosa bucal de maior frequência são basicamente as mesmas encontradas nos diversos estudos. A maioria dos pacientes avaliados foi do sexo feminino. A importância do estudo para determinar as principais lesões diagnosticadas em ambulatório de estomatologia é fato notório, uma vez que orienta o especialista sobre as alterações mais prevalentes e suas associações, permitindo diagnóstico e tratamento precisos.

DESCRITORES: Epidemiologia, Medicina Bucal, Patologia Bucal, Diagnóstico Bucal


ABSTRACT

Introduction: epidemiologic studies help reveal the prevalence rates of numerous diseases and their statuses within the studied environment. Systemic diseases, eating disorders, pigmentation disorders, trauma, and physical/chemical/biological agents play an important role in the pathogenesis of stomatological diseases. This study aims to determine the prevalence rate of mouth lesions among the individuals seen at our Stomatology service. Materials and methods: this is a retrospective study that looked into the charts of 149 patients seen at our Stomatology service between January of 2008 and December of 2010. The following parameters were studied: age, gender, risk factors for mouth disease, and diagnosis. Results: the study included 149 patients, 40.2% of whom were males and 59.8% were females. Mean age was 56 years. Fifty-five (37%) patients were smokers and 14 (76.5%) wore dental prosthesis. The most prevalent diagnoses were leukoplakia (14%), candidiasis (13%), actinic cheilitis (12%), reactive fibrous hyperplasia (10%), lichen planus (8%), glossodynia (7%), mucosal hyperpigmentation (6%), squamous cell carcinoma (6%), other cheilitis (5%). Conclusion: there is significant agreement in the literature as to the most common mouth mucosal disorders. Most patients assessed were females. This study will aid in the identification of the most commonly diagnosed lesions and their associations in the stomatology practice, thus allowing for more accurate diagnosis and treatment.

KEYWORDS: Epidemiology; Oral Medicine; Diagnosis, Oral; Pathology, Oral

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-446

TÍTULO: Faringoestomatologia - Otorrinolaringologia UNICAMP: uma abordagem multidisciplinar

TÍTULO EM INGLÊS: Stomatology - ENT at Unicamp: a multidisciplinary approach

AUTOR(ES): Patrícia Bette, Alexandre Caixeta Guimarães, Guilherme Machado de Carvalho, Thiago Pires Brito, Priscila Leite da Silveira, Alexandre Scalli Mathias Duarte, Ana Cristina Dal Rio, Maria Elvira Correa, Albina Messias de Almeida Milani Altemani, Ester Maria Danielli Nicola

INSTITUIÇÃO: UNICAMP


RESUMO

Introdução: Esta apresentação tem por objetivo fazer um levantamento do serviço de faringoestomatologia da disciplina de Otorrinolaringologia, criado no segundo semestre de 2009. Materiais e Métodos: Apresentaremos dados referentes ao período do início do serviço, em outubro de 2009, até o mês de março de 2011. Resultados: A idade média dos pacientes atendidos foi de 52 anos. O tempo de duração médio das queixas principais foi de 38 meses. A queixa mais frequente foi lesão na cavidade oral, seguida de xerostomia e ardência bucal. 10 (24%) dos 41 pacientes eram tabagistas e seis (14%) ex-tabagistas. 54% dos pacientes usavam próteses dentárias. As patologias mais frequentes foram candidíase, refluxo faringolaríngeo, má adaptação da prótese dentária, leucoplasias e Síndrome da Ardência Bucal. Discussão: A presença de serviços de faringoestomatogia em Hospitais terciários é essencial para a avaliação, seguimento e tratamento adequado de pacientes com patologias específicas da área. Conclusão: Há uma diversidade e riqueza de situações clínicas presentes em nosso serviço. Fica claro notar a importância no cuidado de certos hábitos, como o tabagismo, uso e manutenção da prótese dentária.

DESCRITORES: Medicina Bucal, Leucoplasia Bucal, Serviços de Atendimento


ABSTRACT

Introduction: this paper looks into the multidisciplinary ENT-stomatology care provided at our school as of the second semester of 2009. Materials and methods: this study presents below the data concerning the period between October of 2009 and March of 2011 for our combined ENT-stomatology service. Results: the patients seen at our service had a mean age of 52 years; their symptoms had been installed on average for 38 months. The most frequent complaint was mouth lesions, followed by xerostomia, and burning mouth pain. Ten (24%) of the 41 patients were smokers and 6 (14%) were former smokers. Fifty-four percent of the patients used dental prosthesis. The most commonly diagnosed diseases were candidiasis, pharyngeal-laryngeal reflux, poor denture fit, leukoplakia, and burning mouth syndrome. Discussion: combined ENT-stomatology care in tertiary hospitals is essential for the proper evaluation, follow-up, and treatment of patients with specific diseases in this area. Conclusion: there is a wealth of clinical situations at our service. Special attention must be paid to factors such as smoking and use and maintenance of dental prosthesis.

KEYWORDS: Oral Medicine; Leukoplakia, Oral; Ambulatory Health Services

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-448

TÍTULO: Adenocarcinoma de palato - relato de caso

TÍTULO EM INGLÊS: ADENOCARCINOMA OF THE PALATE - CASE REPORT

AUTOR(ES): Carlos Roberto Ballin, Cristiano Roberto Nakagawa, Rodolfo Cardoso de Toledo Filho, Rowilson Melo, Susanne Edinger, Luiz Eduardo Nercolini


RESUMO

Introdução: A literatura tem descrito que os tumores de glândula salivar menor têm prevalência de malignidade de 50%. Objetivamos aqui descrever uma variante da técnica cirúrgica, com prevenção para fístula de cavidade oro nasal. Relato de Caso: Relatamos o caso de uma paciente de 31 anos, referindo aumento de volume progressivo em região de palato duro, ausência de disfagia ou perda ponderal com 5 meses de evolução. Apresentava lesão exofítica rósea, com cobertura lisa, na porção posterior do palato duro, lateralizando à esquerda. Feita biópsia excisional, o resultado da análise mostrou adenocarcinoma bem diferenciado de palato duro, de provável origem em glândula salivar menor, com margens microscópicas laterais livres e margens microscópicas profundas comprometidas. Realizada ampliação de margens no foco primário. Técnica cirúrgica utilizada: Infiltração de mucosa do assoalho da cavidade nasal; incisão inferior da narina bilateralmente; descolamento mucoperiosteal bilateral, confeccionando túnel mucoso, sendo a base o assoalho da mucosa nasal; colocação de abridor de boca e infiltração da lesão com xilocaína e vasoconstritor. Realizada a ressecção da lesão em palato duro, com porção óssea, mantido ferida operatória cruenta. Prevenindo, com isso a criação, de uma fistula oro nasal. Após 1 mês, a ferida cirúrgica apresentava-se com ausência de fístula. Discussão: Ao contrário da prevalência geral, o caso relatado é de uma paciente do sexo feminino sem fatores de risco para adenocarcinoma de palato. O tratamento é basicamente cirúrgico, sendo exérese da lesão e avaliação da cadeia ganglionar, podendo ser complementado ou não por radioterapia.

DESCRITORES: Adenocarcinoma, Palato Duro, Palato


ABSTRACT

Introduction: according to the literature, small salivary gland tumors are malignant in 50% of the cases. This study aims to describe a variant to the surgical procedure used to prevent oropharyngeal fistulas. Case report: this paper describes the case of a 31-year-old patient who complained of progressive swelling of her hard palate. She had no dysphagia or weight loss and the lesion was evolving for 5 months. She had a rosy smooth exophytic lesion in the left posterior portion of her hard palate. An excisional biopsy was done and tests indicated the presence of a well-differentiated hard palate adenocarcinoma probably originating in the small salivary gland with free microscopic lateral margins and involved deep microscopic margins. The margins in the primary site were broadened. Surgical approach: infiltration seen in the nasal cavity floor mucosa; bilateral nostril inferior incision; bilateral mucoperiosteal detachment, production of a mucosal tunnel having the nasal mucosa floor as basis; placement of a mouth spacer and injection of xylocaine and vasoconstrictors in the lesion. The lesion was removed along with some bone; surgery wound was kept open to prevent the establishment of an oronasal fistula. One month later the surgical wound was fistula-free. Discussion: unlike most cases, this study reports on a female patient without risk factors for palate adenocarcinoma. Treatment is basically surgical through removal of the lesion and assessment of the ganglia; radiotherapy may also be used.

KEYWORDS: Palate, Hard; Adenocarcinoma; Palate

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-453

TÍTULO: Corpo estranho em nasofaringe: relato de caso

TÍTULO EM INGLÊS: Foreign body in the nasopharynx: case report

AUTOR(ES): Carolina Cincurá Barreto, Fernando Pena Gaspar Sobrinho, Hélio Andrade Lessa


RESUMO

Introdução: Corpos estranhos na nasofaringe são relativamente raros e podem ficar indetectáveis por longos períodos. O seu diagnóstico é mais difícil e o risco de deslocamento com consequente aspiração é alto. A maioria dos casos é relatada em crianças. Relatamos um caso de corpo estranho em uma paciente de 16 anos, entre o nariz e a nasofaringe. Apresentação do caso: Paciente, sexo feminino, 16 anos, negra, deu entrada no pronto-socorro com queixa de dor no nariz, principalmente à esquerda há 1 dia. Negava rinorreia, obstrução nasal, dispneia ou febre. A rinoscopia anterior e a orofaringoscopia não apresentavam alterações, exceto por hipertrofia moderada de conchas nasais inferiores. Uma imagem indicativa de corpo estranho, arredondada, radiopaca no nariz e na nasofaringe foi visualizada em radiografia simples de perfil. O corpo estranho era uma moeda e foi removido via fossa nasal esquerda, após sedação. Conclusão: Corpos estranhos na nasofaringe são raros e mais encontrados em crianças, podendo ser assintomáticos. Quando suspeitado, deve-se fazer avaliação radiológica adequada e, quando possível, avaliação endoscópica. Esses corpos estranhos podem ser deglutidos ou aspirados, estando associados com altas taxas de morbidade.

DESCRITORES: Corpos Estranhos, Nasofaringe, Criança


ABSTRACT

Introduction: nasopharynx foreign bodies are relatively rare, and may remain undetectable for long periods of time. It diagnosis is difficult and the risk of shifting with consequent aspiration is high. Most of the cases is reported in children. We, hereby, report a case of a foreign body in a 16-year-old patient, lodged between the nose and the nasopharynx. Case presentation: 16-year-old black female patient came to the ER complaining of pain in the nose, worse in the left side, for 1 day. She did not have rhinorrhea, nasal obstruction, dyspnea or fever. Anterior rhinoscopy and oropharyngoscopy did not show any changes , except for a moderate hypertrophy of the inferior nasal conchae. We found a round, radiopaque foreign body located between the nose and the nasopharynx in the side-view X-ray. The foreign body was a coin and was removed through the left nasal cavity, with the patient under sedation. Conclusion: nasopharyngeal foreign bodies are rare, and mostly found in children, and they can be asymptomatic. When suspected, proper radiological assessment must be carried out, and whenever possible one must submit the patient to endoscopy. These foreign bodies may be swallowed or aspirated, and they are associated with high morbidity rates.

KEYWORDS: Foreign Bodies; Nasopharynx; Adult Children

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-456

TÍTULO: Correlação entre o Índice Modificado de Mallampati com a progressão da idade em pacientes de ambulatório de otorrinolaringologia

TÍTULO EM INGLÊS: Correlation between Modified Mallampati Index with age progression in patients from the Otorhinolaryngology Clinic.

AUTOR(ES): Joely Toledo, Luis Gustavo Padilha, Camila Neves Guimarães, Larissa da Cunha Santos, Marcos Marques Rodrigues

INSTITUIÇÃO: Centro Universitário de Araraquara - UNIARA


RESUMO

Introdução: O Índice de Mallampati modificado (IMM) é avaliado orientando-se o paciente a manter a língua na cavidade oral. Atualmente, é relacionado com o índice de apneia e hipopneia em pacientes com distúrbios do sono, sendo uma maneira de prognosticar a gravidade da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS). A correlação direta entre a idade e o IMM ainda é incerta na literatura médica atual. Objetivos: Estudar a relação do índice de Mallampati com a idade. Materiais e Métodos: Foram estudados pacientes do ambulatório de otorrinolaringologia de ambos os sexos, submetidos à inspeção da cavidade oral e divididos em dois grupos, Grupo I - população total. Grupo II - excluídos os obesos. Resultados: Foram avaliados 320, destes, 266 pacientes foram selecionados para a análise estatística e compunham o grupo I. No grupo II, foram excluídos os pacientes obesos (IMC ≥ 30 kg/m2), composto de 178 pacientes. A correlação entre IMM e idade foi positiva nos dois grupos (p<0,001). Discussão: Quanto maior o IMM, geralmente temos um menor volume da via aérea, sendo correlacionado com a SAOS. As evidências de que a SAOS evolui com o aumento da idade são fortes. O IMM evolui com a idade, independentemente do IMC do paciente. Dessa maneira, uma das razões para evolução da SAOS com a idade é a crescimento sucessivo do IMM com o envelhecimento da população em geral. Conclusão: Concluímos que o IMM evolui com o envelhecimento, podendo explicar o aumento da gravidade da SAOS com a progressão da idade.

DESCRITORES: Envelhecimento, Faringe, Palato


ABSTRACT

INTRODUCTION The modified Mallampati score (MMS) is carried out with the patient keeping his tongue in his mouth. Today, it is related to apnea-hypopnea in patients with sleep disorders as a means to predict the severity of Obstructive Sleep Apnea Syndrome (OSAS). The direct correlation between age and the MMS is still uncertain in the current medical literature. OBJECTIVES To study the relationship between the Mallampati score and age. MATERIALS AND METHODS We studied ENT patients of both genders. We inspected their oral cavities and divided them into two groups: Group I - total population. Group II - we excluded the obese patients. RESULTS We evaluated 320 of these patients, 266 were selected for statistical analysis and formed Group I. In Group II we excluded the obese patients (BMI ≥ 30 kg/m2) made up of 178 patients. The correlation between age and the MMS was positive in both groups (p <0.001) DISCUSSION The higher the MMS score, the lower the airway volume, being correlated with OSA. The evidence that OSAS evolves with increasing age are strong. MMS evolves with age regardless of the patient's BMI. Thus one of the reasons for OSAS development with age is the successive MMS increase with aging in the general population. Conclusion We concluded that MMS increases with age. This may explain the increased severity of OSAS with age progression.

KEYWORDS: Age Distribution; Pharynx; Cleft Palate

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-458

TÍTULO: Desfechos estéticos em rinoplastia: Divisão Vertical de Domus na cirurgia da ponta nasal

TÍTULO EM INGLÊS: Aesthetic outcomes in rhinoplasty: Vertical Dome Division in nasal tip surgery

AUTOR(ES): Michelle Lavinsky-wolff, Luísi Rabaioli, Carolina Rocha Barone, Humberto Lopes Camargo Júnior, Márcio Severo Garcia, Carisi Anne Polanczyck, José Eduardo Lutaif Dolci

INSTITUIÇÃO: Hospital de Clinicas de Porto Alegre (HCPA)


RESUMO

Introdução: A cirurgia da ponta nasal é uma questão complexa da rinoplastia. A Divisão Vertical do Domus (DVD) pode melhorar a definição, projeção, rotação e assimetrias da ponta nasal. A satisfação do paciente com os resultados ainda não foi avaliada de forma padronizada na literatura. Objetivo: Avaliar, de forma padronizada, o resultado estético do tratamento cirúrgico da ponta nasal com DVD. Material e Método: Incluídos no estudo pacientes com queixas de obstrução nasal e estéticas relacionadas à ponta nasal, sendo todos submetidos à rinosseptoplastia com DVD. Escala para avaliação de resultados em rinoplastia - avaliando domínios de qualidade de vida, com resultados de 0 a 100 - foi aplicada no pré-operatório e após 1, 2 e 3 meses da cirurgia. Também foi aplicada escala análogo-visual de 100mm para avaliação da satisfação com aparência do nariz no pré-operatório e após 1, 2 e 3 meses da cirurgia. Resultados: Incluídos 20 pacientes no estudo, 60% mulheres. A idade média foi 28,2 anos (± 11,4). Os resultados da escala de avaliação em rinoplastia foram de 35,62 (±18,41), 74,40 (±12,85), 73,48 (±20,17) e 79,76 (±14,11) respectivamente no pré-operatório, 1, 2 e 3 meses pós-operatórios. A escala análogo-visual demonstrou significativa melhora na satisfação de 25 mm (±2,28) no pré-operatório para 81,7 mm (±27,8), 90,5 mm (±1,27) e 90,1 mm (±1,33), respectivamente, no 1º, 2º, e 3º mês pós-operatório. Conclusão: A técnica de DVD para tratamento da ponta nasal pode ser associada à melhora nos escores de satisfação com aspecto externo do nariz.

DESCRITORES: Cartilagens Nasais, Nariz, Estética, Rinoplastia


ABSTRACT

Introduction: Nasal tip surgery is a complex part rhinoplasty. The Vertical Dome Division (VDD) can improve the definition, projection, rotation and asymmetries of the nasal tip. Patient satisfaction with the results of surgery has not been assessed in a standardized manner in the literature. Objective: To evaluate in a standardized manner the aesthetic results of surgical treatment of the nasal tip with VDD. Methods: We Included in the study patients complaining of nasal obstruction and the appearance of their nasal tip, and all underwent rhinoplasty with VDD. Scale to assess outcomes in rhinoplasty - assessing quality of life domains, with results from 0 to 100 - was used preoperatively and 1, 2 and 3 months after surgery. We also used a visual analog scale to assess satisfaction with the nasal appearance before surgery and at 1, 2 and 3 months after surgery. Results: Twenty patients were included in the study, 60% were women. The mean age was 28.2 years (±11.4). The results of our evaluation scale in rhinoplasty were 35.62(±18.41), 74.40(±12.85), 73.48(±20.17) and 79.76(±14.11) respectively in the preoperative, 1, 2 and 3 months postoperatively. The 100 mm visual analog scale showed significant improvement in patient satisfaction with the nasal tip shape from 25mm(±22.8) preoperatively to 81.7mm(±27.8); 90.5mm(±12.7) and 90.1mm(±13.3) respectively at 1, 2 and 3 months postoperatively. Conclusion: The DVD technique for the treatment of nasal tip was associated with improvements in the satisfaction scores with the external appearance of their nose.

KEYWORDS: Rhinoplasty; Nose; Esthetics; Nasal Cartilages

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-460

TÍTULO: Disfagia - aspectos epidemiológicos e achados da videofluoroscopia de 126 pacientes de um hospital universitário terciário

TÍTULO EM INGLÊS: Dysphagia- Epidemiological aspects and videofluoroscopy findings of 126 patients from a University Hospital

AUTOR(ES): Ana Carolina Parsekian Arenas, Felipe Almeida Mendes, Pedro Finotti Júnior, João Paulo Resende Felicio, Hednaldo José Bastos, Silvio Antonio Monteiro Marone

INSTITUIÇÃO: Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Hospital e Maternidade Celso Pierro- Puc Campinas


RESUMO

Introdução: As alterações da deglutição são queixas comuns em otorrinolaringologia, assumindo importância cada vez maior. Na avaliação complementar da disfagia, destacam-se a videofluoroscopia da deglutição e a videoendoscopia da deglutição (VED). Objetivo: Avaliação de pacientes com queixa de disfagia, por meio da VED, demonstrando os seus principais resultados e a sua aplicabilidade. Casuística e Métodos: Foram avaliadas por meio da VED 126 pacientes com queixa de disfagia, com idades entre 23 dias de vida a 87 anos. Foram estudados os seguintes eventos: sensibilidade da laringe e da faringe, estase salivar em valéculas, seios piriformes e supraglote, escape precoce do corante para a laringe e/ou recessos piriformes, penetração laríngea, aspiração traqueal e presença de resíduo após a terceira deglutição. Resultados: Durante a realização da VED, os principais achados em ordem decrescente foram: presença de resíduo após a terceira deglutição (46,03%), escape precoce (42,06%), estase salivar (38,88%), sensibilidade faringolaríngea diminuída (28,57%) penetração de corante líquido (27,77%), aspiração de saliva (15,07%), penetração de corante pastoso (9,52%), aspiração de corante líquido (9,52%) e aspiração de corante pastoso (4,76%). Conclusão: A VED é um método prático e seguro para avaliação de disfagia. É bastante factível, inclusive em pacientes com acometimento neurológico.

DESCRITORES: Transtornos de Deglutição, Avaliação da Deficiência, Epidemiologia


ABSTRACT

INTRODUCTION: Swallowing disorders are common complaints in otolaryngology, taking on increasing importance. For further evaluation of dysphagia we stress videofluoroscopy and swallowing videoendoscopy (SVE). OBJECTIVE: Evaluation of patients complaining of dysphagia by SVE, showing the main findings and their applicability. PATIENTS AND METHODS: We used SVE to evaluate 126 patients complaining of dysphagia, aged 23 days to 87 years. We studied the following events: sensitivity of the larynx and pharynx, salivary stasis in the valleculae, pyriform sinus and supraglottic area, early leak of dye into the larynx and / or piriform recesses, laryngeal penetration, tracheal aspiration and the presence of residue after the third swallowing. RESULTS: During SVE, the main findings in descending order were: the presence of residue after the third swallowing (46.03%), early leak (42.06%), salivary stasis (38.88%), decreased pharyngolaryngeal sensitivity (28.57%), liquid dye penetration (27.77%), aspiration of saliva (15.07%), penetration of a pasty dye (9.52%), aspiration of liquid dye (9.52%) and aspiration of pasty dye (4.76%). CONCLUSION: SVE is a practical and safe method for evaluating dysphagia. It is quite feasible even in patients with neurological impairments.

KEYWORDS: Epidemiology; Deglutition Disorders; Disability Evaluation

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-464

TÍTULO: Cirurgias múltiplas no tratamento da síndrome da apneia obstrutiva do sono moderada a grave

TÍTULO EM INGLÊS: MULTIPLE SURGERIES IN THE TREATMENT OF MODERATE TO SEVERE OBSTRUCTIVE SLEEP APNEA

AUTOR(ES): José Antônio Pinto, Luciana Ballester de Mello Godoy, Thiago Branco Sonego, Henrique Wambier, Rodrigo Kohler, Elcio Izumi Mizoguchi

INSTITUIÇÃO: Núcleo de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço de São Paulo Hospital São Camilo - Pompéia


RESUMO

Síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) é uma doença crônica caracterizada por obstrução repetida do fluxo de ar nas vias aéreas superiores. Localização do sítio obstrutivo é essencial para o planejamento cirúrgico adequado. Objetivo: Determinar os efeitos de várias cirurgias no tratamento da SAOS moderada e grave. Métodos: Registros de 39 pacientes com apneia obstrutiva do sono moderada e grave submetidos a cirurgias múltiplas foram examinados e os resultados cirúrgicos avaliados. Resultados: O IAH médio foi de 22,1 eventos/h antes da cirurgia e 22,3 eventos/h após a cirurgia em pacientes com apneia do sono obstrutiva moderada (n = 10), a média do IAH foi de 58,8 eventos/h antes da cirurgia e 18,8 eventos/h após a cirurgia em pacientes com apneia obstrutiva do sono grave (n = 29). A cirurgia foi considerada bem sucedida em quatro pacientes (40%) no grupo moderado e em 25 pacientes (86,2%) no grupo grave. Conclusão: As cirurgias múltiplas parecem ter melhores resultados em apneia obstrutiva do sono grave do que em quadros moderados.

DESCRITORES: Síndromes da Apnéia do Sono, Terapêutica, Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva, Resultado de Tratamento


ABSTRACT

Obstructive sleep apnea-hypopnea syndrome is a chronic disease characterized by repeated obstruction of air flow in the upper airway. Location of the obstructive site is essential for adequate surgical planning. OBJECTIVE: To determine the effects of multiple surgeries in the treatment of moderate and severe obstructive sleep apnea. METHODS: Records of 39 patients with moderate and severe obstructive sleep apnea who had undergone multiple surgeries were examined and the surgical results were assessed. RESULTS: Considering that the mean AHI was 22.1 events/h before surgery and 22.3 events/h after surgery in patients with moderate obstructive sleep apnea (n=10); the mean AHI was 58.8 events/h before surgery and 18.8 events/h after surgery in patients with severe obstructive sleep apnea (n=29). Surgery was considered successful in 4 patients (40%) in the moderate group, and in 25 patients (86.2%) in the severe group. CONCLUSION: Multiple-procedure surgery appears to have better results in severe obstructive sleep apnea than in moderate cases.

KEYWORDS: Sleep Apnea Syndrome; Sleep Apnea, Obstructive; Treatment Outcome

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-466

TÍTULO: Crianças com hiperplasia adenoideana e rinossinusite: efeitos da adenoidectomia

TÍTULO EM INGLÊS: Children with adenoid hypertrophy and rhinosinusitis: effects of adenoidectomy

AUTOR(ES): Andrea Arantes Braga, Edwin Tamashiro, Ulisses P. Meneses, Fabiana C.p. Valera, Wilma Terezinha Anselmo Lima, Maria Inez Machado Fernandes

INSTITUIÇÃO: Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, SP


RESUMO

Introdução: Em pediatria, rinossinusite continua a ser um problema de saúde pública e, em muitos casos, o tratamento convencional falha. Estudos têm mostrado melhora dos sintomas de rinossinusite (RS) em crianças submetidas à adenoidectomia. Objetivos: Determinar a eficácia da adenoidectomia no alívio dos sintomas de rinossinusite em crianças. Materiais e Métodos: Foram avaliadas 46 crianças com hiperplasia de adenoides e RS, de 2 a 15 anos. Os prontuários dos pacientes foram revisados e a sintomatologia e o tamanho das adenoides foram analisados. 22 destas crianças foram submetidas à adenoidectomia e foi questionado sobre os sintomas e melhora do quadro geral das crianças após a cirurgia. Resultados: Os sintomas mais frequentes reportados foram: respiração bucal (93,4%), roncos noturnos (84,7%), obstrução nasal (84,7%), rinorreia anterior (67,3%), outras infecções de repetição, como amigdalites e otites (52,17%), apneia noturna (47,8%), cefaleia (45,6%), descarga posterior (32,6%) e tosse (30,4%). Dentre os 22 pacientes submetidos à adenoidectomia, verificamos melhora do sintoma de obstrução nasal de 90,9%, de tosse de 85,7%, de cefaleia de 70%, de rinorreia anterior de 61% e de descarga posterior de 28,5%. Referiram melhora completa dos sintomas 63,3% (14), melhora parcial 22,7% (5) e ausência de melhora 13,6% (3). Dos oito pacientes sem melhora completa, sete foram submetidos ao exame de pHmetria esofágica de 24horas e 42,8% (3) receberam o diagnóstico de doença do refluxo gastroesofágico. Conclusões: Na maioria dos casos, os sintomas de rinossinusite em crianças foram aliviados com adenoidectomia. Naquelas em que houve pouca ou nenhuma melhora, foi importante investigar doença do refluxo gastroesofágico.

DESCRITORES: Sintomas Clínicos, Obstrução Nasal, Refluxo Gastroesofágico


ABSTRACT

INTRODUCTION: Pediatric rhinosinusitis (RS) continues to be a prominent public health issue and many patients fail conservative medical treatment. Reports have indicated improvement in rhinosinusitis symptoms following adenoidectomy. OBJECTIVE: To determine the efficacy of adenoidectomy in relieving rhinosinusitis symptoms in children. MATERIALS AND METHODS: 46 children with pharyngeal tonsil hypertrophy and RS, from 2 to 15 years of age, were evaluated. Those with comorbidities were excluded. Patients' charts were reviewed and the symptoms and the size of pharyngeal tonsils were analyzed. 22 of these children were submitted to adenoidectomy and telephone interviews were made to collect information following the surgery regarding the presence of the same symptoms as well as an estimate of overall improvement. RESULTS: The most frequently reported symptoms were: mouth breathing (93.4%); snoring (84.7%), nasal congestion (84.7%), rhinorrhea (67.3%), other infections (52.17%), apnea (47.8%), headache (45.6%), postnasal drainage (32.6%) and cough (30.4%). Among the patients who were submitted to adenoidectomy the prevalence of these symptoms decreased following surgery (61% rhinorrhea; 90.9% nasal congestion; 70% headache; 28.5% postnasal drainage; 85.7% cough). Complete symptom resolution was reported in 63.3% (14) of 22 patients, some improvement in 22.7%(5) and no improvement was reported in 13.6%(3). Patients with some improvement or no improvement were submitted to 24h esophageal pH monitoring and 42.8% were diagnosed with gastroesophageal reflux disease. CONCLUSION: In the majority of cases, symptoms of chronic sinusitis in children are relieved by adenoidectomy. In those with some improvement or no improvement it is important to investigate gastroesophageal reflux disease.

KEYWORDS: Symptoms, Clinical; Nasal Obstruction; Gastroesophageal Reflux

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-469

TÍTULO: Corpos estranhos em pacientes pediátricos: uma urgência otorrinolaringológica?

TÍTULO EM INGLÊS: Foreign bodies in children: an ENT emergency?

AUTOR(ES): Janaina Oliveira Bentivi Pulcherio, Melyssa Fernanda Bentivi Andrade, João Melo e Sousa Bentivi, Marília Fábia Bentivi Andrade

INSTITUIÇÃO: Hospital Municipal Djalma Marques, São Luís-MA.


RESUMO

Introdução: As crianças representam importante clientela nos atendimentos otorrinolaringológicos, devido aos corpos estranhos. Curiosidade infantil, brincadeiras, tentativa de higiene e entrada acidental são causas comuns. Alguns corpos estranhos podem não ameaçar a vida, entretanto, há graves complicações relacionadas à sua longa permanência e ao possível deslocamento para vias aéreas. Objetivo: Analisar casos de corpos estranhos em sítios otorrinolaringológicos em crianças atendidas em um hospital de emergência em São Luís-MA. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo por meio da coleta de dados dos prontuários de 105 crianças de 0 a 12 anos. Resultados: A maioria dos casos foi de corpos estranhos em fossas nasais. Os corpos estranhos mais encontrados foram feijões, sementes e artefatos de plástico. A média do intervalo de tempo entre a colocação e retirada dos corpos estranhos foi de 32,4 dias. Discussão: O tempo médio de permanência dos corpos estranhos neste trabalho foi maior que em outros estudos, gerando maior risco de complicações. Chama-se atenção para a responsabilidade de pais e responsáveis nesta problemática e a necessidade de melhor acesso da população aos serviços de saúde. O pequeno número de otorrinolaringologistas no Maranhão contribui para os perigos da longa permanência de corpos estranhos e submete as crianças ao manejo por profissionais não especializados. Conclusão: Sugerimos novos trabalhos no Maranhão que visem aprofundar o tema. Alertamos que a população precisa reconhecer precocemente os sintomas relativos aos corpos estranhos para iniciar busca por atendimento especializado. As autoridades de saúde maranhenses, por sua vez, precisam instituir medidas eficientes de atendimento otorrinolaringológico de urgência.

DESCRITORES: Corpos Estranhos, Emergências, Otolaringologia, Criança, Sistema Médico de Emergência


ABSTRACT

Introduction. Children represent and important clientele of otolaryngology clinics because of foreign bodies. Infant's curiosity, plays, hygiene attempts and incidental entry are common causes. Some foreign bodies are not life-threatening but there can be severe complications related to their long stay or their displacement to airways. Objective. To analyze cases of children with foreign bodies seen in an emergency hospital in São Luís-MA. Materials and Methods. Retrospective study carried out from medical records of 105 children aged from 0 to 12 years. Results. Most of the cases involved nasal foreign bodies. The most common foreign bodies found were beans, grains and plastic objects. The average time between their placement and removal was 32.4 days. Comments: the average time of evolution in this study was longer than what has been published in studies, which increases the risks of complications. We stress the responsibility of parents and guardians concerning this problem and stress the need for better access to health care. The small number of otolaryngologists in Maranhão contributes to the dangers related to the long stay of foreign bodies and patients having to seek non-specialized care. Conclusion: We suggest new studies in this field. The population should recognize early on the symptoms associated to foreign bodies in oder to start searching for specialized care. The health authorities of Maranhão, in turn, shall establish efficient measures for ENT emergency care.

KEYWORDS: Foreign Bodies; Emergency Medicine; Otolaryngology; Child; Emergency Medical System

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-471

TÍTULO: Corpos estranhos em otorrinolaringologia: estudo de 203 casos

TÍTULO EM INGLÊS: Foreign bodies in otorhinolaryngology: STUDY OF 203 CASES

AUTOR(ES): Edson Júnior de Melo Fernandes, Claudiney Candido Costa, Marina Neves Rebouças, Fabiano Santana Moura, Eduardo Damasceno Chaibe


RESUMO

Introdução: Motivo de constantes consultas em serviços de emergência em otorrinolaringologia, a ocorrência de corpos estranhos pode levar a inúmeras complicações, como broncoaspiração e perfuração de membrana timpânica. Objetivo: Descrever algumas variáveis referentes ao atendimento de emergência de corpos estranhos em otorrinolaringologia. Material e Método: Foram analisados 203 pacientes, no período de março de 2010 a março de 2011, com queixa de corpos estranhos em nariz, orelha ou orofaringe, sendo pesquisadas as variáveis: sexo, idade, tempo de evolução, localização e tipo do corpo estranho, material para sua retirada e complicações. Resultados: O levantamento dos corpos estranhos mostrou 123 casos em orelha, 61 casos em cavidade nasal e 19 casos em orofaringe. O tempo médio de evolução até a retirada do corpo estranho foi de 2,86 dias. Em relação ao sexo, tivemos 97 masculinos e 106 femininos; já em relação à idade, tivemos idade média de 9,48 anos e idade mediana de 4 anos. Ganchos, utilizados em 68 casos, foram os principais materiais utilizados para retirada dos corpos estranhos, seguidos pela pinça jacaré, que foi utilizada em 59 ocasiões. Em relação às complicações, tivemos maior frequência de sangramentos, em 60 casos, mas em 78 não foi observada nenhuma complicação. Conclusão: A prevalência de corpos estranhos em otorrinolaringologia é elevada, sendo importante a intervenção do especialista para retirada, diagnóstico e tratamento das complicações.

DESCRITORES: Corpos Estranhos, Otorrinolaringopatias, Orelha Externa


ABSTRACT

Introduction: Reasons for constant consultations in ENT emergency services, foreign bodies can lead to numerous complications such as aspiration and perforation of the tympanic membrane. Objective: To describe some variables related to emergency care in ENT foreign bodies. Methods: we analyzed 203 patients from March 2010 to March 2011, complaining of foreign bodies in their noses, ears or throats, and studied the following variables: gender, age, duration of FB stay, location, type of foreign body, instruments needed for their removal and complications. Results: there were 123 cases of foreign bodies in ear, 61 in the nasal cavity, and 19 cases in the oropharynx. The mean FB stay until removal was 2.86 days. Regarding gender we had 97 males and 106 females. As far as age is concerned, we had a mean age of 9.48 years and a median age of 4 years. Hooks, used in 68 cases ,were the primary instruments used for the removal of foreign bodies, followed by the alligator forceps - used on 59 occasions. Regarding complications, there was a higher frequency of bleeding in 60 cases, but in 78 cases there were no complications. Conclusion: The prevalence of foreign bodies in otorhinolaryngology is high, and it is highly important to have a specialist for the removal, diagnosis and treatment of complications.

KEYWORDS: Ear Canal; Ear Diseases; Foreign Bodies

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-472

TÍTULO: Prevalência dos sintomas de rinite alérgica em crianças atendidas no ambulatório de respirador oral em um hospital universitário

TÍTULO EM INGLÊS: PREVALENCE OF ALLERGIC RHINITIS SYMPTOMS IN CHILDREN SEEN AT THE ORAL BREATHER WARD OF A UNIVERSITY HOSPITAL

AUTOR(ES): Cecília Pereira Paes, Francisco Xavier Palheta, Angélica Cristina Pezzin Palheta, Lorena Gonçalves Rodrigues, Joyce Oliveira de Lima, Samara Noronha Cunha, Theago Barros Silva

INSTITUIÇÃO: HOSPITAL UNIVERSITÁRIO BETTINA FERRO DE SOUZA


RESUMO

Introdução: A respiração oral, apesar de ser um sintoma, pode ser caracterizada como síndrome, pois inclui vários sinais e sintomas, como alterações orofaciais, posturais, oclusais e distúrbios de comportamento. Esta condição é consequência de várias entidades de base, podendo ser decorrente de fatores mecânicos (desvios de septo nasal e hipertrofrias adenoamigdalianas), doenças inflamatórias (rinites alérgicas), malformações congênitas, com deformidades craniofaciais e lesões tumorais. Motonaga et al., em seu estudo, encontraram, como as principais causas de respiração oral, a rinite alérgica e hipertrofia de adenoide e/ou amígdalas palatinas. Objetivo: Descrever a prevalência de sintomas relacionados à rinite alérgica em pacientes atendidos no ambulatório de respirador oral de um hospital universitário. Método: Foi realizado um estudo retrospectivo com avaliação de 67 prontuários de crianças atendidas no ambulatório de respirador oral, submetido à análise estatística descritiva. Estudo retrospectivo. Resultados: Foram avaliados 67 prontuários de crianças entre 2 e 14 anos, das quais 46 (68,7%) queixaram-se de sintomas de rinite alérgica. Conclusão: Os sintomas relacionados à rinite alérgica estão presentes em grande parte da população pediátrica atendida em serviços de otorrinolaringologia. Neste estudo, observou-se que 68,7% das crianças atendidas apresentaram sintomas de rinite alérgica.

DESCRITORES: Obstrução Nasal, Rinite Alérgica Perene, Ronco, Tonsila Palatina


ABSTRACT

Introduction: oral breathing, despite being a symptom, can be characterized as a syndrome because it includes various signs and symptoms such as orofacial, postural, occlusal and behavioral changes. This condition is a result of various basic entities and may be due to mechanical factors (nasal septum deviation and adenotonsillar hypertrophy), inflammatory (allergic rhinitis), congenital malformations with craniofacial deformities and tumor lesions. Motonaga et al found the main causes of oral breathing to be allergic rhinitis and adenoid and/or tonsils hypertrophy. Objective: to describe the prevalence of allergic rhinitis symptoms in patients of the oral breather clinic of a university hospital. Methods: we carried out a retrospective study, evaluating 67 cases of children treated at the Mouth Breather center, submitted to descriptive statistical analysis. A retrospective study. Results: we analyzed medical records of 67 children between 2 and14 years, of which 46 (68.7%) complained of allergic rhinitis symptoms. Conclusion: allergic rhinitis symptoms are present in most of the pediatric population seen it ENT clinics. In this study, we observed that 68.7% of the children treated had symptoms of allergic rhinitis.

KEYWORDS: Nasal Obstruction; Rhinitis, Allergic, Seasonal; Adenoids; Palatine Tonsil

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-473

TÍTULO: O impacto da adenoamigdalectomia na produção de IGF-1 em crianças

TÍTULO EM INGLÊS: THE EFFECT OF ADENOTONSILLECTOMY IN THE PRODUCTION OF IGF-1 IN CHILDREN

AUTOR(ES): Gabriela Robaskewicz Pascoto, Cassiana Burtet Abreu, Tiago Vasconcelos Souza, Raimar Weber, Shirley Shizue Nagata Pignatari, Aldo Cassol Stamm

INSTITUIÇÃO: Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos


RESUMO

A obstrução respiratória causada por hipertrofia adenoamigadaliana é a principal causa de roncos e apneia noturna em crianças, e, frequentemente, acompanhada de vários outros sinais e sintomas, incluindo alterações pôndero-estaturais. Atualmente, consiste na principal indicação de adenoamigdalectomia. Objetivo: Verificar a repercussão da adenoamigdalectomia na produção de IGF-1 (insulin-like growth factor-1), em crianças portadoras de hipertrofia adenoamigdaliana. Material e Método: Vinte e seis crianças de ambos os sexos portadoras hipertrofia adenoamigdaliana com indicação formal de adenoamigdalectomia (grupo de estudo), e 21 crianças controle (indicação cirúrgica por outras causas, eg. postectomia) foram submetidas a coletas de sangue periférico para dosagem de IGF-1. As coletas foram realizadas no pré-operatório imediato, e 30 dias após o procedimento cirúrgico, no laboratório de análises clínicas do HPEV. Resultados: Os valores pré-operatórios de IGF-1 revelaram valores dentro dos padrões normais para a faixa etária em ambos os grupos. Duas crianças do grupo de estudo apresentaram valores abaixo do normal para idade. A comparação de valores pré e pós-operatório das crianças submetidas à adenoamigdalectomia mostrou um aumento estatisticamente significante (p <0,01) pelo teste t de Student para amostras pareadas. As duas crianças com valores pré-operatórios abaixo do normal para idade recuperaram níveis normais de IGF-1 após a cirurgia. Conclusão: Os dados do nosso estudo sugerem que a hipertrofia adenoamigdaliana, com consequente ronco e apneia do sono, interferem negativamente na produção de IGF-1 circulantes, podendo estar relacionada à alteração do desenvolvimento pôndero-estatural em crianças, e demonstram que a adenoamigdalectomia contribui para aumentar e restaurar os valores de IGF-1.

DESCRITORES: Tonsila Faríngea, Tonsila Palatina, Crescimento, Hormônio do Crescimento, Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva


ABSTRACT

Airway obstruction caused by adenotonsillar hypertrophy is the main cause of snoring and sleep apnea in children, and are often associated to several other signs and symptoms, including disorders in weight and and growth development. Currently, it is the most important indication for adenotonsillectomy. Objective: to evaluate the effect of adenotonsillectomy in the production of IGF-1 (insulin-like growth factor-1) in children with adenotonsillar hypertrophy. Materials and Methods - twenty-six children of both gender with adenotonsillar hypertrophy and a formal indication for adenotonsillectomy (study group) and 21 control children (with indication for surgery for other reasons, e.g. posthetomy) were submitted to evaluation of peripheral blood IGF-1. The samples were taken immediately in the pre-op, and 30 days after surgery. The laboratory analysis was performed in the clinical laboratory of the HPEV through a radioimmunoassay technique. Results: The preoperative levels of IGF-1 showed values within the normal range for age in both groups. Two children in the study group had values below normal for their age. The comparison of pre and postoperative levels in children undergoing tonsillectomy showed a statistically significant increase (p <0.01) by the Student-t test for paired samples. The two children with preoperative values below normal for their age recovered normal levels of IGF-1 after surgery. Conclusion: The data from our study suggests that adenotonsillar hypertrophy, resulting in snoring and sleep apnea can affect negatively the production of circulating IGF-1, probably related to growth development disorders, showing that adenotonsillectomy contributes to enhance and restore IGF-1 values.

KEYWORDS: Palatine Tonsil; Adenoids; Growth and Development; Growth Hormone; Sleep Apnea Syndromes

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-474

TÍTULO: Perfil e fatores de risco para traqueostomia infantil em um hospital terciário universitário

TÍTULO EM INGLÊS: PROFILE AND RISK FACTORS FOR INFANT TRACHEOSTOMY IN A UNIVERSITY HOSPITAL

AUTOR(ES): Camila Izaac Alfredo, Mariana Wilberger Furtado de Almeida, Danúbia Domingos de Souza, Claudia Pereira Maniglia, Rafael de Paula e Silva Felici de Souza

INSTITUIÇÃO: Hospital de Base de São José do Rio Preto/Faculdade de medicina de São José do Rio Preto


RESUMO

Introdução: A traqueotomia em crianças ainda é um procedimento de grande morbimortalidade e de impacto na vida do paciente e cuidadores. As indicações de realização de traqueotomia variam de acordo com as condições clínicas do paciente e em geral. As crianças submetidas a este procedimento apresentam alguma comorbidade grave, intercorrência pré-natal ou neonatal e permanecem sob IOT prolongada. Objetivo: Avaliar o perfil epidemiológico de crianças submetidas à traqueotomia, bem como suas complicações e seguimento, com especial atenção aos índices de decanulação em um hospital terciário universitário. Metodologia: Foi realizado estudo retrospectivo por meio da análise de prontuários de 44 crianças submetidas à traqueotomia, no período entre janeiro de 2003 e dezembro de 2009. Resultados: A média de idade foi de 1,6 anos, com predominância do sexo masculino. 45% nasceram a termo, 48% pré-termo e 7% pós-termo. O peso era adequado ao nascimento em 47,7% e pequeno para idade gestacional em 52,3% dos casos. Alguma doença de base foi diagnosticada em 68,2%, com maior incidência as cardiopatias, em oito casos (18,18%). A indicação mais frequente da traqueotomia foi IOT prolongada em 77,2% dos casos. Discussão: A indicação de traqueotomia foi na maioria dos casos devido IOT prolongada, condizente com achados de 24% a 75% em outros estudos. A ocorrência de 9% de complicações tardias, é menor do que a verificada em outros estudos, que referem 19% a 44%. Conclusão: Por meio dos dados encontrados nesse trabalho, pode-se concluir que, entre os fatores preditores de risco para traqueotomia, incluem-se prematuridade, peso inadequado para a idade gestacional e doenças de base.

DESCRITORES: Traqueostomia, Criança, Fatores de Risco, Complicações Pós-Operatórias


ABSTRACT

Introduction: Tracheostomy in children, is still a procedure carrying morbidity, and it has an impact on the lives of patients and their families. The indications for tracheostomy vary with the patient's clinical condition and in general, children who undergo this procedure have some severe comorbidity, some prenatal or neonatal complication and have to remain under artificial ventilation. Objective: To evaluate the epidemiological profile of children who underwent tracheotomy and its complications and follow-up, with special attention to the decannulation rates in a Tertiary University Hospital. Methodology: A retrospective study, analyzing medical records of 44 children who underwent tracheostomy from January 2003 to December of 2009. Results: The mean age was 1.6 years, with a predominance of males. 45% were born at term; 48% at preterm; and 7% at post-term. The birth weight was appropriate for 47.7% and 52.3% of the cases the patients were small for their gestational age. Some underlying disease was diagnosed in 68.2%, with a higher incidence of heart disease in 18.18%. The most frequent indication of tracheotomy was prolonged intubation, in 77.2% of cases. Discussion: The indication for tracheotomy was in most cases due to prolonged intubation, consistent with findings from 24 to 75% in other studies. The occurrence of late complications was 9%, lower than what was seen in other studies, which state 19% to 44%. CONCLUSION: Through the data found in this study, we can conclude that among the factors which are risk predictors for tracheotomy, we include prematurity, low weight for gestational age and baseline diseases.

KEYWORDS: Tracheostomy; Child; Risk Factors; Postoperative Complications

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-475

TÍTULO: Relação do uso de antibioticoterapia e as complicações pós-operatórias de adenoamigdalectomia.

TÍTULO EM INGLÊS: The value of antibiotic therapy and postoperative complications of tonsillectomy

AUTOR(ES): Marina de Sá Pittondo, George Boraks, Leonardo Barreto, Alice Andrade Takeuti, Renata Lopes Mori

INSTITUIÇÃO: HOSPITAL SANTA MARCELINA


RESUMO

A adenoamigdalectomia é uma das cirurgias mais comumente realizadas na população pediátrica e adulta jovem. As complicações pós-operatórias em tonsilectomias são pouco frequentes. Até o momento, nenhum estudo clínico demonstrou efetivo benefício em relação ao uso de antibioticoterapia e à redução de complicações no pós-operatório. Parte desta discordância é decorrente da falta de estudos clínicos bem elaborados. Objetivo: Discutir o uso de antibiótico no pós-operatório de adenoamigdalectomia, por meio de uma revisão crítica da literatura e relato da experiência de um serviço de residência médica. Pacientes e Métodos: Foram selecionados todos pacientes que realizaram adenoamigdalectomia no ano de 2009 e de 2010, sendo excluídos pacientes submetidos a qualquer outro procedimento associado. Em 2009, foram utilizados apenas sintomáticos no pós-operatório, enquanto que em 2010 foram utilizados sintomáticos e amoxicilina por 7 dias, no pós-operatório. Discussão: Em 2009, 104 pacientes foram submetidos à adenoamigdalectomia sem antibioticoterapia, e a média de idade foi de 7,72 anos. Apenas uma criança apresentou complicação nas primeiras 24 horas do pós-operatório, sendo esta hemorragia com instabilidade hemodinâmica. O paciente foi submetido à revisão cirúrgica, com boa evolução após. Em 2010, 169 pacientes foram submetidos à antibioticoterapia e a média de idade foi de 8,77 anos. Nenhum paciente apresentou complicação no pós-operatório. Conclusão: Os nossos resultados estão de acordo com os dados encontrados na literatura, já que a complicação pós-operatória apresentada não tem relação com o uso ou não da antibioticoterapia.

DESCRITORES: Complicações Pós-Operatórias, Tonsilectomia, Antibioticoprofilaxia


ABSTRACT

Tonsillectomy is one of the most commonly performed surgeries in pediatric and adult patients. Postoperative complications of tonsillectomy are uncommon, and until today, no clinical study has shown the benefits of using antibiotics to reduce postoperative complications. Part of this discrepancy is due to the lack of properly formatted clinical studies. OBJECTIVE: Discuss the use of antibiotics in the postoperative of adenotonsillectomy through a critical review of the literature and report the experience of a clinics in these regards. PATIENTS AND METHODS: We selected all patients who underwent adenotonsillectomy in 2009 and 2010, excluding patients with any other associated procedure. In 2009, we used only symptomatic drugs in the postoperative period, while in 2010 the patients received symptomatic drugs and amoxicillin for 7 days after the surgery. Discussion: In 2009, one hundred and four patients underwent adenotonsillectomy without antibiotics in the post-op, and the average age was 7.72 years. Only one child had hemorrhage as a complication during the first 24 hours of post-op, and this bleeding happened with hemodynamic instability. The patient underwent surgical revision with good clinical evolution afterwards. In 2010, one hundred sixty-nine patients received antibiotics, the average age was 8.77 years. No patient had postoperative complications. CONCLUSION: Our results are consistent with the literature data, stating that there is no relationship between postoperative complications and the use of antibiotics in the post-op.

KEYWORDS: Antibiotic Prophylaxis; Tonsillectomy; Postoperative Complications

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-480

TÍTULO: Corpos estranhos de ouvido e nariz: levantamento estatístico em um hospital terciário

TÍTULO EM INGLÊS: Foreign bodies in ear and nose: a study in a tertiary hospital

AUTOR(ES): Daniele de Lima Soares, Cícero Matsuyama, Eduardo Spirandeli, Janaína Medina da Rocha Berto, Marcela Gouvêa Oliveira, Caio Meira de Britto Oliveira


RESUMO

Introdução: Corpos estranhos em otorrinolaringologia são uma entidade frequente em serviços de emergência. Objetivo: Avaliar 120 casos de corpos estranhos atendidos num hospital terciário, analisando parâmetros como: sexo, faixa etária, localização, natureza, sintomas, forma de retirada e complicações. Material e Métodos: Estudo retrospectivo de 120 pacientes com diagnóstico de corpo estranho em otorrinolaringologia, no período de abril de 2010 a fevereiro de 2011. Resultados: Dos 120 casos de corpo estranho, 32 foram encontrados em fossas nasais e 88 em ouvidos. Do total, 62 eram do sexo masculino (51,66%), e 58 do sexo feminino (48,33%). A faixa etária mais acometida por corpo estranho de nariz foi de 0-2 anos (50%) e, de ouvido, foi de 5-8 anos (26,1%). A maioria dos pacientes introduziu espuma nas fossas nasais (28,12%) e, no ouvido, as bijuterias foram mais frequentes (15,90%). A complicação nasal mais observada foi a rinossinusite (18,75%) e a otológica, a otite externa aguda (12,5%). Conclusões: Os corpos estranhos otológicos foram os mais encontrados em nossa casuística, com prevalência no sexo masculino, principalmente na faixa etária de 0-4 anos. A maioria das situações que levam a acidentes com corpos estranhos podem ser evitáveis. A população deve ser orientada quanto à procura imediata do otorrinolaringologista nos casos de corpos estranhos.

DESCRITORES: Corpos Estranhos, Orelha, Nariz, Incidência


ABSTRACT

Introduction: Foreign bodies are a frequent occurrence in emergency ENT services. Objectives: To evaluate 120 cases of foreign bodies treated in a tertiary hospital, analyzing parameters such as: gender, age, location, nature, symptoms, removal and complications. Methods and materials: retrospective study of 120 patients diagnosed with foreign bodies in otorhinolaryngology, from April 2010 to February 2011. Results: In the 120 cases of foreign bodies, 32 were found in the nasal cavity and 88 in the ears. From the total, 62 patients were males (51.66%), and 58 were females (48.33%). Nasal foreign bodies affect mainly the age group between 0-2 years of age (50%), while foreign bodies in the ear affected mainly the age group between 5-8 years of age (26.1%). Most patients introduced foam in their nasal cavities (28.12%), while jewelry was more frequent in the ear (15.90%). The most observed nasal complication was sinusitis (18.75%), and the most common ear problem was acute external otitis (12.5%). Conclusion: The study has found that foreign bodies in the ear are the most frequent type, prevailing in males and in the age group between 0-4 years of age. Most situations that lead to accidents with foreign bodies may be avoided. The population must be educated in order to look for otorhinolaryngologists in case of foreign bodies.

KEYWORDS: Incidence; Nose; Ear

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-482

TÍTULO: Complicações pós-uvulopalatofaringoplastia com a técnica de Fairbanks modificada

TÍTULO EM INGLÊS: Uvulopalatopharyngoplasty: postoperative complications using modified the Fairbanks Technique

AUTOR(ES): Henrique Hiroshi Miyazawa, Juliana Tichauer Vieira, Marco Antônio Thomas Caliman, Diogo Carvalho Pasin, Denilson Storck Fomin

INSTITUIÇÃO: Universidade de Santo Amaro


RESUMO

Os distúrbios respiratórios do sono têm alta prevalência na população mundial, tornando-se um problema de saúde pública, com repercussões clínicas, econômicas e sociais. O tratamento da SAHOS e do ronco pode ser clínico e/ou cirúrgico e está associado ao sítio de obstrução da via área superior. A uvulopalatofaringoplastia descrita por Fairbanks é uma das técnicas mais difundidas, na qual ocorre a ressecção das amígdalas e palato mole em bloco. Objetivo: Avaliar as complicações do intra e pós-operatório da técnica de Fairbanks modificada. Material e Método: Foram selecionados 14 pacientes do Ambulatório de Ronco e Apneia de um Hospital-Escola do Curso de Graduação e Residência Médica em Otorrinolaringologia. Os critérios de inclusão para este estudo foram: SAOS leve a moderada diagnosticada por meio do exame polissonográfico, Mallampati de I a II, classificação do grau amigdaliano de II a IV, IMC < 35, circunferência cervical < 35 cm, classificação de Fujita I e Freedman I e II. Todos os pacientes foram submetidos ao exame de nasofibroscopia flexível com manobra de Muller. Realizou-se a uvulopalatofaringoplastia com a técnica de Fairbanks modificada. Estes pacientes foram avaliados no intraoperatório quanto à facilidade de visualização e de realização da técnica, além de protocolos pós-cirúrgicos de 7 e 30 dias do procedimento. Resultados: Nos 14 pacientes, não ocorreram complicações imediatas e apenas dois apresentaram complicações tardias com melhora espontânea. Conclusão: Concluímos que a técnica modificada de Fairbanks é efetiva no tratamento da apneia leve e moderada do sono.

DESCRITORES: Complicações Pós-Operatórias, Hemorragia Pós-Operatória, Síndromes da Apnéia do Sono


ABSTRACT

Sleep Breathing Disorders are highly prevalent worldwide, becoming a public health problem, with clinical, economic and social implications. The treatment of OSA and snoring can be clinical and/or surgical and is associated with the obstruction of the upper airway. Uvulopalatopharyngoplasty described by Fairbanks is one of the most used techniques, which is based on resection of the tonsils and soft palate in a block. ObjectiveThe aim of this study was to evaluate the intra and postoperative complications from Fairbanks' modified technique. Methods: We selected 14 patients from the Snoring and Apnea ward of an ENT service at a University Hospital. Inclusion criteria for this study were: mild to moderate OSAS diagnosed by polysomnography, Mallampati score I to II, tonsillar classification II to IV, BMI < 35, neck circumference <35 cm, Fujita classification I and Freedman's I and II. All patients underwent nasal endoscopic examination with Muller's maneuver. Uvulopalatopharyngoplasty was performed using the Fairbanks' modified technique. These patients were evaluated intraoperatively as to the ease of visualizing the surgical area and technique performance; and post surgical protocols 7 and 30 days after the procedure. Results: In 14 patients undergoing the procedure, there were no immediate complications and only 2 patients reported later complications, with spontaneous improvement. Conclusion: We conclude that uvulopalatopharyngoplasty with the Fairbanks' modified technique for the treatment of mild and moderate OSAS is an efficient technique and with low early and late complication rates.

KEYWORDS: Postoperative Complications; Postoperative Hemorrhage; Sleep Apnea Syndromes

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-485

TÍTULO: Análise das queixas relacionadas à hipertrofia adenotonsilar no pré e pós-operatório de crianças submetidas à adenotonsilectomia

TÍTULO EM INGLÊS: ANALYSIS OF COMPLAINTS RELATED TO ADENOTONSILAR HYPERTROPHY IN THE PRE AND POSTOPERATIVE OF ADENOTONSILLECTOMY

AUTOR(ES): Viviane Feller Martha, Juliana Johnson Ferri, Aline Silveira Martha, Natália Correa de Correa, Letícia de Salles Valiatti


RESUMO

Introdução: Dificuldade respiratória, respiração bucal e roncos noturnos são queixas comuns no consultório de ORL que decorrem do excesso de tecido linfoide do anel de Waldeyer. Causas frequentes de obstrução de vias aéreas superiores na infância: hipertrofia de tonsilas palatinas e faríngeas. Complicações determinadas pela hipertrofia adenotonsilar (HAT) são: respiração oral, alterações craniofaciais, apneia obstrutiva do sono, etc. O ronco é o grande motivador da procura por um especialista, é a mais preocupante queixa apresentada pelos pais das crianças. Neste estudo, foi analisada a graduação de sintomas associados à HAT por meio do protocolo Obstructive Sleep Apnea-18 (OSA - 18). Comparou-se a pontuação total no pré e no pós-operatório de adenotonsilectomia, com o objetivo de avaliar a melhora da qualidade de vida destes pacientes. Objetivos: Comparar os sintomas associados à HAT no pré e pós-operatório de adenotonsilectomia, por meio do questionário OSA-18. Métodos: Estudo retrospectivo. Os pacientes incluídos tinham questionário preenchido no pré e pós-operatório da cirurgia, que continha perguntas relacionadas às queixas obstrutivas. Outros parâmetros foram avaliados por meio do protocolo. Resultados: Foram analisados questionários OSA-18 de 15 crianças (de 1 a 12 anos) no pré e pós adenotonsilectomia. Todos os pacientes do estudo apresentaram ronco e respiração oral. Apneia em 93% dos pacientes. Após o tratamento cirúrgico, 100% dos pacientes tiveram resolução do ronco e voltaram a apresentar um padrão normal de respiração nasal. A média de pontuação dos pacientes foi de 90,76 pontos no pré-operatório e no pós-operatório foi de 34,33 pontos. Variação média de 66,2 pontos. Conclusões: A adenotonsilectomia reduziu significativamente as queixas dos pacientes, mostrando melhora na qualidade de vida dos pacientes com obstrução respiratória por HAT após cirurgia. 5

DESCRITORES: Hipertrofia, Tonsila Palatina, Tonsila Faríngea, Tonsilectomia


ABSTRACT

INTRODUCTION: Difficulty breathing, mouth breathing and snoring are common complaints in the ENT office, caused by an excess of lymphoid tissue in the Waldeyer's ring. A frequent cause of upper airway obstruction in children are tonsils hypertrophy. Complications caused by adenotonsillar hypertrophy (ATH) are: mouth breathing, cranial-facial growth disorders, obstructive sleep apnea, snoring. Snoring is the great motivator of the search for a specialist; it is the most disturbing complaint by parents. In this study, we analyzed the classification of symptoms associated with ATH vis-a-vis the Obstructive Sleep Apnea Protocol-18 (OSA - 18). We compared the total score in the pre and postoperative of adenotonsillectomy, aiming to assess the improvement in the quality of life of these patients. To compare the symptoms associated with ATH in the pre and postoperative periods of adenotonsillectomy, using the OSA-18 questionnaire. METHODS: retrospective. The study included patients who completed the questionnaire before and after the surgery, which contained questions regarding obstructive complaints. Other parameters were assessed using the protocol. RESULTS: We analyzed the OSA-18 questionnaires from 15 children (1-12 years) before and after adenotonsillectomy. All the patients in the study had snoring and oral breathing. 93% of the patients had apnea. After surgical treatment, 100% of patients had resolution of snoring and returned to a normal pattern of nasal breathing. The mean score of patients was 90.76 points preoperatively and postoperatively it came down to 34.33 points. Mean variation of 66.2 points. CONCLUSION: Adenotonsillectomy significantly reduced patients' complaints, showing improved quality of life for those patients with respiratory obstruction after surgery for ATH.

KEYWORDS: Hypertrophy; Palatine Tonsil; Adenoids; Tonsillectomy

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-486

TÍTULO: Relação entre ronco, apneia, hipertensão arterial e fatores de risco

TÍTULO EM INGLÊS: Relationship between snoring, apnea, hypertension and risk factors

AUTOR(ES): Fernando Arruda Ramos, Renato Ricci Kauffmann, Paula Fortuci Resende Botelho, Monique Fardo, Mateus Cruz Fontanela

INSTITUIÇÃO: Instituto Catarinense do Sono Universidade do Planalto Catarinense.


RESUMO

Introdução: A síndrome da apneia/hipopneia obstrutiva do sono (SAHOS) é considerada um problema de saúde pública e a maior preocupação, atualmente, são as comorbidades associadas, sendo a hipertensão um exemplo importante. Os principais fatores de risco para essa patologia são a obesidade, gênero masculino e envelhecimento. Objetivo: O presente estudo tem por objetivo relacionar a SAHOS com hipertensão e seus fatores de risco, como obesidade, idade e gênero. Método: Foram analisados 51pacientes roncadores submetidos à polissonografia, com idade média de 50,6 anos, sendo 56,8% do sexo masculino. Resultados: Dos 51 pacientes entrevistados, 44 apresentaram apneia leve, moderada ou grave. Entre os portadores de apneia, 63% tinham idade acima de 51 anos, 59% eram do sexo masculino e 41% do sexo feminino. A obesidade esteve presente em 35% dos casos. Em relação à comorbidade em estudo, 59% eram hipertensos, destes 10% são apenas roncadores e 90% são apneicos. Os hipertensos com SAHOS apresentaram apneia leve em 43,3% dos casos. Conclusão: O estudo demonstrou que o gênero masculino, idade avançada e obesidade são fatores de risco para o desenvolvimento da SAHOS, assim como sugere a literatura. Além disso, a hipertensão arterial sistêmica está diretamente relacionada à SAHOS, tendo forte relação com a apneia leve.

DESCRITORES: Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva, Obesidade, Hipertensão, Polissonografia


ABSTRACT

Introduction: The obstructive sleep hypopnea-apnea syndrome (OSHAS) is considered a public health problem and the biggest current concern are the co-morbidities, and hypertension is an important example. The main risk factors for this disease are obesity, male gender and aging. Objective: This study aims to associate OSHAS with hypertension and its risk factors as obesity, age and gender. Methods: We analyzed 51 snorers, who underwent polysomnography, with an average age of 50.6 years, 56.8% were males. Results: Of the 51 patients interviewed, 44 had mild, moderate or severe apnea. Among the patients with sleep apnea, 63% had 51 years of age; 59% were males and 41% females. Obesity was present in 35% of the cases. Regarding co-morbidity, 59% were hypertensive, 10% of these were snorers only and 90% were apneic. Hypertensive patients with OSHAS showed mild obstructive sleep apnea in 43.3% of cases. Conclusion: The study showed that male gender, older age and obesity are risk factors for the development of OSA, as the literature suggests. Furthermore, systemic arterial hypertension is directly related to OSA, they have a strong relationship with mild obstructive sleep apnea.

KEYWORDS: Sleep Apnea, Obstructive; Obesity; Hypertension; Polysomnography

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-487

TÍTULO: Análise do perfil biofísico de pacientes submetidos à polissonografia

TÍTULO EM INGLÊS: Analysis of the biological and physical profile of patients submitted to polysomnography.

AUTOR(ES): Diogo Carvalho Pasin, Marco Antônio Thomas Caliman, Erika Mucciolo Cabernite, Juliana Tichauer Vieira, Denilson Storck Fomin

INSTITUIÇÃO: Universidade de Santo Amaro


RESUMO

A síndrome de apneia hipopneia obstrutiva do sono é definida como um conjunto de sinais e sintomas relacionados à apneia do sono e roncopatia. Na atualidade, 24% da população brasileira masculina sofre com esse problema, assim como 9% das mulheres, o que traz grande responsabilidade ao profissional habilitado, que desenvolve o tratamento, de executar a avaliação adequada e realizar o diagnóstico correto. Objetivo: Estabelecer o perfil biofísico dos pacientes portadores de apneia do sono, utilizando os principais parâmetros da avaliação clínica. Método: Avaliação clínica e polissonográfica de pacientes de um ambulatório especializado de serviço público da zona sul de São Paulo, por meio da correlação do índice de massa corpórea, circunferência cervical, avaliação do mallampati, nasofaringolaringoscopia com manobra de Mueller e índices de apneia e hipopneia. Resultados: Trinta pacientes avaliados, divididos desde os não apneicos até apneicos graves, apresentaram um exame físico compatível com seus resultados da polissonografia, com os dados de maior significância clinica a circunferência cervical e o índice de massa corpórea. Considerações Finais: Embora muito importante por nos orientar quanto ao provável diagnóstico e quais pacientes mereçam uma avaliação mais urgente, bastante útil pela demora e custo da polissonografia, o exame físico suspeito deve sempre ser complementado pela avaliação polissonográfica, já que não é diagnóstico e apresenta resultados objetivos inferiores ao padrão ouro.

DESCRITORES: Síndromes da Apnéia do Sono, Apnéia, Obesidade, Polissonografia


ABSTRACT

The obstructive sleep apnea syndrome is defined as a group of signs and symptoms related to snoring and sleep apnea/hypopnea . Nowadays , 24% of Brazilian males, as well as 9% of women suffer with this problem, which brings a huge responsibility to those developing treatment and making the correct diagnosis. Goals: to establish the biological and physical profile of apnea patients by using clinical parameters mainly. Method: clinical and polysomnography evaluation of patients from a clinic in Southern São Paulo, using the body mass index, neck circumference, Mallampati index, nasopharyngoscopy with Mueller's maneuver and the Hypopnea-Apnea Index. Results: All the 30 patients, from the non-apneic to the worst cases, had clinical exams matching their polysomnography results, and the most important data was the neck circumference and body mass index. Final considerations: Although very important to guide diagnosis and tell which patients deserve a faster evaluation, useful considering the cost and the long time waiting to suffer the exam, clinical evaluation must always be followed by the gold standard - the polysomnogram.

KEYWORDS: Sleep Apnea Syndromes; Apnea; Obesity; Polysomnography

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-488

TÍTULO: Incidência de atopia e hipertrofia adenoamigdaliana em pacientes respiradores bucais

TÍTULO EM INGLÊS: Incidence of atopy and adenotonsillar hypertrophy in mouth breathers

AUTOR(ES): Emanuel Capistrano Costa Junior, Henrique Augusto Cantareira Sabino, Carolina Sponchiado Miura, Carolina Brotto de Azevedo, Fabiana Cardoso Pereira Valera, Ullissis Pádua de Menezes, Wilma Terezinha Anselmo Lima

INSTITUIÇÃO: Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.


RESUMO

Introdução: A relação da hipertrofia adenoamigdaliana e da atopia com a ocorrência de crianças respiradoras bucais tem sido bastante discutida sem ter se chegado a uma conclusão definitiva sobre o assunto. O presente estudo se propõe a discutir a relação da atopia com a hipertrofia das adenoides e das amígdalas em pacientes respiradores bucais. Metodologia: Foi feito um estudo retrospectivo com revisão de prontuários em um centro do respirador bucal de um centro terciário de 2008 a 2010. Foram incluídos os pacientes que apresentaram quadro clínico de respiração bucal. Foram excluídos os pacientes que possuíam síndromes genéticas, e os que não apresentavam os seguintes dados: teste cutâneo de leitura imediata para os aeroalérgenos, exame nasofibroscópico e exame clínico otorrinolaringológico completo. Resultados: Dos 356 pacientes selecionados, 37% apresentaram positividade no teste alérgico, sendo 94% positivos para ácaros. Destes mesmos pacientes, 47% apresentaram hipertrofia adenoideana e 46% hipertrofia amigdaliana. Não foi observada nenhuma correlação direta entre tamanho das tonsilas e atopia, sugerindo que outros fatores também sejam importantes para indução da inflamação crônica na população não atópica, ainda não descobertos. Conclusão: A alta prevalência de atopia e hipertrofia adenoamigdaliana encontrada nos pacientes respiradores bucais serve para ressaltar a importância de uma avaliação alergológica e otorrinolaringológica completa nestes pacientes.

DESCRITORES: Respiração Bucal, Alergia e Imunologia, Tonsila Faríngea, Tonsila Palatina


ABSTRACT

Introduction: The relationship between adenotonsillar hypertrophy and atopy with the occurrence of mouth breathing children has been widely discussed without coming to a definitive conclusion on the matter. This study aims at discussing the relationship of atopy with hypertrophy of the adenoids and tonsils in mouth breathing patients. Methodology: This was a retrospective study, reviewing the medical charts of mouth breathing patients at the university hospital from 2008 to 2010. We included patients with clinical oral breathing. We excluded patients who had genetic syndromes, and those who did not present the following data: immediate skin tests for aeroallergens, nasal endoscopic examination and otorhinolaryngological examination. Results: Of the 356 patients selected, 37% were positive on allergy tests, and 94% were positive for mites. Of these, 47% had adenoid hypertrophy and 46% tonsil hypertrophy. There was no direct correlation between tonsil size and atopy, suggesting that other factors are also important in causing chronic inflammation in the non-atopic population, not yet discovered. Conclusion: The high prevalence of atopy and adenotonsillar hypertrophy found in mouth breathers serves to highlight the importance of a complete ENT and allergic evaluation in these patients.

KEYWORDS: Mouth Breathing; Adenoids; Palatine Tonsil

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-489

TÍTULO: Crianças traqueotomizadas: quem são elas e como evoluem?

TÍTULO EM INGLÊS: Children with tracheotomies: who are they and what is their outcome?

AUTOR(ES): Rebecca Maunsell, Laiza Mohana, Agricio Nubiato Crespo

INSTITUIÇÃO: Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP


RESUMO

Objetivo: Avaliar crianças submetidas à traqueotomia na UTI e sua evolução pós-operatória. Metodologia: Estudo clínico prospectivo, baseado em prontuários, de crianças submetidas à traqueotomia na UTI num hospital universitário terciário, entre novembro de 2002 e fevereiro de 2011. Foram avaliados idade, causas da traqueotomia, comorbidades, tempo de intubação, falhas de extubação, patologias laringotraqueais, intervenções cirúrgicas, decanulação, óbito e troca de cânula. Resultados: Foram avaliadas 37 crianças submetidas à traqueotomia com idade entre 2 dias e 13 anos. O tempo médio de seguimento foi de 3,7 anos. Todas apresentavam comorbidades. 51% delas eram menores de 6 meses no momento da traqueotomia. O tempo médio de intubação foi de 37 dias, com três tentativas de extubação antes da traqueotomia. As causas mais frequentes de traqueotomia foram laringite pós intubação prolongada, estenose subglótica e aspiração crônica. 13 crianças foram decanuladas. O tempo médio de permanência traqueotomizado até a decanulação foi 24 meses. A troca periódica de cânula é realizada em 19 crianças. Cinco crianças foram a óbito. Conclusão: A traqueotomia é mais indicada em menores de 6 meses, com alguma comorbidade. A causa mais frequente é a laringite pós-intubação prolongada. A decanulação é possível em um número considerável de pacientes.

DESCRITORES: Traqueotomia, Pediatria, Laringite


ABSTRACT

ABSTRACT: AIM: To evaluate the indications and outcomes of tracheotomies performed in children in the intensive care unit (ICU). MATERIALS AND METHODS: A prospective study, reviewing the medical records of children who underwent tracheotomy in the ICU of a tertiary teaching hospital, during the period of November 2002 to February 2011. We assessed data on age, indications, co-morbidities, time of intubation, extubation failures, laryngotracheal pathologies, surgical interventions, decannulation, death and canulla changes. RESULTS: Tracheotomy was performed in 37 children, aged between 2 days and 13 years. The mean time of follow-up was 3.7 years. All had co-morbidities. 51% were younger than 6 months at the time of the tracheotomy. The mean time of intubation was 37 days, with 3 extubation failures before tracheotomy was carried out. The most frequent indication was laryngitis after prolonged intubation, subglottic stenosis and chronic aspiration. 13 children were decannulated. The mean time with a tracheostomy before decannulation was 24 months. The canulla was periodically changed in 19 children. 5 patients died. CONCLUSION: Tracheotomy is most indicated in children younger than 6 months old, with co-morbidities. The most frequent indication is laryngitis after prolonged intubation. Decannulation is possible in a large number of patients.

KEYWORDS: Tracheotomy; Laryngitis; Intubation, Intratracheal

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-493

TÍTULO: Perfil dos pacientes com indicação de procedimentos cirúrgicos do ambulatório de ronco e apneia do sono em um hospital universitário

TÍTULO EM INGLÊS: Profile of Patients with indication of surgical procedures at the Clinic for Snoring and Sleep Apnea in a University Hospital

AUTOR(ES): Felipe Almeida Mendes, Silvio Antonio Monteiro Marone, Bruno Bernardo Duarte, Ana Carolina Parsekian Arenas, Aline Sacomano Arsie


RESUMO

Introdução: Para pacientes com SAOS, o CPAP é tido como tratamento de primeira linha, devido à eficácia com que esse aparelho previne o colapso das vias aéreas superiores, resultando em alívio de sintomas como sonolência diurna. No entanto, a eficácia da terapia com CPAP depende, inicialmente, da adesão ao tratamento e, posteriormente, à necessidade de se utilizar todas as horas de sono. Sendo assim, nota-se a necessidade de se oferecer aos pacientes outras modalidades de tratamento, incluindo os procedimentos cirúrgicos da via aérea superior Materiais e Métodos: Estudo transversal, abrangendo 16 pacientes encaminhados do ambulatório geral de otorrinolaringologia ao ambulatório específico de Ronco e Apneia do Sono com indicação de procedimento cirúrgico como modalidade de tratamento para o ronco e para a SAOS. Resultados: Gênero: 11 homens e cinco mulheres; Idade (média): 40,875; IMC: um paciente (6%) IMC < 25, sete (44%) IMC entre 25 e 30 e oito (50%) IMC de 30 a 35; Classificação da SAOS: quatro pacientes (25%) ronco primário, três (19%) apresentaram SAOS leve, dois (13%) apresentaram SAOS moderada e sete (43%) SAOS grave; distribuição pela classificação de Friedmann: três (19%) Friedmann grau I, seis (38%) Friedmann grau II e sete (43%) Friedmann III; Conduta: cinco (31%) injeção roncoplástica, quatro (25%) UPFP e sete (43%) faringoplastia lateral. Conclusão: O perfil dos pacientes com indicação de procedimentos cirúrgicos para o tratamento de ronco e apneia do sono de um hospital universitário é do sexo masculino, obeso, portador de SAOS moderada ou grave.

DESCRITORES: Ronco; Síndromes da Apnéia do Sono; Perfil de Saúde


ABSTRACT

INTRODUCTION: For patients with OSAS, CPAP is considered the first-line treatment, because of the efficiency with which this device is able to prevent the collapse of the upper airways, resulting in relief of symptoms such as daytime sleepiness and reducing cardiovascular morbidity. However, the effectiveness of CPAP therapy depends on compliance to treatment, and subsequently the need to use it every hour of sleep. Thus, there is a need to offer patients other treatment modalities, including surgical procedures in the upper airways. MATERIALS AND METHODS: This is a cross-sectional study involving 16 patients referred from general ENT outpatient clinics specifically for surgery for Snoring and Sleep Apnea, as a treatment modality for snoring and OSAS. RESULTS: gender: 11 men and 5 women; Age (average): 40.875; BMI: 1 patient (6%) had BMI <25; 7 patients (44%) had BMI between 25 and 30; and 8 (50%) had BMI between 30 and 35; Classification of OSA: 4 patients (25%) had primary snoring; 3 (19%) had mild OSA; 2 (13%) had moderate OSAS and 7 (43%) had severe OSA; distribution by te Friedmann's classification: 3 (19% ) had Friedmann grade I; 6 (38%) had Friedman grade II and 7 (43%) had Friedman III; Approach: 5 (31%) were submitted to injection surgery for snoring; 4 (25%) were submitted to UPPP; and 7 (43%) to lateral pharyngoplasty CONCLUSION: the profile of patients referred for surgical procedures to treat snoring and sleep apnea is a university hospital: males, obese, with moderate or severe OSAS.

KEYWORDS: Snoring; Sleep Apnea Syndromes; Health Profile

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-495

TÍTULO: Corpo estranho em otorrinolaringologia. Um estudo de 94 casos

TÍTULO EM INGLÊS: Foreign Bodies in Otorhinolaryngology: A Study of 94 Cases

AUTOR(ES): João Tiago Silva Monteiro, Diego de Oliveira Lima, Luciano Szortyka Fiorin, Flávio Bertoncello, Priscila Bogar Rapaport, Fernando Veiga Angélico Júnior

INSTITUIÇÃO: Faculdade de medicina do ABC


RESUMO

A ocorrência de corpos estranhos (CE) envolvendo as cavidades nasais, orelhas e orofaringe é motivo de frequentes consultas em serviços de emergência de otorrinolaringologia. Objetivo: Estudar 94 casos de atendimento para remoção de corpos estranhos e analisar suas características. Resultados: Foram 62% do sexo masculino e 38% do sexo feminino; na faixa etária de 0 a 2 anos, não houve nenhum caso; de 2 a 6 anos houve 64 casos (68%); de 6 a 12 anos, 22 casos (23,4%) e em maiores de 12, houve oito casos (8,5%); os CE de ouvido somaram 59 casos (62,7%), de nariz 33 pacientes (35,1%) e dois casos de faringe. Pedaços de espuma e as peças de bijuteria foram os mais comuns, com 18 (19,1%) casos cada um desses itens. Dos 94 casos, 34 (36,1%) tiveram o CE retirado dentro das primeiras 24 horas após sua introdução; 24 (25,5%) em 2 a 4 dias, 14 (14,89%) em 5 a 7 dias e 18 (19,1%) após 7 dias. Em quatro casos, os pais ou acompanhantes dos pacientes não souberam informar o tempo de permanência. 34 casos (36,1%) apresentaram história de manipulação anterior para retirada pelos pais ou em serviço médico não especializado. Em oito casos (8,51%), houve a necessidade de retirada no centro cirúrgico. Complicações ocorreram em quatro pacientes (4,25%), sendo três casos de CE de ouvido e um de fossa nasal. Conclusão: A maioria dos casos com manipulação prévia para remoção dos CE por profissional não habilitado ou por leigos evoluiu com complicações.

DESCRITORES: Faringe, Orelha, Nariz, Corpos Estranhos, Otolaringologia


ABSTRACT

Foreign bodies (FB) in the sinuses, ears and oropharynx is a reason for frequent consultations in ENT emergency services. Objective: To study 94 cases of FB removal and analyze their characteristics. Results: 62% were in males and 38% in females; as far as age is concerned, in patients aged 0-2 years, there was no case; 2-6 years there were 64 cases (68%), 6 to 12 years, 22 cases (23.4%) and over 12, there were 8 cases (8.5%). There were 59 FB cases in the ear (62.7%), 33 in the nose (35.1% and two cases in the pharynx . Pieces of foam and pieces of jewelry were the most common, with eighteen (19.1%) cases of each of these items. Of the 94 cases, 34 (36.1%) FB were removed within the first 24 hours after its introduction; 24 (25.5%) in 2 to 4 days; 14 (14.89%) in 5 to 7 days and 18 (19.1%) after 7 days. In four cases, parents or guardians of patients were unable to provide the FB residence time. Thirty-four cases (36.1%) had history of previous removal attempts by the parents or non-specialist medical personnel. In eight cases (8.51%) it was necessary to take the patient to the operating room and remove the foreign body under general anesthesia. Complications occurred in 4 patients (4.25%) -3 cases of FB in the ear and one in the nasal cavity. Conclusion: Most cases of manipulation prior to removal of the FB by unskilled professional or laymen evolved with complications.

KEYWORDS: Foreign Bodies; Otolaryngology; Ear; Nose; Pharynx

Topo

Imprimir

Trabalho Clínico

P-497

TÍTULO: Dados preliminares no estudo da oscilação corporal em voluntários hígidos

TÍTULO EM INGLÊS: Preliminary data on The Body Swing study in healthy volunteers

AUTOR(ES): David Greco Varela, Antônio Adilton Oliveira Carneiro, José Ailton Oliveira Carneiro, André Vital Nazianzeno, José Fernando Colafêmina

INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO - USP FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS - BAHIA SERVIÇO DE OTORRINOLARINGOLOGIA DO HOSPITAL SANTA IZABEL


RESUMO

Introdução: O equilíbrio é dado pela soma de estímulos da visão, da propriocepção e do labirinto. A estabilidade corporal está diretamente ligada ao controle da postura. A avaliação da postura estática e dinâmica vem ganhando espaço no diagnóstico, acompanhamento e reabilitação do paciente com tontura. A utilização do estudo da oscilação corporal por meio do uso do Polhemus Patriot como meio auxiliar diagnóstico poderá ser útil para o exame do paciente com tontura. Objetivos: Verificar a segurança de aplicação do exame de oscilação corporal utilizando-se o hardware Polhemus Patriot em pacientes hígidos. Determinar os padrões de normalidade de oscilação corporal gerados pelo Polhemus Patriot. Resultados: Houve apenas a desistência de um participante. O número de indivíduos estudados foi 27. A média de idade do grupo estudado foi 28,59 anos. A média de altura foi 1,70. Houve diferença estatística ao se comparar a trajetória entre a posição OASE e OFSI, OASE e OFSE e entre as posições OASI e OFSI. Discussão: Novos métodos investigativos passam pela fase de conhecimento e de sedimentação dos resultados alcançados. A avaliação realizada em voluntários hígidos não causou dor ou desconforto que perdurasse após o término do exame. Houve diferenças estatísticas na avaliação da trajetória de oscilação corporal.

DESCRITORES: Postura, Tontura, Equilíbrio Postural


ABSTRACT

Introduction: Balance is given by visual, proprioception and labyrinthine stimuli. Body stability is directly related to posture control. The evaluation of static and dynamic posture has gained importance in the diagnosis, monitoring and rehabilitation of patients with dizziness. Polhemus Patriot, as an auxiliary diagnosis tool, may be useful for the examination of patients with dizziness. Objectives: to check the safety of the body sway test using the Polhemus Patriot Hardware in healthy patients. To determinate the normal standards of body sway generated by the Polhemus Patriot. Result: Only one participant withdrew from the study. We had 27 individuals in the study. The average age of the group was 28.59 years. The average height was 1.70m. There was Statistical difference when comparing the trajectory between the OASE and OFSI, OASE and OFSE positions and between OASI and OFSI positions. Discussion: new test methods have to go through knowledge and sedimentation stages of the achieved results. The evaluation of healthy volunteers did not cause pain or discomfort that would last after the exam. There were statistical differences in assessing the body sway trajectory.

KEYWORDS: Postural Balance; Dizziness; Posture

Topo

© Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial - 2003-2014 - Todos os direitos reservados
Av. Indianópolis, 1287 - Planalto Paulista - Cep. 04063-002 - São Paulo - SP - Telefone (11) 5053-7500 FAX 5053-7512

GN1